Polícia: Terrorismo é ameaça e organizações criminosas já estão instaladas no país

O Comandante Geral da Polícia Nacional(na foto) denunciou a presença no território são-tomense de organizações criminosas, ligadas a células internacionais de crime organizado. O Super- Intendente Domingos Nascimento, fez a denúncia nas celebrações no último domingo, do 42º aniversário da institucionalização da polícia nacional.

O Chefe da Polícia Nacional, começou por detalhar o contexto da criminalidade. Tráfico de drogas, de pessoas e de armas, crescem acentuadamente na região africana. Actos terroristas estão a dizimar centenas de vidas e infra-estruturas, na vizinhança de São Tomé e Príncipe.

Por tudo isso segundo Domingos Nascimento, país não está imune. «Face a uma ameaça tão devastadora como o terrorismo internacional, São Tomé e Príncipe como parte integrante do mundo globalizado não está imune a este fenómeno. Pois existem no país instalações de interesses ocidentais plausíveis de serem referenciados com alvos», declarou no palanque do dia da polícia nacional.

O terrorismo está tão perto do país, que já tem no seu território organizações criminosas com ligações a células internacionais. «A sociedade são-tomense se compadece actualmente com a presença de organizações criminosas com ligações a células que actuam em países estrangeiros. Importa ainda referir que o perfil do homem são-tomense está a mudar, pelo que cada vez mais é notória a presença de são-tomenses envolvidos em situações de crime organizado. Neste sentido as autoridades governamentais de São Tomé e Príncipe, devem encarar a segurança interna como prioridade para o desenvolvimento sustentável do país», alertou o Comandante Geral da Polícia Nacional.

Por sua vez o Presidente da República, Chefe de Estado e Comandante Supremo das Forças Armadas, realçou o papel desempenhado pelo Governo no sentido de treinar e equipar a polícia nacional para dissuadir e combater as diversas e crescentes ameaças a segurança nacional.

Mas não é tudo. Evaristo Carvalho destacou a necessidade de o país inteiro estar envolvido nos objectivos da segurança nacional. «A ordem Pública a segurança individual de cada um de nós e de toda a nossa sociedade são e devem ser sempre consideradas como um problema e uma preocupação de todos. É por isso absolutamente justo e legítimo exigir uma colaboração maior e de todos os nossos concidadãos nesta missão extremamente difícil, onerosa, e complexa», pontuou o Chefe de Estado.

«Polícia Nacional, Formação, Proximidade e Inovação como Garantia da Segurança Pública», é o lema escolhido pela instituição para o ano do seu 42º aniversário, 2017.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    Homem Grande Responder

    Sr. Comandante!
    Nem se o Papa visita-se o País hoje, esse Governo não estaria de forma alguma preocupado com a segurança de pessoas e bens desse País.

    Sem argumentar muito o actual “Dono disto Tudo”, não vive S.Tomé, não respira S.Tomé, não sente S.Tomé,não está enraizado com S.Tomé, então são razões mais do que suficientes para se levar em conta.

    Até porque a política deste governo em funções é clara! Dividir para Reinar!

    Depois temos que ver a história, o mundo está em crescente desenvolvimento a muito tempo, tendo S. Tomé experimentado outros governos ao longo desse período, mas nunca se presenciou elevados índices de criminalidade com recursos a armas de fogo, violação, etc!

    Sobre o que diz o actual presidente digo apenas”No Coment”

  2. img
    Original Responder

    O dito presidente só fala nestes momentos para não estar calado.
    pergunto:
    Quando é que Evaristo teve uma intervenção neste País em relação a várias situações desde que foi eleito presidente? Tropas Ruandesas não entrou no País de forma ilegal sr.alguma vez abriu o bico? Sr. não sabe que as pessoas assumem função para alguma coisa? Afinal Sr.existe para satisfazer apenas os caprichos do PT? Não sabe que as pessoas já esqueceram que o País tem um presidente da república?

    É melhor estar calado.

  3. img
    EX Responder

    Nunca é tarde para se manifestar opniões e o Sr. Comandante manifestou a sua. O PM pelo menos esteve presente nesse ato?

    Grupos organizados (ADI).
    Começem a investigar as entradas de dinheiro em STP, via aeroporto e Porto, fazem busca nas casas dos Politicos Dirigentes e Ex. dirigentes, pede explicações e proviniencia dos seus recursos e origem dos mesmos.

    Começam a fazer isso criminalidade há de diminiuir.

  4. img
    explicar sem complicar Responder

    Trata-se de Tropas Ruandesas.

  5. img
    verhaverdade Responder

    se for necessário adoptar-mos as técnicas do “SÓDE MATO” Para melhor segurança da nação adoptaremos,mas que não mandemos homens “descalços”, “nem com os espíritos desnutridos” para a missão defesa da nação! E com principio dotado do melhor comprimento da legalidade da lei.
    Quando andamos do Almeirim à Madre Deus,Caixão Grande à Folha Fedi,de Madre Deus à Agua Porca, Boa Morte à S.João da Vagem, Pantufo à Bombo, Samarçal à Quinta de S.António,Santa Catarina à Portalegre,S.dos Angulares,Ribeira Peixe,Caridade à Aliança,Santa Margarida,Agostinho Neto,Diogo Vaz… há habitação,e forma de viver de uma ponta outra.

  6. img
    rapaz de riboque Responder

    se o povo colaborar isto melhora pena é que não colaboram só sabem criticar

  7. img
    Trindadense Responder

    Mas qual terrorismo qual quê, estão mas é interessados em arranjar desculpas para presença de Ruandeses no país. Uma cambada de intrujões e malandros. Vão desgraçar este país.

  8. img
    Riboqueano Responder

    Patrice Trovoada vai desgraçar este país. Em vez de procurar orientar o país está arranjar desculpas por causa dos Ruandeses que está no país. Este homem vai nos matar a todos.

  9. img
    Guadalupe Responder

    Rapaz de Riboque, não se esqueça que seu povo está desenformado.
    A vossa RNSTP e TVS apenas transmite inaugurações de chafarizes, colocação de postes de iluminação, lançamento de 1ª pedra para campos ginodesportivos e projectos-zinhos de fazer boi dormir.

  10. img
    Correia do Norte Responder

    Mas este polícia não sabe ler melhor? Fogôôô!!!!!!! Estamos todos fodidos com tanta mediocridade neste país. O primeiro-ministro é uma nulidade. Os ministros só querem sacar o dinheiro ao povo. Os Diretores são analfabetos. Agora temos chefes de políticas que nem sequer sabem ler um simples discurso. Ouvi este homem a ler na televisão fiquei arrepiado.

  11. img
    Bento Fortes Responder

    Sr. Comandante. Este assunto é muito grave a ser transmitido em directo. Se tem provas desmantela o Grupo e apresenta ao Mundo a vossa capacidade de intervenção para dar confiança as pessoas. Se for para show, a peça preparada pelo seu chefe direto precisa de mais profissionalismo .A ex- Sinfo até 92 simulava estas peças.

  12. img
    Ralph Responder

    Infelizmente, os criminosos organizados adoram operar em países com sistemas fracos de governação e estado de direito. Dá-lhes oportunidades para fazer o que fazem sem o nível de vigiliáncia a que iriam estar sujeitos noutros países com governação melhor. A melhor solução é melhorar a governação e o policiamento, e reduzir o nível de corrupção. Então, os criminosos vão sentir-se impelidos a procurar outros países nos quais podem operar.

  13. img
    seabra Responder

    O primeiro criminoso instalado no país – STP – e a sua banda de MAFIOSOS é o actual 1o ministro P.T.
    Ème já lá está por pouquissímo tempo. On verra cela !!!

  14. img
    Bernardino Neto Responder

    Snr. Comandante,

    A PSP tem vindo dormir a sombra da bananeira. Já em Setembro de 2011, publicamos um artigo a respeito.
    http://www.telanon.info/suplemento/…/09/…/um-artigo-importante-para-o-momentro-actual...
    Leia esse artigo pf

Deixe um comentario

*