ICAO está a auditar o aeroporto de São Tomé para depois decidir se deve continuar a ter categoria internacional

Publicado em 27 Jan 2010
Comentários; fechado

aterragem-na-pista.jpgA equipa da Organização Internacional da Aviação Civil(ICAO), que está a investigar a situação real do aeroporto internacional de São Tomé e Príncipe começou os seus trabalhos na última quinta feira. As recomendações da auditoria feita há alguns anos, não terão sido cumpridas na íntegra. O Téla Nón sabe e várias vezes noticiou com base em entrevistas dos dirigentes da empresa que administra o aeroporto que as obras de vedação da pista ainda não terminaram. As autoridades nacionais estão preocupadas com a situação.

Num artigo publicado em Novembro de 2009, o Téla Nón dava conta do temor que estava instalado no país, por causa da possibilidade admitida por alguns sectores, de que o aeroporto internacional poderia vir a ser cancelado, após uma auditoria da ICAO, e por alegada falta de segurança.

Uma possibilidade sustentada, segundo muitas fontes, pelo facto das recomendações anunciadas pela organização internacional, há alguns anos não terem sido implementadas.

A equipa da ICAO, já está no terreno e deverá esta quinta feira anunciar as conclusões de uma semana de auditoria. Para além do espaço aeroportuário, a ICAO está a passar a pente fino, a situação das companhias aéreas matriculadas em São Tomé. Tanto a STP-Airways como a Africa Conection, estão na mira da auditoria.

Outra instituição que está a ser rastreada pela ICAO é o Instituto Nacional da Avião Civil (INAC).

A questão da atribuição da bandeira nacional a algumas companhias aéreas de credibilidade duvidosa, é um dos aspectos escaldantes que segundo fonte do INAC, está em cima da mesa.

Abel Veiga