Sociedade

Elevação vulcânica de 30 metros nas águas territoriais de São Tomé e Príncipe

Uma equipa da marinha de guerra da França que durante 3 dias investigou o fundo do mar ao largo das ilhas de São Tomé e Príncipe com vista a actualizar a carta marítima, descobriu que existe uma elevação vulcânica há 20 metros da superfície da água do mar. Uma elevação vulcânica, que tem aumentado ao longo dos anos. Para já não põe em causa a navegação marítima, mas é um dado a ter-se em conta. Através de sondas a equipa da marinha de guerra da França, analisou a situação do mar ao largo do arquipélago, em profundidades que variam entre 50, 100 e 200 metros. Dados para actualização da carta marítima que foram entregues a cooperação militar portuguesa, parceira de São Tomé e Príncipe, no sector da guarda costeira.

    18 comentários

18 comentários

  1. Luis

    29 de Março de 2011 as 8:38

    Esquisito os dados terem sido entregues à cooperação militar portuguesa e não às autoridades da República!!!! Não deveriamos ser nós, caso entendessemos por bem fazê-lo, disponibilizar os dados aos portugueses?

    • ana

      29 de Março de 2011 as 10:47

      O trabalho realizado insere-se na actualização das cartas maritimas internacionais da costa, e é feito pelo SHOM – Serviço de hidrografia e oceanografia da marinha (www.shom.fr) que tem zonas maritimas definidas.
      No caso de Sao Tomé, é da alçada dos portugueses a actualização desses mapas maritimos, cujo trabalho é sempre efectuado mediante uma autorização dos orgãos de soberania e pode ser realizado com um observador saotomense a bordo e os dados partilhados e disponiveis internacionalmente pois sao de utilidade, sem cor nem raça.
      Não, aqui não ha “esquisitice” nenhuma.

    • benavides pires sousa

      29 de Março de 2011 as 12:17

      bem visto meu amigo, mas aqui já se sabe que as coisas nao funcionam assim, pois se pula nao dizer nada, preto digirente politico nao pensa em stp. por isso é que nem a nossa história se determina até entao e se genraliza como padrao, porque quando há u colóquio sobre isso, lá vem sempre um investigador portugués dizer que até na zona dos angolares, as ilhas estavam desabitadas, o que é uma grande mentira.

      e com relacao a esse fenómeno, pois, as autoridades é que deverian receber tais documentos e comecar a analisar a suposta ou previsivel gravidade do mesmo, mas prontos…é a terra que temos com os governantes de apenas fatos caros e paleios que temos…!

      • benavides pires sousa

        29 de Março de 2011 as 12:18

        correcao: generaliza, um colóquio, deveriam,

      • Truqui sun Dêçu

        29 de Março de 2011 as 21:26

        Realmente é verdade. Os Tugas não descobriram nada, muito menos S.Tomé e Principe. Os Descobrimentos são uma invenção dos Tugas. S.Tomé ( não sei quem pôs o nome )já era habitado. A roça S.João já existia e os pescadores jà tinham canoas, com motores. O Ilhéu das Rolas chamava-se, Ilhéu Léve-Léve, e o resort também já estava construído. Estes Tugas, são uns grandes mentirosos. Também não é admissível, que a Marinha Francesa entregue a cartografia dos fundos do mar e da costa aos Tugas. S.Tomé tem um navio Hidrográfico, Institutos própios, bem equipados e técnicos altamente qualificados para analisar e estudar esses mapas. S. Tomé não precisa da cooperacção internacional, muito menos da ajuda dos mentirosos dos Tugas. A senhora que explicou e bem, o que é o SHOM e o que se faz a nível da cooperação marítima internacional, de certeza que não sabe nada do assunto. Só pode ser Tuga. Sr. Benavides e outros que tais: — Todos os países, independentemente da sua riqueza, importância ou grau de desenvolvimento, devem cooperar entre si e ajudar-se mútuamente. Não sejam raivosos,invejosos, nem complexados. Aceitem a ajuda que esses Países vos dão, pois ela custa dinheiro e recursos a estes Países.

    • António Veiga Costa

      29 de Março de 2011 as 22:29

      Luis, a França já fez. Se fossemos esperar por São Tomé ainda estaríamos correndoatrás de financiamentos.
      Para você ver, dependemos em tudo dos “ocidentais”.

      • benavides pires sousa

        30 de Março de 2011 as 5:02

        a sua resposta aqui ao Luis, tem o mesmo teor insatisfeito e irónico que transmite na minha anterior, mas enfim, lá te emancipaste tu atirando farpas de “trabalhe”, que te diria eu, por esta frase?!

  2. Obama

    29 de Março de 2011 as 10:39

    Meu caro Luis,

    Ainda n somos um País indepedente.
    Abraços!!

  3. Tia Joana

    29 de Março de 2011 as 12:33

    Se repararem bem nós somos um Estado com tutela.
    Dito isto, acho que poucas palavras chegam para elucidar.
    Nos paises francófonos é a França e os Lusófonos é Portugal.
    Brasil está fora deste esquema e por conseguinte está disponivel para comprar a divida Portuguesa. Hoje podiamos dar um apoio a Portugal se houvesse uma boa gestão em STP.

  4. Tia Joana

    29 de Março de 2011 as 17:08

    Vamos ajudar os nossos irmãos portugueses a se livrarem das redias do BM e do FMI.
    Programa de ajustamento estrutural é doloroso, a única coisa que sabem dizer é reduzir o pessoal na função pública.
    Receita do FMI e BM.
    Brasil é um caso de sucesso.

  5. FR07

    29 de Março de 2011 as 19:00

    CREDO NOTICIA,uma noticia dessa n se pode dar assim, sem detalhes; precisamos saber…obrigado

  6. joao cardoso

    29 de Março de 2011 as 20:48

    Claro que tem que ser portugueses a governar aquilo,onde é que esta quadro formado? so sabem é beber vinho da palma ussuoa

  7. joao cardoso

    29 de Março de 2011 as 20:49

    é so cacharanba e ussua

  8. Mulatinha

    30 de Março de 2011 as 10:35

    Muito bem Tia Joana.. concordo plenamente as coisas funcionam assim gestão de São Tomé vive nos bolços de os dirigente.

  9. Colomba

    30 de Março de 2011 as 22:52

    Aqui fica uma pergunta para reflexão: – Será que não é por culpa dos colonos que a elevação vulcânica tem aumentado ao longo dos anos? Cá para mim deve ser…

  10. Haver vamos

    31 de Março de 2011 as 0:13

    Meus amigos tem que ser mesmos os portugueses porque nos ate entao nao consiguimos mostrar aquilo que sabemos fazer ja nasci nesta terra desde 1970 que tudo esta sempre neste caminho.Cada um fica ”fulu”poder com objetivo de encher os seus bolsos.Se verificares nos uniformes da policia ate bandeira portuguesa continua ali presente(nos somos pau mandado).

    • Virtual

      31 de Março de 2011 as 8:05

      Realmente, também já reparei nesse facto. Uma vergonha, uma força policial ter no seu próprio país um uniforme carregado com bandeira de outro, no caso Portugal.

      Não sei até quando essa política de “mão estendida” em “quase tudo” vai continuar nessa terra.

  11. Zozé Lové

    31 de Março de 2011 as 17:05

    Zemé só… zemé fla qua lumado…sa quem diz bô só te muala, mas nguê cu ka cobó muala bô sá plumelo pé di mina dé. Ola ku bô tê de lessebê visita ni cobo ké bô, visita ka bá punta plumelo pé di mina che ê ka pô bi, maji bô só sa ne nglento kê mó d’Home.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo