00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

Patrice Trovoada representa STP na conferência Japão – África

O Primeiro-ministro Patrice Trovoada que deixou São Tomé e no passado dia 9 de Agosto para visita de trabalho a Portugal, representará São Tomé e Príncipe na sexta edição da Conferência Internacional de Tóquio sobre o Desenvolvimento Africano que terá lugar em Nairobi capital do Quénia de 27 a 28 de Agosto.

O evento que liga África e o Japão, está a ser promovido pela União Africana. Nkosazana Dlamini Zuma presidente da Comissão da União Africana , realçou a importância do evento que demonstra o interesse maior que o continente africano desperta ao mundo.

Pela primeira vez a conferência África Japão é realizada no continente africano. Nairobi no Quénia será a anfitriã.

Segundo a Panapress, a conferência internacional de Tóquio sobre o Desenvolvimento Africano foi lançada pelo Governo do Japão para promover o desenvolvimento de África, a paz e segurança, através do reforço das relações em matéria de cooperação multilateral e de parceria, em particular com os países africanos.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    SAMPONHA Responder

    O Senhor Juiz, José Nandeira,prepara para cometer o maior crime nunca visto numa Democracia.
    O dinheiro já está nos Bolsos e a nomeação do Senhor Evaristo de Carvalho para o Presidente da República será um poema recitado nos lábios de um magistrado sem graça e sem ideologia
    A verdadeira identidade do Juiz, senhor José Bandeira, é Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, do Tribunal Constitucional e juíz Tributário no Tribunal de Conta.
    Senhor José Bandeira tornou assim o homem de múltiplos ofícios.
    Como juíz Tributário, ganha uma pipa de massa, perdoando impostos e beneficiando os seus legionários, senhor Patrice Trovoada e o seu testa de ferro, senhor Rami, o Libanês que gere todos os negócios milionários do senhor Primeiro Ministro, Patrice Trovoada.Ele tem a Bandeira branca do senhor José Bandeira para fugir o pagamento dos impostos.
    Em contrapartida o senhor José Bandeira recebe das mãos do senhor Primeiro Ministro, dólares,jantares e champanhe para comemorar a implementação do Islão em S. Tomé e Príncipe. Como magistrado que é, atropela a lei em benefícios do senhor Patrice Trovoada.
    Senhor José Bandeira deixou de colocar ai serviço de cidadania, corrompendo-se e aumentando muitas diferenças no seio da família Santomense, consumando assim, um projecto que terá o seu início com a nomeação do senhor Evaristo de Carvalho como Presidente da República Islámica de S.Tomé e Príncipe. Um Presidente que perdeu para a abstenção, mas não perderá para o Supremo Tribunal de Justiça que procurará mecanismos para dissuadir todas as autoridades que é possível nomear um Presidente com 40% do eleitorado Santomense. Por conseguinte, sem legitimidade para representar o nosso Belo S. Tomé e Príncipe além fronteira.Os defensores e discípulos do proclamam vitória de um candidato que concorreu sozinho, mas não conseguiu os 54% do eleitorado Santomense.

  2. img
    José Frota Soares de Barros Responder

    Mais uma passeata.

  3. img
    luisó Responder

    Mas qual visita de trabalho a Portugal ?

    • img
      Vexado Responder

      A visita de trabalho contemplara trabalhar nana até a ultima tinta da caneta findar…

    • img
      FCL Responder

      E ba tloca oleo..

  4. img
    Nuno Menezes Responder

    Em primeiro lugar ‘e caso de dizer Amen!!!

    Segundo a Panapress, a conferência internacional de Tóquio sobre o Desenvolvimento Africano foi lançada pelo Governo do Japão para promover o desenvolvimento de África, a paz e segurança, através do reforço das relações em matéria de cooperação multilateral e de parceria, em particular com os países africanos.

    Gostei desse ultimo paragrafo.

    Nuno Menezes
    (Londres Inglaterra)

    First ‘and case Say Amen !!!

    According to Panapress, the international conference in Tokyo on African Development was launched by the Government of Japan to promote Africa’s development, peace and security, by strengthening relations in the multilateral cooperation and partnership, in particular with the countries Africans.

    I like that last paragraph.

    Nuno Menezes
    (London, England)

  5. img
    Descamizado Responder

    De acordo com o Processo de impugnação que deu entrada aquando das eleições Presidenciais no passado dia 17 da Julho de 2016 pelos dois candidatos, nomeadamente; o cidadão Pinto da Costa e a cidadã Maria das Neves, esse Processo de impugnação deveria ser um acordão e assinado pelos cinco juízes conselheiros que compõem Tribunal Supremo da Justiça, Tribunal Constitucional e não um Despacho
    O senhor juiz Conselheiro, José Bandeira não reuniu com os cinco conselheiros para decidir por um acordão.Mesmo assim, de acordo com a lei, a nossa Constituição proíbe parentes a fazerem parte de quaisquer processos em que um dos seus familiares é a parte integrante do processo que é o caso entre o senhor juiz conselheiro Silvestre Leite e o seu cunhado, o cidadão, candidato Evaristo Carvalho.Como sabeis, o senhor Evaristo de Carvalho está casado com a irmã do senhor juiz conselheiro Silvestre Leite. Logo à partida não deve fazer parte do Juíz conselheiro para este processo. O senhor Juíz José Bandeira fez um despacho sozinho e indeferiu o processo.Violar um princípio é muito mais grave que transgredir uma norma qualquer A desatenção ao principio implica ofensa, não apenas a um específico mandamento obrigatório, mas a todo o sistema de comandos. É a mais grave forma de ilegalidade ou inconstitucionalidade conforme o escalão do principio atingido, porque representa insurgência contra todo o sistema,subversão de seus valores fundamentais,irremissível a seu arcabouço lógico e corrosão de sua estrutura mestra.A justiça sem a força é contestada, porque há sempre maus;a força sem a justiça é acusada.É preciso, portanto pôr em conjunto a justiça e a força, por isso,com que o que é justo seja forte, e o que é forte seja justo. Nas eleições Presidenciais de 17 de Julho passado, houve falhas gravíssimas na parte da Comissão Eleitoral Nacional, os candidatos prejudicados com essas falhas graves,nomeadamente;o cidadão Pinto da Costa e a cidadã Maria das Neves, juntos aos seus mandatários deram entrada ao Supremo Tribunal de Justiça/Tribunal Constitucional, com um requirimento de impugnação, pedindo a anulação dos actos eleitorais de 17 de Julho passado, devido as irregularidades, fraudes que surgiram nesse processo eleitoral.O senhor José António da Vera Cruz Bandeira,um dos juízes conselheiro, comeu e auto proclamou-se, indeferiu o processo da impugnação sem conhecimento ou parecer de outros juízes. O senhor José Bandeira que deu bandeira, ao invés de se reunir com os restantes juízes conselheiros para analisar o processo e sortear entre os juízes e decidir por acordão e ser assinado por todos os juízes conselheiros, não obedeceu as regras jurídicas, não deu confiança a outros juizes, recebeu uma pita de massa em dólar nas mãos do senhor Patrice Trovoada e fez um Despacho sozinho e só com uma assinatura. Sendo assim,esse despacho é nulo, não obedece o parâmetro da lei que é o acordão, nem tão pouco o senhor juiz Leite deveria compôr o jurado por se tratar como havia dito, ser cunhado do candidato Evaristo de Carvalho. O senhor José Bandeira cometeu um crime de prevaricação e baseado no artigo 369º do código penal “DENEGAÇÃO de JUSTIÇA e PREVARICAÇÃO” na sua linha número um, diz seguinte: O funcionário que no âmbito de inquérito processual,processo jurisdicional,por contra-ordenação ou disciplinar,conscientemente e contra direito, promover ou não promover, conduzir, decidir ou não decidir ou praticar acto no exercício de poderes decorrentes do cargo que exerce é punido com pena de prisão até dois anos ou com pena de multa até 120 dias. Se o facto for praticado com intenção de prejudicar ou beneficiar alguém, o funcionário é punido com pena de prisão até cinco anos. Será que o senhor juiz conselheiro José Bandeira vai ser penalizado? Duvido e digo mais. Fez o seu Despacho sozinho e assinou sozinho,até parece que esse Despacho foi feito por um dos conselheiros Jurídicos de Primeiro Ministro, em que o senhor juiz conselheiro José Bandeira limitou-se a assinar.
    A Sociedade civil em alerta para convocar uma gigantesca manifestação Popular e nunca vista em S.tomé e Príncipe

  6. img
    explicar sem complicar Responder

    o evento terá lugar nos dias 27 e 28.
    Que foi fazer desde dia 9? Encontro com Ribeiro e Castro do CDS-PP do SPIN DOCTOR?
    Este que chefiou a delegação Portuguesa que veio tomar o poder em s.tomé em 2014 e entregar patrice trovoada.

Deixe um comentario

*