Destaques

ADI abraça a ideologia comunista chinesa

O maior partido político de São Tomé e Príncipe, que nasceu na década de 90 para contrapor a ideologia marxista que estava a ser implementada em São Tomé e Príncipe, nos primeiros anos da independência, é hoje aliado do Partido Comunista Chinês.

A aliança entre os dois partidos, foi anunciada pela delegação do partido comunista chinês, após encontro tido com o Primeiro-ministro Patrice Trovoada no seu gabinete de trabalho.

ADI posiciona-se como um partido do centro, aliás, não é em vão que é membro da Internacional Democrata do Centro. Um movimento Internacional de forças políticas Centristas, em que o Presidente da ADI, Patrice Trovoada, é vice-presidente do Movimento.

Os novos ventos político diplomáticos que sopram em São Tomé e Príncipe em direcção a República Popular da China, terão levado o partido ADI, a assumir compromisso sério com um partido de ideologia comunista.

O Téla Nón apurou que a simpatia do ADI pela ideologia comunista chinesa, foi manifestada em Abril último em Pequim, a quando da visita do seu líder e Primeiro-ministro Patrice Trovoda a China. A vinda da delegação do partido comunista chinês a São Tomé e Príncipe, serviu para selar o entendimento político-ideológico que tinha sido forjado em Pequim.

Abel Veiga

    11 comentários

11 comentários

  1. Julio Neto

    29 de Junho de 2017 as 15:29

    Oportunistas.

  2. explicar sem complicar

    29 de Junho de 2017 as 16:22

    A simpatia do ADI ” pelo dinheiro ” do partido comunista chines, foi manifestada em Abril último em Pequim, a quando da visita do seu líder e Primeiro-ministro Patrice Trovoda a China.
    Mais saiu tudo errado. China não vai dar Patrice Trovoada dinheiro como ele planeou.

  3. Rumba e tango

    29 de Junho de 2017 as 16:30

    Os chineses foram muito claros dizendo ao governo: ” Dinhelo nao, apoio tecnico chim. Nos nao e taiwam”.
    Isto ja diz tudo.

  4. vicente

    29 de Junho de 2017 as 19:57

    Para quem conhece o mínimo de filosofia política e vendo o dia a dia da política do ADI, sabe que este partido político é da pura Direita, o que não conjuga nada com a filosofia comunista que é da pura Esquerda. Isto só me faz pensar que o Patrice Trovoada está sendo oportunista, enganando o Partido comunista Chinês, que é a fonte de financiamento e o ADI com o dinheiro não se brinca, porque com dizia o meu avô ” Bô quiê macunja, bô na tê zetê fa ê pô andji cela bô boloé

  5. Martelo da Justiça

    29 de Junho de 2017 as 22:17

    Oportunismo no seu melhor!
    Patrice que só queria cooperação com os Países ocidentais (Europa e América), agora quer abraçar a ideologia comunista chinesa??!!Este está desorientado e perdeu rumo de vez. Decididamente o que interessa a esse senhor são os dólares apenas. O Patrice não conseguiu convencer os ocidentais porque eles se aperceberam que ele só quer dinheiro. Agora esta a virar a todo custo para a China Popular ao ponto de querer ser comunista também.

    Para os mais distraídos, reparem o seguinte: Cuba é um Pais comunista que desde a independência tem dado um grande apoio a São Tomé e Príncipe, sobretudo no envio de especialistas na área de saúde, apesar dos seus problemas internos e internacionais. Das inúmeras viagens que o Patrice Trovoada tem feito ao estrangeiro, se não estou errado, nunca foi para Cuba agradecer os cubanos por esse inestimável apoio. Que ingratidão!!!

    • Eu sou cego pelo Dólar e Viagem

      29 de Junho de 2017 as 23:10

      Kiiiikkiii, sábio comentário, vem de alguém inteligente. Muito bem.

  6. Original

    30 de Junho de 2017 as 8:09

    A filosofia de China é antiquíssima e através dela já conseguiram descobrir o que se passa na cabeça do Patrice.Na minha opnião,este truque não pega.

  7. Afonso de Afonso

    30 de Junho de 2017 as 8:46

    Gostei dessa que os chineses disseram,..
    “Dinhelo não, apoio técnico chim, nós não é taiwan”.
    Gostei dessa.
    Certamente esses chieneses do Partido comunista teriam dito isto em todos os encontros com todos os partidos politicos com quem se encontraram.
    Com uma resposta destas o Patrice e ADI vão ficar ainda mais desorientados.

  8. SAMPONHA

    30 de Junho de 2017 as 9:21

    Espero que o Partido Comunista Chinês não caia em erro do em financiar o senhor Patrice Emery Trovoada, que é o presidente do ADI e Primeiro ministro de S.Tomé e Príncipe que apenas corre por trás dos países ou Associações detentores de divisas para conseguir os seus intentos. O mesmo se passou com a cooperação entre S.Tomé e Príncipe e a China Taywan.Assim que o Governo da China Taywan não se satisfez a exigência do senhor Patrice Trovoada no tocante a avultosa soma em dinheiro para supostamente apoiar financeiramente ao Orçamento Geral do Estado mandou foi buscar a China Continental que ele sempre foi contra. Esta foi sempre uma das contradições entre Patrice Trovoada e o cidadão Pinto da Costa que colocou as ditas duas Chinas em S.Tomé e Príncipe. Um acontecimento Histórico a nível Mundial. O senhor Patrice Trovoada pois em causa um investimento da China Continental na Era do Pinto da Costa na construção de uma Nova cidade que ligasse a localidade de Gonga à Santo Amaro,alegando Patrice Trovoada que não é prioridade do Governo. E hoje, como maior parte dos financiadores recusaram investir em S.Tom+e e Príncipe, a China Continental já é importante para as pretensões do senhor Primeiro Ministro. A China Continental que não se deixa levar pelo Governo de ADI liderado por senhor Patrice Trovoada Não dê dinheiro à mão mas sim obra feita

  9. EX

    30 de Junho de 2017 as 12:58

    ADI tentando encostar, cuidado os Chineses são Grandes e vacinados, sabem com quem estão lidando mas de qualquer forma vamos brincar um pouco para ver até onde vai a intenção do ADI.
    ADI partido parasita, faz aliançã a pensar em mendigar dinheiro.

  10. Ed

    11 de Julho de 2017 as 16:55

    “entendimento político-ideológico”????
    É preciso haver entendimento ideológicos para haver celebração de acordos políticos?
    É importante conhecer bem os conceitos para saber aplicá-los.Parceria política é diferente de “entendimento ideológico” (seja lá o que isso for) e, uma coisa não implica necessariamente a outra.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo