Relatório das Actividades do Tribunal de Contas

O documento que foi apresentado pelo Juíz Presidente do Tribunal de Contas, Francisco Fortunato Pires, é publicado na íntegra. CLIQUE : Relat-rio_TC_2010

  1. img
    keblancana Responder

    Estas contas estão mesmo certas ou foram feitos acertos para as acertarem?
    Tela sê nom…. Enquanto o Povo continuar a permitir k vocês desfrutem disto, não vos acontece nada. Esteja descansado desfrute, oh Pires.

  2. img
    Bô Só CêBê Responder

    Bom trabalho.
    Mais os documentos deste tipo de estar assinado pelo responsavel, publicado em formato PDF e não em Word.

  3. img
    documento formato texto??? Responder

    Impressionante! Informação deste tipo em formato word? Quem garante que não houve manipulação?

  4. img
    Chimberlingue Responder

    Tanto português,tanto bla-bla-bla, tantas estoiras em volta de uma questão que já deveria ter meio caminho andado,tanto roubo nas barbas do tribunal de conta,(966) processos entrados só (3)julgados,grandes gatunos impunes…Tribunal de conta não prende ninguém…Sinceramente…. Eu sei que roubar e rápido e julgar e lento,mas vale a pena tarde que nunca.Seja como Deus quiser. Meritíssimo Juiz mesmo a passos de lesma,ou de caracol põem esses tipos na cadeia.

  5. img
    Chimberlingue Responder

    Tanto português,tanto , tantas estoiras em volta de uma questão que já deveria ter meio caminho andado,tanto roubo nas barbas do tribunal de conta,(966) processos entrados só (3)julgados,grandes gatunos impunes…Tribunal de conta não prende ninguém…Sinceramente…. Eu sei que roubar e rápido e julgar e lento,mas vale a pena tarde que nunca.Seja como Deus quiser. Meritíssimo Juiz mesmo a passos de lesma,ou de caracol põem esses tipos na cadeia.

  6. img
    Luis Filipe Responder

    Dr. Fortunato Pires,
    Na realidade, a boa vontade de mostrar serviço é importante. Mas a este nível de responsabilidade é imperdoável ter artigos/relatórios escritos com um nível de português que não ultrapasse o do ensino secundário. Imprimi o relatório para ler e verifico que, cada parágrafo é um autentico atentado a língua portuguesa. Aconselho-o para a próxima pedir uma revisão do texto a pessoas que considere competentes, porque também é a imagem do meu país que está em causa. Em todo caso boa continuação

  7. img
    Mohamed Takora Responder

    Considerando as contas apresentadas, sendo esta uma instituição pública e não privada, porquê aplicações financeiras em bancos comerciais quando o estado tem falta de liquidez para pagar as suas contas?
    Como se explica que sendo esta instituição a que faz reger o cumprimento das obrigações da lei não aparece em lugar algum a informação de ter sido pago imposto sobre rendimento da mesma uma vez que produz mais-valia fruto de operações comerciais e financeiras.

    Com este resultado deve ser uma das empresas mais lucrativas de São Tomé, pois nem paga impostos e tem liquidez asfixiando o OGE que sem algum escrúpulo continuam reclamando a necessidade de mais recursos.

    Uma instituições publicas nem medicamentos conseguem comprar por falta de liquidez enquanto que outras até têm dinheiro o suficiente para fazer aplicação financeira ao invés de colocarem a mais valia obtida a favor do Tesouro Público.

    Isto resume sim uma república Tribunal de Contas dentro da outra RDSTP.

    Bem haja STP e os fazedores das intrigas neste país. Salvemos a nossa Africa.

    O escrúpulo deve começar em nossa casa para podermos exigir o da vizinhança.

    Takora Mohaded
    S. Tomé 25/05/2011

    • img
      Mato de Banana Responder

      Aplicação do fundo é um acto de boa gestão Financeira, desde que haja a mitigação de risco relativamente ao tipo de investimento a ser feito, (apostar no investimento de curto prazo com capacidade de gerar liquidez imediata e acautelar muito bem os riscos a ele associado).
      Não te esqueça que TC tem autonomia administrativa e Financeira.

      A tua reclamação não tem fundamento, cada instituição deve gerir bem os recursos que é posto a sua disposição.

      • img
        Liedson Responder

        Concordo com o Sr Takora. O Tribunal de Contas não pode ser uma República dentro da RDSTP. O papel do Tribunal de contas é importantíssimo, ninguém duvida. Mas devos distribuir os males pelas aldeias.
        Ja agora, devo dizer que considero um escândalo o país ter imitado outros Estados mais avançados nas regalias que são concedidas a algumas instituições e carreiras profissionais da República. Sei por exemplo, que o os magistrados do TC, a semelhança talvez de outros tribunais, têm o direito de “Jubilar” no fim da carreira. Isto é, em vez de se aposentarem como demais funcionários, têm o direito de ir para a casa com a totalidade do salário e outras regalias mais, como o usufruto de uma viatura do Estado. No nosso TC, que vive os seus primeiros anos de actividade, ja ha um juiz jubilado e que “herdou” uma viatura nova do Estado. O sujeito tem uma viatura nova para fins particulares enquanto instituições do Estado, como a polícia, PIC e o Hospital carrece de meios rolantes. Kwá sé ka pô sá! Até quando que passaremos a ter consciencia e deixarmos de agir como se fossemos um estado rico???

  8. img
    Gomes Responder

    Olha eu só estou a espera de dia que essa equipa descer cá para ilha do Príncipe muito comer dinheiro ta aqui. Devem ir lá fazer auditoria das finanças regionais á muito donativos que são entregue e que não se sabe onde entra o dinheiro.

    • img
      Devoração de Fundo Publico na ilha do Príncipe Responder

      È verdade, TC deve apanhar um voo ou apanhar um barco para Ilha do Príncipe, garanto que vão ter muito que relatar a todo povo de STP.

      Comer ferro que está aqui, negócios fechados a calada da noite usando fundos públicos.

      Dia que Francisco Fortunato Pires por os pés no Príncipe com a sua equipa da Auditoria, isso vai dar conversa, muito choro.
      Posso a até dar pista:
      Começa o trabalho na Direcção das finanças regional, hospital, CST do Príncipe, as contas do ano passado da EMAE e licitação de obras publicas..
      Senhor Fortunato já fiz o trabalho quase todo para si, agora resta o senhor ir ao terreno…
      Há pessoas que está a brincar com dinheiro (fundo publico) no Príncipe…

      No sábado passado houve uma festança, só visto não se acredita…

  9. img
    Joscon Responder

    Exmo. Senhor,
    Presidente de Tribunal de contas

    Venho, por este meio, criticar com dureza, o modo e a forma como o relatório das actividades do tribunal de contas do ano de 2010 foi apresentado. Embora reconheça o seu estoicismo em apresentar esta tarefa, também tenho que reconhecer um certo amadorismo na forma como este documento foi publicado.

    O Senhor, se não me engano, foi professor primário e actualmente é jurista de formação. Não se entende, como é possível, decorridos 36 anos de independência, haja documentos oficiais escritos de uma forma incipiente, com erros gravíssimos quer em termos ortográficos e sintácticos nos documentos oficiais. Esteticamente e graficamente, este documento oficial não obedece as mais elementares regras, pois, deve-se utilizar o estilo Times New Roman e o tamanho 12 e a formatação deve ser justificada.

    No geral, as medidas de formatação do relatório são os seguintes: margem superior – 2,5 cm, margem inferior – 2,5 cm, margem direita – 2,5 cm, margem esquerda – 3,5 cm, entre linhas (espaço) – 1,5 cm, tipo de letra Times New Roman, tamanho de fonte -12 e o formato de papel – A4 (210 X 297 mm.

    Ao ler o relatório na íntegra, deparo que o tipo de letra utilizado é o Arial e o tamanho da fonte 14, isto é inconcebível. Qualquer ferramenta de Word (Office) tem mecanismos de correcção de texto (ortografia e gramática). Por norma, deve-se fazer uma revisão total do texto antes da sua publicação. A título de exemplo, apresento-lhe uma falha grave na feitura deste documento: Tmor-Leste.

    Sem outro assunto de momento, apresento os meus melhores cumprimentos e subscrevo-me,
    Joscon

    • img
      Paulo Sergio Responder

      Muito bem com disciplina apresentou a sua contribuição.
      È isso mesmo.

    • img
      Luis Filipe Responder

      Pelos vistos existem mais pessoas de acordo com as minhas afirmações. Aconselho a todos a lerem o referido relatório e repararem no nível inaceitável de português. Em nome do interesse nacional deveriamos fazer uma petição ao jornal Telanom no sentido de retirarem este documento da internet.

Deixe um comentario

*