Sociedade

Sermão do Bispo da Diocese de São Tomé contra o Banho Eleitoral

“É uma vergonha para todos nós o banho que assistimos”. Afirmação do Bispo da Diocese de São Tomé, num sermão aos políticos são-tomenses. O Primeiro-ministro Rafael Branco, foi o principal ouvinte do Sermão. “Dizemos que somos livres e apresentamos como escravos”.Outra frase do sermão do líder da igreja católica são-tomense para condenar o banho e os que usam dele para conquistar o poder.

Na festa religiosa de consagração dos 25 anos de sacerdócio de Dom Manuel António, Bispo da Diocese de São Tomé, o primeiro-ministro Rafael Branco, foi uma das figuras do estado que marcou presença. No palanque erguido diante da Igreja da Sé, diante do Palácio Presidencial, o Bispo tentou despertar a consciência dos actores políticos para o mal que tem sido praticado nesta altura de campanha eleitoral. «Os partidos políticos e as associações que concorrem as eleições têm responsabilidade acrescida, e devem fazer deste tempo de eleições, um tempo de debate de ideias, de apresentação de programas políticos sérios ao serviço da nação, e não propaganda, motorizadas, frigoríficos e dobras», declarou o Bispo Dom Manuel António.

Aplausos, muitos aplausos, calaram por alguns minutos o Bispo. O sermão prosseguiu. Bom Manuel António sob olhar atento de Rafael Branco, e com a sua voz a ecoar nas paredes do palácio presidencial, decidiu por o dedo na ferida. «É uma vergonha para todos nós o banho que assistimos. Diz-nos que o nosso povo não vota em quem acredita, mas em quem compra. Dizemos que somos livres e vendemos por 50 mil dobras, por uma motorizada, um frigorífico ou um gerador. Dizemos que somos livres e apresentamos como escravos», realçou.

A voz do bispo continuou a ecoar entre as paredes da Igreja da Sé e do Palácio Presidencial. «Os partidos políticos e demais instituições tem um papel muito importante na construção da paz do desenvolvimento de um país com futuro. Então procurem de verdade lutar por essas ideias e não tornarem-se compradores de votos», acrescentou.

Palavras que ecoaram na mente dos presentes, feriram os cúmplices do banho eleitoral, e chocaram a dignidade são-tomense. Espera-se que o impacto resulta numa mudança de comportamento e atitude política. Espera-se que as palavras do Bispo Católico, tenham poder de regenerar, de transformar vidas, de provocar o renascimento do homem perdido de São Tomé e Príncipe. Enfim que seja um sermão vivificador como as palavras do criador, Jesus Cristo.

Abel Veiga

    45 comentários

45 comentários

  1. Paracetamol 500mg

    6 de Julho de 2010 as 15:18

    Mais outro abilio ribas. Bom numa parte ele tem razão, mas já é hora de separar igreja do Estado. Igreja não deve meter boca na politica e vice-versa.

    • Hiostrelino Vaz (H. V)

      7 de Julho de 2010 as 8:42

      E bom pensar bem no dizes Paracetamol nao sejes adormecido….de dou 1 voto negativo e o avalanche que mereces…
      Facço dessa pala de Jaca Doxi as Minhas (É nestas alturas que devemos todos apoiar alguem como o Sr Bispo que teve a coragem de dizer o que disse a frente de Man Rafa e dos muitos que lá estiveram.
      Pena é que como eles próprios custumam dizer,”o cão ladra e a caravana passa”.
      Tenham vergonha na cara pelo menos uma vez na vida e sigam os conselhos do Sr Bispo.)

      • Paracetamol 500mg

        7 de Julho de 2010 as 11:08

        Exº Sr. Hiostrelino. Não critico negativamente o Sr. Bispo.Ele ate que fez um bom papel, não disse o contrario. Mas se recordas, ele não foi o único a ter essa iniciativa diante do actual PM. O Fortunato pires também o fez.E ate tinha provas.E o que aconteceu? Alerto-o, se recorda da estrada que o Sr Abilio Ribas abriu cá em Portugal na sua terra natal?? Lembra que o anterior bispo depois de ter essas manobras de interferência na sociedade em vários níveis, la surgiu como presidente da Assembleia do Banco verde ou equador?Agora resta saber a que titulo\qualidade estava o anterior bisco no Banco verde?Isso ninguém vê. O significado da minha frase, é a esperança de que este Bispo não tenha a mesma vontade que outro tinha.O abilio ribas queria obter a nacionalidade santomense,e la os ditos políticos encarregaram-se de meter o processo na gaveta.Agora não sei se já o deram. E hoje em dia o Estado deve ser um Estado Laico, isso sim. Se fosse lei do aborto ainda concorda plenamente consigo, mas na Politica concordo só parcialmente, visto que ele teve coragem em dar a cara relativo aos outros que não têm peito para chamar o actual PM de nome que merece. Obrigado pela atenção.

        • FC

          7 de Julho de 2010 as 17:22

          O Sr. Paracetamol500mg, escreve sem conhecimento de causa! Não admira tenho de adoptar esta alcunha, aconselho-o a mudar para outro analgésico!

          • Santo

            8 de Julho de 2010 as 19:08

            COMPATRIOTAS, VOÇES FALAM DO COITADO DO RAFAEL BRANCO COMO SE ELE FOSSE O MAIOR PROMOTOR E DEFENSOR DO BANHO EM STP.PARA QUE CONSTE, SEI DE FONTES SEGURAS QUE O HOMEM ATÉ NEM ESTA DE ACORDO COM ISSO, E SE O FAZ, É PORQUE TEM QUE COMBATER OS ADVERSARIOS COM AS MESMAS ARMAS. MESMO ASSIM, O MLSTP É O UNCIO PARTIDO QUE EM VEZ DE DINHEIRO VIVO, PREFERE OUTRAS FORMAS DE CATIVAR O ELEITORADO. SABEM QUEM FOI O INVENTOR DO BANHO?! FOI O MIGUEL TROVOADA. SABEM QUEM SÃO OS MAIORES PROMOTORES ACTUAIS DO BANHO FORTE E FEIO? ADI-PTRICE E MDFM-FRADIQUE.É A ESSES QUE TEMOS CRITICAR FORTEMENTE.

          • ilizate tavares

            8 de Julho de 2010 as 22:37

            o que se assiste em s.tome è uma decadência dos principios morais, um povo ignorante que se submete a ignorancao dos seus digirentes, ciente da sua ewscrtavidâo consensual è passiva,e mòrbida. o povo assite de camarote, o crime passivo o atentado contra td aquilo que se chama dignidade humana, os saotomense sâo inaptos para governar. esta provado isto.nâo se compreende onde exista um estado, leis , e deveres e direitos que se aceita que a justiça seje creulmente submetida pelo poder politico, axo que o pocvo saotmenese deviria entrar em consenso e pedir a naçôes unidas um atestado de incapacidade governamental, para deixar se e aprender a de novo. que povo è esse???? serà que a nossa escravatura nâo foi sifuciente para sermos e tentarmos amarmos, a nôs propios??

    • Fala cêtu

      7 de Julho de 2010 as 9:44

      “Quem cala consente”
      Seja como for, vejo a intervenção do Senhor Bispo como muito boa, sobretudo a frente dos outros Bispo do PALOP. Para quem é religioso, sabe como os irmãos da sua congregação passam as necessidades, deve ser profeta. Deve denunciar o que é mal, como fez, a frente dos seus irmãos e os fazedores dos males.
      Ao contrário do que passa com o governo dos primeiros-ministros que só tentam resolver os problemas das pessoas que vivem no capital do país e não conseguem, que sabem como vivem as pessoas nas comunidades e roças e não fazem nada. As religiões estão espalhadas por todos os cantos e vêem e vivem as misérias do povo e têm sidos solidários para com os mesmos. Logo, o Bispo faz muito bem em fazer esse apelo a todos os são-tomenses. Disto, espero que os responsáveis das outras religiões sigam o mesmo exemplo neste período pré-eleitoral, porque desta forma estarão a ajudar os seus irmãos, o povo e próprios governantes de stp.
      Só não entendo como as pessoas que desejam que stp seja um país desenvolvido, ou que seguisse o exemplo de cabo-verde, vêem a intervenção do bispo como interferência na politica de spt. Se queremos o progresso devemos pautar pela transparência. A transparência nesse período seria apelar as pessoas que não vendam as suas consciências, que não recebessem o banho, ou que não votasse por causa do banho.
      Abaixo o Banho!
      Abaixo a corrupção!
      Viva o amigo do povo!
      Viva STP!

    • triste

      7 de Julho de 2010 as 20:58

      se eles nao escutao bem emtao que seja com megafone na orelha deles,e se nao escutaren que se faça como se fes a nino vieira.eles precisao de sentiro o medo ,pois com conversa axo que ja nao vai la.

    • adilson

      8 de Julho de 2010 as 1:29

      VC E SIMPLESMENTE IGNORANTE………………………………….

      • adilson

        8 de Julho de 2010 as 1:31

        AQUELE INDIVIDUO QUE COMPARA DE FORMA DISCRIMINADA A POLITICA E A IGREJA, SE BISPO TEM RAZAO, QUE FALE

    • J.C

      8 de Julho de 2010 as 19:22

      Tens razão paracetamol e não só.Vamos por partes:Então se os partidos oferecem frigorificos, tv e carros aos eleitores é “banho”, mas se oferecem à igreja é caridade? Porque que a igreja aproveita também as alturas da campanha para fazer pedidos desses tipos? ou até carro, dinheiro para obras ditas sociais e até tinta e material para reabilitar igrejas?quem é afinal hipocrita? quem anda a enganar o povo? e quem é que quer escravizar quem? pensem nisso, companheiros e por tudo o resto, sabemos que a igreja hoje em dia não tem moral para criticar niguém.

  2. tagarela

    6 de Julho de 2010 as 15:21

    Sábias palavras que, espero tenham surtido efeito em alguns, se não muitos, que ali estiveram e/ou ouviram-no.
    Espero, entretanto que a igreja não interfira na política Santomense, pois a tentação é grande, não obstante as boas intenções. Viva STP!!!

    • Moreno

      7 de Julho de 2010 as 10:46

      Tagarela creio que a hipotese de interferir na politica do pais por parte da igreja e praticamente nula.mas vejo com bons olhos essas palavras isto para que o povo( a minoria) reflita um pouco.gratos

  3. Alberto Nascimento

    6 de Julho de 2010 as 16:25

    Come on!
    Esses senhores sempre souberam o que é “banho” para a democracio e como ele desestabiliza as coisas. È a corrupçao nua.
    O Bispo faz bem em tentar mas eles são homens grandes que estão nas tintas…

    O que querem é o poder, para isso mesmo que morram e sofram mais no hospital-sem-agua ou pela motobike-sem-responsabilidade eles estao nas tintas…

    Até o Fradique esta contra a corrupção.
    O homem que veio ao publico afirmar que é corrupto no dia 1 de Janeiro.

    Agora nas eleições são todos assim: bebés inocenctes!

  4. jaka,Fluta &Sousa

    6 de Julho de 2010 as 16:34

    Convenhamos!!
    As palavras são ditas e ouvidas.
    Não tenho dúvidas que que igreja quer passar uma imagem de boa gestão.Mas não devem esquecer os escandalos que igreja tem vivido nestes ultimos dias. Contas do vaticano, indicio de corrupção, Pedofilia, etc.
    Ja tivemos accionistas no Banco Equador, salvo o erro gente da Igreja.
    Muita Calma, senhor Bispo veja para os seus botões. Por acaso o MLSTP merece as suas advertencias, pois têm sido má Mãe e boa Madrasta.

    • FC

      7 de Julho de 2010 as 17:26

      Qual o problema em a Igreja ter acçoes de uma empresa?

  5. jaka doxi

    6 de Julho de 2010 as 16:40

    É nestas alturas que devemos todos apoiar alguem como o Sr Bispo que teve a coragem de dizer o que disse a frente de Man Rafa e dos muitos que lá estiveram.
    Pena é que como eles próprios custumam dizer,”o cão ladra e a caravana passa”.
    Tenham vergonha na cara pelo menos uma vez na vida e sigam os conselhos do Sr Bispo.

  6. fiáfluta

    6 de Julho de 2010 as 17:53

    Nem diabo consegue parar os senhores que dão banho. contra factos não há argumentos.

    Qual padre pode parar o banho. Até porque o banho tem dois caminhos. primeiro um tostão para comprar consciência do coitado que tem fome e leva algo para os filhos a fome, a maoir parte do banho é la para casa do que estiver a dar banho. Vai para conta pessoal. E muitas vezes prejudicando o seu partido financeiramente.
    Terminada as eleições o homem esta na plateia a solicitar o seu cargo de Ministro acordado.

  7. Antonio

    6 de Julho de 2010 as 17:53

    Olá amigos! Permitam-me!..
    Conhecendo a essência da Igreja, podemos ver que o seu fundador, Jesus Cristo, também manifestou abertamente contra os governantes, os políticos e até mesmo os homens da Igreja, que exploravam o povo, mesmo sabendo que devemos “dar a César o que é de César e a Deus o que é de Deus”.

    A Igreja é composta por cristãos. E os cristãos fazem parte da sociedade e contribuem para o desenvolvimento da mesma e do país em geral, com os seus trabalhos e contribuições fiscais. E é mesmo este país que os governastes estão fazendo dele o que bem entendem, para estarmos hoje como estamos; na miséria pura e fatal.
    Perante a situação de vida de cada santomense, a Igreja também escuta lamentos dos cristãos que vivem mal, fruto da corrupção e das maldades dos nossos governantes políticos, homens de esquemas, malvados (eu em primeiro lugar) e que muitas vezes se apresentam com o Nome de Deus nos discursos e reflexões.

    Considero aceitável, más não compactuo com o ponto de viste dos que dizem que a igreja não deve intervir quando as coisas vão mal … Não obstante que no seio da Igreja exista situações que se considere má, Ela (a Igreja) deve denunciar o mal… E si é um mal condenável que os políticos estão dando banho a população, apodrecendo a mente do povo, sim é. E um mal que demonstra a incapacidade e a impotência dos nossos políticos.

    O tamanho de danos que isto causa a nossa sociedade é incontável (si algo não acontecer, vamos colher frutos amargos destas acções diabólicas de busca desenfreada de poder …dinheiro…dinheiro…dinhiero).. e pior e que existem, nos cantos, pessoas assassinando outras por causa disto. E a Igreja deve matar-se distante da politica? Não!
    O objectivo não consiste em dizer: “-toma dinheiro e vota segundo a sua conhecia”… Temos uma país para construir, aproveitado o bom que existe e eliminando tudo de mau que existe. E que é muito! É esta a nossa luta.. devem ser estas a razões da nosso banho na consciência, como povo unido. Fora disto, são busca individual de poder. Nos, os santomenses, somos todos “iguais”.. será que existem diferenças entre os partidos políticos das nossas praças? Haver vamos!!

    O povo está passando a gostar da instabilidade politicas para que haja eleições periodicamente, para poder receber mais banho em curto espaço de tempo (dinheiro…dinheiro..dinheiro)… No parlamento, os Deputados dos partidos que saem derrotados, e que gastaram muito dinheiro nas campanhas, fazem de tudo para a queda dos governos (custe o que custar), vivendo contradições internas nos partidos. Enfim!! tudo isto se chama buscas individuais de poder (1º eu, 2º eu, 3º eu, 4º eu.. etc. eu)… não têm interesse nos males do nosso povo (150000 habitantes) .

    O falecido, santo Papa, João Paulo II teve intervenções importante na historia do mundo contra a guerra e lutou pela paz no mundo, há todo custo. Perante isto, sendo São Tomé e Príncipe, um pais em que vivemos como se tivéssemos sido atingido por um bomba nuclear, a Igreja deve exercer e bem o seu papel, com toda força; denunciando o mal.
    O que falar então quando os partidos políticos que usam musicas religiosas para cativarem a população…? ai ai ai TEMOS QUE TER CUIDADO… ISTO NÃO ESTÁ PARA BRINCADEIRA…

    Os políticos têm que ser homens de palavra, homens que cativam o coração do povo, com sinceridade, homens que abrem os olhos do povo, homens com menos mancha possível (homens com moral, princípios, favor e inteligentes), homens que o povo mesmo trata de proteger, que promova unidade nacional e a harmonia entre todos.. Mas como os políticos de STP, não têm palavra, eles usam o BANHO como seus porta-vozes. E o povo, ignorante, vai gritando VIVA..VIVA..VIVA!!.. Que baixeza! Estão comprando o espírito do povo santomense, que por esta razão, mesmo que as coisas andem mal no país não terão capacidade de si manifestar!
    Mas seja como for, um dia tudo isto terá o seu fim. Viva a vida.

    • fiáfluta

      6 de Julho de 2010 as 20:36

      Bem dito. Espero que se de coração.

    • Esclarecimento

      7 de Julho de 2010 as 11:47

      Acho que esta historia da igreja esta muito mal contada. A igreja surgiu para dominar o povo em favor do Rei, Estado,colonização. E a igreja expandia exponencialmente através dos crentes. Mas lá se foi a idade media. A igreja deve sim esclarecer a população e não agir directamente contra o Estado.Igreja não deve desafiar o Estado, porque cada um sabe o papel que desempenha na sociedade. Se as coisas estão mal, cabe ao bispo alertar ao seu rebanho que aquilo esta errado, dizer o que é certo e o que é errado, e não agir como um adversário.Essa atitude deveria ser tomada por um Politico Santomense e não por um Bispo.
      Agora, os senhores que defendem a intromissão da igreja na politica, olha em redor, analisa, e responda-me pq carga d`agua há muitas igrejas a surgir em STP ou regies carenciadas? E os seus lideres com grandes casas?
      Quando é que haverá um Bispo santomense? População santomense gosta muito de agarrar-se aos outros que tomam frente, nunca agem por iniciativa própria e nunca ajuda os que tomam frente em situações difíceis, quando as coisas correm mal, principalmente os que estão cá a defender o sr bispo. Qdo derem ultimato para este Bispo sair,veremos quem irá ficar do lado do Sr.Bispo. Não estou contra o Sr.Bispo nem contra a Igreja, simplesmente há que saber separar as coisas.
      Acho que a população esta toda ela ciente que o “Banho” não é boa pratica politica, mas cada um vai querer tirar o seu pão de 5anos sem salário digno, ate quem comenta aqui, também tira o seu. Agora votar livre e conscientemente, isso é que é a pedra essencial. Há que comer, mas na hora do voto, que seja um voto livre…ai a pratica de “Banho” acabará.

      • FC

        7 de Julho de 2010 as 17:41

        Meu caro amigo,

        Penso que a questão fundamental aqui não é a Igreja, mas sim a política, ou a forma como ela é feita em STP. Porque, quer queira quer não a política está em todos os domínios da sociedade.
        Não se trata de criticar quem é beneficiado com o dito “banho”, porque este sempre existiu e sempre existirá em todas as sociedades ditas democráticas e em diversas formas.
        O grande problema em STP, é o elevado grau de pobreza da população, o que faz com que este fenómeno do “banho” tome proporções alarmantes e preocupantes. E é contra a dignidade do homem, ter que esperar um período de eleições para poder ter acesso a um pouco de felicidade.
        É mau para a sociedade, é mau para os partidos políticos porque estes irão estar a formar maus cidadãos tanto do lado de quem dá como de quem recebe.
        Não me alongo mais, mas penso que as palavras do Sr. Bispo não reflecte um ingerência nos assuntos políticos mas é um grito de alerta de quem pode e deve falar, e é ouvido, sobre os males da sociedade, e em busca de um futuro melhor para STP.

  8. Teodoro Menezes

    6 de Julho de 2010 as 18:33

    Sr.Bispo!Falando assim o Sr.está a mexer
    com toda estrutura política do país de
    topo à base.Portanto, vai com calma se
    quer terminar a sua missão para não ser considerado persona non grata.Se o povo não aprende à sua custa,então a ferida não está a doer.Obrigado Tela Non

    • triste

      7 de Julho de 2010 as 21:09

      olha o tretas tu pareces dono de sao tome e partes logo para ameaças ao homen.fazes isto porque o banho ja esta no teu bolso?ou estas a beijar os pes do partido em busca de um tacho?se STP nao fosse uma ilha certamente que STP nao teria populaçao para a tua quadrilha mandar entao voces matavao ums aus outros como caens famintos que sao.bando de açassinos.

    • Teodoro Menezes

      8 de Julho de 2010 as 7:39

      Caro triste
      Não disse que não concordava com alerta do Sr.Bispo,estou a imaginar o impacto desta posição junto à classe política e sabes que as verdades doem e o dito alvo não receberia esta mensagem de bom agrado porque são os principais promotores deste fenómeno. Pergunto:quantas figuras ligados aos principais partidos apoiaram esta mensagem? A partir daí fica tudo em aberto. Obrigado Tela Non.

  9. Chicodesperto

    6 de Julho de 2010 as 18:47

    Concordo com jaka,Fluta &Sousa.
    A Igreja e religião seja ela qual for é uma referencia moral para qualquer sociedade desde que assumam a verdadeiramente a doutrina de Cristo e /ou Deus. A doutrina do perdão de solidariedade de compaixão de de verdade simplicidade de tolerância do amor etc etc
    Mas será que igreja actual esta a altura desses desafios. Nada disso. Basta ver o que é hoje os países ocidentais cuja a base da sua fundação é a matriz judaico crista mas onde o primado do materialismo e o egoísmo é uma realidade quotidiana. Sobre isso pouco ou nada pode fazer a igreja liderado pelo ultraconservador Beto 16. Parece que em África a igreja tem mais seguidores e influencia que na Europa o que é bastante irónico pois foi da Europa que partiu a evangelização.
    Nos países ocidentais os jovens frequentam mais as discotecas do que as igrejas onde é mais frequente ver pessoas da terceira idade. Mas concordo com a sua eminência nada de banho nae eleições o povo santomense e digno e merece respeito dos agentes políticos

  10. Vitorino

    6 de Julho de 2010 as 20:46

    Isso mesmo! Obrigado Sr. Bispo, já que ninguém do escalão fala e nem assume seu conformismo com a situação, a igreja faz a diferença! Pois o resultado do “Banho” é como o resultado de quem tem um olho na terra dos cegos! Dar poder a uma “cambada” que acha que está a gerir um “quiosque” e não uma nação!
    Mais uma vez, muito obrigado Sr. Bispo!

  11. "Nós por cá e a nossa Maneira"

    6 de Julho de 2010 as 23:25

    …..espero sinceramente que estas palavras tenhem entrado e permanecidos nos ouvidos dos santomense……. e que tenha adormecidos na mente do povo……………e que na hora de votar lembrem destas sabias palavras e votem com consciencia e pensem no futuro do país…….e que façam uma escolha consciente, não se limitando apenas a pensarem em satisfação momentanea dos interesses pessoais, que o dinheiro do banho lhes possam proporcionar………..

  12. Don

    7 de Julho de 2010 as 8:18

    Ficofeliz de houvir isso, e quem diz q n si pode mistura polica e religião tem razão, mas si ninguem faz nada alguem tem q fazer alguma coisa pq isso é mesmo uma vergonha e lhe dou toda razão de aquilo q abordou, fiquei mesmo feliz, força.

  13. Moreno

    7 de Julho de 2010 as 8:24

    Creio que as palavras do Bispo peca por chegar tarde.Quanto a mim nao e interferir na politica do pais.Seguramnete que as entidades governamentais irao reagir e pode acontecer ate que expulsem este senhor do pais por falar a verdade.

    • triste

      7 de Julho de 2010 as 21:14

      podes ter isto como certo.para viver em STP tens k ser aldrabao e mentiroso.

      • Patriota

        8 de Julho de 2010 as 17:25

        Sr. Triste
        Se calhar não vive en STP por isso faz essas afirmações levianas. Talvez não reparou que está a chamar mais cem mil pessoas que vivem em STP de aldrabões e mentirosos. Meça as suas palavras. Eu vivo em STP e nem por isso sou aldrabão nem mentiroso, em STP há muita gente honesta e que têm contribuido para a seu país muito mais que aqueles que vivem fora e só sabem é criticar e pensar que são melhores que os que cá estão. Faça algo de possitivo para STP… Criticar por criticar não leva a nada, apresente soluções….

        Não se podia esperar outra coisa da Igreja (neste caso a Igreja Catolica) O “banho” é um mal que enferma a nossa sociedade, até para fazer o cartão de eleitor tem que haver “banho”, mas a solução disso depende de todos nós, cada um de nós podemos fazer a nossa parte, se aconselharmos os nossos vizinhos, os nossos amigos e todos os que nos são proximo para a mudança de comportamento e de atitude, quem sabe as coisas não mudem…
        Viva STP

        • triste

          9 de Julho de 2010 as 15:47

          realmente nao vivo em STP mas isto nao faz de min menos patriota k o senhor ou talves mais k o senhor eu sai de sao tome com 9 anos de idade por motivo de falecimento da minha mae tive k ir a STP.foi o maior choque que tive pois tive noçao que o pais estava 20 ou 30 anos atrasado.entao nao fui de modas regreço a portugal junto as minhas economias e levo para STP uma carrinha iveco e um citroen xm 30 mil eur e ideias de montar uma empresa empresa.entao os sao tomenses começao a mostar as garras,na alfandega para levantar os dois carro mesmo com estatuto de sao tomense que regreça definitivamente ao pais paguei a volta de 60 milhons de dobra um diretor para me acinar simples docomento diz me que ten que ser meu socio (ou seja a acinatura dele vale metade do meu dinheiro)trabalhador ven dimanhan trabalhar e dis k alguen da familha esta duente pede dinheiro para o remedio vai para almoço e nuncamais aparece sacos de cimento que desaparece em plena obra comerciante desonesto ao ponto de k eles veren a cara das pessoas se entenderen que nao vives a muito tempo em STP eles cobrao 3 veses mais caro.eu gastei au todo 80mil eur la e hoje eu sou claro consigo dezaconselho todos meus amigos a investir em sao tome.hoje o meu carro foi vendido a antonio da rosema e digolhe vou de ferrias a todo o planeta mas a sao tome so mesmo em caso de vida ou morte.sempre recusei a nacionalidade portuguesa pork achava k com resicdencia estava bem mas depois de passar por experiencia que passei assim que cheguei tratei logo e hoje ja o tenho e entendo todos que nao queren saber de ouvir sequer falar de sao tome.O PAIS NAO E MAU MAS AS PESSOAS…….SAO DIFICEIS.
          hoje tenho 40anos conheço meio mundo e estou a pensar viver a minha reforma em moçambique.pais do qual vou sempre que posso.ATE A MINHA MULHER QUE E SAO TOMENSE TAMBEN ADOROU O PAIS. E VIVA SAO TOME TAMBEM PARA TI.

          • triste

            10 de Julho de 2010 as 7:08

            nao e a toa que escolhi este nome.sabes porque que a minha mae morreu? sofria de diabete e assim que chegou a hospital derao lhe soro de açucar no vosso hospital.mas no certidao de hobito ven escrito paludismo,para uma pessoa que foi de ferias a pais natal com as vacinas de viajante em dia……la e uma tristeza .

      • bijeca

        8 de Julho de 2010 as 21:57

        concordo,consigo mas,nao siga este caminho meu amigo.

  14. Conheça a verdade

    7 de Julho de 2010 as 9:44

    Os políticos sao corruptos, o povo é corrupto, a sociedade em geral está corronpida; reflexo fiel das palavras do nosso Senhor: Sem mim, nada “de bom” podeis fazer. Sem o poder transformador de Cristo na nossa vida mesmo que queiramos nao podemos fazer boas coisas.

    Esse é o papel da igreja, proclamar a verdade transformadora de Jesus como soluçao a todos os nossos problemas: corrupçao, degradaçao moral, banho …. e não ha nada de mal o Sr. bispo exortar tanto aos políticos como ao povo em geral contra esse mal. Mas o que é muito grave, e por isso compreendo o temor de alguns, é a união entre a igreja e o estado. Afastados são instituições que podem em muito contribuir para o bem do povo, mas unidos tornar-se-ão um mostro perigosíssimo para todos.
    Por essa razão, Sr Bispo e toda a igreja em geral, Tudo o que estiver a vossa disposição, em nome de Jesus, façam para o bem desse povo, mas nunca se interfiram nem se unam com a política para o bem desse mesmo povo.
    Sim, Jesus criticou, apelou, condenou os políticos de antanho mas nunca interferiu nas decisões políticas.
    Que Deus nos proteja e nos guarde.

  15. Hiostrelino Vaz (H. V)

    7 de Julho de 2010 as 14:13

    E COMPLICOSO, como costuma dizer o Comico jornalista Angolano

  16. Nega

    7 de Julho de 2010 as 15:11

    Obrigado sr Bispo,é importante que as igreja de algumas forma possam dar seu contributo para desenvolvimento da nossa sociedade. Quém sabe com as suas palavras os nossos digirente tome vergonha na cara e comecem a encarar as suas reais responsabilidades. O Povo de STP agradeçe as suas palavras.

  17. MARIO PINTO

    7 de Julho de 2010 as 16:03

    Muito obrigado Sr. Bispo
    Muito obrigado Sr. Bispo
    Pagam 50.000.00Dbs para ficar no poder 48 MESES ABRA OLHO AO POVO
    FUI

  18. Fia Luxinga

    7 de Julho de 2010 as 16:37

    É bom saber que senhor Bispo esta dentro da cultura santomense, e com pouco tempo presente nesta Diocese já conhece malandrice, dos nossos governantes que somente sabem mentir ao povo, mas em contrapartida fazem as respectiva vida, tendo em média uma esposa e 3 amante, na qual os créditos pedidos ao exterior é que os alimentam, e zé povinho a cada dia que passa mas pobre nem se quer um pão para comer por dia, e muitos ainda vem dizer que é por serem preguiçoso. Quanto isto de Dizer que a igreja não pode meter na política é somente expressão utilizada para enganar o povo, já viram uma festa de santo em S.tomé na qual não estão apresentado membro do governo? Até então que saíba não. São os primeiros a estarem sentado e muitos dizem porque antes ia a igreja mas se formos ver nunca, talvez quando era para ser padrinho ou madrinha de uma criança depois quando tornam membro de governo vão constantemente para dizerem que são pobre e estao a passar-se mal tb,é uma forma de enganar povo. No passado o antigo bispo era um dos accionista do banco em S.Tomé, saibam que todos são humanos, por isto tem necessidade a praticar todas actividade, principalmente nesta nova fase da globalização

  19. Oracle Paul

    8 de Julho de 2010 as 11:32

    vamo la ver se ainda não tamos a tempo de assistir o Bispo a anunciar o Partido Católico.

    Só estou a ser sarcástico mas, mais uma vez, em STP ja nada me surpreende.

  20. Lima

    8 de Julho de 2010 as 17:37

    Obrigado sr. Bispo
    Essas suas lindas frases enchem-me de orgulho pela curagem que teve de publicamnte e frontalmente dirigi-las. Aconselho todos Pastores doutras religiões a optarem pelo msm princício ao seus irmãos. Juntos podemos contribuir para que duma vez por tds o banho fique na história do país. Po outro lado suplico tb Os orgão de comunicação a manterem insistentemente o slgam” NÃO DEIXE SER COMPRADO A CONCIENCIA POR OFERTAS OU BANHO”

  21. Medeiros

    9 de Julho de 2010 as 1:05

    Eu já vi esse filme, ainda era pequeno, já era do BENFICA ! RRSR
    Sai bispo entra bispo ..saí miguel entra manuel sai pinto entra branco … passam 35ªanos após a independência .. as empresas foram compradas .. pobreza extrema .. hospital sem água ..pais sem inergia .. sinceramente não há palavras para esmiuçar tudo que vem a mente..
    Partido politicos só aumentam ..deixamos de ser colonizados pelos português e passarmos a ser colonizados por um grupo de pessoa .. CHEGA !CHEGA! Deus olhe para STP .

  22. Moreno

    9 de Julho de 2010 as 13:11

    Amiga “ilizate tavares” com muito respeito pelo que escreveu , devo dizer que nao sei em que patamar vive , mas nao interessa.dizer lhe tambem que o povo de STP nao e um povo ignorante nao estou de acordo consigo.ha diferencas entre debilidade e ignorancia.em termos de estado de espirito o povo esta debil, a miseria e extrema que ate muda o carcter das pessoas,ha pessoa mais e ha menos fortes nem todos somos iguais nesse aspecto. pois com a miseria que ha no pais para a grande amioria , para a maioria martir , para a maioria colonizada pelo seu irmao o minimo ja e muito, portanto e o que se passa.obrigado

  23. D'Jamira

    9 de Julho de 2010 as 22:51

    Apesar da igreja está separadamente da religião, isto não significa que deixe de dar á sua cota parte de contribuição quando as coisas estão erradas.
    Cada um de nós estamos interagido na sociedade, ou seja, os grupos particulares, a pessoa individual ( a igreja, associação, grupos políticos, grupos cuturais etc, etc…), cada um de nós temos um papel importante para o desenvolvimento de uma comunidade.

    Por esta razão, é positivo a opinião do senhor Bispo, pois se cada um de nós conscecializarmos, é óbvio que começamos a desempenhar um papel activo na sociedade e contribuir para o bem estar material e esperitual. Para isso é preciso primeiramente que, falemos, e por consiguinte por em prática a teoria.E povo santomense consome a realidade sendo que,são ignorantes e covardes.Os políticos são capazes de submeterem a tudo para conquistar o poder. E o nosso povo preferem escravidão do que a liberdade. Deixam se levar pelo fenómeno” banho”, pois os dirigentes tomam o poder e faz dela como se fosse a sua casa. E o que acontece verdadeiramente, é que 35 anos de indepedência são 35 anos miséria total.
    Democracia encaminhada para miséria, democracia para escravidão.Liberdade jamais, se continuarmos na pacividade, na cedência, etc … Discurso lindo na Democracia é indespensável, mas não se esqueçam que são discursos enganadores e o que nos interessa de facto é o futuro saudável de S.TOMÉ E PRÍCIPE PORQUE A MAIRIA ESMAGADORA SÓ SE PREOCUPAM COM DISCURSO E ” BANHO” QUANTO ESTAMOS Á BEIRA do abismo.É necessário que tenhamos os olhos bem abertos.
    Obrigado.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo