Estudantes no Brasil choram pelo pagamento da Bolsa

É no mínimo, lamentável a situação dos Estudantes bolsistas do Estado no Brasil devido o não cumprimento, por parte do governo, das suas obrigações, no que concerne ao pagamento em tempo real do subsidio aos estudantes.

Os estudantes bolsistas no Brasil  reclama 2 tranche subsidio (Bolsa de Estudo) que falta para receber  de 3 (três) meses.

Brasil, 29 de Janeiro de 2011.

Excelentíssimos, Sr. Presidente da República de São Tomé e Príncipe, Sr. Primeiro Ministro, Sr. Ministro da Educação, Sr. Ministro das  Finanças e Cooperação Internacional e Srs. Deputados.

Excelências,

Considerando a importância e o excessivo atraso no pagamento do subsidio (bolsa de estudo) por parte do governo de STP, subscrevemos o seguinte:

É no mínimo, lamentável a situação dos Estudantes bolsistas do Estado no Brasil devido o não cumprimento, por parte do governo, das suas obrigações, no que concerne ao pagamento em tempo real do subsidio aos estudantes. Atraso este, que atinge tempo recorde de mais de 3 (três) meses, estando nós atirados a nossa sorte, numa situação de total desespero. Tal facto, continua se agravando dia após dia. Importa salientar que este é o recurso que nos mantém e destina-se principalmente a despesas básicas. Como consequência, deparamos com muitas contas em atraso e, sobretudo, o aluguel da casa, as refeições, e também as despesas acadêmicas. Somos constantemente ameaçados e expulsos das moradias, devido o não pagamento das mensalidades, conforme as cláusulas do contrato vigente.

Não entendemos o motivo do frequente atraso deste subsídio, quando se sabe que se trata de um valor já orçado para este fim.

Excelência, a nossa situação é tão crítica e humilhante que julgamos merecer com urgência, a vossa atenção, neste momento tão difícil. Sendo assim gostaríamos e agradeceríamos que as devidas providências fossem tomadas para por fim a esta situação.

É importante salientar também, que a nossa estada cá no Brasil tem um objetivo e, não se trata de emigrantes que se ausentaram do País apenas porque pretendiam, a qualquer custo buscar, soluções que minimizassem seus problemas, mas sim alguém que assinou um compromisso com seu governo no que concerne ao pagamento de uma bolsa de estudo trimestral para sua manutenção enquanto estudante. Infelizmente, este compromisso nunca foi regularmente cumprido pelo Estado.

Excelências, não é a nossa intenção criticar os Governantes de São Tomé e Príncipe. O principal objetivo é tentar buscar, juntamente com o Governo, uma forma de resolver, de uma vez por todas, a situação de atraso constante no pagamento de subsídios, facto que nos leva a considerar que se trata de muita irresponsabilidade e falta de humanismo o não comprometimento com a nossa causa, por parte das entidades directa e indirectamente ligadas à questão, uma vez que conhecem a nossa situação cá no Brasil.

Sabemos das dificuldades financeiras que o país vem enfrentando e defendemos que os representantes do povo deveriam ser mais rigorosos, responsáveis e, sobretudo, repensarem um São Tomé e Príncipe com mais dignidade.

Aproveitando esta oportunidade para dizer que consideramos também inadmissível que o valor das bolsas seja tão baixo. O subsídio atual enviado pelo Governo é de 900 USD (novecentos dólares) para 3 (três) meses, o que corresponde a menos de 1.490 reais ( mil e quatrocentos reais). Considerando a baixa cotação do dólar e o alto custo de vida aqui no Brasil, já está mais do que na altura de se rever esta situação, tendo em conta que o Edital do Programa PEC-G exige, no mínimo, 400 USD (quatrocentos dólares) mensais para a nossa manutenção. POR TUDO O QUE FOI EXPOSTO, PEDIMOS AO GOVERNO QUE AUMENTE O VALOR MENSAL DO SUBSÍDIO PARA 400 USD.

Sem mais delongas e cientes de que Vossas Excelências se sensibilizarão com esta lastimável situação que nós Estudantes Bolseiros no Brasil vivemos, aguardamos urgentemente pelo vosso retorno, pois o sucesso dos nossos estudos depende da minimização das nossas dificuldades, que transcendem a ordem financeira.

Queira, em nome de todos os Estudantes no Brasil, receber os nossos sinceros cumprimentos. Esta carta vai assinada pelos estudantes Bolseiros no Brasil envolvidos nesta causa.

Sandro Pires Neto

Juliano Costa

Maria Lima

  1. img
    Osama bin Laden Responder

    “Não entendemos o motivo do frequente atraso deste subsídio, quando se sabe que se trata de um valor já orçado para este fim” . Jovens os valores são orçados, mais não se esqueça que o nosso país não produz nada, vive de politica de mão estendida, vocês sabem que todos pedintes corre sempre um risco, a outra parte que passa vida a dar sem receber nada em troca nem pelo menos boa governação, transparência, um dia pode cansar e ainda mais quando os principais pais natal encontra-se com problema orçamentais nos seus próprios países estou a falar dos países Europeu. Ora, só tinha nos restado papa Kadafi, por ironia do destino, esse nosso Papa Noel vê se confrontado com ataques das forças dos colonos invasores que sempre olha para África como lugar para saques, tudo em nome do seu bem estar, do seu povo, e nunca em nosso beneficio.
    Agora o que resta a STP? No meu entender resta-nos trabalhar a terra! Que terra nos resta para trabalhar!!? Nada ou quase nada… Toda terra arável foram saqueadas pelos nossos políticos corruptos, foram convertidos numa coisa chamada “Quinta” onde se faz grandes e soberbos assados aos fim de semana para impressionar as meninas “boquitas” e as chamadas “bebes” dos senhores que saqueiam STP e o povo de STP.

    Perante o que mencionei acima, só vos restar meus caros compatriotas chorar e rezar para que termine a estudos o mais breve possível, deixarem de festa, passar a estudar mais, poupar o pouco que vos chega a mão, abdicarem de luxos, roupa de marca e aconselhar os outros que já terminaram o curso a regressarem ao país e os que não querem estudar a fazer o mesmo. O nosso país não tem mina de ouro, único ouro que temos é negro, esse pela sua cor não está ao alcance dos nossos olhos só quem tem lupa é que vê, exemplo disso é os 30 mil barris que desapareceu sem deixar rasto ainda por cima ninguém viu, só quem tem olho de falcão conhece o verdadeiro destino dos referidos barris, na seguem disso o nosso ministro sem pasta Afonso Varela ficou mudo ou seja nunca mais falou, é caso para dizer “mistério”… Mais não digo para não dizerem que estou em campanha eleitor rumo ao Palácio cor de “rosa” que de rosa não tem nada, na minha opinião mais parece com 30 mil barris de ouro negro….

    Viva Agricultura, tlaba só cada tê…

    • img
      António Veiga Costa Responder

      Osama, já aplaudi outros comentários seu, mas esse foi lastimável.
      Para começar… achar que estudantes bolseiros com 300 usd mensais conseguem pagar aluguel, alimentação e ainda comprar roupa de marca….é brincadeira.
      E sua referencia ao “papa Kadhafi” me decepcionou. Ficou comprovado que vc é mais um daqueles santomenses, ou melhor africanos, que ficam com as mãos estendidas, batendo o chapéu para os tiranos africanos, não importando as sandices e a repressão que os mesmos praticam contra o seu próprio povo. O que importa são as doações!

    • img
      Olavo C. Lisboa Responder

      Identifique-se

  2. img
    Tia Joana Responder

    Sempre que houver um estudante a sofrer no estrangeiro a familia COSTA está presente. Ainda continua a predominacia de uma familia sobre as outras?
    E as familias, tavares, almeida,viana, ceita, rodrigues, santos, santiago, pires dos santos,etc, etc

    • img
      Mimi Responder

      Penso que nem todos os Costas sao da mesma familia…

      • img
        Haver vamos Responder

        XE due boo mano zeme tam,kua sacabi.

  3. img
    edy Responder

    A Carta pode servir de referencia para muitos universitarios ou mesmo novos formados, embora um pequeno toque ainda falta. Digo isso porque tambem aprendo muito com o jornal tela non como um jornal em si, e tb por parte das pessoas que participam no espaco comentaio. sem critica amigos.

  4. img
    Vigario Responder

    Vejo que esse tal de Osaman Bin Laden só pode ser um desses delinquentes santolas que não sabe oque diz, ou se calhar não deve nunca ter vivido no estrangeiro ou no minimo é mais uns desses muitos ignorantes funcionais que STP tem dentro das funções publicas e que tem medo da nova geração, porque estando os estudantes ai nesse pais distante auferindo menos que o salario minimo local , seria no minimo ridiculo vir nos falar pra deixarmos de festa, de luxuria, pois vivemos com menos do que salario minimo e temos que pagar aluguel e mais despesas e vens nos falar de lazer e luxuria , seu burro !!!!!. Deves estar a pensar que brazil é STP aonde td mundo tem uma banana no quintal e pode ofertar seu vizinho.Seu invejo olho grosso, por isso STP esta como esta , pois no dia em que as pessoas começarem a entender que o problema que afeta o seu vizinho ou conterraneo tb lhe afeta , as coisas mudarão de rosto. Só o facto de teres adotado esse pseudonimo não deviam ter deixado seu comentario passar , pois demonstra que és mais desses tantos delinquentes que STP vem criando ultimamente. Mude ou o sistema te aniquila. A crise que esta afetando o mundo e a revolução que afeta o mundo arabe tb vem pra nos dizer que temos que deixar de ser pedinte e fazer o nosso proprio caminho, em pouco mais de 30 de independencia pegamos emprestado cerca de 400 milhoes de dolares, oque se fez com esse dinheiro????, praticamente quase toda infrestrutura que que temos foram herdadas dos colonizadores, por falto de um planejamento, ha necessidade pra so depois do banco mundial exigir é que o governo decidi correr atras do tal planejmanto??? me fale., e agora que as dividas foram perdoadas é que as coisas estao afetando STP cada vez mais , e se tivesse que pagar as dividas como seriam ??? Bando de larapios, depois vêm nos dizer que querem exercer autoridade de estado, é bom que vcs exerçam autoridade nas vossas cabeças antes de tentar exerce-la contra os outros

    • img
      António Veiga Costa Responder

      Vigário, só tenho que embasar seu comentário.
      Querer libertação e passar 30 anos vivendo de doações é, no mínimo, muita mediocridade.
      Força.

    • img
      Osama bin Laden Responder

      Oh jovem não tenho e nunca vou ter inveja tua nem vossa, porque antes de senhor sonhar viajar para Brasil ou seja lá o que for para estudar ou passear lá o que andas a fazer.. Já eu estava farto de viajar e antes disso já eu tinha estado na universidade e termino o meu curso com sucesso! Quando falo em luxo e outras coisas mais, sei bem do que estou a falar, conheço muito bem o ambiente universitário e todos que lá passaram sabem bem o alcance das minhas frases.
      Não sei se percebeu bem as minhas frases, apenas estava a dar um conselho a vocês se quiseres seguir.. Siga, se não quero lá saber, eu já tenho o meu curso feito a que tempo… A única coisa que vos digo é que STP é pobre….Vive a custa dos outros ou seja nós de STP somos pedintes eternos… Ou estudam ou regressam ao país.. Vocês não são únicos nem serram os últimos a ter esse problema, mais contudo acho que o Governo deve tratar dessa situação rapidamente para vosso bem e de STP.
      Mais tudo deve ser feito com humildade..Vaidade não faz bem a ninguém…

      Uma pergunta para si, Senhor acha que é 1º São-tomense a ir estudar no estrangeiro? O senhor pensa que é único a ter oportunidade de entrar numa universidade? Oh meu senhor juízo!!!!!!!…
      Eu por sorte não estudei no Brasil e ainda bem!!!!!!!…

      • img
        Vigario Responder

        Ora viva , pelos vistos, srº Osaman Bin Laden, PHD em dificuldades de estudantes no estrangeiro, os adjetivos que lhe atribui lhe cairam bem, pois percebi que vieste se retratar, mas o bom de tudo mesmo é que as pessoas vêm e vão e daí teremos que passar testemunho para os outros, pois nada é eterno.

        A nossa jovem nação precisa de mais comunitarismos mais solidariedade, e fraternidade.
        Uma pena vcs se esconderem atras de pseudonimos, pois assim saberiamos esses filhos ingratos e antipatriotas que STP tem… muito sucesso pra si e que os seus anos sejam muitos o bastante pra veres o virar da pagina do nosso país….

        Só formando pessoas poderemos efetivamente mudar o rumo das coisas, a educação é o caminho sempre , pelos vistos pra si não serviu pra nada….

        • img
          Betinho junkeira Responder

          Eu que nunca nunca pisei uma uma universidade entendi logo, o conselho do Bim Ladem. vcs de k formam no Brasil são mesmo ………………

  5. img
    Ambrosio Costa Responder

    Sr Osama bin Laden,
    Uma vez que tem mencionado o Kadafi no seu comentario, gostaria de argumentar o seguinte:
    O Kadafi, durante os seu 40 anos de governacao influenciou duramente os dirigentes e o povo Africano em geral com seu poderio economico e financeiro,o resultado e que hoje nenhum Africano nem a Uniao Africana(UA) tem o moral ou poder de o travar.
    Pode ser que,o ataque Ocidental visa derrubar o Kadafi afim de ter melhor controlo do seu petroleo.Mas contudo, o mundo tambem nao podia ficar indiferente com maos cruzadas no peito observando O Kadafi a massacrar o seu proprio povo pelo facto de uma manifestacao contra o seu regime dictatorial.
    Sabemos que, Kadafi faz falta a toda Africa,mas a forma como ele agiu contra seu proprio povo e inaceitavel.
    Para Sao Tome e Principe, fica uma grande licao de que nunca se deve contar com ovos em baixo da galinha.

    Ambrosio Costa
    Hong Kong.

    • img
      Mina di Célivi Responder

      Caro Ambrosio,
      O que está acontecendo na Líbia, é um abuso por parte dessas forças internacionais, desses larápios(França, Inglaterra e aliados) que a unica coisa que querem é o PETROLEO Libio.
      Mas achas que o Sarkozy e Companinha Lda está se interessando pelo povo líbio?
      Tas muito enganado!
      Porquê que não vão fazer o mesmo em Angola?
      Porquê não fizeram o mesmo com o Mugabe?
      sabes porquê? Digo-te, interesses diferentes!!!!
      Tenho é pena desta Africa neocolonizada pelos tiranos e abutres sem vergonha.

    • img
      benavides pires sousa Responder

      excelente comentário!!!subscrevo-o!

  6. img
    joao cardoso Responder

    O dinheiro esta senpre a chegar atrsado por causas das ditas viajem varias veses ao extrangeiro dos vossos derigentes,sou estudante angolano no brasil e ja safei muitos santolas

    • img
      lucas Responder

      Gostei deste comentário!

      Isto demonstra que a solidariedade e a humanização ainda prevalecem independentemente de raça, cor, religião ou até mesmo nacionalidade!
      Meu amigo, Angola também safa muito São Tomé. já safou mais. Hoje nem tanto!
      Abraço a todos.

    • img
      Haver vamos Responder

      se calhar safaste santolas a escrever com “X” clupa boo;orelha e estrada .

  7. img
    Dangereux Sofrendo em Brasil fortaleza Ceará Responder

    Fazemos parte de uma sociedade plenamente perversa, onde passa-se por cima de tudo e de todos com vista ao alcance almejado, tendo como alvo, trilhar caminhos em direção aos méritos peculiarmente pessoais em detrimento alheio para alcançar um padrão estável e superior em relação aos outros e que a imagem possa ser reconhecida, hipoteticamente como relevante.
    O Estado Santomense independentemente das situações pelas quais passa, acarretadas pelos nossos mesmos governantes pela falta de competência, integridade e solidariedade, diante da situação em que os estudantes estejam emigrando em busca de conhecimentos de forma a dar seu contributo para livrar o país do caos em que se encontra, estabelece um complexo de laços com os estudantes.
    Não obstante, quando os mesmos saem do país e vão se aventurar com amparo do governo, passando por diversas barreiras no percurso, o Estado se exime de cumprir com as suas obrigações com o seuu povo, alegando a não disposição de verbas para tais fins.
    Agora pergunto: para onde vai a verba do Estado Santomense?????
    Sem dúvida que todos santomenses como eu já presumem pelo que não somos tolos seus idiotas!!!

  8. img
    africana Responder

    Senhores Osama Bin Laden e Vigario. Ambos são idiotas e atrasados mentais, os alunos querem é ser pagos e vocÊs perdem tempo a discutir quem viajou mas e quem é mas ignorante.
    O que conta aqui é a situação que nós alunos que estamos no estrangeiro nos encontramos. Eu tou em Portugal e ja tou a 6 meses sem receber… Ja fiz imensos part time, mas acham que dá para pagar as contas??? Nunca… Mesmo que eu ñ saia, ñ va pra desbundas, axam que o dinheiro chega??? Nunca..
    Por isso vejam se unem-se para que juntos todos nós possamos lutar para defender e reclamar os nossos direitos.

    • img
      Vigario Responder

      Senhorita Africana, será que Eh que somos atrasados mentais ou vc que não consegue entender oque lê,santo Deus ate um colegial teria entendido oque tento expor ai e pra seu governo não sou daqueles prefiro colocar a cabeça no burraco e deixar o corpo de fora, as cartas reivindicativa originaria do Brasil sempre teve minha mão, sou cidadão santeira e exerço minha cidadania, lembre pedir alguem que intérprete pra ti,pois receio q n entendas, kisses

  9. img
    Frédéric Angel Lima Responder

    Sr. Bin Laden e semelhantes…experimentem largar a ignorância de vez em quando. A vossa burrice e o tamanho das besteiras que vocês escrevem é insuportável e é uma enorme falta de respeito pra todos os estudantes que não comem bem, que faltam provas por não terem dinheiro para pagar o transporte etc.
    Exerçam o vosso direito de cidadania mas tentem respeitar os outros.

Deixe um comentario

*