China : 146 milhões de dólares em donativos para STP 

Patrice Trovoada Primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe que esteve na China onde assinou acordo geral de cooperação entre os dois países, anunciou que Pequim vai dar ao arquipélago são-tomense, 146 milhões de dólares para os próximos 5 anos. «Uma vertente em donativo que se cifra em 1 bilião de yuans, que atinge cerca de 146 milhões de dólares em donativos para projectos de infra-estruturas e o apoio do Governo chinês para que as empresas e o Governo de São Tomé e Príncipe tenham acesso a crédito para as infra-estruturas», afirmou o Chefe do Governo.

Donativo financeiro  que para Patrice Trovoada transforma a China, no mais importante parceiro bilateral de São Tomé e Príncipe. «Se vermos o leque dos nossos parceiros e os montantes disponibilizados em média anual, a China pelos números, passa a ser o primeiro parceiro bilateral. Pelos números a China passa a ser o nosso primeiro parceiro bilateral», reforçou.

O donativo financeiro de Pequim estende-se também ao Aeroporto Internacional. Segundo Patrice Trovoada as obras de alargamento da pista do aeroporto vão iniciar ainda este ano.

A concertação com o Presidente da República Popular da China, Xi Jinping, garante segundo Patrice Trovoada, a realização das obras como mais um donativo financeiro, ou então numa mistura de donativo e crédito concecional. «A China predispõe-se a nos ajudar a realizar o aeroporto através de donativos, ou através de um mix-donativo-empréstimo, e as condições estão criadas para que isso aconteça. O aeroporto vai acontecer. O aeroporto é uma prioridade para arrancar ainda este ano. Ainda dentro de semanas chega uma equipa técnica da China, para terminar os estudos de construção», assegurou.

E os donativos financeiros da China não ficam por aqui. Patrice Trovoada anunciou os ganhos conseguidos em Pequim como se São Tomé e Príncipe tivesse arrecadado um prémio de totoloto. «Temos ainda por parte do Governo chinês, iniciativas no sentido de encorajar sobretudo o sector privado chinês a investir no domínio do turismo e das infra-estruturas turísticas, a investir no domínio das energias limpas, e também outras iniciativas de cooperação que tem a ver com a gestão da cidade e do meio ambiente, do lixo, etc. China disponibiliza assistência para a estabilização macroeconómica do país sobretudo a nível das finanças públicas», frisou.

Perdão também aconteceu em Pequim. China perdoou a dívida externa de São Tomé e Príncipe avaliada em 28 milhões de dólares e segundo Patrice Trovoada, abriu mais linha de crédito. «Para além disso ainda no domínio económico o sector privado são-tomense tem a possibilidade de obter créditos a partir da China, para projectos privados e que favorecem o crescimento económico».

As obras de ampliação da pista do aeroporto e os investimentos privados chinês no turismo, visam criar as condições em São Tomé para receber os turistas chineses.  «Existe também o acordo que permite São Tomé e Príncipe ser um país de destino chinês. Foi também conseguido acordo de isenção de taxa de importação dos produtos oriundos de São Tomé e Príncipe. Isso abre um mercado de exportação para nós», precisou o Primeiro-ministro.

O acordo geral de cooperação assinado em Pequim tem mais novidades. São Tomé e Príncipe vai beneficiar de 200 estágios de capacitação por ano na China. Pequim concede ao arquipélago 60 bolsas de estudos por ano para estudantes são-tomenses.

Patrice Trovoda acrescentou que negociou com as autoridades chinesas, a construção da cidade administrativa assim como o porto em águas profundas. «São projectos que vão ter impacto no PIB de São Tomé e Príncipe», concluiu.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    Mé - Zemé Responder

    Dinheiro fresco…vamos lá ver em que isso vai dar. Deus abençoa STP

  2. img
    Mina de Célivi Responder

    OMG,
    146 milhões para os próximos 5 anos em donativos… isso da cerca de 29.2 milhões/ano.
    Grande coisa,
    Enfim!

    • img
      Martelo da Justiça Responder

      Um donativo de 146 milhões ou 145 milhões para os próximos 5 anos? Existe uma diferença substancial nessas duas afirmações.
      Ouvi do Primeiro Ministro a dizer que a China vai fazer um donativo de 146 milhões. Não será uma omissão propositada para enganar os menos atentos. O Primeiro-Ministro já nos habituou a esses truques.

  3. img
    Brasileiro Responder

    De fato com esse montante é possível se investir em muita infraestrutura no arquipélago…

  4. img
    Nuno Miguel Menezes Responder

    China : 146 milhões de dólares em donativos para STP

    Isso nao ‘e nada, as pessoas pensam que ‘e muito dinheiro,logico que sim,o problema para infrastrutura que assim Sao Tome e Principe necessita o dinheiro volta sempre para as maos da china, seus trabalhadores a sua mao de obra e outras coisas mais para assim fazerem as infrastrururas que sao necessarias vao ser pagas com esse mesmo dinheiro, o mesmo GIRA o dinheiro, e no final Sao Tome e Principe fica apenas com a Infrastrutura feita e depois para fazer manutencao da mesma necessita sempre da ajuda, e as DIVIDAS continuam sempre.

    Atencao, esse ‘e meu ponto de vista a minha forma de ver,Sao Tome e Principe necessita de outras Infrastruturas que de Lucros no seu PIB (Produto Interno Bruto) para depois comecar a Pagar as Suas Dividas, que assim tem com outros Paises incluindo Africa,china,Europa,Asia.

    Muito Complicado….

    Os lucros de um Areoporto,ou Porto de Agua Profundas ‘e muito Pouco para estabelizar a economia e comecar a Pagar a DIVIDA Interna.

    Abrir um concurso Publico,mais ou menus o modelo Britanico,muitas Fabricas para quem estiver interessado.

    Mais no entanto tambem se necessita de um Porto de Agua Profunda para assim chegar material.
    Oferta de Terrenos compra e Venda para assim fazerem fabrica de Galinha,ovos,leite e outras coisas mais.
    Expandir fora da cidade de Sao Tome e Principe, fabrica, escritorios e tambem transporte publico acessivel para todas pessoas que la possam trabalhar.
    E mais Tarde quem sabe um escritorio apenas da Facebook e outros mais….
    Esse mesmo estudo para o Desenvolvimento nao cabe apenas o Papel do Primeiro Ministro o seu Orgao que esta no poder devem ter ideias e passar ao mesmo no congresso, mesmo estando a viver o Povo de Sao Tome e Principe na Crise na Dificuldade tem que ter ideias ambicao e jogar com pouco que tem para o Desenvolvimento e o Bem estar do Seu Povo.

    Conheco a Historia do Reino Unido por Completo, os mesmos comecaram assim,e com a sua ambicao e Sorte e outras coisas mais consiguiram vencer e da terrivel Guerra que cada Povo traz dentro do seu coracao.
    E Guerra traz apenas distruicao e odeio e outras coisas mais.

    Nuno Menezes
    Reino Unido,Lincoln
    Tel:00447534444803

  5. img
    FCL Responder

    Com casas novas por todo lado, carros bonitos para passear, nem me pergunto de onde vem, para não estragar mais que já está. Eu deixo o povo a olhar, sempre a viajares para qualquer lugar, é que é a riqueza é demais não tem como não desconfiar. Mas para quem um dia conhece a realidade do povo santomense mãemauê, povo humilde com a maioria a viver na miséria, mas você tem casa de milhões em Cascais, és o Papoite das ilhas, do orçamento do estado quanto sai para você ter esta fortuna?  Aiuê se andas a papar o dinheiro do povo fala só, aiuê se tens um Papoite no ministério da Finanças fala só, aiuê se és mais un nhono só fala só, já não tenho voto para te dar ê… Eu sou uma pobre filha de campones, meu pai era um camponês, sou filha nha Pombinha, nao vem cá me iludir, não estou para pagar impostos para te dar, porque dinheiro nem esta a me chegar, mas é que o meu santo esta desconfiado desta fortuna não declarada.

    O teu salário de primeiro ministro não dá para pagar as casas que tu tens, estas viagens que tu fazes, as roupas e sapatos que tens e tu só me das cada vez mais motivos para desconfiar de ti.   

    A versao original e do meu Puto Português…
    Patrice fala só…

  6. img
    FIA Kundu Responder

    Djelo pá campanha xiga za ….

  7. img
    Analista Responder

    … Realmente, tudo parece um mar de rosas.. Neste mundo ninguém da nada a ninguém, sem contrapartida..
    Uma vez que foi um acordo, quais foram as contrapartidas que o estado santomense ofereceu. . ?

    Pois, concedem o empréstimo de 146 milhões de dólares. Excelente… ! Vida non pega…
    Empresas chinesas vão construir os portos, aeroportos e afins. O estado santomense usa este dinheiro para pagar estas empresas, comprar material, etc. E no fim?
    O dinheiro todo regressa a origem e ainda por cima ficamos a dever…
    Como pagar depois esta divida..? Com os proveitos da exploração do Porto e do aeroporto?
    Humm…! Vamos analisar:
    Primeiro e preciso pagar as dividas e só o resto e que depois servira para pagar os custos de manutenção, em resumo as despesas administrativas associadas e vai lá se ver o que resta para os cofres do estado.

    Em resumo, pode até parecer muito bonito, mas podemos e estar a cavar a nossa sepultura e quando nos apercebermos já estamos enterrados…

    E Os balabarista, ladroes desgraçados já fugiram para o estrangeiro.

    Agora pensem….

  8. img
    LM Responder

    O sorriso aberto do nosso primeiro-ministro e o rosto sério e fechado do seu homólogo chinês…as linguagens faciais…

  9. img
    Bentilze Ramos Responder

    Pergunto
    Durante a vigência de TAIWAN,sei que deram a entrada 60 milhões de Dólares oficialmente foram 30 Milhões.
    Para o Orçamento limpinhos eram mais de 16 milhões USD/Ano.
    O que foi feito meus compatriotas?
    Algumas coisas e muitas viaturas novas Prado etc.
    Como a nossa atitude perante o Trabalho é medíocre logo grande parte desta verba voltará a China através de empresas chinesas e contas na Suiça

  10. img
    seabra Responder

    PT foi receber o tal dinheiro de ajuda para ele principalement…dará uns trocados aos seus comparsas de recadinhos,que vulgarmente diz -se “Pau mandado”. STP está vendido desde 1990,data que o Miguel Trovoado e os seus ajudantes de campo(epoca),cujo Gabriel da Costa…hoje pode -se considerá-los como os responsáveis desta situação catastrófica em que se encontra STP.Hoje,o ex alto militante da JOTA MLSTP foi assassinado pelos Trovoada e substituído por um outro alto militante da JOTA,também traiçoeiro como o precedente,na pessoa da meia -jarda de homem “pigméu” A.Varela.
    Enquanto existir o governo da ADI tendo no commando o PT e o AV nenhuma ajuda financeira será integralmente atribuída ao país…afinal ,foi o povo quem participou/ escolheu a situação que se vive…que reflitam bem para as próximas eleições e que sejam vigilantes. Os Trovoada e alguns pinga gatos estão em oposição daqueles/as que querem o bem de STP e do seu povo.
    Abram bem e definitivamente os olhos.Força!

  11. img
    Eusebio Neto Responder

    Atenção meus caros compatriotas. Parece-me que o sr PM omitiu muita das mais importantes e esclarecedoras informações sobre este tema. Por exemplo ele não falou das contrapartidas e condições dessa ajuda, ajuda/crédito ou simplesmente crédito bonificado. O PT não deixou quaisquer dicas sobre a forma como o dinheiro vai ser gerido, se através do OGE, ou por uma comissão mista chino santomense ou ainda através da sua conta pessoal que na verdade não seria novidade nenhuma.
    Por isso e não só a oposição paramentar é desafiada a exigir esses e todos outros esclarecimentos que devem ser prestados pelo sr PM ao povo santomense, com urgência. Como dizia alguém, é obrigatório que PT nos dia se nesse montante também estão incluídos os valores destinados às próximas campanhas eleitorais da ADI e ou dinheiro para sustentar as suas viagens à São Tomé e garantia de sustento da sua família na Europa, aliás onde ele também mora. Urge informar ao povo de todos os detalhes desse negócio.
    E se o sr Primeiro Ministro é realmente um bom homem sério e sincero preocupado em melhorar a imagem negativa que tem deixado no pais e no estrangeiro quando o assunto é gestão de negócios e dinheiro públicos, ele que disponibilize para se encontrar com a imprensa, sem censura e responda as questões sobre as quais o povo santomense tem o direito de ter.

    Abraços a todos

    • img
      Ralph Responder

      Exatamente. Importam-se muito os detalhes. Um outro comentador escreveu que há dúvida sobre se o montante se refere a $146 milhões por ano por 5 anos ou a $146 milhões em total por 5 anos. Se é o último, esse valor não vai comprar ou construir muito. A outra coisa para manter em mente é a medida a qual o donativo vai para financiar os projetos e a extensão a qual o dinheiro serve para encher os bolsos dos partidos e dos políticos. Será muito importante assegurar que o dinheiro seja entregue a realizar desfechos para o país e não para os políticos.

Deixe um comentario

*