Serviço de Segurança da Rússia tem medo do Skype, Gmail e Hotmail

É um dos temas do Boletim Informativo da Rússia.

  • 13 de Abril declarado dia de luto nacional em Minsk
  • Medvedev considera voo de Gagarin como acontecimento revolucionário
  • A 12 de Abril, no Dia da Cosmonáutica, será efectuada em Moscovo uma salva festiva de 50 tiros
  • Rendimentos de Dmitry Medvedev em 2010 superaram os 3,3 milhões de rublos
  • Vladimir Putin aumentou em 2010 os seus rendimentos em 30% – para 5,042 milhões de rublos
  • · Serviço de Segurança da Rússia tem medo do Skype, Gmail e Hotmail
  • · Peritos norte-americanos destacam aumento de atentados suicidas na Rússia
  • · Putin apoia imposição de taxas e medidas proteccionistas na Rússia
  • Kremlin minimiza declarações de que o Skype e Gmail ameaçam a segurança nacional

13 de Abril declarado dia de luto nacional em Minsk

Minsk, 12 de Abril – RIA Novosti.

Amanhã, 13 de Abril, foi declarado dia de luto em Minsk devido a uma explosão no Metro da capital bielorrussa que teve lugar segunda-feira e na sequência da qual morreram 12 pessoas, comunicou o serviço de imprensa da Câmara Municipal de Minsk.

A explosão na estação de metro “Oktiabrskaya” em Minsk teve lugar segunda-feira à noite, quando no metro havia muitas pessoas. Segundo os últimos dados, morreram 12 e ficaram feridas mais 157 pessoas, 22 das quais se encontram em estado grave. A Procuradoria-Geral da Bielorrússia qualificou o acontecido como atentado terrorista. A Rússia propôs à Bielorrússia ajuda na investigação do crime e na assistência médica aos feridos.

Medvedev considera voo de Gagarin como acontecimento revolucionário

Moscovo, 12 de Abril – RIA Novosti.

O primeiro voo do homem ao espaço foi um acontecimento revolucionário e um enorme sucesso da cosmonáutica soviética, que marcou o início da era espacial, declarou o presidente da Federação Russa, Dmitry Medvedev, por motivo do 50º aniversário do voo de Yuri Gagarin, assinalado terça-feira.

A 12 de Abril de 1961, pela primeira vez no mundo, o cosmonauta soviético Yuri Gagarin efectuou um voo orbital ao redor da Terra, a bordo da nave espacial Vostok, iniciando a época dos voos espaciais pilotados.

“Tenho a certeza de que este foi um acontecimento revolucionário e absolutamente simbólico, um enorme sucesso da cosmonáutica soviética. Após este acontecimento, o mundo dividiu-se naquilo que era antes do voo de homem ao espaço e naquilo que passou a ser a era espacial”, disse o chefe de Estado da Rússia em entrevista ao canal televisivo central CCTV da China, na véspera da sua visita àquele país.

Medvedev assinalou que após o voo de Gagarin “muito foi feito”: “Fizeram-se muitos voos ao espaço, o homem estive na Lua, houve um número enorme de cosmonautas, inclusive da República Popular da China”.

“Mas este acontecimento continua a ser cuma etapa fundamental do desenvolvimento do génio humano… Tenho grande orgulho deste primeiro passo ter sido dado pelo meu país… Este é um grande acontecimento”, disse Medvedev.

“Quanto ao futuro da exploração do espaço, …aqui, a meu ver havia muitas ideias idealistas, mas hoje as pesquisas espaciais tornaram-se mais pragmáticas. Tratamos de efectuar experiências, tratamos de utilizar novas tecnologias no espaço”, apontou o presidente.

Ao mesmo tempo, nas suas palavras, “o sonho de conquistar outros planetas, outros sistemas estelares, continua actual”.

“Não sei quando isso irá acontecer, mas penso que a humanidade sempre tentará combinar estas duas atitudes: por um lado, a vontade de continuar a conquistar o espaço e, por outro, ter uma atitude pragmática para com o espaço, que poderá dar não apenas resultados científicos interessantes, mas também coisas práticas”, declarou Medvedev.

A visita de trabalho de Medvedev à China terá lugar entre 13 e 17 de Abril. O presidente da Rússia participará na cimeira dos chefes de Estado do Grupo BRIC (Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul), intervirá numa sessão do Fórum Asiático e efectuará encontros bilaterais.

A 12 de Abril, no Dia da Cosmonáutica, será efectuada em Moscovo uma salva festiva de 50 tiros

Moscovo, 12 de Abril – Interfax.

O Dia da Cosmonáutica será assinalado em Moscovo com uma salva festiva. O presidente da Rússia, Dmitry Medvedev assinou na véspera da festa um decreto “Sobre a salva no Dia da Cosmonáutica”.

No texto do decreto destaca-se que há 50 anos, a 12 de Abril de 1961, foi realizado o primeiro voo de homem ao espaço.

“Este dia tem especial importância para o povo russo. O primeiro cosmonauta foi um nosso compatriota, Yuri Gagarin”, diz-se no decreto.

Em comemoração do Dia da Cosmonáutica e do 50º aniversário do primeiro voo de homem ao espaço, o presidente decretou: “Efectuar às 22 horas de 12 de Abril de 2011 uma salva de 50 tiros na capital da Federação Russa, cidade de Moscovo”.

Rendimentos de Dmitry Medvedev em 2010 superaram 3,3 milhões de rublos

Moscovo, 12 de Abril – RIA Novosti.

O presidente da Federação Russa, Dmitry Medvedev, apresentou aos órgãos fiscais os dados sobre os seus rendimentos e os rendimentos dos seus familiares, comunica o site do Kremlin.

Segundo os dados do site, os rendimentos do chefe de Estado em 2010 constituíram 3,378 milhões de rublos. Em 2009, Medvedev ganhou um pouco mais de 3,335 milhões de rublos.

Em conjunto com a esposa, Svetlana,  Medvedev é proprietário na Rússia de um apartamento com uma superfície de 367,8 metros quadrados. O presidente tem em bancos russos 14 contas com um valor total de 4,961 milhões de rublos.

Para além disso, Medvedev possui alugado um lote de terreno na Rússia com uma superfície de 4,4 mil metros quadrados e tem um automóvel ligeiro GAZ-20 “Pobeda” do ano 1948.

Em Dezembro de 2008, o presidente da Federação Russa assinou uma lei que obriga o chefe do Governo, os vice-primeiros-ministros e ministros federais a apresentar aos órgãos fiscais não apenas os dados sobre os seus rendimentos, mas também sobre os rendimentos dos seus familiares: cônjuges e filhos menores.

Em Março de 2009, Medvedev anunciou a necessidade de introduzir as mesmas regras em relação ao chefe de Estado.

Vladimir Putin aumentou em 2010 os seus rendimentos em 30% – para 5,042 milhões de rublos

Moscovo, 12 de Abril – RIA Novosti.

Os rendimentos do primeiro-ministro da Federação Russa, Vladimir Putin, aumentaram em 2010 em 29,6%, constituindo 5,042 milhões de rublos, testemunham os dados da declaração publicada segunda-feira no site do gabinete de ministros.

Em 2009, os rendimentos de Putin constituíram 3,89 milhões de rublos.

O primeiro-ministro possui um apartamento, uma garagem e um lote de terreno com uma superfície de 1,5 mil metros quadrados. Para além disso, Vladimir Putin possui em usufruto vitalício mais um apartamento e mais uma garagem.

EM FOCO NA IMPRENSA RUSSA

Vedomosti, Rossiyskaya Gazeta

Serviço de Segurança da Rússia tem medo do Skype, Gmail e Hotmail

Funcionários do Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB) afirmaram recentemente que o Skype, Gmail e Hotmail são uma ameaça à segurança nacional do país, escrevem os jornais Vedomosti e Rossiyskaya Gazeta.

Estas declarações foram feitas pelo chefe do Centro de Protecção de Dados do FSB, Alexandr Andreechkin, durante uma reunião do governo.

Segundo Andreechkin, o FSB está preocupado com a utilização massiva destes serviços, que utilizam tecnologias de criptografia desenvolvidas no estrangeiro.

O controlo do tráfego de internet através destes serviços é efectuado a partir de servidores fora da Rússia e o seu “uso não controlado pode representar uma grande ameaça para a segurança do país”, disse o responsável.

Posteriormente, fontes do FSB informaram que não têm planos de proibir o acesso a estes serviços e destacaram que, pelo contrário, planeiam contribuir para o desenvolvimento das modernas tecnologias,

O ministro das Telecomunicações, Ígor Schégolev, também confirmou que não existem planos de proibir o Skype, Gmail, Hotmail ou outros serviços internacionais utilizados na Rússia. Segundo ele, o problema principal é encontrar a possibilidade de controlar o tráfico. A comissão interministerial, criada para dar solução ao conflito, tomará a decisão sobre este assunto até ao próximo 1 de Outubro.

Moskovskie Novosti

Peritos norte-americanos destacam aumento de atentados suicidas na Rússia

O centro norte-americano de Estudos Estratégicos e Internacionais (CSIS) publicou um relatório sobre o Cáucaso do Norte, cujos autores (um perito russo e dois norte-americanos) constatam o aumento do número de atentados suicidas na Rússia.

Segundo os autores do relatório, os terroristas estão a voltar aos antigos métodos. Os ataques suicidas pararam após a tragédia na escola da cidade de Beslan (Ossétia do Norte, Cáucaso) sequestrada em Setembro de 2004 por um comando de terroristas suicidas.

Não obstante, os atentados recomeçaram em 2008 com mais intensidade.

Por exemplo, só num mês de 2009 ocorreram nove ataques suicidas. Durante um mês de 2010, mais sete (incluindo as duas explosões no metro de Moscovo).

Os peritos acreditam que a imolação do terrorista suicida no aeroporto de Domodedovo da capital, a 24 de Janeiro de 2011) que provocou 37 mortos e 80 feridos, voltou a converter a crescente instabilidade no Cáucaso do Norte no foco das atenções na Rússia e no estrangeiro.

O relatório destaca, para além disso, algumas das características do terrorismo nesta região. Uma delas, evidente para os analistas nacionais, é nova para os observadores internacionais: o problema do Cáucaso do Norte há já vários anos que não se reduz ao conflito na Chechénia. Pelo contrário, esta república actualmente é, em certos aspectos, um território mais estável e seguro que outras repúblicas vizinhas.

Os autores do documento insistem que o motivo fundamental do terrorismo no Càucaso do Norte actualmente não tem a ver com a ideia independentista nem nacionalista mas sim com a natureza religiosa. Constata-se ainda que nem Moscovo, nem a comunidade internacional conseguiram até ao momento elaborar instrumentos eficazes para combater este tipo de terrorismo regional como é o do Cáucaso do Norte.

Kommersant, Rossiyskaya Gazeta

Putin apoia imposição de taxas e medidas proteccionistas na Rússia

O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, apoiou a ideia do Ministério da Indústria e Comércio de aumentar as taxas de importação de bens de equipamento para o sector da energia, escrevem os jornais Kommersant e Rossiyskaya Gazeta.

Durante a reunião dedicada ao desenvolvimento do sector energético nacional, Putin chegou à conclusão que as importações de equipamento impedem o desenvolvimento da indústria nacional e a diminuição da dependência da economia das matérias-primas.

Segundo o director-geral da corporação estatal Rostechnologii, Serguei Chémezov, no que respeita ao preço e qualidade, os gigantes mundiais, com uma carteira de clientes na qual a Rússia representa 5-7%, ganham habitualmente os concursos de fornecimento de equipamentos para o sector energético russo. Assim, 80% dos equipamentos são importados.

Putin exortou os responsáveis a aplicar taxas e medidas antimonopólio contra tais importações e criticou o facto do Ministério da Economia não o ter feito antes. Segundo ele, não é necessário cumprir as regras da Organização Mundial do Comércio até o país aderir definitivamente a esta organização.

Putin assinalou que, se a Rússia continuar a aplicar os compromissos preliminares antes de aderir à OMC “não obterá qualquer benefício com a adesão”. “Irão perder todo o desejo de nos aceitarem no seu seio”, apontou.

Kremlin minimiza declarações de que o Skype e Gmail ameaçariam a segurança nacional

Moscovo, 12 de Abril – RIA Novosti

As declarações de Alexandr Andreechkin, responsável do Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB) sobre a suposta ameaça que o Skype e o Gmail representariam para a segurança nacional são apenas uma opinião pessoal e não se enquadram na política do Estado – informou hoje uma fonte do Kremlin.

“As palavras do dirigente do Centro de Protecção de Dados do FSB reflectem apenas a sua opinião pessoal e não a política do Estado relativamente ao desenvolvimento da Internet”, disse uma fonte do Kremlin à RIA Novosti.

Segundo o Kremlin, Andreechkin excedeu as suas competências e tirou conclusões precipitadas acerca dos serviços de Internet.

A fonte recordou também que “a tarefa do FSB é garantir a segurança informática e não promover medidas restritivas”, recomendando prestar atenção aos ataques de piratas, cada vez mais frequentes a tais serviços como o LiveJournal.

Deixe um comentario

*