Sociedade

Grito de Estudantes são-tomenses no Brasil

Carta dos Estudantes S.T.P em Brasil, apelam governo que viabilize o pagamento de subsídio de Bolsa em atraso a aproximadamente 8 meses referente aos meses de Janeiro a Agosto de 2011.

Clique para ler mais uma carta endereçada ao Governo – carta

    10 comentários

10 comentários

  1. barreto

    9 de Agosto de 2011 as 16:51

    Sr Ministro da Educaçao Sr Primeiro ministro ver se resolver problemas, nos estudantes, todo mundo sabe que senhores gastaram muito dinheiro na campanha dando bannho e agora diz que nao tem dinheiro pra pagar bolsa de filhos dos pais pobres que estao tentando se formar em Brasil… queria saber pk tem dinheiro pra campanha pra comprar conscência de povo dar banho e nao tem dinheiro pra pagar bolsa de estudante que estao sofrendo no PAÍS estrageiro, sem familia sem ninguem pra olhar pra esses estudantes nem consolado nem embaixada nem embaixador tem em Brasil que posso responder pelos estudante isso é muito triste vergonhoso so S.tome e Principe que nao tem nenhum representante aqui no Brasil tods Paises tem.. Nos esperamos que governo resolva situaçao de estudantes que estao morando na rua e passando fome. Se fosse filho desses governante tlvs isso ja poderia esta resolvido como é filho de Pais pobres de pessoa disfavorecida ,por isso els nosso governantes nao estao a fazer nada pra resolver.. Sr Ministro de Educaçao senhor foi Padre eu acho que senhor sabe como filho de pobre sofre ou mesmo como pobre sofrem tenha compaixao de nos!!!!!!!!

    • Helves Santola

      9 de Agosto de 2011 as 22:54

      Ñ se entusiasme muito amigo, ñ fale nada sem provas…..!

    • Filho de STP

      9 de Agosto de 2011 as 22:57

      Meu amigo Barreto, temos sim que apertar os nossos governantes para nos apoiarem, mas também temos que mostrar que somos estudantes e ter mais cuidado com a escrita. Todos nós erramos mas no teu testo é de lamentar. Não te ofendas com isso, quero apenas que tenhas mais atenção da próxima vez porque milhares de pessoas têm acesso à tua mensagem. Abraços

    • Helves Santola

      9 de Agosto de 2011 as 23:00

      Muito obrigado ao Tela Non pelas publicações (sei que ñ há nada para agradecer, vcs viver disso), mas é impossível sentir gratidão por isso……espero que consigam perseguir a verdade e saber e informar ao povo sobre o andamento da situação, da reacção do ministro da educação!

  2. Anca

    9 de Agosto de 2011 as 19:42

    Mais notícias sobre a situação dos estudantes na Rússia.

    Atentem ao texto.

    “Estudantes são-tomenses em dificuldades financeiras podem ser expulsos de universidade em Moscovo”

    “Cinco estudantes são-tomenses da Universidade de Amizade dos Povos da Rússia, na capital russa, correm o risco de serem expulsos desse estabelecimento de ensino, pois as bolsas de estudo são pagas com atraso e não têm meios pagar seguro médico e residência.”
    ““Até ao fim de setembro, temos de pagar oito mil rublos (cerca de 200 euros) pelo seguro médico, residência e registo anual na polícia.” “Se não o fizermos, seremos excluídos da universidade e teremos de abandonar a Rússia”, declarou à Lusa Ruslan Martins dos Ramos, estudante do 2º ano de Agronomia.”
    ““Quando partimos de São Tomé, o Governo prometeu transferir-nos 250 dólares americanos por mês.” “Mas as transferências estão com três meses de atraso e estamos a passar por dificuldades”, explica o estudante.
    Segundo ele, “a bolsa é pequena, mal dá para alimentação, mas dá para sobreviver quando o dinheiro chega a tempo”.”
    ““Se não pusermos a contas em dia com a universidade, poderemos ser expulsos até fim de setembro, o que é lamentável, pois todos os alunos são-tomenses têm bons resultados académicos”, acrescentou.”
    ““Alguns têm melhores notas do que outros, mas, em geral, os resultados são bons”, frisou.”
    “Ruslan Martins queixou-se de os estudantes são-tomenses não terem um canal de ligação com as autoridades do seu país.”
    ““Nós enviamos mensagens para o Ministério de Educação de São Tomé, mas ninguém nos responde e não temos qualquer outro apoio em Moscovo”, lamenta ele.”
    “São Tomé não tem nem embaixada, nem consulado na capital russa.”

    Só quem não sabe o que é estar fora do País, não sente a indignação destes estudantes.

    Torna-se necessário por fim a essas situações.

    Basta chega.

    É humilhante.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Como povo SãoTomense.

    • Anca

      9 de Agosto de 2011 as 19:43

      In Público.

  3. Helves Santola

    9 de Agosto de 2011 as 22:53

    Porque é que o governo ñ diz nada? Será que estão de férias? Precisamos que o governo entre em contacto connosco, nem que seja pra dizer que ñ vão nos pagar ou coisa assim, mas precisamos de uma luz, uma orientação, pra saber se cancelamos a matrícula e procuramos voltar ou se podemos ficar descansados que vão pagar brevemente. NA CARTA, CONSTA UM E-MAIL ATRAVÉS DO QUAL O MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PODERÁ ENTRAR EM CONTACTO CONNOSCO…..FIZEMOS E ESTAMOS A FAZER A NOSSA PARTE, PELO MENOS MOSTREM QUE ESTÃO PREOCUPADOS CONNOSCO….!

  4. Bloco operatório do principe

    10 de Agosto de 2011 as 10:57

    Meu caro Helves o nosso governo na pessoa do senhor 1ºministro e o ministro da educação estão nas tintas pra vóz eles nem se importam pra saber em q estado encontram os estudantes olha,eles prometeram quando queriam votos e até a data momento nada feito.1- em STP o custo de vida aumentou consideravelmente em relaçaõ a dantes,2 os seus educandos não estao englobados nestas universidades e mesmo estando, receberiam as suas mesadas devidamente encaminha e ainda faziam troças de vóz outros que com eles estudam…espero que isto mude rapidamente e que ele o governo vos pague a bolsa porque não é facil passar fome..digo eu por experiencia propria,, mas eles talx nunca tiveram que ficar até as 17 sem almoçar….

  5. justinoramos

    10 de Agosto de 2011 as 14:37

    Parabéns sr Doutor:Manuel Pinto da Costa pela vitória alcançada era esse resultado que eu estivi há espera sempre para mudar essa politíca suja que encontra em s.tomé eprincípe para acabar com os motqueiros todos na praça porque isso é uma vergonha para um país como s.tomé e princípe

  6. Edi em Fortaleza Brasil

    10 de Agosto de 2011 as 16:28

    Fazemos parte dessa sociedade tão perversa com membros do poder público que só sabem implementar a demagogia e alienação com vista a suprimir os direitos da maioria que se enquadra cada vez mais nessa orla obscura sem poder ao menos desvendar o potencial intrínseco.
    O governo Santomense é plenamente inadimplente e nem se preocupa ao menos com o maior bem defendido tanto pela constituição como por qualquer outra lei provida do entrelace do caso concreto em busca da equidade e justiça, que é a vida do ser humano como algo de valor absoluto, deixando a gente se enquadre nesse patamar de miséria e desprezo passando fome e estando ao relento sem ter forças para prosseguir com os nossos almejos que é estudar e um dia dar nosso contributo para o aprimorar do país que se enquadra cada vez mais nessa orla caótica.

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo