Destaques

Poder político angolano reúne com Pinto da Costa  

O Ex-Presidente da República, Manuel Pinto da Costa, terminou a visita de quase duas semanas a Angola. Foi a primeira individualidade são-tomense que o novo Presidente de Angola, João Lourenço convidou para reunir consigo no Palácio Presidencial de Angola, depois da sua investidura em Setembro último.

Num momento de viragem da política e de actores políticos em Angola, Pinto da Costa foi recebido também pelo Presidente do parlamento de Angola, Fernando da Piedade.

Paulo Kassoma Secretário-geral do MPLA partido no poder a 42 anos em Angola, também se reuniu com o ex-presidente da República.

Nos dois encontros, Pinto da Costa e as autoridades angolanas reflectiram sobre as relações entre os dois países, tendo os interlocutores constatado de que ainda tem um longo caminho pela frente com vista a melhorar e reforçar as relações económicas, culturais e políticas entre Angola e São Tomé e Príncipe.

Segundo os interlocutores, os dois países têm pela frente um enorme desafio, que é fazer de São Tomé e Príncipe e Angola um exemplo de referência na cooperação sul – sul.

PC- PAULO KASSOMAAngola, é considerado por muitos são-tomenses, sobretudo a classe intelectual são-tomense, como parceiro estratégico do arquipélago no contexto africano.

Ajuda financeira, de Angola contribuiu em vários momentos para o alívio das dificuldades em São Tomé e Príncipe, sem falar das várias áreas de cooperação, com destaque para os sectores do comércio, turismo, e na defesa e segurança.

Angola participou na formação das formas armadas de São Tomé e Príncipe, e jogou papel importante na estruturação das forças de segurança de São Tomé e Príncipe.

Téla Nón

    14 comentários

14 comentários

  1. João Carlos

    19 de Outubro de 2017 as 15:00

    Muito bem Pinto da Costa, continua activo, interventivo enquanto puder… Não é somente necessário estar-se no poder para se dar contributo a sociedade…. Será sempre útil a sua intervenção na vida do País…..

  2. Carlos Alburquerque

    19 de Outubro de 2017 as 15:40

    Assim sim Pinto da Costa.
    Isto é que é fazer politica. Reconhecer as potencialidades dos outros, mas sobretudo reconhecendo os laços de amizade e de cooperação sem nunca esquecer daqueles que um dia nos deram as maos.
    Ao contrario disto, o Patrice Trovoada preferiu eleger para a sua agenda governativa a vingança dos santomenses, colocando santomenses contra santomenses. Ao aperceberem-se disso, os outros que são nossos vizinhos e demais amigos de cooperação, como é o caso de Angola, vão também nos soltando as maos aos poucos e pouco a pouco estamos caindo num abismo sem saída, sem amizades e sem consideração.
    Patrice elegeu para sua governação a vingança e o ódio contrs os filhos de S.Tomé e Principie.
    Mas ainda bem que existem pessoas como Pinto da Costa, Gabriel Costa e outros para ajudar a corrigir os erros do PT.

  3. Maria silva

    19 de Outubro de 2017 as 17:47

    O patrice trovoada deve estar à roer-se todo….. Não acredito que o Senhor Pinto da Costa queira usurpa-se do poder ,acontece que a pessoa em questão é um estadista , isto ninguém o tira , o homem tem suas influências ( seus connection/ links ) infelizmente o actual presidente da república não tem pedalada para coisa ( nos compreendemos infelizmente ).
    Mesmo que convidassem o Senhor Evaristo de Carvalho para lá ir , ai falar oquê? De quê ? Sobre oquê ?
    De passar vergonha nós ( povo São-Tomense ) já estamos fartos !!
    O Senhor Pinto da Costa é que nao deve “ kióvó “ quando o assunto é em benefício de STP , o povo agradece…

  4. Verhaverdade

    19 de Outubro de 2017 as 19:52

    Na sombra das inconsistência, aguardemos o consistente ! Há uma causa que consiste na necessidade das mesmas deslocação. Elas por mais que seja objectiva, é do conhecimento do estado STP . Então aguardemos pelo momento da notícia esclarecedora…!

  5. Pspibinho

    20 de Outubro de 2017 as 6:03

    Bom dia caros compatriotas.
    Que vantagens São Tomé e Príncipe poderá ter com a dita visita do Pinto da Costa? Ele esteve no poder durante quinze anos e nada significou algum crescimento a STP. Infelizmente o Ponto da Costa pode reunir com qualquer uma pessoa o STP nunca terá benefícios porque ele já não pensa em crescimento.

  6. Taco Vilo

    20 de Outubro de 2017 as 9:20

    Credo, credo minha gente! Alguem pode dizer se isso é verdade.? Dizem que o MDFM produziu um comunicado na segunda-feira ultima dizendo que o país vai mal e que perante os nossos parceiros estamos a ser descredibilizados e logo no dia seguinte aquele partido teria recebido uma notificação do governo para ehtregar a casa onde funiona a se do MDFM. Será isso verdade. Não quero acreditar nisso, porque senão ai sim, Patrice estaria a declarar perante a nação e a comunidade internacional que ele não é democrata, não aceita a existencia de outros partidos politicos e que ele esta disposto a matar a democracia em S.Tomé e Principe.
    Minha gente, por favor, se isso for verdade, então é o fim….e ai sim, justifica todo esse aparato de tropas ruandesas.

  7. Quidide

    20 de Outubro de 2017 as 9:55

    Congratulo-me com essa atitude.O Dr. Pinto da Costa não é casca da rolha ou casca de jaca como alguns que se julgam donos da nação, que afinal só defendem os seus interesses, denegrindo a imagem o nome do país. Espero que dessas deligencias surjam alternativas benéficas para o país. ” Os nossos olhos estão postos no Senhor, até que se compadeça de nós”. Como dizia o slogan do partido do Pinto da Costa: ” Unidos venceremos, a vitória é certa”. Há de chegar o dia da viragem, acreditem.

  8. O Perigo está a porta, e Agora?!

    20 de Outubro de 2017 as 20:37

    Pai grande! Mais não digo. Nasceu e cresceu em STP ou seja ele sente o nosso País, o outro vai almoçar em Libreville Gabon. DEUS É PAi e não é padrasto. Tarde ou cedo o Patrice Trovoada irá pagar pelo que tem feito a esse povo “pequeno”.

  9. Martelo da Justiça

    21 de Outubro de 2017 as 16:09

    As pessoas ligadas a ADAI estão muito nervosos com a visita do Pinto da Costa a Angola. Porque será??? A arrogância. a vaidade, o desprezo pelos outros, a prepotência , não resolvem os problemas de São Tomé e Príncipe. Patrice Trovoada tem que aprender duma vez para sempre que ser dirigente é ser humilde sobretudo em São Tomé e Príncipe.

  10. explicar sem complicar

    22 de Outubro de 2017 as 10:25

    Pinto da Costa,
    Organiza por favor o mais urgente possível o MLSTP. O país precisa.
    AURELIO MARTINS não é solução. E ele sabe disto.
    E está comprando alguns delinquentes tentando destruir os bons trabalhos que o chamado “Grupo dos 21” como apelidou a TVS, vem fazendo junto aos militantes, simpatizantes, amigos do MLSTP bem como a sociedade civil interessada em ver uma luz no fundo do túnel para S.tome e príncipe.
    Este Aurelio Martins tem uma possibilidade ímpar para sair em grande.
    Marquem um CONGRESSO e resolva isto duma vez para sempre.
    Pelo que sabemos a grande parte da direcção já não está contente com Aurelio.
    ORGANIZEM.
    Não sou do MLSTP! mais também estou a comer pão que diabo AMASSOU e está AMASSANDO.

    • rapaz de pantufo

      23 de Outubro de 2017 as 13:07

      Enquanto isso Aurelio, Gaudencio etc estavam este fim de semana distribuindo 200 mil dobras nas reunioes aqui no pantufo radio jubilar e outros locais aliciando pessoas contra o grupo dos 21 que querem renovar mlstp,com toda gente que quer bem de s.tome e principe.
      Enquanto isso dizem que Sede do mlstp nao tem internet, nao tem telefone porque esta dever CST bué de dinheiro e tudo está cortado; trabalhadores nao recebem salario ha 7 meses e nem trabalhadores e seguranças do ex-gibela tambem na mesma situação.
      Aurelio acha que ele está em condições e moral de estar a frente de um partido como mlstp?
      Por isto eu quero encorajar este grupo que quer renovar mlstp e abrir o vosso partido para todos que querem bem de stome e principe.
      O país sai a ganhar e vos agradece.

  11. sem dinheiro

    23 de Outubro de 2017 as 14:42

    Gente, Pinto da Costa está sem dinheiro. Foi para Angola fazer contactos com as entidades nacionais para conseguir mais algum. Fui.

  12. manuel

    23 de Outubro de 2017 as 16:29

    è uma figura incontornável, mas é só em Angola: a onde mais?

    • rapaz de pantufo

      24 de Outubro de 2017 as 7:58

      China Popular.
      Foi ele que reaabraçou a china popular.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo