Sindicatos divergentes sobre o aumento salarial previsto no OGE para 2009

Publicado em 30 Out 2008
Comentários; fechado

O Sindinota-de-50-dobras.jpgcato da Função Pública, liderado por Aurélio Silva, considera a proposta de aumento salarial inscrita pelo governo do Primeiro-ministro Rafael Branco, no orçamento geral do estado para o próximo ano, como sendo diferente e superior, a proposta apresentada no passado pelos anteriores governos. Sem avançar as cifras do aumento, o sindicato da função pública que se reuniu quarta-feira com o Chefe do Governo acredita que a vida dos trabalhadores vai melhorar com base na proposta salarial para 2009. Já a Inter-sindical que tomou parte na reunião do conselho de concertação social, diz que a grelha salarial prevista prejudica os escalões mais baixos da função pública, com destaque para os serventes. Daí que segundo Costa Carlos as centrais sindicais vão prosseguir as negociações com o governo no sentido de corrigir a proposta salarial que está inscrita no esboço do OGE para 2009.