Sociedade

Intervenção BRUTAL da polícia nacional em Monte Macaco machuca mulheres e crianças

A população da roça Monte Macaco, voltou a manifestar-se esta quarta – feira, exigindo que o primeiro-ministro Rafael Branco, cumpra a promessa feita em Dezembro de 2009, para instalação de energia eléctrica na comunidade. A polícia foi chamada a intervir. Uma intervenção brutal que não poupou mulheres e crianças.

Como já tinha acontecido no início do ano, os moradores de Monte Macaco voltaram a bloquear a capitação de água que abastece várias localidades de São Tomé, como forma de protesto contra as promessas não cumpridas, feitas pelo Primeiro-ministro Rafael Branco. «Ele veio para aqui e nos disse que em Dezembro de 2009 teríamos energia. Mas continuamos a viver como cão. O cão desses senhores donos desse país vive melhor do que nós, bebe água potável coisa que nós não temos aqui», explicou Leonel o habitante de Monte Macaco.

Como prova da promessa feita pelo chefe do governo, os moradores mostraram um instrumento que foi ofertado por Rafael Branco naquela altura para produção de objectos de artesanato.

Certo é que a energia eléctrica nunca chegou a Monte Macaco. A mesma roça onde foi instalado um sistema de adopção de água, que abastece parte da cidade capital e arredores não tem água potável nas torneiras.

Para pressionar o Chefe do Governo a cumprir com a sua promessa, os moradores decidiram pela segunda vez neste ano, cortar o fornecimento de água potável. Entraram no sistema de adopção de água construído na roça e fecharam a torneira.

Um protesto que custou caro a comunidade. Pelo menos 7 habitantes foram detidos pela polícia que, segundo os moradores invadiu a roça numa operação de guerra. «Eu vivo no portão da roça. A polícia apareceu encontrou-me a jogar cartas, e disse que eu tinha que sair daqui. Puseram-me arma no peito ameaçando disparar. Eles vieram para nos matar. Foram no total 90 polícias», declarou Leonel .

A operação policial com contornos brutais, deixou as crianças de Monte Macaco com olhos cheios de lágrimas e atemorizadas. Leonel denunciou a situação que ocorreu com uma moça que recentemente deu a luz. Foi simplesmente espancada pela polícia. Pegaram numa miúda deram bofetada e ponta pé até a moça urinou, precisou.

Fernanda Gomes Santos, é a mãe da miúda que foi cobardemente massacrada pela polícia armada até os dentes. «Minha filha estava no rio a lavar roupa. A polícia correu atrás dela deu ponta pé, até que ela urinou. Ela deu a luz recentemente, e tem problemas no útero», reclamou.

Pelos relatos da população local, o assalto armado da polícia nacional, contra a população que manifestava de forma pacífica em Monte Macaco, faz recordar tempos negros do apartheid na África do Sul. «Eles vieram para guerra. Uma minha filha que vinha do mato com lenha na cabeça foi empurrada e caiu ma gruta com a lenha. Peço ao senhor Primeiro Ministro que mandou a sua polícia vir para aqui, para educar a sua polícia», sublinhou Leonel.

Outras duas mulheres de Monte Macaco, denunciaram a ameaça de morte feita pelos agentes do corpo de intervenção da polícia. «Um polícia me disse que se eu não saia daqui ele matava-me com o meu bebé nas mãos», precisou uma das mulheres.

A população continua furiosa, e promete continuar a lutar em prol dos seus direitos, prometidos pelo Primeiro-ministro Rafael Branco. Crianças de Monte Macaco choram pelos seus pais que foram detidos pela polícia. Mulheres correram para a cidade, pediram apoio da Rádio Nacional e da TVS para denunciar o que estava a acontecer na Roça, mas o pedido foi recusado pelos responsáveis desses órgãos estatais de comunicação social.

Censurados pela Rádio Nacional e pela Televisão São – Tomense, os habitantes gritaram em voz alta «Não queremos ver o senhor Rafael Branco aqui em Monte Macaco. Aqui ele não entra».

Abel Veiga

    55 comentários

55 comentários

  1. cota

    17 de Junho de 2010 as 19:03

    estamos a ver para que serve as armas novas né?e E os treinos especiais? espetacular senhores ministro. QUEM PUDER FUJA DE STP.SENAO O BICHO PEGA.TENHO DITO.

  2. Klincata sa ca tete

    17 de Junho de 2010 as 19:13

    Na Dependencia Monte Macaco, vivem maioritariamente Sãotomenses, filhos de criolos. A atuação da policia deve ser repudiada. Queremos sim uma policia amiga da população, uma policia que dialogue com a gente, que seja a portadora de valores. Eu tinha dito anteriormente, que invés de se trocar de armamento, devia se formar a policia, rever o PCCS, o perfil da policia. Estão a usar de cobaias as populações de Monte Macaco, no treino do Armamente recentemente aqquirido pela policia. Vejam só!
    Os Objectivos do desenvolvimento do Milenio estão longe de serem atingidos. Senhor editor do Jornal os meus sentimentos de pêsames as familias massacradas. Quem Mandou a Policia cometer tais barbaries, Quem?
    O 1º Ministro não faz uma coisa destas, Há bem pouco tempo estava de braços dados com o seu homologo caboverdeno, por isso não era esse acordo que estavam a firmar.
    Bolo Bolo.

    • veloso españa

      17 de Junho de 2010 as 20:10

      NAO pode-se admitir que esas coisas passem na nossa sociedade,os problemas dos polícia de sao tome nao generalizo,é falta de cultura formaçao abuzo de autoridade,porque um ignorante nao quero dizer quem nao sabe ler, o nao tem formaçao,porque existe ignorantes de natureza porque a mia avó nao sabia ler mas tinha uma capacidade de mediadora e de dialogo increivel,mas nossos polícias de pacotia pensam que estamos no tempo da (PIDE,GNR)e tratam a populaçao pior que…nao sabem o signifiado da palavra policia,maldito sejam os governtes de sao tomé que gastam tanto dinheiro com todoterrenos,subornos(banho)e seu bem estar propio mas nao gastam com o que é devido que é uma educaçao dignas para as nossas forsas de orden,mas a nossa justiça deveria investir também em meios de sancionamento para os que abuzam de poder porque nossa populaçao sao pessoas nao trapo sujo.

  3. gilker Nascimento

    17 de Junho de 2010 as 19:33

    Esta situaçao é lastimavel,como sempre o governo e a comunicaçao social estatal fica em silencio.Acabo de ver a reportagem na rtpafrica e lendo agora o tela nom,é comovente.Ficou-me registado o jovem que chorava por falta de agua e energia na sua comunidade.Aonde é que vamos parar sea lguma coisa nao for feita!?Deus abençoe Sao Tome e Principe!

  4. Adriano Lamartine

    17 de Junho de 2010 as 19:54

    Esta situação é simplesmente lamentavel e deploravel no estado de direito democratico. Nota-se uma pura cobardia nos actos da policia. Mulheres são intocavéis e crianças ainda mais. Este é o estado democratico que queremos? Rafael foi ao quartel general oferecer equipamentos ao militares para cumprir com o prometido e nesse caso envia a policia para calar a revolta quando não cumpre com o prometido. Dois pesos duas medidas. Uma vez mais quero aqui recriminar este acto deploravel da policia que é encorajada pelos senhores do poder.

  5. jaka doxi

    17 de Junho de 2010 as 20:21

    Seus ingratos.
    Vocês já não respeitam os nossos irmãos caboverdeanos?
    Eles trabalharam tanto para o nosso país e hoje já nem podem ter agua e energia?E ainda levam policia para matar os nossos irmãos Caboverdeanos?
    Povo de São tomé e príncipe não aceitem que os “bandidos” maltratem os nossos irmãos de cabo Verde.Muitos nasceram em São Tomé e Príncipe e tenhem o mesmo direito que nós.
    Abraços.

    • Ludmila

      21 de Junho de 2010 as 2:34

      Meu Deus….estou apavorada com a notícia. Esses covardes desfaçados de policiais e políticos perderão noção de tudo. Como isso é possível…,isso é abuso de poder, falta de caratér, é uma vergonha nacional, chegando a ser repuguinante. Eu como santomense sinto-me envergonhada de coisas como essas acontecerem no meu país. Dar armas á pessoas ignorantes e sem escrupúlos, é inevitável que aconteça esses fatos. Agora eu pergunto: que tipo de ponição esses desgraçados vão ter? E as prinipais vias de comunicação do País não quis divulgar tamanha crueldade? É isso mesmo? Que perg., né…esquece que eles trabalham prá os malfeitoires.
      Olha Jaka doxi…estas a falar em caboberdianos…a questão não é essa, mesmo porquê. aqueles q/chamas de caboverdianos são santomenses. Eles não maltrataram nossos irmãos caboverdianos…eles maltrataram um de nós. Fica aqui a minha indignação prá tamanho abuso.

  6. jaka doxi

    17 de Junho de 2010 as 20:25

    No tempo do Senhor Oscar enfermeiro,pai de Luís Maria ex ministro da defesa o Monte Macaco estava bem.
    Hoje é o que é.
    Tenho dito.

  7. "Nós por cá e a nossa Maneira"

    17 de Junho de 2010 as 20:53

    ……pois é….assim vamos nós por cá com as nossas historias de sucesso à cada dia que passa……………

    ….. água e energia, são bens essenciais, numa sociedade que se diz democratica e organizada………

    …..aqueles que negam água e energia aos seus irmãos não merecem a confiança dos demais…..e o resto é só muisca….

    …continuamos a querer resolver tudo a força e com espirito de guerrilha……isto não nos dignifica e nem nos torma mais nobres……….é feio e vergonhoso para o país e não só…….

    ….sinceramente eu, não acredito que uma empresa como EMAE, não seja capaz de fornecer pelo menos águas, a uma pequena comunidade, com um pouco mais de 50 habitantes………!!!!!!!

    então, neste caso…. torna-se imperioso rever bem o papel de cada um dos administradores da empresa EMAE….. e passar a todos um atestado de imcompetencia……………. …….

    ……….não me venham dizer que o estado, tem que dizer aos administradores da EMAE o que tenhem que fazer relativamente ao abastecimento de água e energia as populações………..sabendo que esta é sua obrigação essencial…….

    …….os administradores da EMAE, não tem competencia para resolver o problema de falta de Água deviada do HOspital Ayres de Menezes………mas que no entanto…(presumo eu)….cobra dos deviantes de água a quantia consumida todos os meses………….!!!!!

    ….também não venham me dizer que a EMAE não tem competencia e nem meios para fornecer água e energia a esta pequena comunidade…….??????

    …..meus senhores é melhor fechar aquela empresa publica, por falta de comptencia dos seus administradores……….

    …….hoje prenderam os “alegados” sabotadores………que vão em liberdade amanhã depois do 1º interragatorio judicial………por serem primarios……por não possuirem antecidentes criminais……e acima de tudo….prisão preventiva só funciona como ultimo recurso…..etc, etc,etc……….e o problemas da água e a energia para a comunidade vai continuar a subsistir e não vão de fazer absolutamente nada…….como sempre…………….

    …….é preciso começarmos a apontar os verdadeiros responsaveis desta demandada toda…….a incomptencia tem que começara a ser criticada…………..

    …..só estamos a ver para o estado…….e estamos a esquecer aquele que dirigem os departamentos, os serviços, os gabinetes……aquele que exercem as cargos por inerencia de funções…..!!!!! estes é que são os verdadeiros incomptentes!!!!(detesto usar esta linguagem mas hoje saiu)….

    ….não acham???????……

  8. Alberto Nascimento

    17 de Junho de 2010 as 20:58

    Depois do que eu li…
    Depois da cena do hospital…

    Aposto que neste momento estao a escrever mais um discurso de promessas.
    Quando a crueldade, a estupidez, a corupção e sobre tudo a violência das forças armadas usando armas de fogo em mulheres e criaças da minha terra só me apetece chorar.

    Alberto, Japão.

  9. Zovirax

    17 de Junho de 2010 as 21:33

    Triste sina do povo de STP.
    O velho ditado ilustra-nos que, “quem nos oferece um pão, nosso amigo é”, infelizmente esta máxima não se aplica a realidade sociopolítica de STP, na medida em que o chamado “banho eleitoral” não é um acto de boa fé para ajudar os carenciados, mas sim uma manobra para enganar, iludir, explorar, subestimar e por na miséria os que mais necessitam. Na realidade, a miséria ganhou proporções alarmantes e a corrupção cresce vertiginosamente, arrastando o povo para o sofrimento e angústia. Descontente com este estado de coisas, o povo tenta ao reivindicar os seus direitos e depara-se com uma brutal repressão de agentes policiais. Com esta verdade, faz sentido esclarecer o povo de STP que, quem nos der um “Banho” nosso inimigo é. O “banho” é um acto atentatório ao bem-estar do povo de STP e ao desenvolvimento das ilhas maravilhosas. Ora vejamos; existe hoje várias tipificações do banho; “banho popular”, “banho militar” e “banho policial”, todos com efeitos desastrosos para STP.
    O “ banho popular” é o acto de disponibilizar ao povo acesso fácil ao pão com chouriço, motorizadas, TV, rádios, bicicletas e pequenas somas em dinheiro, para motiva-los a votar nos corruptos. Consequentemente, estes corruptos delapidam as riquezas das ilhas.
    O “ banho policial”, acto de equipar os agentes policiais com armas novas, buscando destes a motivação nas missões de agressão e repressão contra as populações que tentam chamar atenção dos corruptos sobre a pobreza que alastra o país. Previsivelmente, estes corruptos levam o povo a viver na miséria.
    Finalmente o “ banho militar”, visa essencialmente neste período eleitoral oferecer materiais e equipamentos às forças armadas, apelando a sua motivação na nobre tarefa de defender e proteger o bastião dos corruptos. Naturalmente, estes corruptos deixam o país mais pobre e mais vulneráveis as novas ameaças.

  10. N.Capela

    17 de Junho de 2010 as 21:43

    Aqui esta o investimento que se fez na policia.Uma policia dotada de brutos e selvagens.Essa accao da policia revela o estado da nacao.Num estado de direito democratico,um inquerito seria levantado e o comandante da policia suspenso e o ministro da admnistracao interna exonerado.
    Mas e o pais que temos e assim vamos sobrivivendo.Sera que no pais nao tem organizacoes que defendem e promovem os direitos humanos?Isso e uma clara violacao de direito humano.Como pode uma policia atacar mulheres e criancas?Estao a por em pratica os ensinamentos administrados recentemente?Nenhuma bala foi perdida?E nisso que da ter selvagens,analfabetos e ignorantes incorporados na policia nacional

    • Zovirax

      17 de Junho de 2010 as 22:27

      Meu caro,
      Neste país não existe nenhuma organização dos direitos humanos, existe sim organizações para safar a vida. Direitos humanos é para ficar no papel e no blá blá blá. Muitos desses senhores que governam o país, em 1975 instigaram o povo para lutar pela liberdade e contra a opressão. Infelizmente, hoje são estes senhores que oprimem, espaçam brutalmente o povo.

  11. cesarjesus

    17 de Junho de 2010 as 22:06

    …Sao cenas desagradaveis k nenhum Santomense em todo o canto do mundo estao satisfeitos com esta situacao…e triste promoter e nao comprir…tenho escrito sempre nos meus comentarios, e alertando sempre aos politicos para terem cuidado com promessas…pois ai esta um exemplo de promessa nao cumprida, e em resposta da revolta popular sao Policias em grande numeros sem um minimo de dignidade para com os seus compatriotas carregando com tudo em cima da massa popular…ISTO NAO DIGNIFICA NADA A IMAGEM DAS NOSSAS FORCAS MILITARES E NEM TAO POUCO A IMAGEM DO PAIS! Ha que disciplinar a Policia de intervencao para casos senciveis como esta k acabaram de intervir muito mal… isto nao sao maneiras de lidar com seres Humanos…Vem ai as eleicoes e mais promessas em busca de votos vao surgir…pois os politicos santomenses nao tem vergonha, so sabem prometer! seria bom que o povo daria uma boa licao nesta ligislativa k se aproxima, para lhes fazerem ver k Santomense de hoje ja tem uma outra visao da realidade, ja nao sao tao pacatos e medrosos…pois a crise ensinaram-nos muito!

    Forca Povo STP…

  12. Santola

    17 de Junho de 2010 as 23:20

    Pois é, STP, calmo, paz, solidariedade, coisas que ouvia sempre os mais velhos falar. Essa fase já era, agora vai ser SALVE QUEM PUDER. com campanha a porta MLSTP age desta forma? Monte Macaco, nao votem no MLSTP!!! Maus, sonsos, simulados… Vão procurar voto na cidade.

  13. Gilberto

    17 de Junho de 2010 as 23:34

    Caro Abel, tratasse de adução ( Acção de derivar as águas de um lado para o outro) de água e não adopção!

    Quanto a notícia em si, a compra de novas armas está a mostrar pra que serve a nossa polícia. Pois, ofereceram fardamentos e aparelhos de comunicação ao exército e a polícia nacional armas!! Parece que estamos em guerra com a própria população!

    Onde estão os nossos advogados, a igreja, a liga dos direitos humanos!? Espero que amanhã teremos mais notícias sobre o caso.

    Obrigado Abel Veiga, pelo seu empenho em nos manter informados, pois como se lê se fosse mesmo pela RNSTP e TVS seria mais um caso a abafar! Um dia isso terá fim!! Porque é muito abuso!

  14. JorgeK

    18 de Junho de 2010 as 0:43

    É justo?! esse primeiro ministro de meia tigela tem necessidade de prometer o k n pode dar?!
    se a cidade capital n tem luz quanto mais roça!

    eu pergunto aos santomenses que podem fazer algo pelo povo: hoje no sec XXI, porque permitem tais coisas?

    politica não significa ir ao parlamento ficar sentado e levantar os braços quando for preciso. reúnam-se e apoiem mais o povo, sejam porta-voz do povo, ajam em conformidade com as necessidades locais, tentem estar no lugar dos mais desprovidos,etc…

    enquanto este PM fala do porto em aguas profundas n terems melhorias em STP.

    PARA ONDE STP CAMINHA?

    enquanto este PM fala do porto em aguas profundas n terems melhorias em STP.

  15. Mé Chinhó

    18 de Junho de 2010 as 0:44

    EU NEM VOU COMENTAR ESTA TRISTEZA DO SENHOR RAFA.

  16. manuel fernandes da trindade

    18 de Junho de 2010 as 1:05

    TRISTEZA!…
    SERÁ QUE O SR. PRIMEIRO MINISTRO MANDA COM CARACTER DE URGÊNCIA FAZER UM INQUERITO E PUNIR A BRUTALIDADE DA POLÍCIA OU CONTINUA A PEDIR VOTOS? A POPULAÇÃO TERÁ QUE AGIR. SERÁ QUE A POPULAÇÃO JÁ PERCEBEU A CASTA DE DIRIGENTES QUE TEMOS?

  17. Mé Chinhó

    18 de Junho de 2010 as 1:16

    UM NOVO REI AMADOR HÁ-DE SURGIR NA NOSSA SOCIEDADE PARA CORTAR ESSES GAJOS CABEÇA

  18. Bili Uê

    18 de Junho de 2010 as 4:53

    Alguém tem que dar um stop nesse país?
    Pra onde estamos caminhando afinal?

  19. J&B

    18 de Junho de 2010 as 5:30

    Meus irmaos, nao vamos pensar muito! O problema do nosso paìs passa pela EDUCAçAO! Nao podemos querer instaurar a ordem social num paìs através das armas! Cada dia que passa, vai se notando o agudizar uma situaçao um dia poderà ter graves consequencias para estas queridas ilhas que se chama STP. O Governo, na pessoa do SR. “Doutor” Rafael Branco, està agindo conforme a sua educaçao, o que se pode esperar duma elite mal formada, mal educada?! Vamos reflectir e rezar para o futuro desta pàtria querida que se chama S.Tomé e Principe! J&B

  20. alberto

    18 de Junho de 2010 as 7:32

    Agora temos a resposta do porquê Joaquim andou a comprar armamentos modernos para a policia e os militares!!!

    Para os grandes delinquentes da-se imunidades parlamentares, para o povo coitado que so quer agua potavel e luz, brutalisa-se com as mais puras barbaridades!!!

    Onde estao pos defensores dos direitos humanos, onde estao o pessoal do bastonario dos advogados??? Nenhum advogado de “bom closson” pode defender essa gente sem contrapartida financeira???

    Em que pais estamos??

    • jaka doxi

      18 de Junho de 2010 as 20:43

      Bem dito.
      É nestes momentos que o Bastonário da ordem dos advogados,Admar Carvalho,deveria aparecer e dar a cara pelos mais necessitados.
      Mas pelos vistos ele também é igual aos outros malfeitores.
      Fui.

  21. fidelito

    18 de Junho de 2010 as 8:16

    POIS É…,
    COM A MALA DOS DOLARES QUE OS “POLITICOS” TÊM EM CASA (MAIS DE QUINHENTOS MIL DOLARES), ATÉ DARIA PARA COLOCAR ENERGIA NA ROÇA MONTE MACACO….
    SÓ OS POLITICOS É QUE QUEREM PAPAR TUDO…
    DEPOIS…, É NISSO QUE DÁ.
    FIDELITO

  22. Beto Figueiredo

    18 de Junho de 2010 as 8:19

    E com lagrimas nos olhos que leio essas tragedias que ocorrem no nosso Pais!!!!!!
    A ciminalidade/violencia alimenta o sentimento de inseguranca na nossa sociedade e vice-versa. Por um lado, a inseguranca decorre da expansao do crime e da violencia, por outro lado, o tipo do crime alimenta os mecanismos que favorecem essa expansao.
    Nos ate nem podemos procurar saber se aquelas pessoas sao Santomenses ou teem qualquer outra nacionalidade isso porque, o racismo e preconceito baseado em cor da pele. Essa e a discriminacao praticada sob a falsa conviccao de que as pessoas podem ser valorizadas com base em caracteristicas fisicas hereditarias.
    As criancas e as mulheres deveriam ser prioridades nacional.
    “Sela santome plodoso judanon”
    Lamento acentuacao.
    Beto Figueiredo.

  23. badiu di stp

    18 de Junho de 2010 as 8:23

    È mais uma barbaridade que mostra claramente que os cabo-verdianos em STP continuam a ser maltratados e considerados ainda escravos, agora dos ditos sãotomenses detentores dos poderes. Os politicos sãotomenses deveriam começar a prestar mais atenção porque este caso de Monte Macaco poderá ser incentivo pra outras revoltas nas Roças de STP onde continuam a viver cabo-verdianos em situação desumanas. Gostaria de solicitar Senhor Abel Veiga no sentido entrevistar os responsáveis da Associação KÉMORABEZA – Associação da Comunidade caboverdiana em STP- sobre este caso..aguardo..

  24. jorge

    18 de Junho de 2010 as 8:27

    rafa rafa…..credo!

  25. Adriano Lamartine

    18 de Junho de 2010 as 8:45

    o meu comentario não passa. Não ha nele nada de ofensivo e nenhuma referencia a outra URL. Fico sem entender

  26. lyah

    18 de Junho de 2010 as 9:33

    Mas o que é isso??? CREDO estou parva com esta noticia… Moro em portugal mas tento sempre estar a par de tudo que se passa em S.tome… mas o que esse governo anda a fazer deixa me revoltadissima… credoooo… mas porque isso tudo?? querem ficar ricos a custa da vida dos pobres.. entao n façam promessas!… Minha gente continuem a lutar pelos vosso DIREITOS! e quando chegar a epoca das eleições pensem bem em quem votar.. porque é vossa vida e o futuro dos vossos filhos que estao nas maos destes curruptos! DEUS VAI ABENÇOAR SAO TOME E FARA COM QUE ESTE PAÍS SAIA DA MISERIA QUE OS SENHORES A PUSERAM… NOS OS SANTOMENSES MERECEMOS UMA VIDA DIGNA!

  27. SAMISUGA

    18 de Junho de 2010 as 9:51

    EU TAMBÉM ESTOU CONTRA A ACTUAÇÃO DE POLICIA, MAS UMA COISA É CERTA, TEMOS QUE SABER QUE O PAÍS É NOSSO SIM MAS QUEM GOVERNA É O GOVERNO, TEMOS QUE RESPEITAR POLICIA

  28. tagarela

    18 de Junho de 2010 as 9:58

    Não há palavras para descrever tamanha brutalidade e a minha indignação!!! Concordo com o cidadão N. Capela. Se impõe a instauração de um inquérito para se averiguar a assacar responsabilidades. Esse acto bárbaro e inaceitável nos tempos que correm não pode, sob hipótese alguma ser tolerado e ficar impune. Seguramente que àquela actuação não foi a recomendada pelos seus superiores. Não sei se formação resolveria problema desses animais. Sim. Comportaram-se como autênticos animais enfurrecidos.
    Os Santomenses já não são os mesmos…A própria forma reprovável com que os moradores daquela zona usaram para se manifestarem não foi a mais adequada. Mas atrocidades não devem nem podem ser cometidas em nome do que for!!!
    Já dizia alguém que violência gera violência.
    Espero ler neste jornal brevemente que o Comando da polícia e Ministro da tutela venham dizer que àqueles selvagens estão suspensos até a conclusão de inquérito que entretanto foi instaurado e que seguidamente serão expulsos da corporação findo o tal inquérito. viva STP!!!

  29. manga praia melao

    18 de Junho de 2010 as 10:19

    Mais respeito pela dignidade da pessoa humana!

  30. Carlos Amado

    18 de Junho de 2010 as 11:15

    Perante sucessivos acontecimentos que demonstram a falta de amor à pátria e ao povo dessa terra por porte dos nossos dirigentes, tem me deixado muito preocupado com o presente e o futuro desse país.
    Governos mudam, eleições vão acontecendo, mas a situação deste povo ao invés de melhorar continua regredindo de maneira escandalosa.
    Temos um país na qual os meios de comunicação social estão completamente bloqueados por um sistema estratégico criado pela dependência direta da mesma com o governo e os setores de defesa civil esta extremamente desestruturados e despreparados mostrando uma fraqueza evidente nas ações de manutenção da estabilidade.
    Não consigo ver os setores chaves desse país fazendo o trabalho que realmente deveriam fazer, mas sim sendo manipulados de acordo com os interesses políticos.
    Gostaria então que meus compatriotas me respondessem ou refletissem: Num país onde os dirigentes mostram claramente que os interesses individuais prevalecem em relação ao interesse do país, quem ou que grupo vai começar em pensar em fazer alguma coisa por aquele país?
    Quando surgirão pessoas com inspiração em verdadeiros lideres como Nelson Mandela, Martin Luther king e Mahatma Gandhi, pois essa massa politica no meu ponto de vista ja mostrou que nunca fará esse país avançar, sendo pelo contrario, os responsaveis diretos pela degradação desta patria.
    Que Deus proteja esse povo!

  31. eu

    18 de Junho de 2010 as 11:24

    liçao para aqueles que vao a mesa de voto. vos digo santolas,bem feito!aprendam a ser rebeldes!

  32. Mé Chinhó

    18 de Junho de 2010 as 11:41

    Não é em vão que os senhores donos de STP investiram em armamento. Já sabem que muito brevemente vai haver uma revolta popular contra o estado de coisas na nossa terra. O povo santomense, aos poucos, vão abrindo os olhos. Deus é grande e mundo é largo. Enquanto há vida e saúde, tudo é possivel. Até uma revolução.

  33. PATRICIO E FODIDO

    18 de Junho de 2010 as 12:10

    ME DEU LAGRIMAS NOS OLHOS, ACREDITAM.
    TRIBUNAL TEM KI ATUAR. AONDE ESTA A LIGA DOS DIREITOS HUMANOS?
    TELA NON TENTA SABER MAI DISSO PORKI ISTO E DESRESPEITO PELOS DIREITOS HUMANOS. JA VI POLICIAS ATUAREM EM FRANCA ALEMANHA E INGLATERRA MAS ASSIM TALVEZ HA 50 ANOS ATRAS

  34. Tio Castro

    18 de Junho de 2010 as 12:28

    Ao ver a manchete dessa notícia, pensava que se tratasse dalguma informação sobre o antigo Tomor Leste na era da ocupação pela Indonésia. Será que os Santomenses sentem mesmo que sendo tão pequeno, esse País devia abraçar todos como filhos dum só quintal de família? Acho que esse sentimento não existe nos corações de muitos arrogantes que temos. Pergunto !!!!. Porquê ainda a marginalização? Porquê ainda a repressão? Porquê ainda a privacidade de liberdade de expressão pacífica? Então porquê se ser chamado de País democrático? Os nossos Governantes precisam pensar numa forma de corrigir esses defeitos de fabrico na nossa democracia, senão o povo nuna vai poder escolher devidamente os seus governantes sem a influência do tal “Banho”. Porque, por exemplo, gosta-se de dterminado Partido para governo, mas o mesmo abriga conhecidos corruptos, repressores e outros tipos de personalidades de má indole de cara levantada. Isso é para reflexão Obrigado pela atenção.

  35. PINTO

    18 de Junho de 2010 as 12:32

    Este acto e pura e simplesmente condenavel.os policias nao teem culpa , a culpa vem do topo. a nossa policia e uma policia formada por gente burra, gente inculta, seja sem formacao nenhuma.e triste o que se passou. porque a policia nao faz o mesmo mas em sentido contrario?como instituicao publica e uma m e r d a.nao entendo , nao entendo, acho que o melhor que poderia acontecer em sao tome agora era que esses politicos, que de politicos nao teem nada , que nao passam de uns filhos da “grande senhora” se suicidassem todos seria o melhor para sao tome. nao brinquem com o povo

  36. Negão

    18 de Junho de 2010 as 13:11

    è inadimissível que este tipo de coisas ainda aconteça num estado de direito democrático sem que ninguém, aboslutamente ninguém se pronuncie a respeito. Cadê o bastonário dos advogados, poderia aparecer agora e se pronunciar a respeito, mas ao contrário segue e se alia aos interesses do governo, enfim estamos lixados e ninguém nos salva, se bem me lembro um dos objetivos da polícia é o de servir e proteger a sociedade e aos cidadãos, não é o vemos nesse estado policialesco.

  37. tu podes saltar, tu podes pular...

    18 de Junho de 2010 as 13:26

    É lamentavel…demasiadamente lamentavel…eu fico pensando, como podemos ser tão crueis,tão pscopata, tão insensivel, tudo de pior que já mais podia observar num sãotomense. Pois, digo isso, porque os policiais tambem são pessoas…mas não consigo compreender como um Estado de Direito Democratico possa conceber esses tipo de piliciais para salvaguardar a conjuntura social deste país, quando sabemos que por detraz existem orientações para execução, para manipulação, para cometerem atrocidades…é demasiadamente cruel e desumano…isso não se faz Senhor rafale branco, o seu nome só pode ser transcrito em minusculo, porque o senhor não meresse respeito da nossa tão amavel população, o senhor meresse é ser julgado pelo tribunal internacional…Ao ler essa nuticia, fiquei tão comovente e que as vezes eu penso que são tomé já não tem mais solução…Continuo acreditando que ainda tem, mas é preciso sermos coerente para connosco mesmo. Para aquelas pessoas que sairam lesada nesta cobardia dos senhores policiais sem qualquer instruções, bando de ignorantes, meus sinseros sentimento…acreditam as coisas ainda um dia vão melhorar, mas é importante que vcs permaneçam firmes e não deixem ser manipulados por nehum partido politicos, é da propria responsabilidade do governo fazer coisa certa e vos tratar coo um sidadão nacional, afinal de conta vcs fazem parte desta conjuntura que a perma pertence…
    para terminar, deixo meu descontentamento…
    um bem haja a todos…

  38. ET

    18 de Junho de 2010 as 13:29

    Eu acho que a noticia de facto é lastimável,vergonhosa, triste inqualificável!!Uso de força indevida e/ou em excesso nao deve ser tolerada. Mas centrando na peça noticiosa em si, eu gostava de saber qual foi a reacção, primeiro do comando da policia e também do governo!Eu li o artigo e não vi qualquer alusão à reacção das entidades competentes. Calculo que deva a haver uma, se foram contactados e não aceitaram comentar o facto,nem se quer responderam ao contacto, tudo isso deve ser evidenciado na noticia. Gostava de saber se alguém tentou obter respostas por parte da autoridade. Não estando em causa a gravidade dos actos, uma peça noticiosa não pode ter só um lado!!

  39. Manuel Jorge

    18 de Junho de 2010 as 15:23

    O Senhor primeiro ministro manda e a policia executa. Bonito. Será que a nossa policia tem uma formação juridica básica? Ou qualquer um pode ser policia. Na semana passada eu disse: isso se está a ficar igual que Cuba e a china. Já é um sinal para que vejam que é exactamente o que vai acontecer con todos nós após as eleições.

  40. HUGO LIMA

    18 de Junho de 2010 as 15:36

    Realmente notícias como essas são repugnantes e lastimáveis,Não me admira muito a atitude da policia, é uma policia incompetente, bruta, ignorante e ……Coitados são os nossos conterrâneo que sofrem e lutam por uma situação básica que é água e energia, Uma comunidade com uma distancia de aproximadamente 11 km da capital não tem água nem energia imagina outras mais distantes.Como tinha referido o Senhor Capela essa comitiva devia ser suspensa e Ministro da referida pasta exonerado num país democrático. Mas como é um país de meia dúzia de pessoas é assim que se agem os restantes não têm direito. Tudo por Culpa da promessa do Rafael Branco«.mas uma falsa»

  41. Joker Voz do Povo

    18 de Junho de 2010 as 16:17

    Em vez de estarmos a nos lamentar, deveriamos é subscrever um abaixo assinado para tirar todos esses porcos dirigentes de STP e entregar esse país a ONU. Até quando isto vai parar? Até quando vamos ter que continuar a ler noticias desta na nossa terra? Chega! Devemos dizer basta.

  42. N.Capela

    18 de Junho de 2010 as 16:43

    NO mundo moderno em que estamos,a primeira revolta popular,comeca sempre pelos jornalistas.Se os jornalistas nao cumprem,alias se nao deixam (uns)cumprirem com o seu papel de informar,criticar e alertar,todo o acontecimento fica na clandestinidade.E assim que acontece com a nossa radio,com a nossa televisao.Ainda bem que temos a rtp africa,a rdp africa e melhor ainda o tela nom que nos da o privilegio de estar informado.SEI QUE ALGUNS ANOS ATRAS JA INTIMIDARAM O SR BEL VEIGA COM UM PROCESSO JUDICIAL,NO SENTIDO DE INTIMIDA-LO E CALA-LO.CERTAMENTE TENTATIVAS DE COMPRA-LO NAO FALTARAM.Se nao fosse o tela non,nao estariamos informados sobre essas barbaridades.Esperemos que com esse espaco no tela non seja o comeco de muitas mudancas nesse nosso pais.Na europa,sao os jornalistas que desmascaram os corruptos e pressionam a justica a funcionar.
    Os jornais “THE SUN” “NEWS OF THE WORL” e muitos outros na sociedade Inglesa sao uns veradeiros “cacas as bruxa”,corruptos,fraude e mesmo ate casos de infedelidade.Quem acompanha a premier liga sabe o que aconteceu a Ashley Cole, a Jhon Teery e muitos outros.Quem sabe com a nossa sociedade,nao seja com o Tela non?Quando houver assuntos assim tao graves para levar a plenaria da Assembleia para discusssao ou para Tribunal,nos os leitores estamos diposto a fazer um baixo assinado no sentido de recolher assinaturas.O pior e que essas instituicoes sao o que saos e valem o que valem

  43. Tio chico

    18 de Junho de 2010 as 18:08

    MEUS SENHORES.
    Dessa maneira, fica dificil acreditar em quem escolher para governar esse povo que o que só quer é Paz e o bem à que tem direito. Um pouco para todos e não tudo para uma minoria.
    sejamos conscientes e não repressivos e anti-democráticos.

  44. Edson Costa

    19 de Junho de 2010 as 13:54

    Caros santomenses, a situação é séria, pois se isso tudo que li é verdade, então o nosso paìs està a ser alvo de um grande abuso de poder! Para q serve a polìcia? Bater, agredir fisica e psicologicamente os cidadãos q de forma pacìfica lutam pelos seus dieitos? Senhor 1. ministro, jà basta a época do massacre e da escravatura, o povo tem direito de se manifestar contra as injustiças, quer o senhor queira ou não! Estamos num paìs livre, de Estado de Direito democràtico, portanto respeite este povo, respeite a memòria daqueles que lutaram em prol da democràcia e da liberade e q hoje não fazem mais parte deste mundo! Espero que os responsàveis por este acto brutal e covarde sejam punidos e condenados!

  45. Edson Costa

    19 de Junho de 2010 as 14:06

    Eu pergunto: aonde se encontram os intelectuais deste paìs para se manifestarem contra actos anti-democràticos como este? O povo santomense ao invés de vender a consciência nas campanhas eleitorais por 1 grade de cerveja, 3 chapas de zinco ou 500 mil dobras, deveria exigir destes pseudo-politicos àgua potàvel e energegia éléctrica constante, porque é para isso q votamos! Acredito piamente q este é o momento de abrir os olhos e de perceber a realidade q nos rodeia, ou seja os ditos polìticos santomenses não querem saber do bem estar social, vendo bem, o nosso paìs ainda encontra-se na exploração de homem para homem aonde a tirania é um método utilizado para tal! Se em pleno séc XXI, o povo é agredido fisicamente por lutar em prol dos seus direitos então não sei q nome pode se dar a este acto se não um acto tiranico e anti-democràtico!

  46. fitcin flogô

    19 de Junho de 2010 as 15:27

    credo policia que nós os santomenses temos…

  47. Waity Mina Téla

    20 de Junho de 2010 as 13:10

    Esses incidentes já viraram rotina. Tanto a Polícia Nacional de STP bem como os militares não precisam de armas de fogo, excepto em casos especiais. O que essa gente precisa é de EDUCAÇÃO. Ao invés de prezarem pela ordem pública e segurança da população, têm constituído desde sempre uma autêntica ameaça à população indefesa.
    Dá vergonha de viver nesse país. A população pede água potável e energia elétrica e recebe porrada.

    Cuidado! Nada é para sempre!

  48. Dr.Hamilton Cabral Semedo Fortes

    20 de Junho de 2010 as 14:26

    São Tomé e Principe é um pais démocratico,todos os cidadões têm o direito de manifestar dentro de normas, sobretudo quando vivem sem agua potavél num pais rico em termo deste recurso. Quanto ao facto de São Tomé e Principe, meu e vosso pais, ter proprietario “Dono” é muito triste. Vamos ter que reunir forças nécessarias para ajudar aqueles que la ficaram. Quero também dizer que santomenses ou caboverdianos, pouco importa, é melhor dizermos santomenses de origem caboverdiana mesmo sabendo que estes têm o tanto quanto eu a nacionalidade caboverdiana, para evitarmos a questão de discriminação que reina neste pais que eu amo tanto e que me viu nascer. Juntos, e em breve, reconstruiremos este pais. Viva São Tomé e Principe, Viva a nação santomense espalhada pelo mundo fora, e viva a démocracia… Até breve, Abel Veiga….

  49. Edson

    21 de Junho de 2010 as 14:58

    Esta não é primeira vez que a “Polícia” essa pequena Instituição, excede na sua intervenção sob cobertura dos seus superiores.

    O Ministério Público precisa acordar e colocar os pés no chão.É muita passividade desta Instituição que deve velar pelo cumprimento das leis.

    Até quando vamos viver com essa impunidade?

    A Polícia parece não saber quando deve e como agir.

    Vivemos constantemente com escândalos e ecâdalos: poquê a Polícia não age contra aqueles que delapidam o património público?

    Aquele que têm fortuna incompatível com sua renda?

    Aqueles que guadam centenas de dólares em casa?

    Será que a Polícia não tem conhecimento disso? Ou os senhores só sabem cumprir ordem de superiores?

    Os senhores não sabem que estão dando proteção aos assantantes de património público?

    Eles sim, são infratores da lei. A população que reivindica o seu direito à àgua e a eletricidade é punida.Que justiça!!!

    É bom que a população se atente a coisas como essas porque já se iniciou corrida aos votos e dê um NÃO a esses bandidos que roubam o povo e ainda os pune quando reivindica seus direitos.

    Acorde Ministério Público. O povo não vê seus defensores agir.

  50. fred

    30 de Junho de 2010 as 10:45

    Meus caros compatriotas santomenses… principalmente os jovens… vós tendes de tomar conciencia quando pensar em escolher alguem para nos representar pk essa situação é simplesmente lamentavel…

  51. mpian malimbóki

    4 de Julho de 2010 as 23:51

    ISSO TUDO É MANDADO PELOS ESTES SENHORES E TAL.
    O SENHOR COMANDANTE DA POLICIA NACIONAL É DO PCD e do MLSTP
    COMO É KI ELES NÃO MATAM POVO PEKENO.
    O POVO PEKENO SERVE DE ESCUDO PRA ESTES SEHORES DE NGOMA FAÇO.
    AXO KE AINDA ESTAMOS EM 1953!!!
    EMKUANTO JANTAMOS BÚZIO DE MATO COM FRUTA PÃO OU BANANA ELES JANTAM BIFF E ETC
    MAS ISTO POD SER???
    OS FILHOS DELES VÊEM BOLÇAS PRA OUTROS PAISES FILHOS DE POBRES FICAM AIA XUPAR ARRAMI DE AÇO COM CORRENTE DE ALTA TENÇÃO

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo