OGE 2017 – Oposição submeteu ao Tribunal Constitucional pedido de fiscalização

As três forças políticas que formam a oposição no parlamento são-tomense, submeteu ao Tribunal Constitucional o pedido de fiscalização da legalidade constitucional do Orçamento Geral do Estado para 2017.

Esgrimidos todos os argumentos políticos a volta do polémico orçamento geral de Estado, a oposição parlamentar decidiu recorrer ao poder judicial. Irregularidades, discrepâncias nas verbas e fontes de financiamento duplicadas, fazem parte das diversas situações ditas, anómalas pela oposição e que enfermam o OGE – 2017.

Um Orçamento de Estado que teve duas versões distintas. Um submetido ao parlamento e outro disponibilizado no site do ministério das finanças. Segundo a oposição a versão aprovada pela maioria parlamentar da ADI, em sessão plenária, não é a mesma que foi promulgada pelo Presidente da República. Segundo a oposição Evaristo Carvalho, promulgou a versão 2, que foi colocada no site do ministério das Finanças, e que não foi aprovada na sessão plenária da Assembleia Nacional.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    EX Responder

    Isso de assino logo é capaz de custar caro a esse PR, o Patricio tem as suas costas quente, vira e volta ele viaja e desaparece enquanto assino logo, como é lento de que nem um Bencu, é bem capaz de acabar aposentadoria na Prisão.
    Porque vai correr muita tinta nesses próximos 3 anos, quando houver reviravolta no poder.

  2. img
    Carlos Mameiro Responder

    A oposicao que recorra as instancias possiveis e imaginarias que nao ira fazer parar a dinamica de progresso e desenvolvimento que se esta imprimindo no Pais nos ultimos tempos. A mama acabou e é tempo de se mostrar trabalho serio e abnegado e estancar os desvios, roubos e abusos que se verificou nos ultimos 4O anos.

    • img
      boca pito Responder

      Vc é mesmo mau. Não quer ver para o teu país, teus filhos e netos.
      Coitado…Só está a ver o presente, mente escura tens tu, menino.
      Temos que pensar o positivo, o correto e lógico. Os 40 anos já se passaram. Este passado é para se esquecer, porque envolve muitos políticos até os do ADI. Portanto, para não ser retrogado, esqueçamos desse bicho “os 40 anos”.
      Tu gostarias que a oposição estivesse de acordo com tudo mais alguma coisa que o ADI vai fazendo, seja ela prejudicial para o país. Isto é era bom.

  3. img
    mezedo Responder

    Congratulo com a posição da oposição.
    Afinal quem devia fazer isto é o PR, mas sendo quem é não respeitou a constituição, logo promulgou o OGE.

    Agora resta saber se Tribunal vai fazer o seu papel respeitando as leis da Republica.

    Força oposição. Logo veremos esses malandro no Chão.

  4. img
    FLÓBÓ Responder

    Dois orçamentos só podem ter uma razão ; Branqueamento de capital para acelerar e aprofundar a corrupção desenfreada capitaneada por ADI e os seus apoiantes com Patrice Trovoada a cabeça e “ASSINA SÓ” na retaguarda.

  5. img
    Carlos Costa Filho Responder

    Não sei o quê que Patrice foi fazer na Holanda?
    Holanda não é um doador de vulto? Aliás logo três ministros fazer o quê? Onde é que estão o pessoal da cooperação? Patrice tem que saber que o Primeiro Ministro só viaja para grandes assuntos e não é querer comer toda a boca. E a propósito onde é que estão os dossiês das viagens?

  6. img
    EX Responder

    Ele esta a fugir a doença das feridas nos pés, e qualquer boca livre que aparecer agora é para viajar. e a demais pergunto esse PM foi alguma vez ao Hospital e ver os seus Votantes que estão a sofrer dessa doença?

    Credo Homem!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe um comentario

*