Sociedade

Greve por tempo indeterminado na AGER(Greve foi suspensa no meio da manhã)

O Sindicato dos Trabalhadores da Autoridade Geral de Regulação, paralisaram todas as actividades laborais desde as primeiras horas desta sexta-feira. A greve por tempo indeterminado visa sobretudo forçar a demissão do Presidente do Conselho de Administração da Autoridade, Orlando Fernandes.

Numa nota enviada ao Téla Nón o Sindicato dos Trabalhadores da AGER, dizem que o Ministro das Obras Públicas e Infra-estruturas, Carlos Vila Nova, foi informado sobre as reivindicações, assim como o Primeiro-ministro e Chefe do Governo.

Porque as autoridades não reagiram nem dialogaram com o sindicato, os trabalhadores decidiram avançar para greve geral por tempo indeterminado a partir desta sexta – feira. Os trabalhadores acusam a administração da AGER de má gestão, tendo sublinhado o incumprimento das obrigações fiscais, e para fiscais para com o Estado, para além de reclamarem o facto de existir uma péssima relação entre os membros do Concelho de Administração e os trabalhadores.

O sindicato diz ainda que o mandato do actual conselho de administração terminou desde 24 de Agosto último. O tempo de gestão provisória é de 4 semanas, por isso apelou ao governo no sentido de não reconduzir o actual conselho de administração. «Sobretudo o senhor Orlando Fernandes», diz a nota do sindicato da AGER.

Orlando Fernandes, Presidente do Conselho de Administração da AGER, é deputado a Assembleia Nacional. É o único deputado eleito pelo partido MDFM-PL nas eleições legislativas de 2010. Foi também apoiante incansável da candidatura do partido no poder a ADI, nas últimas eleições presidenciais.

Há vários anos que Orlando Fernandes, enfrenta uma forte pressão interna na AGER, com alguns quadros a pedirem a sua cabeça. Alguns dos quadros mais revoltosos são membros do partido no poder a ADI, havendo mesmo entre eles um quadro que é deputado da ADI na Assembleia Nacional.

A luta pelo poder na AGER, pode assim ter implicações no tabuleiro político são-tomense.

Abel Veiga

    24 comentários

24 comentários

  1. Uma Vergonha

    14 de Outubro de 2011 as 9:17

    Viva STP,
    Será que aquele Sr. deputado não quer aquele lugar?!!! Kuá liii,

  2. móço lazon

    14 de Outubro de 2011 as 15:16

    Não se percebe a situação em que anda a luta pelo poder neste país. Mas uma coisa é certa, caso, o mandato da administração tenha acabado há que eleger outra administração.

  3. Ricardo Carvalho

    14 de Outubro de 2011 as 15:36

    entao se a grave foi suspensa porque nao explica melhor o que entretanto aconteceu para que a grave tenha sido suspensa mal tenha comecado.

  4. Paracetamol 500mg

    14 de Outubro de 2011 as 15:48

    Pois pois. O Sr Cisilio também é deputado da ADI, e quer aquele lugar. Usemos os nomes devidos.
    Agora vejamos: um físico a querer ser CEO de regulação? Qual o conhecimento da física que se aplica na regulação?
    Cada macaco no seu galho.
    Bastava uma reunião entre a administração com os sindicatos e evitava-se todo esse mal entendido.

    • Antonio Santos

      16 de Outubro de 2011 as 14:04

      Estamos mesmo mal. Quando se fala é porque queremos o lugar, francamente.
      Bom, vocês que sabem tanto de STP, expliquem por favor o que tem o Orlando.

      • Paracetamol 500mg

        19 de Outubro de 2011 as 20:55

        Se ele não pretende o lugar do dito responsável, porquê não adoptou outra estratégia, como reuniões, negociar com as chefias. Numa repartição antes de se partir para greve procura-se conversar com os chefes. Podia fazer a manifestação com o objectivo de reclamar mudanças.
        Neste caso o que se vê é uma greve com o intuito de demitir a chefia. Não há intenção de negociação. E não é a primeira vez que o sr. sicilio, surge contra a direcção com o intuito de fazer cair a direcção.
        Neste caso há interesses alheios.
        Não estou a defender ninguém.

  5. MÉ SOLO

    14 de Outubro de 2011 as 16:28

    Um Deputado do ADI entre os Quadros mais revoltosos.Tendo este deputado conhecimento que o partido que faz parte é minoritário, tendo conhecimento tb que o sr. Orlando Fernandes é o único deputado do MDFM/PL que por suas boas relações com o governo constitui o duque de pau na assembleia, é dificil acreditar.

    Denota-se que n existe da parte do tal deputado a disciplina partidária.

    Este deputado parece que n defende a politica do governo de qual é deputado, devia estar sim no lado de Administração e não do lado daqueles que n kerem deixar o governo trabalhar.

    O actual Conselho de Adm. de AGER foi nomeado através de um decreto que terminou em Agosto, para todos efeitos enquanto n houver outro que os demita estão em função.

    Penso que o problema n é nada mais nada menos que conflito de interesses.

  6. Leopardo

    14 de Outubro de 2011 as 17:22

    Ninguêm quer lugar de ninguêm….
    A verdade é que essa instituição não tem cumprido com os verdadeiros objectivos para qual foi criada….
    A má gestão, a falta de regulação no sector das Telecomunicações é patente perante todos…. vamos ser sinceros

  7. Qua Nó

    14 de Outubro de 2011 as 17:27

    Quando os trabalhadores revendicam há necessidade de se apurar os factos …. o governo deve dar maior atenção ao Sector das Comunicações e Libealizar o mercado das telecomunicações em ST e deixar que novas empresas entrem no mercado e acabe com o monopolio existente da CST …..e não criar o obstaculos ao desenvolvimento do nosso querido País

  8. Nosso São Tomé

    14 de Outubro de 2011 as 17:30

    Se os trabalhadores reenvidicam a má gestão da AGER, há necessidade do governo tentar apurar os factos…. enviando uma equipa de auditoria e procurar saber de concrecto o que se passa?
    A Acusação dos trabalhadores é muito Forte.

  9. Princesa

    14 de Outubro de 2011 as 17:35

    O actual presidente do Coonselho de Administração, Sr Orlando Fernandes, já foi Director comercial da CST…. e o pior é que o mesmo foi expulso da CST por má conduta, TEM CADASTRO.

  10. Jaca Doxi

    14 de Outubro de 2011 as 17:43

    Perante os factos, não existe clima para trabalhar nesta instituição. Quando os trabalhadores acusam o seu superior hieraquico de má gestão… a autoridade, o respeito perde-se. O Mais sensato seria o Presidente do Conselho de Administração, Sr orlando pedir a sua demissão e sair com cara levantada doque ser expulso mais uma vez ….

  11. Matabala

    14 de Outubro de 2011 as 17:49

    Porque a Greve foi suspensa????

  12. AGER

    14 de Outubro de 2011 as 18:01

    Orlando foi e será sempre uma força de bloqueio em tudo que estiver a frente, desde da CST que este homem demonstrou que não vale nada como gestor, quer tudo para ele, formação e conferencias para técnicos ele é que vai… Não deixa ninguém evoluir na carreira, tudo que não é para ele não é para ninguém.
    Eu conheço muito bem Orlando, este homem é muito mau e perseguidor…

  13. MÉ SOLO

    17 de Outubro de 2011 as 7:51

    Caro Ager,

    Não confunda competência, rigor com bloqueio. Se o senhor não sabe fica sabendo que na Ager existe uma série de incompetentes, passam todo tempo a tratar dos seus problemas, inclusive o tal srº deputado exerce outras actividades no pleno periódo laboral, o srº acha que é ético?.
    O srº deve ser um daqueles que gosta de deixar andar, AGER é uma instituição nova e requere que os seus quadros deêm melhor de si e não andar aí com querelas.

  14. conta bondom

    17 de Outubro de 2011 as 8:39

    Dr Orlando Fernando nao desanima faz o seu trabalho com zelo e dedicaçao nao liga esses preguiso e mau fe como sr cicilio quaresma so quer o seu lugar, nao sabe fazer nada,so quer dinheiro para ter varia cartozinha e gabar e a sua cabala nao trabalha so vai ao trabalho e tem vario emprego e nao sabe nada,dizem que ele e fisico utrapassado estudou com a guerra na Costa de Marfim e nao envestiga, ele nao tem tempo dentro da hora de AGER ele e professor IUCAI, ISP,LICEU NACIONAL DEPOTADO PERMANENTE PERTENCE COMISSOES, METODOLGO DE FISICA todo isso so para um homem, a lei so diz 6 hora semanal para lecional, por isso deixa governo trabalhar porque Dr Orlando tem duque de pau si hover alguma irregularidade a sector copetente para lidar com assunto obrigado.

  15. paula borges

    17 de Outubro de 2011 as 9:28

    O Sr. falso Engº Cicilio Quaresma que venha a praça e apresente ao povo de STP o diploma que lhe confere o titulo que tem, este homem só sabe fazer barulho é um inutil prequiçoso. sabem que nem uma reunião politica durante as campanhas este homem que se diz deputado engº professor universitário não consegue dirigir, estudei com este tipo e desde sempre constatei que ele não vale nada, é um zero á esquerda.

  16. Elnis

    17 de Outubro de 2011 as 10:12

    Sabemos de antemao que Dr Orlando Fernades «e uma pessoa completa que tem estado presente na resoluçao dos problemas do nosso país. Sei tambem em termos de relaçao interpessoal nao quecha, um individuo que trabalha com o povo tem que ter uma boa relaçao e sei que esta caracteristicas faz parte do Dr Orlando. O problema é que senhor Cicilio é um individuo que tem ancia de poder,para lhe dizer o poder se conquista e nao de esta maneira que quero fazer as coisas.
    Sei tambem que AGER a individuo que nao fazem nada e sobretudo tem inveja daqueles que realmente mostra interece pelo trabalho neste caso o senhor Orlando é uma pessoa trabalhadora e quse passa o seu tempo neste sector. Se tem que melhor o AGER vamos centar e por a pratica o conhecimento adquirido.

  17. Adelaide Soares

    17 de Outubro de 2011 as 11:28

    Cicilio com humildade, paciência, responsabilidede, trabalho perseverança chega-se bem longe, ainda vais a tempo de demonstrar todas essas qualidades se não tens a menos tenta cultiva-las. os teus olhos mostram muito odio e ciumes, deixa disso relaxa um dia serás Presidente Concelho de qualquer coisa mesmo que não faças nada como existem muitos em STP

  18. MÉ SOLO

    17 de Outubro de 2011 as 11:53

    Eu pensava que só eu tinha dúvidas da qualificação do Cicílio. Será mesmo Engenheiro ou apenas Técnico?

    De nada se compara com as qualidades profissionais do OFernandes, o homem trabalha desde onze anos, tem um background de fazer inveja.

    De fato é uma pessoa,exigente e mto rigoroso e mtos não gostam destas valências.

  19. povo tem sempre razão

    17 de Outubro de 2011 as 17:01

    Realmente começo a perceber. O senhor Cicilio anda mesmo é com ciúmes. Trata-se de uma doença que caracterizado e egradado o homem Sao Tomense de hoje, que não quer ver o outro avançar.
    Ainda mais se mete em politiquices. O que é que anda a ensinar aos alunos?
    Deve trabalhar mais no sector para poder merecer o lugar de Presidente….anda lá que só com trabalho é que se consegue sucesso.
    Deixa de barulho e zangas… cresça homem. Ainda mais para sua idade e aparência fisíca…sinceramente não fica bem.
    O que precisamos em São Tomé e Príncipe é de trabalho e não de confusões e inveja.
    Olha que quem semeia vento colhe tempestade.
    Non molé……
    Fui

  20. povo tem sempre razão

    17 de Outubro de 2011 as 17:06

    Ao Tela nón
    Parece que este servidor anda a comer algumas letras.
    Lembro perfeitamente de ter escrito a palavra “tem” antes de caracterizado e “degradado” correctamente. Vejam como ficou o texto acima.
    Espero que reparem nisso, não pode o servidor provocar automaticamente erros nos textos dos leitores suprimindo palavras ou letras.
    Muito obrigado

  21. Carlos Antonio

    21 de Outubro de 2011 as 23:28

    Admira-me como certos quadros da AGER se comportam. Do que tem sido dito, auferem um salario razoavel comparativamente ao resto de alguns sectores da Administracao Publica. O problema eh mesmo inveja, egoismo, ambicao de querer sentar-se na cadeira do Presidente. O falso engenheiro ou tecnico Cicilio devia ser mais humilde e procurar aprender com a experiencia e muitas do Dr. Orlando Fernandes e Eng Deolindo Costa, quadros de competencias reconhecidas e trabalhadores incansaveis que a meu ver tem dado o melhor de si para AGER; Na verdade muitos quadros da AGER que conheco nao tem tempo para trabalhar no sector, porque teem varias ocupacoes, ou estao no IUCAI, ISP, Ministerio da Educacao, no Guiche Unico, na montagem e reparacao de splits ou na servico de consultoria particular, como podem ter tempo para trabalhar no sector principal com o qual tem contrato de prestacao de servicos. Eh um absurdo. Sao Tome e Principe precisa de gente trabalhadora, honesta e respnsavel e nao de pessoas que passam uma, duas horas no trabalho esperando para receber no fim do mes umas dobras que fazem invenja.

    Sr. Cecilio, Sr. Legilisio, Sr, Rui Seca e menos as almas que nao merecem deixam o Conselho de Administracao fazer o seu trabalho. Cada um tem a sua vez e responsabilidade e se nao estao dando conta de recado existe o Governo para os sancionar.

    Os tecnicos e os trabalhadores nao podem pretender substituir o Governo. Afinal de contas aonde eh que estamos?

    Dos argumentos expostos no abaixo assinado enviado ao Ministro, ve-se mesmo que nao vao com a cara do Dr. Orlando Fernandes, devido o seu rigor. Meu caro siga em frente faca o seu trabalho como sempre fizeste, com qualidade, profissionalismo e acima de tudo com justica. Teem inveja de si, eh este o grande problema na minha visao, mas o mundo eh mesmo assim, nao podemos agradar a todos, sobretudo quando somos exigentes,

    Boa sorte e bom trabalho

  22. estevan

    14 de Dezembro de 2011 as 22:56

    Gostaria de apelar a redacoa deste jornal a ter mais cuidado com emprego dos vocabolarios ,como forma de evitar alguma vulgaridade e deselegancia que tem estado a ser observado, nas ultimas edicoes .O emprego das expressoes do povo nao e desejavel num jornalismo moderno . Espero que venha a ter melhorias .Obrigado.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo