PR visita Instituto Marquês de Valle Flôr em Portugal

No quadro da visita oficial que realiza a Portugal, o Presidente da República e Chefe de Estado, Evaristo Carvalho, visita esta quinta – feira a sede do Instituto Marquês de Valle Flôr em Portugal.

Numa nota enviada a redacção do Jornal Téla Nón, o Instituto Marquês de Valle Flôr, dá conta que o Ministro dos Negócios Estrangeiros Urbino Botelho, e os embaixadores de Portugal em São Tomé e de São Tomé em Portugal, respectivamente Luís Gaspar da Silva e Luís Viegas, integram acompanharão o Presidente da República na visita.

O Instituto Marquês de Valle Flôr, opera em São Tomé e Príncipe, desde 1988, nos sectores da saúde, educação e desenvolvimento rural, e Água e Saneamento do Meio.

Nos últimos anos 8 anos reforçou o seu papel de parceiro importante no sector da saúde, através da implementação do projecto “Saúde para Todos”. Projecto realizado em parceria com a Cooperação Portuguesa.

No entanto desde 2016, que o projecto saúde para todos ficou limitado a vertente de especialidade, ou seja, o envio trimestral de médicos especialistas a São Tomé. Perdeu a sua componente de cuidados preventivos de saúde, e também a capacidade de assistência médica curativa junto as populações.

O recuo das acções do projecto saúde para todos, tem impacto negativo no sistema nacional de saúde, e já mereceu contestação dos partidos políticos da oposição.

A missão do Presidente da República e Chefe do Estado, durante a visita a Portugal, poderá revitalizar o projecto Saúde para Todos, e dar impulso a implementação do Programa Estratégico de Cooperação entre os dois países. Processo de implementação, que ficou encravado, por causa de dificuldades manifestadas publicamente pelo Governo são-tomense, através do Primeiro-ministro Patrice Trovoada, no que concerne ao acerto consensual de alguns pontos do PEC.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    Nuno Menezes Responder

    PR visita Instituto Marquês de Valle Flôr em Portugal

    O Senhor Presidente da República e Chefe de Estado, deveria tambem visitar CASA PIA DE LISBOA PORTUGAL, aonde estudou bons Politicos de Portugal e Bem formados e Hoje os mesmos Fazem Historia.

    Nuno Menezes
    Reino Unido,Lincoln

  2. img
    falabarato Responder

    Evaristo Carvalho viaja para Portugal,
    Patrice Trovoada é quem vai falar sobre viagem do Presidente.
    É CCOMO QUEM DIZ:
    O presidente não disse o que deveria dizer.
    O presidente não falou nada.

  3. img
    falabarato Responder

    “ APROVEITO PARA “LHE” CONVIDAR PARA “DAR UM SALTO” “ÀS MINHAS TERRAS” “QUE TAMBÉM FORAM “AS” SUAS ”.
    KIKIKIKIKIKikikikikikkki
    Foram palavras de Evaristo Carvalho durante a conferência de imprensa co Marcelo Rebelo de Sousa.
    Afinal Marcelo Sousa também tem terras em STP?
    Português É MUITO COMPLICADO ÉHHHHHHH

    • img
      ROSTOV Responder

      Portugueses são vários e PORTUGAL é só um. Esse PR anda ouvir vozes e um ainda há de pedir sua demissão como fez na legislatura anterior. Coitado do povo de STP. Ser pau mandado é complicado ainda mais quando a idade e competência cobram…

  4. img
    ROSTOV Responder

    Não será que o PR foi a Fátima rezar a mando do PT ao invés de estar a cabecear no seu gabinete aguardando ordens do seu chefe PT

  5. img
    VExado Responder

    Presidente sem vergonha e incopetente.
    Se em stp não visitou nem intermediou a regularização da cooperação com o referido Instituto, vai visitar o instituto em Portugal? Ou foi tentar fazer mexer os pausinhos para excluir o senhor edgar na dianteira do projecto? tem que ser claro.
    O Presidente fez uma presidencia aberta que culminou com a sua presença num unico distrito, coisa para dizer que está a trabalhar.

    Um presidente que obdece o guião do primeiro ministro, um autentico pau mandado…foi o primeiro ministro que o enviou…

    Patrice leva para todo o lado o indiano que nem português fala…é porquê?

  6. img
    Raul Costa Cruz Responder

    Deus nos acuda!
    So mesmo Deus para nos acudir. Este país esta de mal a pior. Nunca fomos tao humilhados pela actuação de um governante. Sempre fomos pobres mas sempre os nossos dirigentes tiveram carácter, cultura, hombridade e sempre souberam nos tirar vergonha. Por todo este teatro que esta a ocorrem em S.Tomé e Príncipe hoje, so há um culpado, o homem que deixou abaixo o governo da coligação MDFM/PCD em 2008 e que fez emergir o ADI das cinzas, quando o ADI era já um partido morto e que fora forçado a criar a coligação ue-kedagi. Agora o ADI, versos Patrice trovoada esta a dar que fazer a todos os santomenses. A miséria vai de mal a pior, e o pais passou a ser bobo da corte no plano internacional….
    Mas estou em crer que as outras duas forças da mudança poderão vir a dar a volta por cima e sairem vencedoras nos próximos pleitos eleitorais, ja que o ADI ja era. O MLSTP nao vai levar nada, portanto restara novamente o MDFM e o PCD. MDFM nao tem representação parlamentar mas tambem nao tem manchas nem culpa no cartório e o povo sabe disso, portanto vai-lhes confiar votos. O PCD apesar de algumas aberrações tem demonstrado ser uma força politica com perfil próprio. A ver vamos, mas o ADI ja era. E podem crer que logo apos a sua queda do ADI, Patrice nao ficara em S.Tomé nem mais um dia.

  7. img
    Peixe podre Responder

    Pois, como o pais desenvolve. Os políticos passam vida a viajar, os necessitados são os que mais sofrem nas mãos destes covardes, corruptos, e ladrões..
    Stp precisa de uma guerra civil para estes políticos sairem e recomeçar tudo de novo.

  8. img
    VM Responder

    Coitado.

Deixe um comentario

*