Destaques

MLSTP : Posser propõe expurgo de alma para salvar MLSTP

Antigo Presidente do MLSTP, que ocupou vários cargos ministeriais pelo partido, Guilherme Posser da Costa, lamentou a ausência do Presidente do MLSTP Aurélio Silva, no fórum que pretendeu revitalizar a alma do MLSTP.

Uma alma infestada de maus espíritos, que têm que ser expurgados para o paciente recuperar. «O maior partido actualmente em São Tomé e Príncipe, é o partido dos descrentes, os desmoralizados. Quantos jovens que não vão votar. E perguntam votar para quê? Perdeu-se valores, perderam-se ideias. Hoje o que vale é o dinheiro. O país está refém de um mercantilismo interno, e está a tornar cultura dentro do nosso partido. Se quisermos ocupar um lugar incontornável na sociedade são-tomense temos que expurgar de dentro de nós essa ideia que foi trazida de fora, de que quem tem dinheiro é que manda no MLSTP». São palavras proferidas por Posser da Costa no fórum de debate.’

O antigo Presidente do MLSTP que foi primeiro-ministro e Chefe  único governo de maioria absoluta do MLSTP, ainda na década de 90, esclareceu que «não estou nesta iniciativa com este objectivo (derrubar a liderança). Mas lamento imenso a ausência aqui da Direcção do partido», precisou.

Para Guilherme Posser da Costa o fórum foi um alertar da consciência nacional.

Abel Veiga

    5 comentários

5 comentários

  1. Militante da Sede de Ribó

    17 de Abril de 2017 as 13:54

    Rafael Branco tem que voltar…

  2. pumbu

    17 de Abril de 2017 as 14:37

    Alguem nao apareceu por medo? Ou sera que os tomates sao de calibre infimo? Assim eh que queremos liderar o maior partido???
    Meninice…

  3. Quidide

    17 de Abril de 2017 as 21:17

    De facto há que reestruturar o partido para o bem do país que anda desgovernado e com muita anarquia. já não há valores, já não há respeito pelo próximo, só se vê selvajaria. A sociedade está corrupta e doente infelizmente. Ao menos o MLSTP é nato e não é liderado por estrangeiro, talvez tenha amor à Pátria. Salvem a nossa Pátria!

  4. Helder

    19 de Abril de 2017 as 11:40

    Creio que seja TARDE para esta crise de consciência. MAS…

    Para o MLSTP, o primeiro passo, o mais importante, a dar seria, da parte de alguns membros e dirigentes, a tomada de consciência que “estão POLITICAMENTE MORTOS”. Podem fazer parte do partido, mas não devem dar mais cara nem opiniões publicamente.

  5. seabra

    19 de Abril de 2017 as 14:40

    Ché…de repente,os mestres da tortura despertaram-se e querem tomar conta da victima.
    KI dalé ô ô ô!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo