Procuradoria Geral da República desmente incidente denunciado pela Ordem dos Advogados

Publicado em 22 Out 2009
Comentários; fechado

procurador-geral.jpgA Procuradoria Geral da República desmentiu a denúncia feita pela Ordem dos Advogados, segundo a qual no dia 19 de Outubro teria acontecido um incidente no edifício da Procuradoria envolvendo o Procurador Geral e o Procurador Adjunto. Segundo a Ordem dos Advogados neste incidente o Procurador Geral Roberto Raposo(na foto), arrombou ou teria mandado arrombar o gabinete do procurador adjunto para de lá retirar o processo crime do escândalo STP-Trading, cujo tempo útil para a dedução da acusação estava a prestes a expirar. Na nota de 3 linhas a Procuradoria Geral da República diz que «é falsa e tendenciosa as afirmações postas a circular segundo as quais o Procurador Geral da República arrombou, ou ordenou o arrombamento do gabinete do Magistrado do ministério Público», lê-se no documento assinado por Celma David, na qualidade de Assessora Jurídica da Procuradoria Geral da República.