Sociedade

NATO e União Europeia não reconhecem eleições presidenciais na Abkházia

É um dos temas do Diário Informativo da Rússia.

SUMÁRIO:

  • Khodorkovski debuta como colunista no diário electrónico russo The New Times
  • Eleições serão tema principal no encontro de líderes de partidos com Dmitry Medvedev
  • Rússia Unida apresentará ao presidente candidaturas ao posto de governador de São Petersburgo
  • Aleksandr Ankvab eleito presidente da Abkházia tendo obtido 54,9% dos votos
  • Consulado Geral da FR: sete cidadãos russos feridos em resultado de explosão na localidade turca de Kemer
  • NATO e União Europeia não reconhecem eleições presidenciais na Abkházia
  • Produtores russos anunciam venda de “nanoligadura” do futuro
  • · Wikileaks revela novos pormenores das informações enviadas pela embaixada dos EUA em Moscovo

Khodorkovski debuta como colunista no diário electrónico russo The New Times

Moscovo, 29 de Agosto – RIA Novosti.

Mikhail Khodorkovski, ex-dono da petrolífera Yukos e, actualmente, o recluso mais famoso da Rússia, debutou hoje como colunista no diário moscovita The New Times com um artigo retratando alguns prisioneiros com quem contactou desde que está na prisão.

“Depois de tantos anos na prisão, estou longe de idealizar as pessoas que lá tenho encontrado”, escreve Khodorkovski. Ao mesmo tempo, reconhece que muitos deles “têm os seus princípios” e estão dispostos a sofrer por eles, sejam ou não correctos do ponto de vista da sociedade.

Como exemplo, conta a história de Nikolai, um jovem sentenciado por posse de drogas e que, em princípio, estava disposto a aceitar a autoria de outro delito que não cometera em troca de alguns benefícios, Quando soube que se tratava de roubo de uma velhota, recusou o pacto com os polícias, dizendo que jamais ofendera ou ofenderia pessoas idosas. Os polícias agrediram-no e fecharam-no numa cela, para que “pensasse melhor” e então ele optou por fazer harakiri.

Khodorkovski confessa sentir um orgulho involuntário por esse jovem com múltiplos antecedentes penais, ao mesmo tempo que pensa com amargura “sobre tantos os que em liberdade dão muito menos valor à sua honra e nem consideram pecado especial roubar um ou dois mil rublos a um idoso, ainda que o roubo seja encoberto por palavras inteligentes”.

“Às vezes sinto-me literalmente horrorizado face às vidas perdidas em vão, face aos destinos destruídos pelas próprias mãos ou por este Sistema desumano”.

Eleições serão tema principal no encontro de líderes de partidos com Dmitry Medvedev

Moscovo, 28 de Agosto – RIA Novosti.

Os líderes da maioria dos partidos políticos tencionam discutir num encontro com o presidente da Federação Russa, Dmitry Medvedev, marcado para 29 de Agosto, o problema da pureza da próxima campanha eleitoral e das eleições para a Duma de Estado. O encontro irá decorrer em Sochi.

A Rússia Unida informará sobre os resultados das eleições preliminares e a proposta de torná-las obrigatórias para outros partidos. O Partido Comunista da Federação Russa está cansado da “permanente mentira” nas eleições, o Yabloko quer sentir-se igual em comparação com outros partidos parlamentares, o Partido Liberal Democrata exige um acesso igual aos meios de comunicação social e o partido Patriotas da Rússia está descontentes com barreiras burocráticas nas eleições. A Causa Justa não quis revelar os temas que pretende discutir no encontro com o chefe de Estado.

As eleições para a câmara baixa do Parlamento terão lugar em Dezembro de 2011.

Rússia Unida apresentará ao presidente candidaturas ao posto de governador de São Petersburgo

Moscovo, 29 de Agosto – RIA Novosti.

Segunda-feira, num encontro com o presidente da Federação Russa, Dmitry Medvedev, a Rússia Unida apresentará candidaturas ao posto de governador de São Petersburgo.

Valentina Matvienko, que dirigiu São Petersburgo durante oito anos, aceitou em Junho a proposta de encabeçar a câmara alta do Parlamento. Para se tornar senadora, Matvienko deveria obter um mandato de deputada. Após ter vencido em eleições municipais a 21 de Agosto em São Petersburgo, Matvienko dirigiu ao chefe de Estado um pedido de demissão. O presidente concordou com a demissão, designando o seu representante no Distrito Federal Central, Gueorguy Poltavtchenko, como governador interino da cidade.

Conforme comunicou à RIA Novosti uma fonte na direcção da Rússia Unida, o partido apresentará as candidaturas antes do encontro do chefe de Estado com líderes de partidos. A Rússia Unida propõe três candidatos ao posto de governador de São Petersburgo – o representante do presidente no Distrito Federal Central, Gueorguy Poltavtchenko, que actualmente desempenha interinamente as funções de chefe da cidade, o vice-governador de São Petersburgo, Mikhail Osseevsky, e o dirigente da Assembleia Legislativa da cidade, Vadim Tiulpanov.

Os politólogos questionados pela RIA Novosti consideram que Guerguy Poltavtchenko é o candidato que tem maior probabilidade de vir a dirigir São Petersburgo. Ao mesmo tempo, os peritos destacam que o centro federal aposta nele juntamente com Dmitry Kozak que agora é a primeira personalidade política de São Petersburgo. Na sua opinião, a presença de Osseevsky e Tiulpanov na lista é apenas uma formalidade.

Vadim Tiulpanov declarou que não esperava ser incluído na lista de três candidatos ao posto de governador de São Petersburgo, que a Rússia Unida irá propor ao presidente. Mikhail Osseevski não quis comentar a decisão da Rússia Unida, limitando-se expressar um agradecimento ao partido pela confiança no seu blog.

Aleksandr Ankvab eleito presidente da Abkházia com 54,9% dos votos

Sukhumi, 29 de Agosto – RIA Novosti.

Aleksandr Ankvab venceu nas eleições presidenciais na Abkházia, tendo obtido 54,9% dos votos de eleitores, comunicou aos jornalistas o chefe da Comissão Eleitoral Central, Batal Tabagua.

As eleições antecipadas do chefe da Abkházia foram convocadas devido ao falecimento do presidente Serguey Bagapch. Nas eleições participaram três pretendentes ao cargo supremo de Estado – o vice-presidente Aleksandr Ankvab, o primeiro-ministro Serguey Chamba e o líder do partido oposicionista Fórum de Unidade Popular da Abkházia, Raul Khadjimba.

Nas palavras do dirigente da CEC, Aleksandr Ankvab foi apoiado por 58657 eleitores, Serguey Chamba – por 22456 (21,04%) e Raul Khadjimba – por 21177 (19,83%). Dos 148.556 eleitores votaram 106.645 pessoas, ou seja 72% do número total de eleitores.

“Estes são os dados definitivos”, disse Tabagua.

De acordo com a legislação eleitoral, o presidente eleito assume o cargo passado um mês após a votação. Durante a cerimónia da tomada de posse, o novo chefe de Estado presta juramento perante os deputados do Parlamento e os membros do Supremo Tribunal.

Segundo Tabua, no decorrer das eleições não foram registadas quaisquer infracções sérias.

O presidente da Rússia, Dmitry Medvedev, felicitou Aleksandr Ankvab pela vitória nas eleições, assegurando que a Abkházia pode continuar a contar com a ajuda multilateral da Rússia.

Consulado Geral da FR: sete cidadãos russos feridos em resultado de explosão na localidade turca de Kemer

Antalya, 29 de Agosto – RIA Novosti.

Sete cidadãos russos foram feridos em resultado de uma explosão que teve lugar este domingo na estação balnear turca de Kemer, comunicou à Interfax o cônsul-geral da Rússia na Antalya, Aleksandr Tolstopiatenko.

“Sete cidadãos russos foram feridos em resultado da explosão”, disse Tolstopiatenko.

O diplomata acrescentou que a bomba explodiu numa praia, ferindo pessoas com as pedras arremessadas em resultado da explosão. “Segundo os dados preliminares, explodiu um pacote escondido na praia. Por enquanto não sabe como o engenho explosivo foi accionado. A Polícia está a esclarecer os pormenores do incidente”, apontou o cônsul.

Nas palavras de Tolstopiatenko, quatro cidadãos russos encontram-se internados em clínicas locais e devem receber alta proximamente. “A sua vida não corre perigo. Têm traumatismos leves e sofreram um choque em resultado da explosão”, disse o diplomata.

NATO e União Europeia não reconhecem eleições presidenciais na Abkházia

Bruxelas, 29 de Agosto – Interfax.

A NATO e União Europeia recusaram-se a reconhecer a legitimidade das eleições presidenciais na Abkházia, que tiveram lugar a 26 de Agosto.

“A União Europeia não reconhece o quadro constitucional e jurídico no qual foram realizadas estas eleições”, diz-se na declaração da chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton.

A NATO considera que as eleições na Abkházia podem influir negativamente na estabilidade na região. “A realização de tais eleições não contribui para a regularização pacífica e de longo prazo da situação na Geórgia”, cita a declaração da aliança as palavras do secretário-geral da NATO, Anders Fogh Rasmussen.

“A NATO apoia a soberania e integridade territorial da Geórgia dentro das fronteiras reconhecidas pela comunidade internacional”, destaca-se no documento.

Produtores russos anunciam venda de “nanoligadura” do futuro

Moscovo, 29 de Agosto – RIA Novosti.

A “nanoligadura” Vitavalis, capaz de sarar feridas rapidamente, criada por cientistas da cidade russa de Tomsk, será posta à venda no próximo Outono e será distribuída na Rússia e em alguns países europeus, informaram hoje no Centro Científico de Tomsk.

“O primeiro lote já está pronto. No próximo mês começará a venda da Vitavalis no Próximo Oriente russo, Moscovo e Europa. Há vários distribuidores dispostos a comercializar o produto”, disse o presidente do Conselho de Administração do centro científico, Serguei Psakhie.

O administrador acrescentou que já receberam encomendas do Vietname e Eslovénia, mantendo negociações com empresas de outros países interessadas na comercialização da nova ligadura, que acelera a cicatrização.

A Vitavalis passou com êxito todos os testes sanitários, tóxicos e clínicos para receber a autorização da Inspecção Sanitária Nacional da Rússia (Roszdravnadzor).

O efeito inovador da nova ligadura consiste no método de tratamento da ferida. Os microrganismos são eliminados da superfície da ferida e retidos no material da ligadura graças a uma interacção electrostática, que não permite a propagação das bactérias.

EM FOCO NA IMPRENSA RUSSA

Kommersant

Wikileaks revela novos pormenores das informações enviadas pela embaixada dos EUA em Moscovo

Praticamente nenhum aspecto da vida social da Rússia está à margem dos interesses dos diplomatas norte-americanos em Moscovo. É isso que se depreende da última série de despachos diplomáticos tornados públicos pela Wikileaks.

Segundo informa o diário Kommersant, sob a lupa da embaixada americana tem estado o surgimento de uma nova classe média na Rússia, os problemas demográficos do país e inclusivamente as razões por que o feminismo está pouco desenvolvido no país. O grau de detalhe é tal que se chega a afirmar num destes despachos que muitos russos têm adoptado um modo de vida saudável imitando Vladimir Putin, o que explica em parte o boom de ginásios na Rússia durante a década de 2000, na opinião de alguns diplomatas norte-americanos.

Como se diz num dos documentos tornados públicos, “apesar da nossa discordância em relação à linha política escolhida por Putin no que respeita à extraordinária concentração do poder, a importância da Rússia para os interesses dos EUA continuará ainda por muitos anos a ser enorme”.

    Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo