Carlos Gomes  primeiro embaixador de STP em Cabo Verde

Carlos Gomes(na fotoa9 é cidadão são-tomense descendente de caboverdianos. Foi uma das baixas resultantes da remodelação do décimo sexto governo constitucional, onde ocupava a pasta de Ministro do Emprego.

Nesta semana foi nomeado pelo Presidente da República Evaristo Carvalho como novo embaixador de São Tomé e Príncipe em Cabo Verde.

É a primeira vez que São Tomé e Príncipe abre uma representação diplomática em Cabo Verde, país que acolhe importante comunidade são-tomense.

O decreto de Evaristo Carvalho, nomeou também novos embaixadores para representar o país junto ao Reino da Bélgica e na República do Gabão.

A embaixadora Elisa Pereira Afonso de Barros, vai para o Gabão, e Maria D`Assunção de Barros Amaral Aguiar, segue para Bélgica para defender interesses de São Tomé e Príncipe junto a União Europeia.

O Chefe de Estado são-tomense, decidiu por outro lado, despachar o seu conselheiro jurídico Augério Amado Vaz, para o mais longe possível dos corredores do palácio Presidencial. Gégé como é vulgarmente conhecido no país, foi demitido do cargo de assessor jurídico e recebeu guia de marcha, para representar São Tomé e Príncipe no seio da Comunidade dos Estados da África Central, na qualidade de conselheiro jurídico.

Abel Veiga

 

Notícias relacionadas

  1. img
    Antonio Nilson Responder

    Este Carlos Gomes parece mesmo um Caboverdiano. STP tem muito de aprender com o nosso pai’s irmao, Cabo Verde!

    Mas, a minha maior preocupacao e’ nos Estados Unidos de America—STP nao tem nenhum embaixador nos EUA, STP neste preciso momento nao tem nenhuma representacao diplomatica nos EUA, nem se quer tem um Representante da ONU em Nova York.

    Como e’ que se vai negociar com o Trump para construir predios em STP, sem nenhuma representacao diplomatica da Republica Democratica de Sao Tome e Principe nos Estados Unidos de America?

    Como e’ que os Sao-Tomenses nos EUA poderam renovar os seus passaportes, sem uma embaixada do pai’s aqui? Como e’ que o turismo se evolui nas ilhas sem se saber como responder aos estrageiros de varios pai’s como e’ que eles poderao conseguir um visto de turismo para STP?

    Enfim—pernas para o ar…

    Nota: Mesmo quando se liga para a embaixada de STP em Lisboa nao se consegue nenhum resultado!

    E’ assim que os Santomense continuarao a ter amor a patria?

    Alguem pode responder?

    Credo! Credo!

    • img
      Adibel Pereira Responder

      Tirro certeiro,
      Nomiação Certa,
      Pessoa Indicada,
      Local Idial,

      Parabéns Sr. Embaixador seja bem vindo, Santolas na Ilha do Sal
      Te aguarda, kel abraço

      Cp/ Adibel Pereira

  2. img
    EX Responder

    Estamos bem pela Abertura da embaixada mas não temos certezas quando a pessoa do embaixador, não é muito boa pessoa e não é sociável.

    Nada contra mas somente comentário

  3. img
    descendente Responder

    Trata-se de uma boa medida e serve até de exemplo para os burmedjus….não discriminação do negro para o negro!!!

    Até breve Senhor Embaixador!

Deixe um comentario

*