Presidente da FAMA encontra com Gilberto Gil no Estado da Bahia

Publicado em 26 Jan 2010
Comentários; fechado

aurelio-e-gil.JPGO Presidente da Fundação Aurélio Martins, que terminou no último fim-de-semana uma visita ao Brasil, para cimentar a cooperação com entidades públicas privadas, sobretudo do estado da Bahia, projecta para o primeiro semestre deste ano, a realização de um grande evento de ligação entre o estado brasileiro da Bahia e São Tomé e Príncipe. O músico e político brasileiro Gilberto Gil, poderá ser uma das principais figuras do intercâmbio cultural entre São Tomé e Príncipe e o Brasil.

Cumprindo agenda de trabalho no Brasil, o presidente da FAMA e deputado da Assembleia Nacional, Aurélio Martins, prolongou por mais um dia a sua permanência na terra brasileira.

Em declarações ao Téla Nón a partir do Brasil, Aurélio Martins explicou que «atendendo ao convite do presidente do mais tradicional bloco afro do Estado da Bahia “Ilê Aiyê”, Sr. António Carlos, vulgarmente conhecido por Vovô, adiei por 24 horas alguns compromissos em Lisboa para prestigiar um evento que foi abrilhantado pela presença do ex-ministro da Cultura do Brasil e um dos mais renomados artistas da música brasileira, Gilberto Gil», precisou.

Na noite do sábado, dia 23, Aurélio Martins, em conversa com Gilberto Gil, manifestou o desejo de tê-lo como uma das atracções de um evento que unirá o Estado da Bahia a São Tomé e Príncipe e que será anunciado oficialmente pela FAMA ainda no primeiro semestre deste ano.

A possibilidade do grupo de dança são-tomense Raiz Africana, vir a beneficiar de iniciativas de cooperação cultural do grupo brasileiro foi um dos assuntos que dominou o encontro da direcção da FAMA com os agentes culturais do estado da Bahia. 

Aurélio Martins que foi eleito, em Dezembro último, pela terceira vez consecutiva a figura do ano de São Tomé em Príncipe encerrou a sua agenda no Brasil no domingo. Segundo os seus assessores foram dias de muito trabalho, mas com indicativos muito fortes de bons resultados.     

Téla Nón