Destaques

Abdoulaye Bathily – “Não me compete encontrar uma solução”

O Representante Especial do Secretário Geral das Nações Unidas, reuniu-se também com o Presidente da República Manuel Pinto da Costa antes de deixar o país. «Não me compete encontrar uma solução. O meu papel é de alertar», afirmou no átrio do Palácio do Povo.

 

O enviado das Nações Unidas, disse a imprensa que constatou diferenças nas posições dos diferentes actores políticos com os quais. conversou nas últimas 24 horas. «O mais importante é que os autores aceitem que as diferenças sejam resolvidas num clima pacífico que não coloque em causa a marca de exemplo da democracia de São Tomé e Príncipe no continente africano», sublinhou.

 

.Abdoulaye Bathily, vai apresentar um relatório ao secretário geral das Nações Unidas, sobre a situação política em São Tomé e Príncipe, a luz das polémicas eleições presidenciais.

Abel Veiga

.

    9 comentários

9 comentários

  1. FÉDÉ KÁ DÓXI

    5 de Agosto de 2016 as 13:29

    O Senhor tem razão. Não lhe compete encontrar solução. Apresente o relatório e a ONU tem órgãos judiciais para dirimir esta situação.
    Anular as eleições de 17 de Julho e marcar outra e nada mais. O ADI tem comprado cartões de eleitores em Água Porca por 400.000,00 cada. A Arlete Zeferino e outras sabem disso. A ONU deveria ter cá os seus olhos e os seus ouvidos, para fazer as constatações in ni locu. Fale com funcionários do PNUD, será que não sabem, para informar? Bem haja S.Tomé e Príncipe e que haja paz,o que o ADI=Patrice Trovoada não quer.

    • Quidide

      5 de Agosto de 2016 as 18:22

      Sr./ Sra Fedé, esperemos que o relatório elaborado por esse indivíduo reflita realidade dos factos…

  2. Quidide

    5 de Agosto de 2016 as 13:48

    Pelos vistos estamos entregues à nossa própria sorte. Mais uma vez interrogo-me de onde virá a salvação desse povo a beira de, senão já submetido à ditadura arbitrária de um grupo de ambiciosos?
    Não merecemos carregar esse fardo tão pesado.

  3. Abdul Farioll

    5 de Agosto de 2016 as 15:00

    Você veio fazer o quê? Passear? Conhecer as ilhas?
    Então porque viestes?Se não trouxestes a varinha magina?
    Vai la descançar no sahel sò malandro

  4. Correia Neto

    5 de Agosto de 2016 as 15:26

    Podem me esclarecer o quê que se passa que Patrice Trovoada pôs militares a guardarem a Radio Nacional e a TVS?
    O país não está em guerra? Não há terrorista do ISIL nem do Bouko Haram em STP?
    Mas o que se passa?
    Alguém pode-me explicar? Mas explicar de verdade e sem complicar
    Por Favor?

  5. salvador do mundo

    5 de Agosto de 2016 as 15:54

    Tudo que tem principio tem um fim talvez este será o momento ideal do fim de um era anormal para uma era normal.

  6. caduco

    5 de Agosto de 2016 as 16:59

    A solução já foi encontrada e a decisão já foi tomada pelo Tribunal Constitucional. Dia 7 de Agosto haverá 2ª volta e Evaristo Carvalho será o próximo PR de STP.

  7. Florinda de jesus

    6 de Agosto de 2016 as 17:55

    E estes bandidos da União Africana não vieram para 2ª volta
    Como então?
    Já não se precisa de credibilizar nada?

  8. Filho do Povo

    15 de Agosto de 2016 as 8:05

    Eu penso que já mais se resolvera nada, porque Patrice Trovoada com os milhões que ele tem já pagou a estas pessoas todas e ninguém mais abrirá a boca para falar verdade. O mal é que em São Tomé um dia começara uma revolução com sangue, e culpado disso serão também as organizações estrangeiras que estão no país sabem a verdade e estão caladas.
    Este Sr. Representante Especial das NU venho para São Tomé fazer o quê, passear e rir deste povo? Obrigado, desta forma poderia não vir mesmo fazer nada.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo