00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

PR exerceu magistratura de influência em Angola em prol dos cidadãos nacionais

Durante a visita privada de cerca de 4 dias a Angola, o Presidente da República Manuel Pinto da Costa, reuniu-se no passado domingo, com a comunidade são-tomense radicada em Luanda.

Cerca de 500 cidadãos nacionais que tomaram parte no encontro, manifestaram ao Chefe de Estado enorme preocupação em relação a necessária legalização da sua situação como residente no território angolano.

As preocupações da comunidade são-tomense, tornaram-se urgentes, face a campanha implementada pelas autoridades angolanas de rusgas e expulsões  de cidadãos estrangeiros que residem ilegalmente em Angola.

O Téla Nón, apurou que após a reunião com a comunidade são-tomense, Pinto da Costa, aproveitou a sua estadia para junto as autoridades governamentais de Angola, exercer magistratura de influência no sentido de sensibilizar o executivo angolano, sobre a situação dos emigrantes nacionais.

Estima-se que mais de 20 mil são-tomenses residem em Angola, dos quais a maior parte não beneficia ainda do cartão de residência, ou tem o título de residência caducado.

Note-se que na tarde desta quinta- feira, o primeiro ministro Patrice Trovoada, também deslocou-se a Angola em visita oficial, para reforço da cooperação entre os dois países.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    ANCA Responder

    ANCA 22 de Abril de 2016 as 18:39 Responder
    As nossas empresas, sociedade civil organizada, os cidadãos nacionais podemos fazer um esforço no apoio ao nosso desporto nacional,( quanto se fala em apoio, devem constituir materiais equipamentos desportivos, bens, com garantia de aplicação, jamais somente valor pecuniários), os clubes devem no futuro ter uma contribuição modesta para fazer aumentar este valor à federação, à par a contribuição estatal.

    Se se queres ver o País(Território/População/Administração) bem.

    Se se verdadeiramente gostas do teu País

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

    Bem haja

Deixe um comentario

*