Destaques

 PCD: “Vontade da Maioria” é anti-democrática

O partido PCD que viu gorada a possibilidade da questão do milho transgénico/híbrido ser debatido na casa da democracia são-tomense, com as devidas explicações e esclarecimentos do governo ao povo e aos representantes do povo, reagiu a decisão da ADI, que representa a vontade da maioria do povo são-tomense em considerar inoportuno o debate do assunto.

«O PCD denuncia esta atitude anti-democrática e exige que o governo esclareça todos os pormenores sobre as consequências do cultivo deste milho para a saúde humana e para a degradação da biodiversidade do país», lê-se no comunicado de imprensa do PCD.

O partido da oposição manifesta-se solidário com a cidadã Elsa Garrido e «insta o Governo a publicar com urgência os resultados dos estudos técnicos sobre as sementes de milho a ser cultivado, de modo a evitar a retoma da greve de fome através da qual ela ameaça voltar ao protesto», refere o PCD.

Abel Veiga

 

    11 comentários

11 comentários

  1. Preto

    23 de Maio de 2017 as 8:52

    Isto é uma autêntica brincadeira de país.

  2. EX

    23 de Maio de 2017 as 10:45

    Eu posso eu quero eu mando, eu sou invencível, esse é o lema do grupo parlmentar do Governo e dos dirigentes do ADI.

  3. ADEUS A ULTIMO SUBREVIVENTE

    23 de Maio de 2017 as 11:53

    Quem não sabia que PT é ditador déspota,tirano intriguista como Pai( Miguel Trovoda9? só quem não faz Leitura das personalidades, veja só como ele usou artimanha para arrumar com Pinto da Costa, dizendo que Pinto esta a criar encrave no desenvolvimento do País, e com Evaristo? o País ja descolou? brincadeira rsrsrsrsr, veja o que se passou em libreville… com o Jean Ping… não é em vão que os Oficiais Militar Ruandeses querem se instalar no País. meu Povo Abri os Olhos antes que vai ser muito tarde,porque os Americanos, os Franceses, Portugueses e Brasileiro não aceitam essa barbaridade ditatorial, com uma democracia com rosto de ditadura clara, onde a TV E RNSTP ja bajulam com o programa a favor de Governo e seu Chefe. há de aparecer um líder carismático nacionalista para por fim a essas mediocridade intelectual desses dito dirigente, mundo esta aberto não é permitido governar com um déspota. infelizmente essa população estão na praça lutando pela sobrevivência e não acompanha nada, porque estão vestido de Miséria e na Beira da Falecia, e quando chega dia de votação vão esses malandro entregar pão e Sumo, umas chapas de Zinco, uma mota, Luz, chafariz,estrada e esquecem se de tudo resto. meu povo acorda desse sono anestesiado, esse homem tem feitiço forte sacrifica muita gente… vamos derrubar esse governo, MLSTP/PCD/UDD por vossa causa estamos a correr o risco de uma ditadura…andaram a brincar com o Povo. e povo votou com raiva de voces… é verdade Pura. um dia sairei a praça para dizer isso Publicamente. queremos partido com caras novas e não pessoas que ja nos fez mal…

  4. mezedo

    23 de Maio de 2017 as 12:06

    Ta claro que ADI não aceita nada que vem de outros partidos, mesmo que se trata de assuntos ligado a cidadãos.

    Isto não é vontade da maioria, mas sim o abuso de poder implantado por ADI.

  5. Morcego de Almerim

    23 de Maio de 2017 as 13:01

    Até que enfim começa a aparecer um partido que estava a dormir. Gostei desta postura do PCD. Continuem assim e provavelmente não serão castigados nas eleições. Meus parabens pela vossa atitude. Não deixem o homem solto e a fazer o que ele quer.

  6. ká Dêce Ku Bomba

    23 de Maio de 2017 as 13:19

    Muito bem PCD. Assim é que é. Gostei desta iniciativa. O país não é deste Gabonês malcriado.

  7. Chupa Mama

    24 de Maio de 2017 as 6:10

    Congratulo com a iniciativa do PCD, contudo fico triste ver homens e mulheres dotados de conhecimento a não saber Governar na Democracia, para que serviu os anos de faculdade dos dirigentes do ADI? andaram uns fora do país com bolsa do Estado para isso? que exemplo andam a passar a nossa Juventude? depois gritam por 40 anos? não será que mal que andam a fazer já ultrapassou os 40 anos? espero que um dia cada um desses senhores e senhoras do ADI possam viver para pagar os seus pecados…e aqueles que não chegarem lá os seus filhos….

  8. Orhg

    24 de Maio de 2017 as 6:51

    Precisamos, mais do que nunca, de uma oposição séria e presente.
    Muito bem PCD.

  9. jaimily Reis

    24 de Maio de 2017 as 9:52

    Patrice vai acabar com os santomenses todos.
    O gajo não tem nada a perder mais tudo a ganhar.
    Como tem feito

  10. badiu di stp

    24 de Maio de 2017 as 10:50

    Soluções para governar São Tomé e Príncipe:

    – Uma união forte entre os cabo-verdianos e os seus descendentes entre os angolanos e seus descendentes entre moçambicano e seus descentes residente em STP:
    – Após a consolidação desta união criar um movimento político e concorrer as próximas eleições:
    – Pensemos nesta opção compatriotas e deixemos o tempo cuidar do resto (Nu otxa si Dubai ka ta txiga ou nton si nu ka ta bai pa Dubai.)
    N ka Kria flabá ma djan fla…………..

  11. Brasileiro

    24 de Maio de 2017 as 14:39

    Caso desejem solucionar esse impasse é muito fácil: basta fazerem um congresso com especialistas de diferentes áreas onde os mesmos mostrem os prós e contras à população, de modo que estes tomem partido quanto à causa que lhes é de interesse. Posteriormente faz-se uma consulta popular simples (aproveitando que o país tem poucos habitantes) e a partir da vontade da maioria dos cidadãos defini-se pelo plantio ou não.
    Acredito que talvez o que deva estar ocorrendo é que o Estado São-Tomense deve ter se comprometido no âmbito do acordo de cooperação bilateral em realizar o cultivo e não quer voltar atrás com a palavras para não causar alguma espécia de mal estar com o Governo Chinês que se ofereceu em fornecer as tais sementes.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo