Mais novidades a respeito da Fauna são-tomense

Ricardo Lima, corrige algumas informações relacionadas com a notícia veiculada pelo Téla Nón sobre a fauna São-tomense, considerada como uma das mais ricas do mundo pela BirdLife International e acrescenta novos elementos.

Vou aproveitar a dica para fazer algumas correcções e acrescentos ao
artigo do Téla nón:

- A fauna de STP não é das mais ricas do mundo. Como não podia deixar
de ser a avifauna de STP é bastante pobre (a insularidade tem esse
efeito, em especial em ilhas tão pequenas como é o caso), ou seja tem
poucas espécies de aves: 35 espécies terrestres residentes no Príncipe
e 50 em São Tomé.

- O que acontece é que STP tem um número muito elevado de espécies
endémicas, isto é que não ocorrem em mais local nenhum do mundo: 9 no
Príncipe, 17 em São Tomé e 3 partilhadas por ST e P (num total de 29 e
não 32). As ilhas oceânicas do Golfo da Guiné são de facto a zona do
planeta com maior concentração de aves endémicas (número de aves
exclusivas por unidade de área);

- Este elevado número de endemismos não é no entanto novidade, aliás
já é um facto conhecido há mais de 100 anos, aquando da descrição da
maioria das espécies de aves de STP. E também há muito se sabe que
este elevado grau de endemismo se extende a muitos outros grupos
(plantas, anfíbios, escaravelhos, borboletas);

- A BirdLife International não é norte-americana. Tal como o nome
indica é internacional. Tem a sua sede em Cambridge (Inglaterra) e é
parceira de associações que estudam e protegem as aves em muitos
países do mundo. Em STP ainda não tem um parceiro oficial, embora
tenha estado a trabalhar com a Associação dos Biólogos Santomenses
(ABS);

- A BirdLife International não veio a STP fazer nenhum estudo, mas
sim, em conjunto com a APLORI, apoiar a formação de santomenses para o
estudo e conservação das aves. Desta feita os únicos estudos
realizados, foram os desenvolvidos pelos formandos no decorrer da
parte prática do curso;

- No link colocado pelo Gerhard (Globally threatened species in São
Tomé e Príncipe) é possível observar uma lista das espécies com
estatuto de ameaça que ocorrem em STP. À excepção do
ganso-patola-do-Cabo (Cape Gannet Morus capensis) são todas endémicas.
As 3 espécies marcadas com CR (criticamente ameaçadas, a vermelho) são
as mais ameaçadas: ibis ou galinhola (Dwarf Olive Ibis Bostrychia
bocagei), picanço (Sao Tome Fiscal Lanius newtoni) e anjoló (Sao Tome
Grosbeak Neospiza concolor). Para além destas espécies foi
recentemente reconhecida uma outra, o tordo-do-Príncipe, que é
possivelmente a mais ameaçada de STP apesar do seu estatuto ainda não
ter sido definido.

Cumprimentos,
RICARDO Lima.

  1. img
    atencao!!!!! Responder

    é bom que aclaracoes dessas sejam feitas, porque muitas vezes, com o entuito de vangloriarmos sempre o nosso, pois desdenhamos e esquecemos que o planeta terra se compoe de 235 paises, e o nosso, embora que nos nossos coracoes, seja o mais belo do mundo; mas na imparcialidade do saber e do reconhecer, existem outros paises com aves, paisagens, animais, …etc, tao belos ou mais belos que o nosso!

    achei muito positiva e imparcial o arito acima escrito.

    • img
      J&B Responder

      Amigo, por favor procure esclarecer-te bem!A qestão de quantos países existem no Mundo, no Planeta Terra, não tem uma resposta considerada completamente correcta, no entanto segundo as diferentes fontes, a resposta pode ser 195 ou 194 (se não considerar Taiwan um país independente). E o país mais recente é o Kosovo que se tornou independente em Fevereiro de 2008.
      Com Humildade!

  2. img
    atencao!!!!! Responder

    correccao: “acima” escrito.

  3. img
    Madalena Responder

    Cada um quer mostrar o que sabe nesse espaço . Muito bem, eu ja tinha visto comentarios que falavam a “Teoria da Biogeografia das Ilhas”, até uma pessoa disse, se se tratasse de Biografia, e foi dito não!!
    É teoria da Biogeografia das Ilhas, essa teoria explica a ocorrencia de especies em pequenos espaços insulares como o nosso O senhor Ricardo fica calmo.
    Estudantes de Ecologia, e muitos habitam em sao tome e principe, pelo menos 200 sabem disso.
    Qualquer dia vem alguém a dizer que temos petroleo!!
    Ja sabemos a bUE de tempo que temos petroleo , gas natural, etc, estavamos a tentar tirar o MLSTP do poder para se começar a reverter os rendimentos do ouro negro as camamdas mais carenciadas..
    Bolo bolo.

  4. img
    atencao Responder

    agradeco-te a tentativa de acerto caro, J&B , mas a verdade é que estás a dar os teus dados em funcao daquilo que os estados unidos e as nacoes unidas reconhecem, mas na verdade, podes ler boas publicacoes tambem independentes, que olham pra o vocábulo pais, na perspectiva tambem de nacao, que do ponto de vista politico sao diferente, mas que do ponto de vista estátistico e demográfico tambem tem outra arista,´e é neste prisma que as colunas, revistas e outras fontes aludem ao referir-se á paises.
    e é neste mesmo prisma que vejo tambem, e nao apenas no prisma reconhecivel pela ONU ou EUA.

    contudo, agradeco-te o intento.

Deixe um comentario

*