Movimento de luta em preparação contra a exclusão de cerca de 150 estudantes são-tomenses do ensino superior em Portugal

Pais e encarregados de educação dos cerca de 150 estudantes são-tomenses, que foram excluídos do acesso ao ensino superior em Portugal, alegadamente por causa da burocracia do Ministério da Educação, Cultura e Formação de São Tomé e Príncipe, estão a organizar movimento de luta para exigir responsabilidades. Enquanto o silêncio reina no Ministério da Educação, Cultura e Formação, o Téla Nón divulga a lista completa dos estudantes que foram excluídos.

Para ler a lista CLIQUE – ALUNOS COLOCADOS

  1. img
    Templa Seco Responder

    De certeza que na lista dos alunos excluidos nao consta o nome de filho de Patrice Trovoada ou de qualquer um outro membro de Governo.
    Mas Deus nao dorme!

  2. img
    lino Responder

    e agora , como é que fica?!!!!

  3. img
    Hugo Menezes Responder

    Templa Seco

    Filhos dos ditos possuidores de poder financeiro da nossa praça nunca vão concorrer ao regime especial, regime especial é para pobre, eles vão directamente para Universidades Privadas onde pagam com dinheiro extraído do povo…

    • img
      ghadafi Responder

      Meu caro,

      De qualquer forma, aconselho aos estudantes que quiserem seguir o ramo de economia a evitarem a universidade nova de lisboa faculdade de economia,simplesmente, porque irao perder tempo desnecessario, ali(na nova)o nivel de dificuldae que eles impoem na traduz o necessario, para terem uma ideia, chegam a fazer teste( intermedio) que mesmo os professores nao conseguem resolver no momento. Isto e ridiculo!Portanto, nao e que nao consigam terminar, mas, porque complicar a vossa vida se as outras faculdade tambem formas bons economistas.

  4. img
    Paracetamol 500mg Responder

    Já agora, deviam publicar a lista dos alunos beneficiados de Bolsas 2011 2012.

  5. img
    Ribeira Formiga(Principe) Responder

    As informações em STP,sempre foram muito escassas, existe um interesse em adiar as coisas. Eu ja tinha caido em armadilha. Queria fazer pilotagem, sempre colocava como a 1ª opção, mas certo é que este curso ja não ia ao M. Da educação. MAs nunca informaram-me. Uma senhora, depois de me ver tantas as vezes na mesma coisa, diz-me que não valia a pena continuar com pilotagem.
    Veja só?

  6. img
    ADELINO DOS SANTOS Responder

    Quais são os documentos que estão em falta?Alguem tem que nos dar uma explicação.

    • img
      Lévé-Léngue Responder

      Efectivamente, é necessário esclarecer bem a situação pq tenho um candidato na lista q conseguiu entregar atempadamente todos os documentos devidamente validados. Estranho ver q foi excluido por falta de documentos, mx até agora ñ fomos comunicados sobre os tais documentos em falta. Do que se sabe, o único documento em falta é a tal declaração do Ministério de Educação, algo fora do nosso alcance. POR FAVOR TÉLA NÓN acompanhe este caso na medida do possível e nos informe com mais precisão.

    • img
      maiker Responder

      O documento é a Declaração que é emitida pelo Ministério de educação de S.tomé, fomos excluídos porque a referida declaração não foi enviada a tempo e hora pelo ministro de educação Olinto Daio e vez de original o ministério enviou a declaração via fax.

  7. img
    sulila miranda Responder

    Vejam só! como se explica isso? Devem-se apurar as responsabilidades e punir o culpado, porque isso de ser ministro tem muita respomsabilidade!!!

  8. img
    Emigrante Responder

    Eu sou estudante do ensino superior já sou finalista entrei também com o regime especial, naquela altura as coisas eram mais fácil e não avia tanta burocracia como agora, isso esta difícil entrar até para os que são portugueses , agora para entrar terra que ter uma media é mais alta salvo eu, isso era um dos projecto de antigo governo de Sócrates agora o governo é outro enfim muita pena

  9. img
    manglolo Responder

    hey emigrante
    depois de graduares, tente estudar a lingua portuguesa pelo menos durante mais 1 ano.
    “Avia, terra”

  10. img
    solidario Responder

    e agora? o que fazemos? ficara isso assim? me respondem por favor

  11. img
    Da ilha Responder

    Depois reclamam que alunos não voltam para STP,temos todo motivo enviam alunos para estudar não dão apoio nenhum,e quando é para ajudar ao menos em algo tão simples não o fazem.
    E tambem gostaria de saber que historia é essa de pedirem certificado do 11º ano concluido em STP.Sabendo que andam a enviar muitos estudantes que so terminaram o 9º ano p Portugal para fazer curso profissional,e eu pergunto então todos esses alunos não vão ter direito de entrar para superior atraves da embaixada?

    • img
      maiker Responder

      os alunos esses concluíram 12º ano em portugal.

Deixe um comentario

*