Eleições presidenciais

O Último Discurso da Campanha

São Lima, leu o discurso de encerramento da campanha de Pinto da Costa. Foi na praça Yon Gato, repleta de gente, que cantou parabens pelos 75 anos do candidato assinalado esta sexta-feira.

Foi bem mais curto do que o da primeira volta, proferido no mesmo lugar – Praça Yon Gato, em frente ao Palácio do Governo.

Duas páginas e um terço. Não teria ultrapassado página e meia, se as letras e os espaços fossem menores.

Adjectivos: autêntico, para caracterizar a atmosfera na praça, ‘’o mar de gente’’. Histórica e emblemática, para definir o local. Verdadeira, para a ‘’onda de vitória’’. (E porque será que a expressão ‘’onda de vitória’’ intimou uma lembrança, qualquer coisa, o que será, onde e quando tê-la-ei, antes, ouvido?)

Autêntica para a’festa da democracia’’, referência à praça repleta. Éticos e morais: qualificação dos valores sobre os quais se deverá fundar ‘’uma nova forma de fazer política em São Tomé e Príncipe.’’

Livres e transparentes: acerca das expectativas sobre as eleições e sobre São Tomé e Príncipe que, este domingo, ‘’dará, mais uma vez, um exemplo à região e ao mundo.’’

‘’Necessária mudança’’, justificação do exercício do acto de votar. ‘’Verdadeiros protagonistas’’, referindo-se aos eleitores. Duas vezes próximo, apontando para este domingo, o dia das eleições.

Alto, para elevar o lugar a que concorre, o de primeiro magistrado da nação e, logo a seguir, duas vezes ‘’novo’’: os são-tomenses não são chamados, este domingo, a escolher um novo governo ou um novo primeiro-ministro.

Claro: para afirmar que, ‘’com ele na presidência, os governos são para durar 4 anos.’’

Por último, colado a instabilidade, o adjectivo permanente : duas palavras. Um estado nacional. Atribuído no discurso, ao ‘’clima de guerrilha institucional entre os órgãos de soberania’’, um clima que ‘’com Pinto da Costa na presidência, acabará de uma vez por todas.’’

No capítulo dos verbos, destaco um: vencer. Repetido três vezes, numa sequência de frases curtas, antecedendo  pobreza, corrupção e instabilidade.

Havia-me proposto ler os discursos dos dois candidatos, no encerramento da campanha. Li o discurso de Manuel Pinto da Costa.

São de Deus Lima

    23 comentários

23 comentários

  1. sulila miranda

    6 de Agosto de 2011 as 15:09

    É absurdo! até ja quererm dizer a São de que lado deve ela estar… não a conhecem mesmo! Um individuo de bom senso nem pestaneja nesta situação; entre Pinto e o outro? Claro que é o Pinto. E que ninguem nos convença do contrario. O Patrice que indicasse um outro candidato ou declarasse apoio a um outro de e com o mínimo de nível. A São fez muito bem, vamos todos votar Pinto, para equilibrar e estabilizar a nossa terra e avançar, porque quem anda para traz é caranguejo! Disilução… eu que vos diga,a liberdade é isso e felizmente o nosso país é livre!!!

  2. Nelson Pontes

    6 de Agosto de 2011 as 16:06

    São Deus Lima é uma mulher séria por isso sabe o que é melhor para o país, e neste momento o melhor chama-se Manuel Pinto da Costa…Pinto da Costa vale tudo, Evaristo de Carvalho não vale nada é um lixo….

    • Observador

      6 de Agosto de 2011 as 17:44

      Análise muito interessante de um discurso curto e claro porque é hora de fazer mais do que falar. Onda de vitória. Onde será que ouvi a expressão?…Bem observado. Parabéns São Lima.

    • Chocolate-Biológico

      6 de Agosto de 2011 as 18:32

      Caro Sr. Abel Veiga,

      independentemente de todo um respeito meu pela “Democracia e Liberdade de Expressão”, existem no Jornal Téla Nón linhas regentes que entre elas, condenam e punem vexames e insultos públicos.

      Constatara, que e sobre tudo nestes últimos tempos, a vossa redação intencional ou não, deixa aqui passar coisas que, somente abonam um incitar do ódio, discórdia e a agitação social, ao revés da estabilidade, mui propagada pelos candidatos.

      Não é somente o caso aqui do sr. Nelson Pontes, mas inúmeros comentos postados em várias peças editadas pelo Téla Nón, estavam recheados de absurdidades insultoosas a “X” ou “Y” candidato ou ainda a “Z” individualidade da Nação.

      Convido apelando a vossa responsabilidade caro Sr. Abel Veiga, para um travar desses desaires, com o intuito dum amanha vir a ser demasiado tarde; para o bem de: a)- Leitores que aguardem comentos mais cultivados; b)- Um co-formar harmonioso de opinião na sociedade Sãotomense, como “Prioridade do Jornal”; e por último; c)- para a reputação do próprio “Jornal”.

      Estou seguro de que, o Téla Nón, não quererá ser num amanhan próximo, apontado de cumplicidade na miséria da formação de opinião pública.

      Um bom dia de reflexão para todos
      Chocolate-Biológico

      • Téla Nón

        7 de Agosto de 2011 as 7:44

        Tem toda razão. Infelizmente o há comentários que o próprio sistema deixa passar antes da aprovação pela moderação. Por isso assim está a acontecer. Vamos melhorar o sistema de bloqueio.

    • Fijalatao

      6 de Agosto de 2011 as 19:47

      Nelson pontes, nem tudo vale; A democracia é igual a liberdade e sobretudo de expressão! Mas nem tudo vale na democracia. A moderação na linguagem é um acto de civismo e respeito pelos nossos adversários, porque ser adversário não significa inimigo!

      Um bem haja para sí e desde já obrigado pelo seu reconhecimento.

  3. Pitanga

    6 de Agosto de 2011 as 18:21

    senhor Luis Dondoia ,filho engrato e invejoso, afinal fostes estudar com a bolsa de quem?Quem foi o teu pai na epoca do M P Costa? O sr deveriater a vergonha e deixar de ser invejoso,estas a ser muito mal agradecido

    • Fijalatao

      6 de Agosto de 2011 as 19:48

      Bem dito!

  4. Zé Maria

    6 de Agosto de 2011 as 18:38

    Pinto da Costa nasceu em 5 de Agosto de 1937. 2011-1937= 74 anos. Ou não!

  5. LEGUÉ PÉ SÓN!!!

    6 de Agosto de 2011 as 18:43

    Pinto fé em deus!!!!!!!

  6. xei!

    6 de Agosto de 2011 as 22:14

    como deve estar calada, no seu silencio introspectivo de amiga e companheira, e de pessoa intelectual, a tua amiga Inocencia Mata , Sao Lima?? Ela já te disse algo??

    sei que nao terás coragem de publicar, nem o Abel Veiga, portanto chorem ao meditar nisso.

  7. Maiker

    6 de Agosto de 2011 as 22:43

    Via Pinto da Costa. ja ganhou.

  8. Digno de Respeito

    6 de Agosto de 2011 as 23:13

    Realmente, perante tal posição (agir livremente e decidir iper si) democrática como será a futura relação entre a São Lima e a sua amiga e porta-voz (nos lançamentos de livros) Inocência Mata? Provavelmente a próxima obra da jornalista terá hipotéticamente, o novo rosto durante apresentação…. Quem será?….quem será?…rs..rs (Tou a brincar com palavras ao vento….rs…rs)

    Qualquer semelhança (acreditem) que será uma mera coencidência….

    • cacharamba!

      7 de Agosto de 2011 as 11:07

      alguem já havia comentado sobre isso. a dita senhora xei.

  9. Digno de Respeito

    6 de Agosto de 2011 as 23:25

    A decisão será dita dentro próximo das 24h. Resultado final vai provocar um “treco” em alguém. Quem será? …Quem será?

    Neste momento o povo santomense já sabe em quem atribuir a confiança. Mas nunca se esqueçam que cada um dos votantes vai comer o fruto da semente que semeou porque, “Os Untués” bem dizia num das suas belas canções: ” Piá Wê piá tláxi, …À Ná cá fé quá sê pensá fá(…)”

  10. JOSE TORRES

    7 de Agosto de 2011 as 8:05

    O Povo de S Tome e Principe quer saldar a divida com Pinto da Costa? Quem tem duvida?
    Indique-me o melhor cidadao neste momento com caracteristica de algum Santo em S.Tome?
    Nao teria dificuldade em seleccionar Pinto mesmo com os seus defeitos.

  11. Amada

    8 de Agosto de 2011 as 11:36

    Senhor Nelson Pontes! Cuidado com o que dizes. Logo vê-se que és um indivíduo ignorante e burro. Fica a saber que em STP não existe quase ninguém que entende de administração como o Evaristo Carvalho. Por último, para o teu conhecimento: o Evaristo Carvalho foi director de gabinete do presidente da república duas vezes – com próprio candidato vencedor Pinto e com o Miguel Trovoada; foi secretário-geral da presidência da república, foi primeiro-ministro duas vezes e em caso em que o país se encontrava em situações difíceis e que ninguém queria assumir, mas ele sempre esteve lá; ele foi ministro da defesa, ministro de transporte a administração interna; já foi directror-geral em vários ministérios; lider parlamentar da ADI; já foi Procurador-Geral da República que no tempo era Provedor da Justiça; É hoje Presidente da Assembleia Nacional. Portanto, meu caro amigo, eu exijo respeito por esse homem. Onde é que estavam os intelectuais e corajosos para assumirem a liderança nom momento em que o país se encontrava várias vezes em crises políticas profundas??? onde? Se ele fosse incompetente, nunca seria convidado por ninguém para assumir cargos.
    Viva STP, viva Evaristo Carvalho. E fica a saber que ele é o Vice-Presidente da República no nosso sistema democrático.

  12. Kadafi

    8 de Agosto de 2011 as 11:37

    Senhor Nelson Pontes! Cuidado com o que dizes. Logo vê-se que és um indivíduo ignorante e burro. Fica a saber que em STP não existe quase ninguém que entende de administração como o Evaristo Carvalho. Por último, para o teu conhecimento: o Evaristo Carvalho foi director de gabinete do presidente da república duas vezes – com próprio candidato vencedor Pinto e com o Miguel Trovoada; foi secretário-geral da presidência da república, foi primeiro-ministro duas vezes e em caso em que o país se encontrava em situações difíceis e que ninguém queria assumir, mas ele sempre esteve lá; ele foi ministro da defesa, ministro de transporte a administração interna; já foi directror-geral em vários ministérios; lider parlamentar da ADI; já foi Procurador-Geral da República que no tempo era Provedor da Justiça; É hoje Presidente da Assembleia Nacional. Portanto, meu caro amigo, eu exijo respeito por esse homem. Onde é que estavam os intelectuais e corajosos para assumirem a liderança nom momento em que o país se encontrava várias vezes em crises políticas profundas??? onde? Se ele fosse incompetente, nunca seria convidado por ninguém para assumir cargos.
    Viva STP, viva Evaristo Carvalho. E fica a saber que ele é o Vice-Presidente da República no nosso sistema democrático.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo