Patrice regressou à Kigali

O Primeiro MInistro Patrice Trovoada deixou São Tomé na quinta – feira com destino ao Ruanda. Na capital Kigali, o chefe de do Governo são-tomense deverá reunir-se com as autoridades ruandesas para reforço do entendimento e cooperação bilateral. Patrice Trovoada efectua neste ano a sua terceira visita a Ruanda, que se desponta como um dos parceiros estratégicos na política externa do Governo.

São Tomé e Príncipe, isentou visto de entrada para cidadãos ruandeses que queiram visitar o arquipélago. Os dois países assinaram acordo de cooperação no domínio comercial. Homens de negócios do Ruanda já visitaram o país, e São Tomé e Príncipe já recebeu cabras ruandesas, para fomento da produção de leite e carne.

A cooperação bilateral no domínio da defesa e segurança, é um dos pontos fortes do relacionamento entre os dois governos. Em Maio último o executivo ruandês liderado por Paul Kagame, despachou um pelotão de oficiais militares do seu país, para treinar as forças são-tomenses que dão protecção e segurança ao Governo de Patrice Trovoada.

Um assunto que continua a gerar polémica no país. Tudo porque terminado o prazo de 60 dias dado pela maioria parlamentar da ADI que sustenta o Governo, como período de permanência das tropas ruandesas no solo são-tomense, os militares de Kigali, continuam em São Tomé.

A oposição denunciou que após o término da formação dos guardas do Governo, os militares do Ruanda, passaram a treinar amigos e militantes do partido do governo. Na mesma semana em que a oposição fez tal denúncia, o Chefe do Governo Patrice Trovoada viajou para Kigali.

Abel Veiga

 

Notícias relacionadas

  1. img
    João Paulo Responder

    Atenção: Esta visita pode estar relacionada com a tomada de posse do Paul Kagame que vai ocorrer nas próximas horas….

    • img
      explicar sem complicar Responder

      Apenas pretesto para pedir mais reforço e armamento.
      Quervser curioso? Dá uma espadela na praia das conchas onde vive Patrice Trovoada.
      Depois venha publicamente Explicar sem Complicar o que viu lá.
      1 Lancha da marinha + esquadra de fuzileiros
      Ruandeses + alguns dos seus formandos.
      3 guaritas estão acabando ser construídos, etc

      PARA QUÊ?

  2. img
    Original Responder

    Esta viagem não pode ser só de ida e sem regresso?

  3. img
    WXYZ Responder

    Quantos homens tem um pelotão de oficiais militares?

  4. img
    luisó Responder

    Mas o que é que leva um PM de STP a fazer 3 visitas em oito meses a um país como o Ruanda?

  5. img
    Pedro Costa Responder

    Sinceramente!
    Se não há dinheiro, porque é que continua a viajar?
    Não há verba para as eleições e há dinheiro para o primeiro ministro viajar! De viagens em viagens vai enchendo o seu cofre com verbas de estado. É como o velho ditado: de grão em grão a galinha vai enchendo o papo.
    Já disse aqui que um dia que este indivíduo estiver fora do governo ele vai-se desfrutando destas verbas que tem recebido aos poucos. É por estas e outras que vai sustentando a sua família no exterior.
    Este país nunca avançará, infelizmente

  6. img
    Conceição Responder

    Explicar sem complicar, você está a exagerar, não está?

  7. img
    grace Celys Responder

    O Homem está criando um califado.
    Ora vejamos a forma como os deputados agem de forma cega nas votações perdendo a capacidade racional do que é razoável.
    1. Isto é fruto de uma lavagem cerebral que assemelha as acções dos estados Islâmicos.
    Cumprir as ordens do chefe apenas.
    Veja as atuações do presidente da Assembleia?
    O anterior presidente do supremo?
    Papel caricato dos ministros e deputados?

    2. O mais importante disto tudo é que Deus não entra nesta equação e na divida altura ele como sempre aparece a dar cada um o seu verdadeiro destino++++´.
    Para aonde levar todo este poder e ganancia se a nossa vida neste Mundo é instantânea e efémera. Seja humilde e serás exaltado.
    O verdadeiro Rei é aquele que está crucificado e morreu para nos salvar Aleluia .. Aleluia como diz o meu Profeta Jorge Tadeu.

  8. img
    Nuno Miguel de Menezes Responder

    que traga boas Propostas para o Pais (Sao Tome e Principe) e tambem se deve retribuir em conjunto em ambas as partes nao apenas receber.

    Nuno Menezes
    Lincoln,Reino Unido

    That brings good Proposals for the Country (Sao Tome and Principe) and also should be paid together in both parts not only receive.

    Nuno Menezes
    Lincoln, United Kingdom

Deixe um comentario

*