00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

MDFM exige demissão imediata do Presidente da CEN

O partido sem representação no parlamento e que apoiou a candidatura de Maria das Neves ao cargo de Presidente da República, considera que Alberto Pereira, Presidente da CEN, deve ser responsabilizado criminalmente. «O MDFM exige a demissão imediata do Presidente da Comissão Eleitoral Nacional e a consequente responsabilização criminal daí resultante».

O partido reagiu assim a marcha atrás realizada pela Comissão Eleitoral Nacional, em relação aos resultados das eleições presidenciais de 17 de Julho.

Alberto Pereira, Presidente da CEN, anunciou vitória do candidato do partido ADI, Evaristo Carvalho, na primeira volta das eleições com 50,1% dos votos. Um anúncio que provocou comemorações no seio da família da ADI, e protesto por parte da candidatura de Maria das Neves apoiada pelo MDFM.

Maria das Neves interpôs recurso junto ao Supremo Tribunal de Justiça pedindo a anulação das eleições por alegada fraude.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    Vicente Responder

    Depois de detectado as fraudes e os roubos dos votos, assim é que deve ser. Anular a eleição do dia 17 de Julho.

  2. img
    Maria silva Responder

    Corrupcao a mais alto nivel!
    Malandragem altamente organizado, estas praticas sao muito cumum no GABAO, e quem sai aos seus não se degenera ……

  3. img
    calma Responder

    Vamos aguardar os resultados definitivos e a decisão do Tribunal. Viva STP. Viva a Democracia.

  4. img
    Stella Responder

    Quem decide è o tribunal, quem quizer ir a segunda volta que va, se nao for perde, è simples, caso o tribunal aprove a segunda volta, esta sera de sertesa a decisao Geral, doI a quem doer. Este Pais nao è do MLSTP, PCD, MDFM, etc, mas sim de todos os Saotomenses, Viva Sao Tome e Principe, rumo ao desenvolvimento e com novas caras e nao as mesmas que nada fizeram em 41 anos.

    • img
      Mundo cinzento Responder

      O País é de todos os Santomenses sim e sem exclusão. O que se tem vivido nos últimos tempos tem sido exclusão. Quem não é do ADI, está de fora. Novas caras sim, mas com competência e não esse bando de incompetentes que têm colocado nas administrações, só pk é do partido. Isso sim, o País não terá desenvolvimento nenhum. Só desenvolvimento pessoal.

Deixe um comentario

*