Eleições presidenciais

Mais de 600 convidados testemunham o juramento de Pinto da Costa como Presidente de STP

Alguns Presidentes marcam presença na cerimónia de investidura de Manuel Pinto da Costa, assim como representantes de vários governos de África, América, Europa e Ásia.

Mais de 600 convidados nacionais e internacionais marcam presença na cerimónia que vai decorrer a partir das 9 horas de sábado no parlamento são-tomense. O Presidente de Portugal Cavaco Silva faz-se representar no acto pelo ex-Presidente Ramalho Enaes, que chegou esta sexta – feira a São Tomé. Pedro Pires de Cabo Verde, também marca presença. Em declarações a imprensa na última quarta – feira, o Presidente Cessante Fradique de Menezes, confirmou as presenças dos Presidentes da Guiné Equatorial Theodoro Obiang Guema e da República do Congo Dennis Sassou N´guessou(fez-se representar por um ministro do seu governo), assim como da Goodlock Jonathan da Nigéria. As últimas informações recolhidas pelo Téla Nón indicam que Angola deverá fazer-se representar pelo vice-presidente Fernando da Piedade Nandó.

Jacob Zuma da África do Sul, inicialmente indicado como certo na cerimónia, decidiu enviar o seu  vice-Presidente Kgalema Motlanthe, para testemunhar a investidura de Pinto da Costa. Taiwan enviou o Presidente do Yuan Judicial, órgão de poder legislativo do governo de Taipei, equiparado ao cargo de Primeiro Ministro. Rai Haumin, chegou esta manhã a São Tomé.

Segundo o programa, este fim-de-semana o céu de São Tomé vão estar iluminado com fogo-de-artifício para celebrar o regresso de Pinto da Costa. O jardim do Palácio do Povo vai ser palco de um festival musical, e uma das praças históricas da cidade de São Tomé, acolhe outro grande festival com músicos nacionais e estrangeiros.

Abel Veiga

    31 comentários

31 comentários

  1. Anca

    2 de Setembro de 2011 as 14:08

    Este não deve ser somente um dia de festa, um momento em que o céu de São Tomé vai estar iluminado com fogo-de-artifício,em que jardim do Palácio do Povo vai ser palco de um festival musical, e uma das praças históricas da cidade de São Tomé, acolhe outro grande festival com músicos nacionais e estrangeiros, mas, sim um momento de virar da de pagina rumo a terra firme, desenvolvida e sustentável,e não para celebrar somente o regresso do cidadão Pinto da Costa.
    Pois o cargo, em que tomará posse,constitui somente, um exercício durante os próximos cinco anos, em que poderia ser, um outro qualquer cidadão, que fosse legitimado pelo povo que detém a soberania, chamado a exercer, como exemplo do cidadão que acaba de deixar amanhã esse exercício.

    Pois a partir de amanhã, não obstante, a cerimonia, os festejos, os convidados,começa a uma missão e o exercício do novo Presidente da Republica, que deve vir a ser feito, em prol a estabilidade da soberania( território-população- poder), que deve vir a ser exercido em prol de todos os Santomenses e de desenvolvimento sustentável de São Tomé e Príncipe rumo a desejada “Terra Firme”.

    Pois o Presidente da Republica, deve ser alguém, com sentido de estado, com sentido de responsabilidade, com sentido de serenidade, coesão social,com sentido de humildade,capaz de unir e defender a homogeneidade do território(população-poder), em prol do entendimento, alguém que conheça bem, os meandros por que tem passado os processos democrático, que até então, encravam a estabilidade e união dos santomenses- logo o desenvolvimento do país.

    Pratiquemos a união e entendimento, rumo a estabilidade, rumo a desenvolvimento do país.

    Pratiquemos o bem

    pois o bem

    Fica-nos bem como Santomenses.

    Bem haja

    Bom exercício do cargo, presidente dos santomenses,logo de São Tomé e Príncipe, cidadão, dr. Manuel Pinto da Costa.

  2. 3 Setembro 2011, fim da palhaçada

    2 de Setembro de 2011 as 14:14

    Tanta gente a passar fome, Pinto anda a dar boda de lux a grande e a Francesa! Sinceramente Pinto ja começo a ficar arrependido de ter votado em si. Pensei que ias fazer de tudo para ajudar e lanaçar os jovens de STP, afinal está a ser acompanhado dos mesmo do costume!

    • Francisca Cara Linda

      2 de Setembro de 2011 as 16:00

      Hummm ! Duvido que tenha votado.. e com razão! Isto não é atitude de quem tenha exercido o seu direito com convicção.

    • Martelo da justiça

      4 de Setembro de 2011 as 8:00

      Já está arependido mesmo antes do Presidente tomar posse??????ahahahahah. Táo cedo????!!!!!!Não exagere.Pelo o que eu sei, a cerimónia de investidura é organizada pela Assembleia Nacional e o Governo. É um acto solene e público e é mais ou menos assim em toda a parte do mundo.

    • Martelo da justiça

      4 de Setembro de 2011 as 8:02

      Queria dizer “arrependido”

  3. Eusebio Neto

    2 de Setembro de 2011 as 14:32

    Para alguns parecia impossivel, para outros tratava-se de uma mentira grosseira e havia quem interpretava o descalabro paulatino da mudanca como indicador certo do regresso de Pinto da Costa. Nao sao poucos os cidadaos santomenses que estao encostados aos cantos da casa e das ruas chorando, pois, todos os seus esforcos para impedir o retorno do Pinto da Costa, redundaram num vergonhoso fracasso. Nao e justo meter Patrice Trovoada neste saco, pois, nao obstante ser nosso Premier e talvez ainda sofrer de algum rancor contra o maior rival do seu gerador, ele tambem e lider de um partido que, na altura tinha candidato proprio as eleicoes presidenciais. Se houve ou nao exagero nas suas intervencoes, agora pouco ou nada importa. A partir do dia 3 do corrente passara a valer a competencia dos 2 lideres nacionais para enterrar o passado e assumir religiosamente as responsabilidades que o povo lhes confiou e juntos lutarem so e somente para recuperar e desenvolver S. Tome e Principe. O Patrice deu a cara e nunca se escondeu atras de estatutos e privilegios. Atacou, contra-atacou, perdeu, felicitou o vencedor e retomou o seu papel no solo patrio. Agora, pergunta-se, onde andam ou para onde irao aqueles que, sob a capa de analistas e comentadores politicos outra coisa nao fizeram que exercer o papel de politicos da oposicao, candidatos ao poder? Meus amigos, ja nao ha nada a fazer, o povo decidiu, Pinto da Costa e o nosso Presidente da Republica e a ele todos nos, cidadaos santomenses residente no ou fora do pais, doutores, engenheiros, padres, pastores e agricultores, pescadores, analistas e politicos, devemos respeito como o mais alto magistrado da nossa bela nacao.

    Dentro de 4 a 5 anos terao a oportunidade de livremente nos candidatarmos ou apoiar o candidato que da nossa preferencia. Nesse mesmo periodo, deixemos o Pinto da Costa, Patrice Trovoada, Evaristo de Carvalho, etc comandarem o barco rumo ao bom porto.

    Sucessos para os nossos dirigentes e
    Paz e progresso para o nosso S. Tome e Principe

  4. Aguido

    2 de Setembro de 2011 as 14:40

    tenho pena deste povo, podem acreditar que este camarada não fará somente um mandato como diz a nossa constituição mas sim, ele irá ~fazer tudo pra alterar a constituição para ficar no puder mas tempo assim como alguns seus amigos ditadores que são eternos no poder, comom uns que lhe ajudaram voltar a presindecia. Sinto muito Jose Eduardo dos Santos(Ditador), não se fará presente.

  5. Malébobo

    2 de Setembro de 2011 as 14:45

    O Sr.3 Setembro 2011, fim da palhaçada, ainda é muito cedo não te arrempendas, o tempo vai de te dizer muita coisa do Sr.Pinto da Costa, este ditador sempre foi assim

  6. Mê Paciência

    2 de Setembro de 2011 as 14:50

    Meu irmão não seja tão pessimista, este um facto de grande relevo para nossso País. Não é por umas horas é que nós morremos de fome.O que irá acontecer amanhã em termos técnicos chama-se Marketing. Seja calmo.

  7. Henry

    2 de Setembro de 2011 as 15:26

    Espero com um novo Presidente as coisas venha mudar na vida das populações deste país que certamente estão cansadas de “sobreviver”, uma vez que elas o veêm como o salvador da pátria. E k ponha em prática tudo quanto prometeu na sua campanha eleitoral e no seu livro intitulado Terra Firme. Bem Haja Pinto da Costa e ao Povo de S.Tomé e Príncipe.

  8. Francisco Ambrósio

    2 de Setembro de 2011 as 15:44

    Enquanto um chora a sua desilusão, outro arreganha os dentes para vermos que são brancos. Isso não interessa a ninguém.
    O povo clama pela melhoria da condição de vida, que o dinheiro chegue as não dos que muito precisa na garantia de 3 refeições/dia ao filhos.
    Espero que os 5 anos seja dedicado as causas sociais.

  9. JOSE TORRES

    2 de Setembro de 2011 as 16:36

    Pinto da Costa pra frente. O cao ladra e a caravana passa……
    quem esta zangado esperea pelos proximos cinco anos e concorra…

  10. Joao Batepa

    2 de Setembro de 2011 as 16:46

    Abel Veiga, o verbo marcar estaria no futuro?

  11. Joao Batepa

    2 de Setembro de 2011 as 16:49

    O Pinto viajou até Portugal e Angola e mesmo assim apenas conseguiu “representantes”..

    • ZE Mulato

      2 de Setembro de 2011 as 23:51

      Tambem notei isso. Joao Batepa diz:
      “O Pinto viajou até Portugal e Angola e mesmo assim apenas conseguiu “representantes”.”
      De facto os maiores corruptos d’Africa se fazem representar; Nigeria, Guine Equatorial, etc.

      Nao existe amor e carinho entre Africa e o Ocidente. O neo-colonialismo, exploracao, roubo e destruicao d’Africa para enriquecer a Europa, o racismo, a situacao Lybia, assassinatos de melhores lederes Africanos nos anos 60, 70, 80, 90 e mortes de centanas de Africanos espertos pelos Europeus e facultados pelos pretos/negros/mulatos/mesticos pau-mandados de anos atras e corrente, so para nao citar mais exemplos. A maioria de Brancos nao sao amigos de Negros. Os Ocidentais so estao enteressados na riqueza d’Africa and contribuir na prostituicao das mulheres mais bonitas d’Africa. Nao gosto desses oportunistas supremacistas. Ja nao somos escravos de ninguem. Temos personalidade, identidade propria, dignidade, e respeito a nossa cultura e o que somos.

      Nao estou de agrado que Pinto da Costa esta fazer-se muito proximo de Portugal.
      A prioridade de Manuel Pinto da Costa deve ser Africa e Sao Tome e Principe, em particular. Temos que procurar formar de desenvolver a terra para mudar as pessoas de mentalidade regressista para mentalidade intelectual de inovavao e prosperidade. Estabilidade politica, economica, e social devera ser acentuada no plataforma comun de intendimento entre os Santomenses de boa vontade. Temos que atingir o nivel de suscentabilidade e autosuficience sem dependermos muito de ajudas externas; esmolas.

      Se Pinto nao cumprir a promessa de combater a corrupcao em Sao Tome e Principe, entao serei um oponente rigido e agressivo contra ele! Nao gosto do facto que o Pinto esta se aproximando muito a Portugal. nao estamos enteressados noutro puppet em Africa.

      Alerta! Povo bili ue!

      ZE Mulato

  12. Olhos Vivos

    2 de Setembro de 2011 as 18:13

    Olhos Vivos – ( 02.09.2011).
    Caros amigos e compatriotas,
    1.Cumpro-me o dever de passar aquí para deixar o meu ponto de vista nestas derradeiras horas que faltam para a tomada de posse de novo PR de STP, DrºM.Pinto da Costa, que de resto pode ter um pendor tanto quanto crítico,mas somente para marcar a minha presença neste palco destinado de opiniões e comentários e dizer aquilo que penso sobre esta questão.A par do comentário do Srº. e companheiro que me antecedeu e que faço minhas as palavras dele,que se dá pelo pseudónimo,”3 de Setembro o fim da palhaçada”,cujo teor mereceu da minha parte minutos de reflexão e, em relação aos quais identifico-me perfeitamente.Acrescento ainda para dizer:Mudam-se os tempos,mas os habitos feios de pensar continuam.Na verdade tem razão quando salienta que há muita gente a passar fome em S.Tomé e Principe, e o mais caricato ainda é sabermos que Mundo está a viver uma crise financeira profunda já mais visto desde a 2ª Guerra Mundial.
    2.E preciso que tenhamos a noção na contenção das despesas e para um País como nosso, sem grandes recursos estes custos podem ser significafivos e pesar na nossa balança de pagamento.O País não está em condições de fazer festas de arromba e nem esbanjar os poucos recursos que tem,tendo em conta o prolongado perído de campanha que viveu.
    3.Compreendo que o momento é de festa e de celebração para simbolizar este acontecimento que irá marcar história contemporânea do nosso País e do ponto de vista pessoal não deixa de ser um mérito para quem foi vencedor dessas eleições do passado dia 07/Setembro/2011, vencedor,mas sem ignorar o candidato vencido.Face a estas emoções fortes, eu gostava que alguem me explicasse.Será que estamos em presença de um novo ciclo político em STP? A ser assim, estamos todos convocados para participar neste exercício que tem como objectivo a renovação de um novo sentido patriótico,a mudança de mentalidades do homem Santomense com uma vontade enquebrentável de ao longo deste mais um combate da era Pinto da Costa que se prevê de 5(Cinco anos) para unir os Santomenses,por formas permitir-nos despertar a consciencia praticar cidadania plena para contribuir, quer de uma forma directa ou in directa sem excepção e a médio prazo para pisar o chão em “TERRA FIRME”, porque acho um exagero mais de 600 CONVIDADOS nos tempos que correm num estado que durante décadas a fios as pessoas que estiveram a frente dos destinos do nosso País não fizeram outra coisa, se não pedir sacrifícios a este povo, quando sabemos que podemos guardar ou poupar tostões que tanta falta nos fazem.
    4.Oxalá a Diplomacia Santomense ganhe com isso e espero bem que sim e seja mesmo o fim da palhaçada.Arregacemos as mangas para trabalhar que STP merece e conta com o esforço redobrado de todos os seus filhos.Desejo uma viagem ao srº.que sai e boa sorte srº.que se segue!Olhos Vivos.

  13. zeme almeida

    3 de Setembro de 2011 as 1:09

    Porque o presidente de Angola o entao ilustre Jose Edu nao aparece nesta cerimonia?Ja era de esperar que o Fernando Nando o mais indicado.Entao nao se justificou o que Tela-Non andou falar.Dos 20 anos vao passar a ser 40.

    • Cauteloso

      3 de Setembro de 2011 as 18:24

      Porquê que o ilustre José Eduardo não apareceu: Porque os Santomenses e Tela non não entendem nada de política internacional.Estão a pensar que o facto de o Pinto ter ganho as eleições, Angola vai abrir as pernar, e vai dar ou seja mudar a vida dos Santomenses.Estão completamente inganados porque 2011 não é igual ao ano de 1975.Sobre esse assunto só espero que as pessoas que votaram no Pinto,daqui a um ano não começam a dizer o seguite:Estamos na mesma ou pior.

      • Sûm Lósê

        4 de Setembro de 2011 as 15:21

        As pessoas não votaram no Pinto da Costa por causa de Angola.

  14. 4ever

    3 de Setembro de 2011 as 10:23

    Espero que o Dr.Manuel Pinto da Costa tenha muito sucesso e que tudo de bom e do melhor aconteça a STP, que possamos ver o nosso pais dar um passo à frente, e que o presidente e o governo possam trabalhar com objectivos afins (desenvolvimento sustentável, paz e união)independentemente do partido ou da família a que se pertencem.
    Felicidades à todos!

  15. Barão de Água Ize

    3 de Setembro de 2011 as 11:36

    O Senhor Pinto da Costa, e sem querer ser pessimista, no final do seu mandato irá verificar e o povo de STP também, que pouco ou nada conseguiu para transformar a nossa terra criando condições minimas de vida à população que vive na pobreza. O Modelo Constitucional correcto para STP deveria (deverá) ser o Presidencialismo (Democrático). Haja coragem para debater e instituir o Presidencialismo (democrático) para uma governação rápida e isenta de conflitos institucionais que só têm impedido o desenvolvimento económico de STP.

  16. Rio de Ouro

    3 de Setembro de 2011 as 12:02

    Parabéns Dr. Manuel Pinto da Costa.
    Muita Saúde e vida longa, do fundo de coração.
    Boa Sorte.

  17. Digno de Respeito

    3 de Setembro de 2011 as 13:14

    Caros,
    A ausência de muitos Chefes de Estado (convidados) e feitos representar pelos seus respectivos mandatários. A presença de Pedro Pires PR de CV, é sinal de muita proximidade e de relação histórica tendo em conta o percurso dos dois Países STP e CV. As ausências sentidas no acto de Posse revelam algum sinal e tem uma leitura. Cabe a cada um fazê-la interpretando-a de melhor maneira.

    Em momento oportuno Evaristo de Carvalho, Presidente da Assembleia santomense saiu-se bem quando rectificou a presença do S. Estado do Reino de Marrocos. Gostei da intervenção de ToZé Cassandra quando dirigia a palavra Rádio Nacional de STP. O Presidente Regional apelou a “união entre todos os santomenses sem excluir ninguém”. É preciso percebermos o que o País bem precisa neste momento. Entretanto, Evaristo de Carvalho reconheceu o mandato de Fradique de Menezes com sentido de gratidão felicitando-o ao seu novo percurso de vida. Novos destinos de Fradique. Agradeceu aos santomenses (incluindo na Diáspora) pelo civismo soberano na corrida às urnas.

    Os convidados presentes (estrangeiros e nacionais), os não convidados e o povo em geral estão todos expectantes pelo desempenho do novo Presidente empossado.
    Evaristo de Carvalho referiu a importância da comunicação e das novas tecnologias no desenvolvimento da democracia. Este reconhecimento é importante quando sabemos que o Tela Non é uma plataforma que converge todos os santomenses interessados no desenvolvimento do seu País. O que os participantes aqui representam, significa muito para a democracia. É preciso compreendermos a sociedade. É isso mesmo (convergências e divergências) reconhecer nem tudo nos agrada e nem tudo nos faz feliz. Mas, o que temos a fazer é a atitude de respeito pela existência das pessoas e a dignidade humana. Entendo que esse é um desafio que o Estado Santomense tem pela frente: lutar pela inclusão social e o desenvolvimento humano para que a economia nacional possa crescer.

    O novo Presidente da república acabado de empossar pela Assembleia da República disse no seu discurso que vai exercer a Magistratura de influência garantindo o bom relacionamento com os Órgãos de soberania Nacional tendo como a sua bandeira a luta contra “corrupção”, o respeito pela dignidade humana e o respeito entre santomenses. Durante o seu discurso, Manuel Pinto da Costa revelou o seu lado literário para citar Agostinho Neto e a Alda do espírito Santo “estou aqui meu irmão” (…) no mesmo lado da canoa” para dizer que devemos todos unir em torno do desenvolvimento de São Tomé e Príncipe porque o interesse nacional está acima dos interesses pessoais e partidários. A Unidade, Disciplina e Trabalho formarão eco durante a cerimónia de empossamento de Manuel P. da Costa, Presidente da República Democrática de São Tomé e Príncipe. Enquanto isso, Patrice Trovoada esteve bem atento para depois adiantar a imprensa que estamos num virar de página na luta contra a corrupção para o desenvolvimento económico, social e cultural…

    Estando expectante para ao longo dos tempos saber se estamos realmente num homem novo para enfrentar os novos desafios da Globalização, aproveito para desejar felicidades ao novo Presidente de nosso País. No meu ponto de vista e como sugiro que seja pragmático e chame a sociedade civil para também opinar, sugerir sobre o que interessa a todos nós….

  18. Sûm Lósê

    4 de Setembro de 2011 as 15:18

    Boa sorte Presidente Manuel Pinto da Costa.
    Espero, sinceramente, poder orgulhar-me do presidente do meu país. Faça esquecer, rapidamente, a triste figura que o Sr. Fradique de Menezes deixou durante a sua predidência. Mesmo não tendo poderes governativos, a Nação deposita em si o que resta da sua esperança para organizar e disciplinar a sociedade. Sem isto, todo trabalho ou tentativas de trabalho cairão por água abaixo.
    Viva S.Tomé e Príncipe.

    • Sûm Lósê

      4 de Setembro de 2011 as 15:22

      Onde se lê “predidência” deve-se ler “presidência”

  19. miguel

    4 de Setembro de 2011 as 17:29

    tambem acho que o individo nao exerceu o seu direito a voto e nem deve saber o que e direito a voto,pois ele queria que pinto da costa recebece os convidados no ôbô a traz das bananeiras e toca-se puita samangugu…tas ultrapassado meu…fique calmo e deixe o homem iniciar a sua governação ,caso contrario tu devias estudar ser um doutorado e politico para se candidatar…eu nao sou partidario ao pinto ,mas julgo que ele tem todo o merito e ganhou…ponto final…volte a comentar daqui ha 5 anos.mas atençao estuda primeiro ok?

  20. lino

    4 de Setembro de 2011 as 23:22

    o que aconteceu é normal.
    não fique deseludida, amiga.
    para uma investidura desta dimensão, festa justifica-se.
    não tem nada a ver com gastar muito ou pouco.
    é normal.
    vamos aguardar e observar o que o nosso presidente agora vai fazer para a nossa terra.
    vislumbro bom exercício de prtesidência.
    por isso,desejo-lhe sorte, saúde e muita força!

  21. kua li tassondu

    6 de Setembro de 2011 as 9:34

    As pessoas ja estao a ver as coisas por lado negativo! uma cerimonia desta dimensao pra kem ker k fose seria feito da mesma maneira,alem do mais sao coisas organizadas pelo governo! o pinto da costa sertamente so fez uns convites, a uns amigos pessoas proxima a ele.oh meu DEUS DOS CEUS ke gente burra ignorante!!!!!!!!

  22. Malébobo

    6 de Setembro de 2011 as 11:25

    Se o Pinto cair no erro do passado, confiar naqueles amigos parasitas que andava a lhe encher cabeça com besteira,o povo estara completamente arrumado, sendo assi o seu mandato será um bicho de sete cabeças, portanto sr.Pinto da costa cuidado com as raposas velhas, estão a prepara para sairem de toca.

  23. keblancana

    6 de Setembro de 2011 as 11:34

    O Homem começa a rentré a esbanjar o k não tem… ou tem… será k tem… pelos vistos , sim.

  24. Lógica

    12 de Setembro de 2011 as 17:09

    Será que ainda é cedo para Pinto da costa começar a tirar alguns Ministros que não estão a dar conta do recado?

    Não quero que o senhor Presidente deixa cair o Governo mas sim deixar cair alguns Ministros pécimos.

    Estou currioso para ver.

    Digo isso porque tenho passado nalguns ministérios e direcções não vejo os funcionamentos.

    Que dizastres………., enfim

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo