Destaques

Taiwan perdeu mais um aliado para a China  

Na última terça feira, o Panamá cortou as relações bilaterais com Taiwan, e retomou os laços diplomáticos com a República Popular da China.

Uma nota do Ministério das relações Exteriores de Taiwan que chegou a redacção do Téla Nón, indica que o governo taiwanês expressa indignação  e profundo pesar, « pela decisão unilateral do Panamá de cortar as relações diplomáticas com Taiwan e restabelecer laços com as autoridades de Pequim», lê-se no comunicado.

Panamá, país da América Central era um doa mais antigos aliados de Taiwan. Segundo o ministério das relações exteriores de Taiwan, as relações bilaterais perduraram durante mais de 1 século. Foram agora desfeitas pelo presidente Juan Carlos Varela.

Em África apenas dois países mantêm relações diplomáticas com Taiwan. São Tomé e Príncipe, regressou ao convívio com a China Popular em Dezembro de 2016, após 20 anos de relações com Taiwan impostas pelo ex-presidente Miguel Trovoada em parceria com o seu assessor diplomático em 1997.

Apesar do revés consecutivo no plano das relações e reconhecimento internacional, as autoridades de Taipei não desarmam. «O Ministério dos Negócios Estrangeiros, e todos os seus diplomatas no país e no estrangeiro, não vão recuar. Em vez disso vão trabalhar ainda mais, para salvaguardar o interesse nacional», refere o comunicado.

Abel Veiga

    Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo