“Tchiloli – Identidade de um Povo” representa São Tomé e Príncipe no Festin 2011

O documentário que representou São Tomé e Príncipe no concurso Doc TV – CPLP, foi escolhido para ser exibido no Festin 2011 que decorre de 26 de Abril à 1 de Maio em Portugal.

Os são-tomenses radicados em Portugal, são convidados a marcar presença no Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa – 2011, mais concretamente no dia 27 de Abril, em que será exibido o documentário “Tchiloli – Identidade de um Povo”, da autoria do Jornalista Felisberto Branco e produzido pelo realizador Kalu Mendes.

O documentário que realça um dos valores da identidade cultural são-tomense, faz parte de 78 filmes que serão exibidos no Festin 2011. Segundo uma nota de imprensa da organização do evento, o objectivo principal é fomentar o intercâmbio social e cultural dos países lusófonos e reforçar os laços que unem os 8 países membros da CPLP.

A nota ainda que «estamos diante de um facto inédito, pois pela primeira vez um filme sobre São Tomé e Príncipe, e realizado por um são-tomense vai competir na cena internacional. Com efeito, tratar-se-á de uma ocasião privilegiada para promoção cultural e turística do país», frisa a nota de imprensa.

O escritor angolano José Eduardo Agualusa, e o guinieense Tony Tcheka, vão animar palestras e mesas redondas durante o Festin 2011.

O evento decorrerá próximo do Cinema São Jorge em Lisboa. A companhia aérea STP-Airways e a empresa Mota Engil patricinam a participação do Documentário “Tchiloli – Identidade de um Povo” na edição do Festin – 2011

Abel Veiga

.

  1. img
    cesario verde segundo Responder

    muito interessante e oportuno evento. espero que sep ossa espelhar o país digna e positivamente! estou convicto que assim será! a diferenca do que fazem os politicos…tristeza!

  2. img
    jaka doxi Responder

    Obrigado felisberto Branco.
    abraços

  3. img
    Digno de Respeito Responder

    Parabéns a todos nós pela promoção da imagem cultural. Ao Felisberto Branco e Kalu Mendes, sugiro que não fiquem por aqui. Haja mais iniciativas com peças jornalísticas, reportagens, info-médias e curtas metragens que fale do interior do País. Passarei pelo Cinema São Jorge para apareciar o nosso/vosso bom trabalho.

  4. img
    Mafioso Responder

    Em São tome, faz falta um espaço para se assistir o Tchiloli, todas as semanas.
    livro o tchiloli.

  5. img
    # HeCoS # Responder

    S.T.P.- São Tomé e Príncipe, ” esta é a ditosa pátria minha amada”.

    Vamos dar valor ao que é nosso.
    A cultura é sempre o que representa um povo, uma nação. É o nosso Bilhete de Identidade.
    Que façam um bom trabalho. Força.

Deixe um comentario

*