PEPS auto extinguiu-se como força política autónoma

Um comunicado da comissão política do PEPS, força política criada em 2014, e liderada por Rafael Branco, dá conta que na reunião da última quinta – feira 14 de Julho, o partido decidiu dissolver todos os seus órgãos estatutários, e suspender todas as actividades como força política autónoma. Mais ainda, a comissão política do PEPS decidiu libertar todos os seus militantes e simpatizantes dos compromissos partidários assumidos no momento da sua filiação.

O partido anunciou a sua extinção, num comunicado que fez chegar a redacção do Téla Nón, e que o jornal digital põe a disposição do público. Clique –  Comunicado do PEPS

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    Mauricio rosarii Responder

    Muito bem Rafael branco. Isso chama.se bravura e inteligencia. So espero que nao me venhas aparecer no tal programa da tvs de cinquenta minutos de porcaria. Esse pais parece que perdeu rumo porque ninguem consegue explicar esse abuso no uso da televisao publica para nao se dizer absolutamente nada a ninguem, nem ao povo nem aos estrangeiros. Um programa sem pe e sem cabeca que vaia piorar ainda mais a ma imagem da imorensa santomense. Alias o produtor do programa parece um doido. Quem e esse gajo?

  2. img
    Original Responder

    Este partido nem deveria ter existido.

  3. img
    Assino Logo Responder

    Boa iniciativa Sr. Rafael Branco. Temos que nos unirmos para acabarmos com essa pouca vergonha que governo do ADI liderado pelo Messias anda a fazer.
    Força oposição, acreditamos que o São Tomé todo Poderoso a de por um fim nessa desgovernação.

  4. img
    Man Pat Responder

    Volta a casa Man Rafa precisamos de unir para vencer

  5. img
    EX Responder

    É uma iniciativa de Louvar, essa iniciativa de extinguir Partido Politicos que não conseguem quase nada ao não ser dispersar alguns votos e marcar presença nos Boletins de Votas é louvável e de reelembrar que é um ato de corragem que poucos conseguem ter.
    O primeirio Politico de coragem a tomar essa iniciativa foi o Hamilton Vaz ao extinguir o PRS ou PSR que ele mesmo havia criado, e agora vem o Rafael Branco e fazo mesmo, reafirmo é louvavel, agora só falta CODO, PT e outros que não têm expressão na nossa Politica, e os seus membros e Politicos não devem abdicar da vida politica, devem sim consiliar ideias com outras forças politicas de forma a se ter um país democratico com varias ideias e varios politicos e não varios Partidos Politicos.
    Porque ter varias ideias diferentes não significa ter varios Partidos Politicos. Porque isso sim é democracia a democracia não se faz com criação de varios Partidos mas sim com aceitação de varias ideias.

  6. img
    Joao calonga Responder

    Ja estou a residir em portugal ha muitos anos mas tenho acompanhado a politica de stp, o meu pais
    Pelo xadrez politivo que se avizinha se na verdade o partido UDD de carlos neves fazer coligacao com o MDFM comi se tem propalado por ai, entao teremos uma boa alternativa para o futuro politico e governativo de stp e ADI que tanto promete e nao cumpriu nada vaivter que plantar batata. Sabe.se que xentro do proprio ADI ha muito descotentamento e estao a fugir para o MDFM. Que o futuro do meu pais seja fe paz.

Deixe um comentario

*