00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

Entrevista: Patrice Trovoada, primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe 

PARCERIA -Téla Nón / Rádio ONU

O chefe de governo de São Tomé e Príncipe revelou esta sexta-feira que o seu país está a melhorar no desenvolvimento humano, mas precisa de um reforço dos investimentos.

A mensagem do país à Assembleia Geral inclui um apelo em prol dos refugiados e migrantes “para que não se abram frentes de rotura cultural, de civilização e de religião devido à questão económica”.

Eleições Presidenciais

Nesta entrevista à Rádio ONU, em Nova Iorque, Patrice Trovoada conta como ficou o país após divergências seguidas às eleições presidenciais deste ano.

A entrevista aborda a considerada “situação grave” da pirataria que, para Trovoada, deve ser olhada com atenção devido a “ataques armados aos navios petroleiros e de carga”.

Quanto ao futuro da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp, o primeiro-ministro são-tomense disse que “o futuro da organização será económico”.

Ele menciona o interesse de vários países candidatos a observadores que são “africanos, do Magrebe e asiáticos” para uma Cplp que “precisa ter conteúdo”.

São Tomé e Príncipe revelou que espera entregar os instrumentos ratificados do Acordo de Paris Sobre Mudanças Climáticas antes da 22ª Conferência da ONU sobre Alterações Climáticas, COP22, prevista para novembro em Marraquexe.

Acompanhe a conversa com Eleutério Guevane.

Duração: 06’19″

Michelle Alves de Lima

Notícias relacionadas

  1. img
    jose optimista Responder

    Muito bem senhor Patrice. Na verdade o pais precisa dignificar.se quer no plano externo como interno
    . Assim sendo, por favor assim quebregressar fala o quevprometeu e remodele a givernaçao do pais. Não me refiro apenas a remodelaçao do governo, senão remodelaçao governamental porque o senhor tem diretores e chefes de serviços muito fracos senão mesmo incompetentes. Agora que Adi yem tudo tera que necessariamente credibilizar o pais, pois ainda ontem o que se viu na nossa tvs e uma autentica palhaçada, sinonimo de um estado sem norte,sem responsabilidade, enfim de um estado falhado. Um bem haja ao nosso s.tome e príncipe porque e chegada a hora de unir.

  2. img
    colaborador Responder

    Senhor Patrice, que o senhor diga também na onu que o senhor tem dois sectores que vão de mal a pior nomeadamente a saúde e a comunicação social. Este pais nunca esteve tao mal nesses dois sectores. O paludosmo esta a crescer, hospitais não tem medicamentos, hospitais não tem higiene e a comunicação social perdeu profissionalismo, prdeu credibilidade nacional e internacional. Fica muito mau quando os cidadados de um pais ignoram a rádio, televisão e a imprensa do seu próprio pais, pois isto se reflecte no ranking internaciinal

  3. img
    Explicador Meu Responder

    O ser humano é tão fingido e falso, que faz todo o sentido, de que dentre todos os animais, ele é o único que Deus supostamente assim quiz, que vai para o inferno (Deus queira que vá).

Deixe um comentario

*