Jovens da Vila de Bombom e arredores debateram “Processo de Mudança”

A inserção dos Jovens no “Processo Mudança”, foi o tema de uma palestra realizada este fim-de-semana na vila de Bombom. Filinto Costa Alegre, foi o principal orador da palestra que pretendeu orientar os jovens para a União, e para adopção de uma atitude activa em relação ao país.

O desejo de mudança que domina o país, ganhou mais uma vez expressão clara, nas eleições legislativas de 1 de Agosto último. Numa sociedade que respira mudança, os jovens da Vila de Bombom querem saber qual o papel que a juventude deve desempenhar. «Apercebemos todos de que há uma vontade de mudança. Há novas autoridades que fazem da mudança o seu cavalo de batalha e pensamos que a juventude deve ser também o factor da mudança», afirmou Filinto Costa Alegre enquanto principal orador da palestra.

No evento organizado pelo grupo Juvenil da vila de Bombom, os jovens responsáveis por diversas organizações da região de Mé-Zochi, foram orientados a seguir a pista da união de forças e vontades, para impulsionar a Mudança. «Que os jovens se organizem, se unam e deixem de ter atitude passiva contemplativa, e passem a ser uma força activa. Para que os jovens despertem», sublinhou Filinto Costa Alegre.

Os jovens representam mis de 60% da população são-tomense. Uma maioria que para além de ser a principal força de trabalho, tem também nas mãos o destino do país, através do exercício do poder político.

Abel Veiga

  1. img
    DLima Responder

    Vejo estas atitudes do Dr. Filinto como um prenúncio a sua candidatura ao cargo de Presidente da República na próxima eleição presidencial.

    • img
      OVJ SEMPRE!!!! Responder

      Mas quem são voçês para questionarem a dedicação desse cidadão à causa da juventude?! Um homem que ainda jovem, abandonou os seus estudos para ser um dos fundadores da CIVICA e regressar ao seu país para dar um impulso final na luta pela independencia…Um homem que em 1990 esteve na vanguarda do estabelecimento da DEMOCRACIA em São Tomé e Principe como um dos fundadores do Grupo de Reflexão…E um homem que no inicio da decada noventa congregou, incentivou e ensinou varios grupos de jovens que andavam perdidos na nossa capital a espera da dita bolsa de estudo depois de terminarem o 11º ano, dando-lhes um objectivo, uma ocupação produtiva e apontando um rumo, comportando-se como um professor e sobretudo como um amigo mais velho que os ajudou a fundar uma das organizações juvenis mais importantes da historia de STP: A OVJ, Organização Voz Jovem, detentora do Jornal “O Invasor”. Será que ele também fez isso por motivações politicas? Será que ele na altura já queria se candidatar? Não, meus senhores! Em nenhuma reunião de trabalho, em nenhuma palestra, em nenhum forobodo, em nenhum encontro informal, falou-se de politica no seio da OVJ, que congregava na altura jovens de varios quadrantes politicos de STP. O que o Filinto Costa Alegre tem, é fruto do seu suor e trabalho, já que nunca esteve no poder para “mamar”, como uns e outros e aposto que se for realmente candidato, a primeira coisa que fará, será declarar os seus bens ao tribunal, como tem defendido sempre, sem medos e receios, já que quem não deve, não teme.
      Siga em frente Filinto, força, estamos contigo!!!!

  2. img
    Matabala Responder

    Quando a oferta é demais até os Santos desconfiam…Realmente esse Sr. Costa Alegre vai querer alguma coisa em troca…
    Mas que ele tem razão tem.
    A juventude são-tomense precisa tomas uma posição na sociedade, fazendo valer a soa força e o seu potencial.
    Só que para tal é preciso que o governo esteja aberto a isso, dando oportunidade, criando gabinetes de apoio a juventude, politicas de incentivo ao empreendedorismo, etc.

  3. img
    mario Pinto Responder

    Concordo plenamente com DLima.
    E mesmo isso nao a fumo sem fogo.

    Jovens de Bombom abram os olhos com os oportunista do Poder.

    fui

  4. img
    Matabala Responder

    Quando a oferta é demais até os Santos desconfiam…Realmente esse Sr. Costa Alegre vai querer alguma coisa em troca…
    Mas que ele tem razão tem.
    A juventude são-tomense precisa tomas uma posição na sociedade, fazendo valer a soa força e o seu potencial.
    Só que para tal é preciso que o governo esteja aberto a isso, dando oportunidade, criando gabinetes de apoio a juventude, politicas de incentivo ao empreendedorismo, etc.

  5. img
    budobaxana Responder

    Dr. Filinto ,

    Porque nao reuni-los e incentiva-los a frequentar cursos de formacao profissional,modificar os comportamentos em relacao a higiene e proteccao do meio ambiente,buscar formas alternativas de insercao na sociedade santomense de hoje.

    Tem que necessariamente explica-los como fazer politica ?

  6. img
    Manga safú Responder

    Filinto, depois de ganhar muita massa com o processo de porto de águas profundas agora vai aparecer como um salvador da pátria, com uma candidatura a Presidência da Republica. Haja paciência para aturar esses oportunistas do poder.

  7. img
    dinheiro é capim Responder

    Filinto merece. O homem batalhou muito para STP ser independente. Ele não lutou nos anos 1974 e 1975 para os Patrices Trovadas e outros que andavam a dormir e a viver a vida de filho de papa aproveitarem da independencia para tornarem ricos em nome do povo. Abaixo os oportunistas.

  8. img
    P.F. Responder

    Coisas & Lugares: 27.Set.(2010)- Mais uma vez venho marcar a minha presença neste espaço de diálogo e de debates para manisfestar a minha opinião a cerca de alguns comentários que recaíram sobre a palestra que teve lugar no passado fim-de-semana, na localidade de Bombom e arredores, subordinado ao tema”Processo de mudança”,apesar da distancia, estes assuntos mexem comigo, como Sao Tomense que sou e homem interessado pelas causas maiores não poderia deixar de intervir,o que leva-nos todos juntos a uma reflecção profunda.
    Encho-me de satisfação quando oiço filhos de STP a falerem de assuntos tão interessantes tais como: Repensar o País: a ducação,a formação, a sustentabilidade e atrevo-me a acrescentar mais,a coesão nacional,a nossa socialização perante os outros e necessidade de haver entre nós um discurso mais mobilizador capaz de galvanizar e apaixonar a opinião publica,suscitando interesses para os debates,simpósios,seminários e outros afins nas rádio, na TVS e nos mais variados orgãos de imprensa nacinais e estrangeiras de modo a empurar o País p’ra frente.
    Se não vejamos,temos que adptar uma postura de ambição(no bom sntido), sentir o País e investir com sabedoria na forma como vendemos a imagem e o rosto de STP ao exterior.Na verdade todos somos poucos para erguer este nosso cantinho de terra, situada na linha do Equador.O nosso País, hoje mais do que nunca precisa de renovar as esperanças e não perder de vista o factor sonho, uma vez que o sonho comanda a vida,defendendo quer do ponto de vista,pessoal,colectivo,profissional e social, o conceito de que em cada cidadão Sao Tomense espalhado pelo mundo existe um Embaixador.Através do Digital “Tela Non”, chega-nos notícias que dão conta desta palestra que foi moderada pelo Filinto Costa Alegre, o que é de louvar exemplos como estes, se é que não exista segundas intenções. Como democrata que sou qualquer cidadão tem este direito,mas é preciso semear para depois colher.Importa aquí salientar que iniciativas do genero recomenda-se por Temense geral a desperta-se e chamar a sí responsabilidades mais acrescidas na promoção de atitudes de sensibilização e de sociabilização na luta pela promoção de mudança no País.
    Deixo ficar aqui os meus parabens,na convicção de que acções como estas devam merecer consideração de todos nós para mobilizar recursos,vontades e meios com vista a permitir com que esta juventude acredite no futuro e participe de forma activa nos desafios a que nos propomos.

    ACIMA:Juventude de Bombom;

    ACIMA. Filinto Costa Algre;

    Viva STP

    Porque o País precisava de um jornal digital assim.

  9. img
    lolo dedo Responder

    o povo que nao seje parvo ele também esteve na libertaçao do pais e nao ajudou nada para desenvolvermos nao vaiam em conversas fiadas ele ja esta bem na vida apostem em gente nova com novas ideias se ele é tao bom politico porque nao contribui para um stome melhor ?

  10. img
    lolo dedo Responder

    melhor salario mais trabalho sem trabalho nao ha dinheiro para salarios do ceu cai chuva e ja esta a faltar

  11. img
    Adriano Málé Bobo Responder

    Este senhor,está interessado a candidatar como presidente da republica, porquê não jogo com este jovens inocentes, sem saber qual será a intenção dele

  12. img
    deixa a vida me levar Responder

    Coitadinho… do filintinho, depois de activista da civica, jurista do silêncio das facatruas do Banco Central, Novo RUMO, e agora porque o malugrado do seu parceiro partidario menciono-lhe pronto avoca-se estar a altura de ser presiudente….só na àgua -Porca ….

    Porque o presidente dos santomenses vem ai.
    sem presas, meu mano PINTO

  13. img
    Madalena Responder

    O meu modesto comentario.
    O Dr Filinto perdeu uma grande oportunidade para se afirmar enquanto politico amigo deste povo, embora tivesse no passado uma grande contribuição na civica. Durante os 35 anos, fez a sua vida pessoal, esqueceu o povo, agora surge como palestrante, homem de ilações para os jovens. É tarde, tarde piaste. Hoje o povo deseja gente amiga, gente que não destingue rico e pobre, criolo ou foro genuino, angolar ou mino ié, ou coisa parecida, gente que vive o sofrimento do povo. Gente que sabe quanto custa viver sem dinheiro para comprar adalate, ou uma simples aspirina, gente sem tecto, sem nada, gente que falta 1 euro, por dia, enquanto o Dr apoderou-se da maquina admistrativa, fazendo as consultorias de varia indole, deixando para tras os jovens de Bombom e de outras localidades. Enquanto o Fradique comprava cacau ao desbarato, suor do povo, o senhor Dr recebia valores incalculaveis de entidades nacionais e estrangeiras em trabalhos que proprio o país estando organizado podia dispor. è por isso e por outras que nunca fez parte do governo, para comer sempre e limpo. Agora quer ser presidente da republica, se senhor. O Dr disse que vendia conhecimento enquanto o Fradique vendia cacau, ambos comerciantes. Espero que estas suas actividades foram licitas, para não ver o seu nome na praça. Sendo certo que o trabalho foi honesto.
    Espero que agora tenha recursos para entregar aos jovens para realizarem actividades em todo STP, o homem tem grana. O lugar de Reitor uma Universidade Publica STP lhe fica bem. O senhor não geito para lidar com os pobres e miseraveis de STP. Boa Sorte.

    • img
      Joana Trindade Responder

      Porquê que a senhora Madalena em vez de criticar a eventual candidatura do senhor Filinto Costa Alegre não se chega a frente e, também ela, se candidata ao cargo de presidente da república ? Seria uma boa solução, já que a senhora que, aparentemente, fez ou faz muito pelo povo deve ter uma grande aceitação por parte do povo. É uma boa altura para a senhora mostrar ao povo o que vale como política ou gente do povo. Chegue-se a frente , por favor em vez de andar a fazer estes comentários patéticos, tristes e com laivos de ignorância. Até parece uma pessoa frustada com a vida ou com problemas pessoais ou de outra natureza. Ou a senhora quer impedir o senhor Filinto de se candidatar? A senhora acha que tem este poder? Quem lhe deu este poder? Qualquer pessoa pode perfeitamente candidatar-se a qualquer cargo político no país desde que reuna condições legais para o efeito. Repare que a senhora não faz críticas políticas ao senhor Filinto Costa Alegre, limita a fazer críticas pessoais. Quem lhe deu este direito? A senhora pensa que está num país de regime totalitário ou de partido único? O tempo do seu MLSTP já acabou. Se a senhora quiser candidatar-se tem todo o direito de o fazer e eu serei o primeiro a criticar quem apareça por ai a questionar este seu direito. A democracia é mesmo assim. Não faça aos outros aquilo que a senhora não gostava que lhe fizessem.
      Joana Trindade. Fui…

  14. img
    SUBÁ Responder

    Alguma fez na vida do senhor Filinto, se preocupou com a Juventude santomenses?
    Agora todo mundo já quer saber da juventude, não será porque a maioria dos votos sai desta juventude perdida do nosso São Tomé e Príncipe?
    Tenha paciencia minha gente,faz para merecer e deixa de enganar os jovens coitados.
    Bem haja…

  15. img
    Digno de Respeito Responder

    Segundo a sabedoria popular, “não há fumo sem fogo” mas nunca se esqueçam que o “camarão que dorme a onda leva” sejam firmes e convictos porque de “boas intensões está o inferno cheio”. Contudo, alguém tem de fazer algo em prol ao desenvolvimento.

    Na minha análise, há-de surgir mais iniciativas como essas porque os últimos resultados das eleições espelharam indicadores favoráveis da nossa população. E por outro lado, dá-me a impressão que o “Téla Nón” é o berço de muitas figuras da nossa praça e tudo indica que serve de “fonte” de inspiração para muitos…..

    Uma coisa é certa, é preciso a união entre santomenses.

  16. img
    kwá telá Responder

    Desculpe lá caro Filinto Costa Alegre, quem é o senhor para falar em mudança,depois de ganhar tanto dinheiro a custa de povo, agora queres falar em mundaça, tens intenção em candidatar em 2011 para eleiçoões presidençias, agora xtas a falar em mundança, cria influençias de forma crir postos de emprego para esses jovens, formação, de forma eles levarem uma vida digna. Filinto Costa Alegre, voçe é um dos assaltador da patria, destrui-o país agora quer falar em mundaça.
    Espero que meus irmãos santomense abrem os olhos, esse é pago engravatado, profeta de mentira, Judas que vendeu cristo, agora quer vender santomé.

    • img
      Joana Trindade Responder

      Há muita ignorância por ai… Qualquer cidadão nacional, de qualquer origem, tem o direito de fazer política e participar, da forma que entender mais própria e adequada na resolução dos problemas do seu país. O país não é de ninguém em particular. O país é nosso. Assusta-me esta atitude patética, ignorante e absurda de se fazer juízos de valor sem qualquer argumento substantivo contra actos individuais de natureza política de outrem. O senhor Filinto Costa Alegre se decidiu cadindatar ao cargo de presidente da república, ou outro qualquer, é um direito que ele tem e que qualquer outro cidadão tem. Porquê que ele havia de estar inpedido de o fazer? Quem tem o direito de o impedir? O que é que isto tem a ver com o dinheiro que ele ganhou fruto do seu trabalho? Porquê que as pessoas que o criticam, por isso, também não candidatam? Isto é triste e só pode vir de gente mesquinha, ignorante e limitada…
      Canditatam vocês também. É um direito vosso. Porque razão não dão este passo? São cobardes e sanguessugas vivendo à custa do Estado. Cheguem-se a frente…
      Têm todo o direito de criticar o senhor Filinto, do ponto de vista político,pelas suas ideias, etc., mas, não o podem impedir de candidatar ou andar a fazer críticas mesquinhas, patéticas e de outro género. O país não é só vosso… o país é nosso… Também é meu e também é do senhor Filinto.
      Acho que estas críticas vêm de pessoas frustradas do MLSTP e algumas do PCD que não gostam de mudanças. É o mesmo grupo de Rafael Branco, Quintas, Alcino Pinto, Elsa Pinto, Bano, Adelino Izidro, Pósser e outros ladrões. Vocês são todos conhecidos. Sabem que se candidatarem não têm hipóteses nehumas e, como tal, sentem-se maL com atitudes políticas dos outros. Vão mas é trabalhar senhores vadios, preguiçosos, ladrões…
      Abraços. Fui…

      Joana Trindade

  17. img
    P.F. Responder

    Coisas & Lugares:-28.Set.(2010)-Insurjo-me hoje para dizer aos meus caros compatriotas o seguinte: Há momentos na vida de um povo que o obriga a refazer-se a partir das cinzas e dos cacos e felizmente,no nosso caso, cidadão Sao Tomense, “o que nos une é muito mais forte do que aquilo que nos separa”.Pensemos muito seriamente nisso, para amanha não ficarmos na celebre frase do mologrado actor Português António Feio.Sito,”Não deixe nada por dizer e não deixe nada por fazer”,fim de sitação!O Tela Non”,tem vindo a fazer um excelênte trabalho.É preciso reconhacer isto e ter-mo-nos a noção de que cada minuto conta e em cada minuto que perdemos pode adiar o País.Temos que apreender a conviver com curso da história e aceitar a realidade das coisas.Este espeço electrónico tem dado voz a quem não tem voz.O “Tela Non”, limita-se apenas a cumprir o seu papel,o de comunicar e informar com a verdade,pois faz por merecer todo o nosso carinho, sem desprimor aos outros jornais e veículos de informação, de massificação e de divulgação que se preocupam com o nosso dia-a-dia,nomeadamente a imprensa escrita e falada do nosso País.Parabens Tela Non…Um bem haja aos comentaristas deste espaço e a todos os Jornalistas de S. Tomé e Principe.

  18. img
    vinho de palma Responder

    a joventude nao o quer porque ele bem que lutou pela independencia mas depois ajudou a enterrar stome a independencia era nossa sim mas nos modos em que continuasemos desenvolvidos e a preservar o que os colonos deixaram segundo diz os antigos o pais ficou com tudo para seguir em frente mas nao teve ninguém a altura para governar por isso queremos gente jovem com novas mentalizaçoes para progredir o nosso pais ao nivel interno e externo este senhor pertence ao passado ja nao conta temos muitos jovens com talento ca em stome e la fora que podem dar um inpulso ao pais ele ja ganhou bastantante e esta bem na vida força jovens nao vamos cair em ilusoes com gente que deixou o pais nesse estado misaravel

  19. img
    De Longe Responder

    Daqui tão distante de S. Tomé com uma vida sem grandes dificuldades, vejo-me por vezes amargurado com causas que me não deviam ensombrar. Os meus filhos não me entendem. Eles não sentiram o empolgamento de uma grande união em torno da construção da Pátria como senti antes da independência da minha terra. Hoje, precisar de viver fora sem ser de livre vontade é para mim uma derrota muito grande. Eu preferia passar por dificuldades desde que acreditasse que estaria a deitar uma pedrinha para GRANDE CONSTRUÇÃO. Sentir que essa pedrinha ficaria perdida para o povo, faz com que eu sinta mais amarga a derrota.
    Uma das expressões muito fortes que se ouvia na altura da grande união era: “VAMOS NOS UNIR PARA ACABAR COM UMA MINORIA PRIVILEGIADA.” Quem eu mais ouvi a proferir a tal frase entre os elementos da Associação Cívica era o Sr. Filinto Costa Alegre.
    Curiosamente, nos dois únicos comentários que já fiz, debrucei-me muito sobre a união dos são-tomenses como forma de o povo se fazer respeitar. Senti-me impulsionado a comentar a notícia do evento de Bombom de modo a repisar a necessidade de união.
    Num S.Tomé tão dividido por partes que chamamos partidos tão necessários à consolidação do sistema perfeito que é a democracia, surge-me uma dúvida inesperada. A união será o mesmo para mim que para o Sr. Filinto?
    A união que os políticos em geral têm pedido é no sentido de estarmos juntos pelo partido deles que por vezes só reconhece o povo no momento do necessário apoio expresso em campanhas e votos. A dificuldade criada no povo pode levar a que muitos VOTEM PELA SATISFAÇÃO PONTUAL DAS SUAS NECESSIDADES.
    Eu espero que o povo veja a conduta das pessoas, o programa que tenham e votem esperando poder exigir que essas mesmas pessoas cumpram a materialização do programa anunciado. É nessa base que falo de união esperando que as pessoas VOTEM PELA CONSTRUÇÃO DE S.TOMÉ E PRÍNCIPE.
    Como filho desse povo do qual vivo longe, rogo ao Sr. Filinto e aos outros pretendentes à gestão da causa são-tomense que esclareçam aos jovens os princípios mais benéficos para uma união entre os são-tomenses e vou esperando para ver muito de perto.
    De Longe

  20. img
    Danilo Aguiar Responder

    Não vou dizer muita coisa, porque normalmente discuto de cara aberta, e acho muito reles e baixo o que a maioria das pessoas fazem aqui, não dizem querer um futuro melhor para o nosso país, então façam criticas de cara aberta. As pessoas que aqui escrevem, têm vergonha de si próprias, do que pensam? É muito triste ver que os meus conterrâneos, vivem de criticas medíocres e baixas, e ainda por cima de cara baixa. Vamos ganhar coragem e mostrar quem somos de verdade, porquê esconder? Vamos fazer criticas construtivas. Desafio a cada um de vós que deixa a sua critica a deixar também como contribuiu para o país. Tenho pena de o dizer, mas alguns desses comentários mostram o espírito pobre de quem os escreve.

    • img
      Hélio F. B. Lima Responder

      Danilo

      Concordo plenamente com a tua intervenção.

  21. img
    DP Responder

    E impressionante como nos Santomenses, vemos Maldade em tudo.. Eu visito o jornal digital todos os dias, por incrivel que pareca, o Discurso e sempre o Mesmo. Por o fulano X roubou, Fulano y, Desviou.. A situacoes que e nessecario , tecer esses tipos de comentario.. enfim, cada 1 puxa braza a sua sardinha.. Mas a verdade, e que como filhos de STP, deveriamos ter um discurso mais construtivo e nao, discurso mesquinhos que nao nos leva a lado nehum… Eu tambem , so estudante e nao recebo bolsa do governo de STP, e nem por isso, sou uma pessoa fustrada.. Eu acho cada um tem aquilo que merece.. mUITO oBrigado

    • img
      Manga safú Responder

      vai tomar manho, esta-se a falar das coisas que acontecem, qual é a tua..

  22. img
    longe de tudo Responder

    a coisa esta a aquecer so quem é mesmo burro ou nao sabe o que se passou pós independencia é que da credibilidade a esses lobis que destruiram o pais tinha 22 anos quando houve independencia lembro-me que os colonos deixaram tudo de forma se tivessemos uma boa horientaçao nao estavamos nesta situaçao porque o pais foi entregue a pessoas mal formadas para governar as roças estavam todas em bom estado equipados com hospitais e tudo a nossa baia estava cheio de bateloes e rebocadores as estradas estavam boas as ruas limpas e muito mais coisas esses senhores tomaram o poder a pensar nos seus bem estares e dos seus mais proximos iludiram o povo com promessas e nao tiveram capacidade para aguentar o pais e desenvolver no sentido do que falta hoje somos um dos paises mais pobres do mundo ainda esses senhores teem moral em quererem ir para o poleiro outra vez por favor meus jovens nao deixem e o melhor é que muitos desses que serviram de bengala a esses senhores que tomaram o poder andavam por ai a ameaçar os colonos e os seus filhos hoje estao em portugal bém com boas reformas sera que foi justo o povo nao esqueceu so aqueles que obtiveram algum lucro na era destes FILINTOS PINTOS DA COSTA ONES e companhia limitada é que dao o seu apoio temos jovens comptentes para mudar isso bem haja façam como quizerem

  23. img
    mariana salvaterra Responder

    eu fui colega da escola primária vaz monteiro,com o filinto costa alegre,ele era um aluno surper-inteligente,penso para além desta critica que fazem ele tem capacidade para vir a ser um grande politico…conheco os s.tomenses nós muitos invejosos..e gostamos muitos de preseguicoes…temos que desenvolver o nosso espirito criativo,e nao esperar que o governo tenha uma varinha mágica para resolver tudo…com isso penso que formacao urgentes de agentes de higiene pública para espalhar informaoes e latrinas é imperioso…agora já temos mais telefones moveis que sanitas… e latrinas.para por fim enfermidade como a “elefantia” ou girpela. que derivado mútipla infeccao de virus etc. bem haja a nossa terra.e boa sorte ao meu colega,f.c.alegre.

  24. img
    Indira Borges Responder

    “Haja paciência para ter um pouco de inteligência”

    É isso mesmo, já lá se foi o Estado de Direito…agora é um Estado Democratico de Direito, onde prevalece a voz da sociedade para a melhor construção, e a livre expressão se faz sentir entre os mesmos…
    “A união faz a força”… mas, se segurem bem para não cairem, pois depois de darem tanta força, podeis não suportar..,pois tudo que é demais faz mal… o povo cansou de ser explorado e o direito de reclamar é todo nosso…

    STP, longe, mas perto de coração… B.

  25. img
    santos e santos Responder

    Em primeiro lugar um grande parabéns para o jornal Tela non e em especial par o Abel meu grande colega. Reparem meus senhores e minhas senhoras, nunca em São Tomé e príncipe houve tanta discussão em torno de uma pessoa como está havendo com as intervenções de Dr. Filinto Costa Alegre. Eu que nem pensava na possibilidade do senhor vir a ser candidato, começo apensar no assunto, no artigo anterior do Dr. Filinto Costa Alegre tive o cuidado de conferir, foram 44 (por enquanto) comentários neste agora sobre a palestra em BomBom já lá vão 30 e eu sei que não para por aí porque Filinto Costa Alegre inspira debate. Eu decidi ir ao Google e escrevi Filinto Costa Alegre o que eu vi e li deixou-me de boca aberta e conclui que vocês têm razão ele é mesmo o candidato para presidente que os jovens esperavam e fiz mais, desloquei-me a Bom Bom para entra em contacto com os promotores da palestra e os presentes que tive ocasião de entrevistar, todos eram unânimes em dizer que aprenderam tanto com Filinto Costa Alegre que querem voltar a ter palestra sobre outros temas, vamos ser inteligentes, façam pesquisas e tirem ilações cientificas. Eu pessoalmente não conheço Filinto Costa Alegre e vou fazer de tudo para o conhecer para perceber que tipo de milagre, ele fez com aquela juventude. O que vos assusta é o facto de Filinto Costa Alegre ter falado na Palestra sobre a União de Jovem para vencer, eu entendo, sendo santomense é claro muitos têm a dificuldade de entender esse conceito. Quero terminar dizendo que eu estou em são Tomé e vivo aqui sempre e sou de Ribeira Afonso e tenho apenas 9º classe e 30 anos, mas nem por isso sou um homem atrasado como muitos que escrevem neste espaço dizendo que estão a estudar lá fora numa universidade, estes sim são a nossa vergonha.

Deixe um comentario

*