Sociedade

São Tomé enviou mais 6 estudantes para a Rússia

Apesar de o Governo não estar a cumprir com as suas obrigações em termos de garantia de financiamento a bolsa de estudo dos estudantes na Rússia, no último sábado mais 6 estudantes desembarcaram em Moscovo.

Grande parte dos quadros superiores são-tomenses, foi formado na ex-União Soviética. Houve relatos de momentos difíceis enfrentados pelos estudantes, mas nada que se compara com a situação actual dos Estudantes são-tomenses na Rússia.

Os 6 estudantes são-tomenses, que chegaram a Rússia no sábado passado, foram albergados na Universidade de Amizade entre os povos (RUDN). Relatos a partir de Moscovo que chegaram a redacção do Téla Nón dão conta que os primeiros 7 Estudantes que chegaram a Rússia no ano passado, enfrentam situação difícil. Até o momento não têm garantia de assistência médica, porque o Governo são-tomense ainda não cumpriu com as suas obrigações.

Com a chegada de mais 6 estudantes, a situação poderá agudizar. Os relatos que chegam de Moscovo, indicam que os primeiros estudantes que foram enviados, correm risco de serem expulsos das Universidades por causa da falta de pagamento de subsídios por parte do Governo são-tomense.

O silêncio que blinda o Ministério da Educação, Cultura e Formação em torno da questão da bolsa de estudo, sobretudo em relação as reclamações feitas pelos estudantes em sucessivas cartas enviadas ao Téla Nón, impede que o jornal tenha acesso a devidas explicações, que devem ser dadas pelo Ministério competente.

No entanto o Téla Nón, promete insistir na busca de esclarecimentos junto ao Ministério da Educação, no sentido de os estudantes no estrangeiro receberem alguma explicação que possa aliviar o martírio que enfrentam.

Abel Veiga

    6 comentários

6 comentários

  1. Helves Santola

    23 de Setembro de 2011 as 16:11

    Parabéns Tela Non, pelas informações!!

    Ora, eu me lembro muito bem da reportagem passada na página da Voz da América, em que o ministro da Educação dizia que o ministério já não iria conceder mais bolsas de estudo, uma vez que pretende usar esses recursos para a criação de universidades no país. Essa é a melhor informação que ouvi…. agora enviam mais estudantes? E justo para o país onde tem outros em risco de expulsão?? Me desculpem, mas isso é incompreensível! É estranho!! É ….enfim…..

    Agora me digam, quem são esses estudantes?? De certeza que são filhinhos que não passaram pode esses problemas que todos conhecemos….

    Quando é que a TRANSPARÊNCIA FARÁ PARTE DO DICCIONÁRIO SÃO-TOMENSES?? QUANDO É QUE TEREMOS PESSOAS A TRABALHAR NESTA TERRA? QUANDO É QUE TEREMOS UM MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO QUE SE PREOCUPA, PELO MENOS UM POUCO, COM OS ESTUDANTES?? QUANDO É QUE TEREMOS PESSOAS COMPETENTES NA VIDA POLÍTICA NACIONAL?? ALGUÉM CONSEGUE ME RESPONDER ESSAS QUESTÕES??
    Abraços!

  2. god save us

    24 de Setembro de 2011 as 22:20

    O cumulo da estupidez!

    No ano passado o Ministério de Educação e Cultura enviou 7 estudantes são-tomenses para Rússia. De acordo com este artigo, estes estudantes vivem tempos difíceis porque o nosso governo não cumpre com as suas obrigações.

    E o governo, em vez de resolver a situação destes “pobres” filhos da terra envia mais 6 jovem para este martírio.

  3. Chris Allen Barroso

    25 de Setembro de 2011 as 4:43

    Bom trabalho Abel Veiga. Os estudantes necessitam de uma resposta por parte dos responsáveis. Lute e continue lutando pelo seu trabalho e horando a profissão que exerces.

  4. leu

    25 de Setembro de 2011 as 15:23

    Isso ai Abel bom trabalho, nos jornalista temos que dar informação a população informar acerca de tudo que esta acontecendo em S.tome não podemos ter medo de nada censura de qualquer governo.

    O jornalista é um profissional que presta um serviço público, que lida com acontecimentos do mundo real e que antes de se preocupar em relatar suas histórias tem o dever de saber e conhecer em detalhes os fatos a serem narrados.

    Por isso, Abel continue a informar toda a popular e buscar resposta dos factos, que Deus te abençoe em seu trabalho e muita coragem.

  5. Ribeira Formiga(Principe)

    26 de Setembro de 2011 as 10:09

    Será que estes estudantes têm condicões especiais?
    Russia faz parte das melhores universidades do Mundo, Certo?
    Muitos quadros nossos lá se formaram, Certo?
    Por que razão o nosso STP não desenvolveu?

  6. Leguela

    26 de Setembro de 2011 as 17:11

    Porquê que se tem que os mandar para lá morrer de frio e fome quando temos cá instituições de ensino superior?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo