Tiro no Ministério da Educação não intimidou os alunos do Liceu Nacional

Os alunos do Liceu Nacional que se manifestavam contra o aumento do preço da folha de papel para realizar as provas, decretado pela Direcção da Escola, não se intimidaram com a força de tiro no Ministério da Educação, Cultura e Formação. As suas reivindicações foram satisfeitas.

A direcção do Liceu Nacional, através do conselho pedagógico, decidiu aumentar de 500 para 2000 dobras o preço por cada folha de papel que os alunos utilizam para fazer as provas. É este aumento do preço da folha de papel, que provocou a manifestação da última segunda – feira.

Os alunos que se dirigiram ao Ministério da Educação, Cultura e Formação para exigir redução do preço do papel utilizado para as provas, foi mal recebido pelo segurança do ministro. Um dos alunos explicou que foi agredido pelo segurança do ministro. Outra aluna disse que o ministro terá mandado a sua força de segurança responder ao protesto com tiro. Segundo a aluna por pouco ela seria atingida pelo tiro disparado pelo segurança que empunhava uma arma AK-47.

Esta terça – feira a situação voltou ao normal no Liceu Nacional. A Direcção da Escola decidiu reduzir para 1000 dobras o preço da folha para exame. Os alunos queixavam-se do facto de necessitarem de várias folhas para realização das provas, o que poderia aumentar bastante as despesas dos seus pais. Um dos alunos que falou em nome dos colegas, disse que os pais dos alunos mais desfavorecidos, não teriam capacidade financeira para comprar tantas folhas para realizar as provas sumativas.

Abel Veiga

  1. img
    Luis Responder

    Caro editor do Tela Non.
    Com um título senasacionalista, o Telanon anuncia em 3 curtas frases que trará mais informações ainda nesta edição. Pergunto: porque será que o Tela Non, não aguarda quando tiver o texto completo redigido para colocar a notícia na íntegra? Com este comportamento o Tela Non age como se de um jornal (em papel)comercial se tratá-se. Os jornais normalmente procuram textos sensacionalistas para atrair leitores e consequentemente clientes.
    Mesmo antes de ler o texto completo que será publicado ainda hoje, atrevo-me a descordar desse sensacionalismo. Porém devo dizer que tive a ocasião de seguir o assunto na TVS e mais uma vez constatei que os nossos orgãos de imprensa mão têm ou não seguem uma linha editorial e por vezes denota-se uma falta de ordem/disciplina na condução dos telejornais/noticiarios. Ontem a TVS recebeu nos estudios em Directo no telejornal um portavoz da Policia para se pronunciar sobre a pequena manifestação dos estudantes do Liceu. Mesmo não sendo jornalista, acho que o assunto não merecia que o aludido portavoz estivesse em directo no Telejornal; podia sim aparecer na reportagem. O pior é que os jornalistas ao receberem os entrevistados durante o telejornal, às páginas tantas, esquecem-se de que estão no telejornal e não num programa de debates ou Grande entrevista, pois que dilatam em demasiado o tempo concedido a essas entrevistas. Foi, por exemplo, o que aconteceu no telejornal de domingo último em que o entrevistado era o novo Presidente de PCD.

    • img
      Franz K Responder

      E já agora que se fala na TVS. As imagens chocantes de pessoas mortas que a TVS passa sem aviso prévio.

      É indigno, para os falecidos, para os seus familiares, etc. Há que respeitar os mortos.

      • img
        D Responder

        Mal respeitam os vivos!! tu achas que vão respeitar os mortos??
        brincadeira!!

    • img
      Buter teatro esquecido Responder

      Senhor Luis,
      Não é aconselhavel fazer comentário tão extenso, quando ainda não se foi muito bem informado.

      Relativamente ao conteúdo do texto, aproveito para salientar que no nosso país, o Estado, e, outros entes públicos têm aumentado o preço dos bens numa percentagem muito elevada. Um papel para fazer Exame, aumenta duas vezes mais do preço atual, ou seja duzentos porcentos, após a manifestação reduz para um aumento de cem porcento. O petróleo tende a aumentar, cinqueta porcento do preço atual.
      Sobre o comportamento dos seguranças, do Ministro de Educação, deve ser punido, é alguém que provavelmente tentou usar a arma para assustar os revoltosos, mais na minha opinião não é a melhor maneira de agir.

    • img
      visão de domingo Responder

      O Senhor por acaso é jornalista? não devemos meter no trabalho dos outros..deixem os jornalistas fazerem os seus trabalhos…Porquê que não questionas o trabalho de um médico ou juíz por exemplo?O de jornalista ti toca. O jornalismo é uma arte e tu não sabes fazer o jornalismo…sabes como fazer uma reportagem…sabes as dificuldades do jornalismo? claro que não, então cala-ti e deixa os jornalistas trabalharem. houve ou não tiro? e então, querias oquê? um título: Os alunos são malcriados ou os alunos são indisciplinados.
      põe-ti a pau !!!

      Palavras de um Jornalista.

      • img
        Jornalista de verdade Responder

        Caro visão de domingo,
        O amigo concluiu à sua resposta ao Luis assinando “Palavras de um Jornalista”. Espero profundamente que o Sr. na realidade não é um jornalista. Se de facto é, ou pretende ser, aconselho-o a seguir um curso de língua portuguesa.
        Conselho de amigo

  2. img
    lino Responder

    isso é que não pode ser!!
    sem comentários.

  3. img
    João Responder

    Eu vi qualquer coisa na RTP África ontem às 19H30. Vi o Montoia, Director do Liceu dizer “que os custos não servem para custear”. Afinal a coisa não ficou por ai?
    João

  4. img
    José Soares de Barros Responder

    Bom dia espero bem que dirigentes da nossa terra intendam que vento da mudança que paira neste momento no mundo globalizado.
    Um dia deste ira chegar á S. Tome porque a injustiça que se tem cometido e atropelos na violação dos direitos humanos é tão flagrante que urge a tomada de medidas.
    Os nossos dirigentes não tem a cultura democrática, estes senhores fazem desfazem de S.Tomé comportando como propriedade sua não prestando contas a ninguém tornando senhores absolutos.
    Como é possível um Primeiro Ministro que vai a poder há seis meses cometa tantos atropelos isso não é de estranhar, já estão habituados a lidar com ditadores,caso Sr Kadafi da Líbia, O Presidente da Guiné Equatorial e regimes autocrátcos e totalitaristas do Médio Oriente etc, etc.
    É preciso que o povo se manisfeste sem violência e exiga a mundança deste modo de condução da politica sem ética e sem cultura de responsabilidade.

  5. img
    Mario Pinto Responder

    estou quase quase

  6. img
    Matazele Responder

    Geralmente é nas instituições do ensino que se aproveita para agitar o país, foi assim e sempre será.
    Mas nestas instituições devem ser colocados tecnicos superiores, com formação pedagogiga suficiente para o cumprimento cabal das funções educativas.
    O actual director ja foi lider das revoltas, é ou não é??
    Acho que tem palmares suficiente paraa lidar com estas coisas.
    Não é preciso, secretas para o Liceu, como antigamente se fazia.
    Professores, passam a ser Director de segurança do estado. Lembram do Man Rufino de Fisica.
    Muita calma estudantes, Basta o conflito no mundo Arabe.
    STP é pequeno.
    Viva democracia e liberdade.
    Um so povo uma so nação.

  7. img
    Filho da Terra Responder

    Daqui a pouco o barril vai explodir..basta

  8. img
    Filho da Terra Responder

    É tempo de negociar a construção de mais um Liceu na capital do País…

  9. img
    Mimi Responder

    Entendo que todo o cidadao tem o direito de se manifestar. Entretanto, o facto do Medio Oriente estar a viver o que esta a viver neste momento, nao implica uma “imitacao” de atitudes e accoes por motivos que nao têm nada a ver com injustiça social. A manifestacao pareceu-me ter origem no aumento do custo de folhas de teste, com efeito imediato. Era mesmo necessario tomar os contornos que tomou? Justificavam-se os actos de vandalismo? Justificava-se a ida ao Ministério de Educacao? Penso que as manifestacoes nas ruas precisam de autorizacao previa da polícia; e os estudantes deviam saber disto.

    Por outro lado, é altura de se começar a cultivar nas escolas (e no ensino em geral) a necessidade de se pagar pelos serviços. Quanto custa manter em funcionamento o Liceu Nacional?

    • img
      Imaginário Responder

      Deixe desses questionamentos! Estás em São Tomé e comes banana com peixe!

      • img
        Luis Responder

        Concordo plenamente com o que diz a Mimi e por isso não entendo a reacção do Imaginário.

  10. img
    Mimi Responder

    Por outro lado, acho que também nao se justificava o tiro. O autor do dito tiro de certeza nao foi treinado para lidar com este tipo de situacao.

    Além disso, do Liceu ao Ministerio de Educacao vai uma certa distancia. Nao houve tempo de proteger o edifício antes dos estudantes chegarem lá? A antecipaçao teria evitado esse episódio.

    • img
      minú yé Responder

      Nunca se pede autorização a policia para fazer manifestação simplesmente avisa-se a policia para controlar o impacto….
      Os estudantes até são muitos pacientes …e se for necessário imitar o Egipto e outros imita-se sim porque ja tamos farto da ditadura em S.Tomé…

      • img
        Luis Responder

        Quanta insensatez!!!!

  11. img
    BARAO DE AGUA'-IZE' Responder

    Todas as ditaduras acabaram por cair, leve o tempo que levar.
    O povo poe, o povo tira !
    O povo unido jamais sera’ vencido.

  12. img
    Esudante do Liceu Nacional Responder

    A manifestacão partiu dos estudante aquando os comunicados passaram nas turmas inforrmando que o papel que se comprava por quientas mil dobras para efetualizção dos teste da direção, passaram a custar duas mil dobras e que esse papel deve ser usado em todos os teste inclusive o teste dos professor,ensiguida os esudanes dirigiram-se a dereção da escola para obter a informação do aumento dos papeis, o director nao quiz falar com os estudantes, entao os esudanes dirigiram ao Miniseio da Educação para enconrar alguma saida corelação a esse ponto, enquanto o presidene da AELN estava sendo recebido pelo Dr. do Ensino Secundario,os estudande que estava manifestando foram recebiso por um dos segurança do Ministro atirando ao ar e agridindo um estudante da turma Z da 9 Classe.

  13. img
    Esudante do Liceu Nacional Responder

    O que aconeceu no telejornal na entrevista do Sr. portavoz da policia foi uma pura falsa, o policil nem estava inomado devidamente, quando a manifestação estava decorendo nao havia nenhum policial, quando o segurança do Ministro fez o tiro nao havia nenhum policial, então pergunto porque que chamaram portavoz de policia para falar da manifestacao? sera que isso é para feixar vista dos estudantes? afinal da conta estamos num país democratico temos que deixar de temer ora tudo e por nada, se a coisa esta mal temos que revendicar os nosso direito…

  14. img
    Ludmila Responder

    Nossa Senhora!
    É facto a necessidade de sérias mudanças em qualquer Instituíção em STP.
    Não tenho informações sificientes para opinar sobre o acontecido, pois nem o jornal deixou claro os motivos e como as coisas aconteceram.
    Mas diante de quase nenhuma informação, acho que nada justifica policiais atiraram em estudantes.
    Assim, lamento sinceramente que em pleno século XXI, temos que nos submeter a atrocidades como estas.
    INDIGNADA!!!

  15. img
    Mauro José Responder

    Porque que só agora o Sr: Montoia teve essa ideia segundo ele um acordo que eles tiveram sim, mais vamos ver uma coisa como que num País desse concretamente Liceu Nacional o papel vendia 500.000.00 e subiu a 1000.000.00 e agora chegou a 2000.000.00 mais estamos a onde afinal?

    • img
      J.Oliveira Responder

      De facto, Mauro José,

      Uma resma custa no mercado cerca de 100.000,00, e tem ao certo 500 folhas. Os cerca de 5.000 alunos do Liceu Nacional necessitam de, em média, 8 folhas cada um para cada sessão de provas. Isso significa que para cada sessão o Liceu necessitaria de aproximadamente 40.000 folhas, ou mesmo 50.000, o que equivale a 100 resmas no máximo.

      100 resmas seriam aproximadamente 10.000.000 (dez milhões de dobras). No entanto, a cobrança mesmo de 1.000,00 dobras por cada folha, equivaleria a 8.000 X 5.000,00, ou seja, um total de Dbs. 40.000.000,00 (quarenta milhões de dobras) cobradas para cada sessão de provas. O que é que o Liceu Nacional fará com os restantes cerca de Dbs. 30.000.000,00?.

      Julgo que, com estas contas, um valor único de Dbs. 10.000,00 (dez mil dobras) por cada aluno, cobrado no momento da matrícula, seria muito mais do que suficiente para satisfazer essas necessidades em folhas, evitando todos os eventuais malentendidos posteriores.

      No entanto, ainda nestas contas, tendo em conta que não se cobrou no momento da matrícula, vale a pena cobrar uma única vez agora. E, neste caso, Dbs, 5.000,00 (cinco mil dobras) como valor único seria também mais do que suficiente e não o valor de Dbs. 1.000,00 por cada folha.

      Mas, a questão da gestão também poderá ser outro problema num país onde os gestores profissionais não são valorizados.

      Abraços.

    • img
      edy Responder

      desculpa me mauro, pareceu -me ki o tela non quis dizer 500 dobras.porque ki tu acrescentas te tanto zero? isso e ki da viajar e nao ter tempo para ir a terra.

    • img
      Cubana Responder

      Fogo tu não tens noção dos números, fogo são Dbs 500,00 e passou para Dbs 1.000,00 e agora Montoia subiu para Dbs 2.000,00.

  16. img
    HL Responder

    Lamento sinceramente que os meus comentarios têm sempre a serem sensurados por parte do tela non. Não vejo razão nenhuma. Muito bém estudante é mesmo assim,não intimidem , o povo está convosco. Isto faz parte da demogracia. Esse Montoia deve saber isso mais do que ninguém.

  17. img
    Paulo Cravid Responder

    Isto são sinais dos tempos,deixa-los,ainda vão ter surpresas.Enfim…vivam os estudantes,coragem não se sitam medo esses seguranças são filho do povo façam com determinação o que devia ser feito pelos vossos pais mas enfim…

    • img
      Esudante do Liceu Nacional Responder

      sim,sim,sim sabes os pais e encaregado da educação deveria ter uma Associção para responder paros os seus filhos,…claro quando tem razao…somos lives e democaicos temos ki revendicar kuando as coisa estao mal,giamos bem alto VIVA OS ESUDANES…

  18. img
    joao cardoso Responder

    O senhor director do liceu nem se quer formaçao acabou em portugal

  19. img
    estudante diz Responder

    Primeiramente lamento pelo uso de forca por parte de seguranca. As folhas de prova nem deveriam ser vendida, acho que os custo da propina deveria cubrir isso. So mesmo no nosso sao tome!Que Deus nos ajude!

  20. img
    realidade Responder

    A razão de tudo isto, é que as finanças se calhar, tem bloqueado alguma verda, sobretudo subsidio de chefia. Então é em nós que vão buscar as receitas.

  21. img
    Petroleo Responder

    Com a venda de 30 mil de barris de petroleo diário, podia-se subsidiar os custos de papel de prova. Mas ainda não se sabe o paradeiro do dinheiro.

  22. img
    Níbel Moreira Responder

    É isso que acontece,quando não há uma estrutura planeada capaz de satisfazer o interese público. São Tomé e Príncipe necessita de lideres competentes e não aotoritário. O que se verifica na situação actual não é a compentêcia, mas sim aotoritarismo. O país é democrático,e para isso, torna-se necessário que o exercício da democracia esteja patente no que se refere a cidadania, pois os cidadãos têm o direito a liberdade de dar o seu ponto de vista em relação a governação desse pequeno arquipélago. Creio que foi isso que os Estudantes do Liceu Nacional fizeram “deram o seu ponto vista a algo que que para esle pareciam ser injusto” por cabe o Ministério que tutela o sector de Educação e ensino agir em comformidade com o príncio legal, tomar as decisões que salvaguardam, não só o bom nome do pais, mas sim a integridade dos seus futoros representes.
    Em nome da cidadania quero dizer: Respeitem os direitos dos outros por enquanto ela existir, fizermos creio que esse essa benção que Deus nos concedeu “São Tomé e Principe” terá um desenvolvimento sustentável, com o índese de conpreensão e aceitação entre os cidadãos e os lidéres políticos.

  23. img
    O FURRACÂO Responder

    Parabéns a esses bravos alunos.
    Aos poucos nossos irmãos vão se dispertando para o derespeito e abusos que são perpetrados contra os bolsos e dignidades nossas e de nossos país. É tempo pra se dizer basta.

    Dentro de algum tempo praticamente tudo que de alguma maneira traz alguma receita pra os cofres do Estado tará nas mãos da sonangol, só falta os santolas mudarem de nacionalidade, santogolanos. Só não se esqueçam de colocar uma clausula em que nos dará os mesmos direitos no em qualquer provincia angolana ou seja , teremos os mesmo direitos que os angolanos.

    Estou com medo meu povo , minha gente , estou com muito medo de tudo isso, alguem por favor me explica oque esta acontecendo com a mente dos nossos dirigentes , por favor

  24. img
    NANDO VAZ (ROÇA AGOSTINHO NETO) Responder

    IGNORARAM O SECTOR DE PRODUÇÃO DE PAIS(AS ANTIGAS ROÇAS)E AGORA QUEREM ROUBAR O POUCO QUE SOBEJOU DOS INOCENTES, AS MUSICAS DA PRAÇA COM O TEMA” LOÇA NA TÉ BEFÁ” LEGUÊLA KU SA POSOM,O PAIS DESDE ERA COLONIAL DEPENDIA EXCLUSIVAMENTE DO SECTOR AGRÍCOLA.
    MEUS CANTORES DE STP, MUDAM O LEMA DA MUSICA ” FUTURU DI SNTÓMÉ SA NI LOÇA,LOÇA SA´SAÓJI NÓ!..

    • img
      Téla Nón Responder

      A próxima vez que escrever o comentário com letras maísculas será excluído. Assim dizem as regras sobre os comentários disponíveis na página ACERCA.

  25. img
    lisas Responder

    se o governo nao aumenta o salario dos pais desses estudantes, n tem o direito de decretar o aumento dessas folhas, e pior ainda por uma subida tao súbita e sem justificativa nenhuma…acho que esses estudantes fizeram é mtooo bem…dou o meu apio total…é assim que as coisas funcionam…se eles mandam, nós podemos reclamar tbm…democracia é isso…e vê se a coisa n funcionou…rsrsrs…funcionou e mto bem…

  26. img
    NANDO VAZ (ROÇA AGOSTINHO NETO) Responder

    STP, “TEM SOLUÇÃO” BAMU TRABÁ LOÇA NÓ!..
    O PAIS TEM QUE PRODUZIR ALGO(CACAU,CAFÉ BAUNILHA,TURISMO RURAL,ETC) E EXPORTAR, EM SIMULTÂNEO FAZER COM QUE A DIVISA ENTRA NO PAIS, LOGO NOVOS INVESTIMENTOS E CRIAÇÃO DE NOVOS POSTOS DE EMPREGO,E NÃO VENDER O PAPEL AOS ESTUDANTES, QUE FALTA DA ÉTICA E RESPONSABILIDADE POLÍTICA!..

  27. img
    Ze Maria Responder

    Caros colegas leitores,
    Respeito o vosso ponto de vista,dos quais muitos legítimos e corretos. Entretanto, não posso deixar de registrar que a questão central dessa informação não deve passar despercebida.

    Apenas para lembrar, a questão central é uso de arma de fogo (AK-47), uma arma de grande poder de destruição.
    Isso é uma aberração!
    Vivemos num Estado Democrático de Direito, onde o Texto Constitucional assegura-nos o direito fundamental à livre expressão, e livre expressão em sentido lado inclui a livre manifestação, o direito ao protesto (o direito de descordar). E isso não pode ser ameaçado, seja lá por quem quer que seja. Não importa se o segurança estava cumprindo a ordem do Ministro de Educação ou qualquer outro superior seu.

    Esse ato leviano, merece apuração devida e punição para que sirva de exemplo. Já imaginamos se esse disparo atingisse um dos nossos estudantes que estavam reivindicando o seu legítimo e justo direito. Dependendo do local, a extensão do dano poderia ser grande ou até mesmo fatal. O que faria o Poder Público? Cairia no esquecimento, assim como ocorreu no ano anterior em que um segurança de Fradique Menezes assassinou um jovem por motivo banal (jogo de futebol)?

    Isso não pode acontecer. Talvez o segurança não tenha instrução suficiente para saber que não se deve repremir a justa manifestação de direito, sobretudo, quando os manifestantes possuem meios desproporcionais e a manifestação é pacífica.

    O Senhor Ministro de Educação é um homem culto. Deveria instruir bem os seus subordinados.

    Senhores Promotores de Justiça, Senhor Comandante da Polícia Nacional. Mandem apurar esse fato e punam devidamente os infratores da lei.

    Senhor Ministro, numa Democracia verdadeira, o certo a fazer, é convocar as pessoas que reivindicam os seus direitos para conversar e chegar um concenso.Não é determinar colocar a polícia para agredi-los (batendo-lhes ou disparando arma de fogo).

    Francamente, esse tipo de coisa só acontece nos lugares onde não se faz uma seleção rigorosa de pessoas para ocuparem cargos públicos.

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

    • img
      Edson Costa Responder

      Concordo piamente contigo meu caro! As pessoas não têm noção do que esta arma é capaz! Eu defendo que os responsàveis por este acto sejam punidos exemplarmente (inclusive o ministro). Estamos nun paìs democratico, o povo tem direito de manifestar e demonstrar passivamente o seu descontentamento!Não estamos em Libia ou Irão!

  28. img
    Ze Maria Responder

    Vamos refletir sob esse fato. Não vamos brincar de violar direitos. Que isso é uma brincadeira perigosa e sem graça.
    Porque hoje dispara-se tiros para o alto, amanhã contra multidão e mata injustamente pessoas que procuravam melhorar as condições académicas.

    E assim, por diante isso vira costume. Terra de bang-bang. Mata-se por tudo e por nada ao mesmo tempo.

    Perguntar não ofende. Porque será que esse segurança não disparou para assustar os gatunos de São Tomé e Principe?
    Aqueles de dilapiram o património público e deixou o país e a população na miserabilidade. Será que ele não sabe, conhece, nunca ouviu falar?
    Os cabeçudos do caso GGA, os que desviaram os milhões de dóllares que o Governo brasileiro emprestou a São Tomé e Príncipe, os que desviaram dinheiro de reabilitação das estradas, escolas, hospitais.Os que compram iates com dinheiro do povo. Os que deixam obras inacabadas?

    Com todo respeito, talvez ele seja alguém que não tem consciência. Só vive para cumprir ordens, mesmo quando manifestamente ilegal.

  29. img
    Madalena Responder

    O nosso país é pequeno, deviamos ter toda a gente a estudar, todos é perfeitamente possivel, basta querer.
    A construção de mais escolas secundarias, em Bobo foro, madalena, budo budo, Santo amaro, principe, Neves, porto alegre, Santa catarina, pantufo.Uma dessas escolas pode ser de turismo, formação de professores, revisão da carreira do pessoal docente, rede de transposte, etc.
    Transportes escolares.
    O Estado ganharia no futuro porque mais pessoas teriama noção daquilo que o Estado faz pq tem conhecimento.

  30. img
    Edson Costa Responder

    Hà que realçar duas coisas nesta informação: a primeira, é que infelizmente o zé povinho é que paga sempre as despesas das elites santomenses. Acho inadmissivel que subam o preço dos papéis para 2000 dobras, sabendo das dificeis e précarias situações que vivem as familias santomenses, existem alunos que nem têm uma refeição adequada, por isso acho uma barbaridade moral, humana e politica este aumento de preço dos papéis. Segundo, eu pergunto como é possivel o segurança de uma institutição pùblica disparar contra um grupo de manifestantes passivos que pelo que soube sò procuravam defender os seus direitos? Num paìs a sério este acto resultaria imediatamente a demissão do ministro da educação e a prisão do autor do disparo por ter posto em risco vidas inocentes!

  31. img
    Edson Costa Responder

    Estes papéis deveriam ser gratuitos: então para onde vai parar o dinheiro das propinas??

  32. img
    Euclides Correia Responder

    De facto os alunos do liceu Nacional reagiram de uma forma de louvar…
    Se na realidade keremos k o nosso pais mude,os nossos governantes teriam k comessar tambem ao nivel de educação,n tentando usufruir do dinheiro dos alunos mas sim deixarem de tirar os poucos que recebem da ajuda externa,pk esses são destinados a resolução dos problemas do pais e ñ a resolução dos problemas dos bolsos dos nossos governates…
    Os alunos merecem folhas de testes gratuitos e ñ o seu aumento…
    como poderá um aluno pobre comprar a menos 10folhas de teste por 2mil dobras cada p servir-se dela durante a semana se nem a propina ja é uma situação dificil para pagar???
    O Ministério da Educação,Cultura e Formação axa que são essas medidas tomadas que melhorará o nivel de ensino em S.T.P??
    Creio k ñ,pk ao invés de mts estudarem,eles passarão a desistir-se da escola por falta de dinheiro….
    Ponham mão na consciencia e baixem os vossos salarios p contribuir p um desenvolvimento de S.T.P ao invés de aumentarem o preço da folhas do teste,o que poderia ser de borla…..

  33. img
    MM Deus Afonso Responder

    ‘É habituando-nos a desprezar e enfrentar coisas temíveis, que nos tornamos
    corajosos e é quando nos tornamos corajosos é que somos mais capazes de fazer
    frente a elas.
    O prazer ou a dor que sobrevêm aos atos, devem ser tomados como sinais
    indicativos de nossas disposições morais.’ass: MM Deus Afonso

    STP, ta precisando de um movimento, manifestação, revolta de estudantil, nao sei porque nós jovens que temos conhecimento, ainda estamos parados, vamos passar informação para o povo que STP precisa mudar, e pra melhor. muitos absurdos, abuso de poder, corrupção , ma fé, sim má fé, o povo, o povão(pobre) tem sido vitima! vamos jovem fazer uma revolta, organizar e mostra nossa insatisfação! se alunos de liceu fizeram, o que estamos esperando? ou ta tudo bem com STP! desculpem qualquer coisa, mas STP está péssimo!

  34. img
    Carlos Ceita Responder

    Meu caro Ze Maria tenho que lhe felicitar pelo sentido das suas palavras que ao contrario de muitas que só dizem banalidades a sua tem cabeça tronco e membro. O que está em causa realmente é uma arma letal e temível que podia por em risco de vida não só alunos como os funcionários (professores pessoal de limpeza etc). Pelo pouco conhecimento que tenho do AK47 trata-se de arma automática que pode disparar vários tiros em fracção de segundo. Aquilo que vulgarmente apelidamos de rajadas que pode matar simultaneamente mais de uma pessoa. Meu caro Edson a violência no mundo árabe e sobejamente conhecida mas os relatos de violência com armas de fogo nas escolas vem dos ditos países civilizados (EUA). Não quero fazer nenhuma comparação com o nosso STP porque EUA tem uma lei das armas e licença de portes de armas de fogo coisa que STP não tem.
    Abraços
    Bom fim de semana a todos

  35. img
    Conceição Responder

    Quero deixar bem claro a minha indignação com o incidente “ tiro”! Foi uma infeliz atitude.

    Falemos da Mudança.
    Será que estamos preparados para a mudança?
    Queremos mudança mais não abdicamos dos nossos hábitos e vícios.
    É preciso reestruturar o pais de fio a pavio. Não se pode fazer omoletas sem quebrar os ovos.
    Com esperança no futuro.

    Doce de coco

Deixe um comentario

*