ADI abraça a ideologia comunista chinesa

O maior partido político de São Tomé e Príncipe, que nasceu na década de 90 para contrapor a ideologia marxista que estava a ser implementada em São Tomé e Príncipe, nos primeiros anos da independência, é hoje aliado do Partido Comunista Chinês.

A aliança entre os dois partidos, foi anunciada pela delegação do partido comunista chinês, após encontro tido com o Primeiro-ministro Patrice Trovoada no seu gabinete de trabalho.

ADI posiciona-se como um partido do centro, aliás, não é em vão que é membro da Internacional Democrata do Centro. Um movimento Internacional de forças políticas Centristas, em que o Presidente da ADI, Patrice Trovoada, é vice-presidente do Movimento.

Os novos ventos político diplomáticos que sopram em São Tomé e Príncipe em direcção a República Popular da China, terão levado o partido ADI, a assumir compromisso sério com um partido de ideologia comunista.

O Téla Nón apurou que a simpatia do ADI pela ideologia comunista chinesa, foi manifestada em Abril último em Pequim, a quando da visita do seu líder e Primeiro-ministro Patrice Trovoda a China. A vinda da delegação do partido comunista chinês a São Tomé e Príncipe, serviu para selar o entendimento político-ideológico que tinha sido forjado em Pequim.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    Julio Neto Responder

    Oportunistas.

  2. img
    explicar sem complicar Responder

    A simpatia do ADI ” pelo dinheiro ” do partido comunista chines, foi manifestada em Abril último em Pequim, a quando da visita do seu líder e Primeiro-ministro Patrice Trovoda a China.
    Mais saiu tudo errado. China não vai dar Patrice Trovoada dinheiro como ele planeou.

  3. img
    Rumba e tango Responder

    Os chineses foram muito claros dizendo ao governo: ” Dinhelo nao, apoio tecnico chim. Nos nao e taiwam”.
    Isto ja diz tudo.

  4. img
    vicente Responder

    Para quem conhece o mínimo de filosofia política e vendo o dia a dia da política do ADI, sabe que este partido político é da pura Direita, o que não conjuga nada com a filosofia comunista que é da pura Esquerda. Isto só me faz pensar que o Patrice Trovoada está sendo oportunista, enganando o Partido comunista Chinês, que é a fonte de financiamento e o ADI com o dinheiro não se brinca, porque com dizia o meu avô ” Bô quiê macunja, bô na tê zetê fa ê pô andji cela bô boloé

  5. img
    Martelo da Justiça Responder

    Oportunismo no seu melhor!
    Patrice que só queria cooperação com os Países ocidentais (Europa e América), agora quer abraçar a ideologia comunista chinesa??!!Este está desorientado e perdeu rumo de vez. Decididamente o que interessa a esse senhor são os dólares apenas. O Patrice não conseguiu convencer os ocidentais porque eles se aperceberam que ele só quer dinheiro. Agora esta a virar a todo custo para a China Popular ao ponto de querer ser comunista também.

    Para os mais distraídos, reparem o seguinte: Cuba é um Pais comunista que desde a independência tem dado um grande apoio a São Tomé e Príncipe, sobretudo no envio de especialistas na área de saúde, apesar dos seus problemas internos e internacionais. Das inúmeras viagens que o Patrice Trovoada tem feito ao estrangeiro, se não estou errado, nunca foi para Cuba agradecer os cubanos por esse inestimável apoio. Que ingratidão!!!

    • img
      Eu sou cego pelo Dólar e Viagem Responder

      Kiiiikkiii, sábio comentário, vem de alguém inteligente. Muito bem.

  6. img
    Original Responder

    A filosofia de China é antiquíssima e através dela já conseguiram descobrir o que se passa na cabeça do Patrice.Na minha opnião,este truque não pega.

  7. img
    Afonso de Afonso Responder

    Gostei dessa que os chineses disseram,..
    “Dinhelo não, apoio técnico chim, nós não é taiwan”.
    Gostei dessa.
    Certamente esses chieneses do Partido comunista teriam dito isto em todos os encontros com todos os partidos politicos com quem se encontraram.
    Com uma resposta destas o Patrice e ADI vão ficar ainda mais desorientados.

  8. img
    SAMPONHA Responder

    Espero que o Partido Comunista Chinês não caia em erro do em financiar o senhor Patrice Emery Trovoada, que é o presidente do ADI e Primeiro ministro de S.Tomé e Príncipe que apenas corre por trás dos países ou Associações detentores de divisas para conseguir os seus intentos. O mesmo se passou com a cooperação entre S.Tomé e Príncipe e a China Taywan.Assim que o Governo da China Taywan não se satisfez a exigência do senhor Patrice Trovoada no tocante a avultosa soma em dinheiro para supostamente apoiar financeiramente ao Orçamento Geral do Estado mandou foi buscar a China Continental que ele sempre foi contra. Esta foi sempre uma das contradições entre Patrice Trovoada e o cidadão Pinto da Costa que colocou as ditas duas Chinas em S.Tomé e Príncipe. Um acontecimento Histórico a nível Mundial. O senhor Patrice Trovoada pois em causa um investimento da China Continental na Era do Pinto da Costa na construção de uma Nova cidade que ligasse a localidade de Gonga à Santo Amaro,alegando Patrice Trovoada que não é prioridade do Governo. E hoje, como maior parte dos financiadores recusaram investir em S.Tom+e e Príncipe, a China Continental já é importante para as pretensões do senhor Primeiro Ministro. A China Continental que não se deixa levar pelo Governo de ADI liderado por senhor Patrice Trovoada Não dê dinheiro à mão mas sim obra feita

  9. img
    EX Responder

    ADI tentando encostar, cuidado os Chineses são Grandes e vacinados, sabem com quem estão lidando mas de qualquer forma vamos brincar um pouco para ver até onde vai a intenção do ADI.
    ADI partido parasita, faz aliançã a pensar em mendigar dinheiro.

  10. img
    Ed Responder

    “entendimento político-ideológico”????
    É preciso haver entendimento ideológicos para haver celebração de acordos políticos?
    É importante conhecer bem os conceitos para saber aplicá-los.Parceria política é diferente de “entendimento ideológico” (seja lá o que isso for) e, uma coisa não implica necessariamente a outra.

Deixe um comentario

*