Sociedade

Criminalidade crescente

Não pára praca-yon-gato.jpgde aumentar o número de casos de criminalidade violenta no país. A sociedade são-tomense  tradicionalmente pacífica, começa a manifestar temor e apreensão, por causa das situações de assassinatos e desaparecimentos de pessoas que estão a ocorrer no arquipélago principalmente nos últimos 2 anos. Esta manhã o Téla Nón um corpo sem vida foi encontrado na zona da quinta de Santo António. Trata-se de uma mulher que aparenta ter 45 anos de idade. Foi esfaqueada várias vezes tudo aponta na última madrugada. O corpo sem vida coom os intestinos na rua foi colocado a beira de um caminho que liga Quinta de Santo António ao Bairro de São Marçal. Centenas de pessoas acompanharam a operação da polícia que retirou o corpo do local. O alegado autor do crime ainda é desconhecido. Ainda nesta semana, um homem de 70 anos foi dado pelos familiares como desaparecido, depois de ter anunciado que ia tratar de um assunto na Polícia de Investigação Criminal (PIC).  Crimes violentos não param de crescer em São Tomé e Príncipe.

 

Recentemente

Topo