16 mil doses de vacina contra a gripe A deverão chegar ao país

Publicado em 05 Mar 2010
Comentários; fechado

representante-da-oms.jpgO processo de vacinação contra a gripe A, estava inicialmente previsto para o período entre Dezembro de 2009 e Fevereiro de 2010. Segundo o representante da OMS no país, houve ligeiro atraso na importação das 16 mil doses de vacinas. Pierre Khaozi, acredita que a encomenda chegará ainda neste mês de Março.

A OMS decidiu na última reunião do comité regional realizada em Kigali-Ruanda, ofertar aos apoiar os países mais pobres na vacinação das populações contra a Gripe A. Em São Tomé e Príncipe a Direcção dos Cuidados de Saúde, declarou que a doença estava controlada. Mas pandemia que entrou no arquipélago no segundo semestre do ano passado, afectou mais de 50 pessoas e matou pelo menos duas.

O vírus H1N1 recuou, mas a prevenção continua a ser importante. «Hoje podemos pensar que a pandemia passou. Mas ela vem como vagas das ondas. Não sabemos quando vem a segunda vaga. Daí a importância da prevenção para evitar surpresas», declarou o representante da OMS em São Tomé e Príncipe.

A OMS acredita que ainda neste mês de Março o país vai receber 16 mil doses de vacinas contra a gripe A. «A ideia inicial era receber a vacina entre Dezembro e Fevereiro. Portanto há um atraso. Acho que neste mês de Março a vacina vai chegar ao país», reforçou.

Piérre Khaozi anunciou para esta sexta-feira a chegada dos materiais para preparar o processo de vacinação. «Não é vacina para toda população. São apenas 16 mil doses, o que equivale a 10% da população. Por isso tem-se que definir uma directriz para as equipas que vão trabalhar no terreno», explicou.

O apoio da OMS para vacinação contra a gripe A, abrange 95 países pobres. As indústrias produtoras do anti-corpo contra o vírus H1N1, garantem o donativo assim como alguns países ricos que têm grande stock da vacina.

Abel Veiga