Obras de reconstrução do aeroporto do Príncipe iniciam no final de Janeiro

Publicado em 05 Jan 2009
Comentários; fechado

A empresa SDC Aviation, proprieaerporto-principe.jpgdade do grupo privado holandês que explora o hotel do Ilhéu Bombom na ilha do Príncipe, anunciou este fim-de-semana o início das obras de reconstrução do aeroporto da região autónoma. Obras que estavam atrasadas há 6 meses por causa da dificuldade em transportar materiais e equipamentos para a ilha do Príncipe. O proprietário da empresa holandesa, garantiu que um navio oriundo da África do Sul está a caminho da ilha e que as obras iniciam-se na terceira semana de Janeiro. As obras terminam em Agosto próximo altura em que a ilha do Príncipe deverá esquecer a actual pista esburacada e com lombas, num aeroporto que não tem aerogare nem iluminação. A intervenção da empresa holandês liderada por Rombout Swanborn é ampla e implica a introdução de um novo tapete sobre a pista, a modernização da aerogare que data da era colonial, a iluminação do espaço aeroportuário e da pista, permitindo a navegação aérea durante a noite, e a extensão da pista para 1400 metros. 5 Milhões de euros é quanto custa a reabilitação. Concluída a obra o aeroporto fica sob gestão da empresa holandesa por um período de 15 anos.