Sociedade

Zeinal Bava 6º melhor Chief Executive Officer (CEO) da Europa

O Presidente Executivo da Portugal Telecom, Zeinal Bava, é destacado como o 6º melhor  Chief Executive Officer (CEO) da Europa, em todos os sectores, ultrapassando a 17ª posição  que ocupava anteriormente.

CLIQUE PARA LER TUDO – Zeinal Bava Melhor do ano

    7 comentários

7 comentários

  1. Kofi

    10 de Junho de 2011 as 14:09

    Francamente,…Não vejo em quê o sujeito tratado aqui é uma informação! Isto é ridicule !
    Télanon não deve publicar esse type “d’information”. E tem que parar também com publications de articles sobre futebolistas santomenses que marcam golos en campionatos de 2a e 3a div en PT.

    Os jornalistas de STP têm que ter commo LEITMOTIV “REBEL WITHOUT A PAUSE” na INFORMATION que ajudam as pessoas a serem mais intelligentes et não burras !

    KMK

  2. delete

    10 de Junho de 2011 as 21:39

    é um sitio de informação meu caro, temos que ter cultura geral, não basta só saber de são tome, mais saber do que ta-se a fazer pelo mundo …. abra há mente ….

  3. Anca

    11 de Junho de 2011 as 9:31

    Todas as noticias e acontecimentos, no mundo em que vivemos hoje são fundamentais.

    Pois o que acontece num determinado espaço e tempo,Ex: noutros países, nos afecta de certa forma em São Tomé e Príncipe;
    assim como o que acontece em São Tome e Príncipe, também afecta, outros espaços e tempo, outros países.

    Pois vivemos num mundo Global,em que São Tomé e Príncipe não deve estar isolado e sozinho no mundo.

    A falta desta visão tem condicionado, de certa forma o nosso desenvolvimento e crescimento,de São Tomé e Príncipe.
    A nossa sociedade peca por ter falta de investigação, informação e formação, pois devia haver mais noticias não só sobre São Tomé e Príncipe, como também de outros países e continentes.

    Quanto mais informados e formados estivermos sobre os problemas e prodígios que afectam outros povos, mais exemplos temos e mais bem preparados, para delinear um caminho diferente, rumo ao crescimento e desenvolvimento, crescimento não só a nível económico, bem como crescimento em informação/formação a nível da cidadania.

    Como diz o ditado;

    Nas costas dos outros vemos a nossa,

    Basta olhar e perceber que exemplos bons ou maus, queremos apreender e delinear, para mudar os comportamentos e atitudes(rumo), que hoje nos afectam de forma negativa.

    Um exemplo;

    Hoje a grande problemática mundial;

    Coloca-se nos termos da defesa, energia, meio ambiente e clima e corrupção.

    Que quantidade de informação sobre estas problemáticas aparecerem, nos jornais de São Tomé e Príncipe?

    Pois ainda não temos um jornalismo de investigação, sobre estas questões, que no fundo condicionam o nosso desenvolvimento;

    a questão do abastecimento de energia ( sobretudo energia limpa)

    a questão de distribuição da água, saneamento do meio, preservação da natureza e biodiversidade, alterações do clima não só em São Tomé e Príncipe como no mundo a previsão do tempo(meteorologia)…etc,etc..

    Questões da pobreza, questões da criminalidade, a violação dos direitos das crianças,dos cidadãos.

    Os nossos jornais, dão grande ênfase e destaque às questões de foro político, isto porque os jornais ou os jornalistas, não estão sensibilizados, para um jornalismo de investigação e isenção política e económica.

    Reparem bem, quando começarmos a ter um jornalismo de investigação, de formação de uma massa colectiva crítica, sobre estas matérias( questões tratadas acima), a classe política e a sociedade no geral, mudará rapidamente de atitude e comportamento, perante tais problemas, para o bem dos cidadãos a da cidadania,até mesmo da classe jornalistíca.

    Os Jornais e jornalistas devem jogar um papel,investigação de formação e informação com isenção(económica e política), na formação, de uma consciência e sociedade mais critica, em relação aos problemas que os afectam e condicionam o crescimento e desenvolvimento local, regional e a nível Mundial,incluindo dos próprios jornalistas.

    Não deve ser somente a classe política a mudar o rumo do país com as políticas e leis, os Jornais e jornalistas,assim como todos os cidadãos, também têm um papel preponderante na transformação da sociedade São Tomense, sobre tudo quando informam com isenção e trazem ao público questões, que a todos afectam nomeadamente às questões ligadas a pobreza e desenvolvimento sustentável, para o bem da cidadania.

    Pois quanto mais trabalhamos a informação, mais bem informados e preparados estamos, mais bem sucedido podemos ser.

    Para o bem da nossa sociedade…

    Bem Haja a todos

  4. J. Maria Cardoso

    11 de Junho de 2011 as 19:23

    Anca,
    Acrescentaria de q Zeinal Bava, é a face da detentora da comunicação em STP e recentemente esteve no país a batizar uma nova era das novas tecnologias no mundo da globalização.
    A sua vitória acaba por ser a vitória da CST. Quantas vezes criticamos a velocidade da “net” q a CST disponibiliza aos internautas?
    A nota informativa acaba por ter o seu significado, embora neste campeonato,anima-nos muito mais os 7, 12 ou 20 candidatos as presidenciais. Isso sim! Não há escassez de leitores, mesmo aqueles q basta a cara do “rebelde” para tecer o seu contra ou favoretismo.
    Bem-haja!

  5. Paracetamol 500mg

    11 de Junho de 2011 as 19:48

    Cultura geral? Se assim fosse, devia publicar a lista completa dos melhores gestores e não esse monhe CEO da PT, que é detentora de participações na CST.
    Isto é uma noticia travetida.
    Andam a chular o povo de stp, comprando tecnologias velhas e vendendo o codigo indicativo de STP para ponografia internacional. Isso sim é negocio.

    • lupuye

      13 de Junho de 2011 as 2:15

      Tens toda a razao. Isso do nosso indicativo e uma verdade. E e por isso que nao podemos telefonar de muitos paises pra STP. Tem uma tecnologia antiga e velha e um preco proibitivo que so aderimos por falta de competicao. E andam por ai a gabar que tem nao sei la quantos usuarios em STP.

  6. LOSANE SOARES

    11 de Dezembro de 2013 as 21:04

    Sr.presidente,boa noite,
    estou passando esse comunicado,para que o sr.tenha conhecimento do mal atendimento da OI no Brasil:
    Meu tel.21-2631-3324 esta desligado desde 29.11.2013 não devo um centavo de conta a OI,quando reclamo,sou tratado com descaso,tenho vários protocolos de reclamação sem sucesso,e as contas são pagas regularmente em dia,eu tenho a impressão que os funcionários da OI Brasil não tem supervisor, as empresas terceirizadas de manutenção fazem o que querem,cortam sua linha,passam para outro sem mais nem menos.Eu acho que se tivessem uma supervisão,um comando,tanto na parte de atendimento como na área de campo,a OI Brasil não teria tantas reclamação na justiça e não perderia tanto dinheiro.Esse é um desabafo de um cliente,que procura pagar suas contas em dia e ter um bom serviço,não sei se esse comunicado vai resolver alguma coisa,mas eu não sei a quem mais recorrer.Contando com a atenção,desde já agradeço.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo