São Tomé e Príncipe arquipélago do chocolate promovido em Marselha

São Tomé e Príncipe esteve no centro das festividades do dia internacional do Cacau e do Chocolate, celebrado no dia 1 de Outubro último. O evento que teve lugar em França, reuniu artistas plásticos e músicos são-tomenses em Marselha.

São Tomé e Príncipe, Ilhas do Chocolate, foram descobertas durante dois dias por dezenas de pessoas que visitaram o jardim do consulado de São Tomé e Príncipe em Marselha – França.

Inserido nas celebrações do dia internacional do Cacau e do Chocolate, o evento organizado pelo cônsul de São Tomé e Príncipe em Marselha, Jean-Pierre Bensaid, ficou marcado por uma exposição didáctica sobre o cacau, sua cultura e a sua transformação em chocolate.

Em declarações ao Téla Nón, a partir de Marselha, o cônsul Jean-Pierre Bensaid, garantiu que através da exposição os visitantes puderem conhecer o mundo do cacau e consequentemente as ilhas, de São Tomé e Príncipe, cujo cacau produz um dos melhores chocolates do mundo. «O chocolate pura origem de São Tomé e Príncipe, foi apreciado durante os dois dias de actividade», explicou o cônsul.

Arte são-tomense também marcou o evento, com obras criadas pelo artista plástico Eduardo Malé. «O Eduardo Malé pintou vários quadros com base no chocolate de São Tomé e Príncipe», frisou o cônsul.

Músicos são-tomenses, cabo-verdianos e moçambicanos, animaram a festa no jardim do consulado em Marselha, interpretando várias composições do arquipélago africano do golfo da Guiné.

Promoção da imagem de São Tomé e Príncipe na Europa, mais concretamente no mercado francês, é uma das prioridades do consulado em Marselha.

Abel Veiga

  1. img
    Sun Dótxi Béngue Lólaê Responder

    Vale a pena, S.Tomé e Príncipe pouco a pouco ser reconhecido pelo seus valores, que promova a sua economia no quadro do Turismo.
    Agora é necessário que esta promoção seja acompanhada de outras formas de nos aproximarmos ao mundo ou mundo a nós.
    As companhias aéreas teriam que fazer a sua parte, porque as passagens são muito onerosas.

  2. img
    NINA Responder

    BOM SINAL

  3. img
    Anca Responder

    Muito bem continuemos a promover o país e a nossa cultura, para a dignificação do nome de São Tomé e Príncipe, através do nosso saber e saber fazer.

    Meu reconhecimento aos promotores.

    Que sirva de motivo para preservamos a produção de cacau biológico na nossa cultura agrícola.

    Bem haja

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  4. img
    Fernanda Alegre Responder

    Que bom, desta forma estamos a divulgar o nosso país e conseguentemente abrir os novos horizontes…

  5. img
    sulila miranda Responder

    Ora, ora, mas esse consul já está em funções ha muitos anos. Lembro-me que ainda era estudante e ele já era consul, mas como é possível?
    Há anos que já não se falava de Sâo Tomé em França, ainda bem que a situação política do país mudou.
    Mas sem querer criticar o trabalho realizado pelo consul, acho que o Ministério dos Negócios Estrangeiros, deve analizar e avaliar essas situações, porque é muito preocupante,e briga com a nossa soberania.

    • img
      Respeito Responder

      So para responder à Sra Sulila Miranda,quanto a sua preocupação concernente o facto de que : «este Cônsul esta em funçao jà ha muitos anos ». Efectivamente até tens razão. Logo penso que é muito importante saber e guardar na mente que ele é um Cônsul Honoràrio e o Estado Santomense nao gasta ném um centimo com ele, apesar de tudo que tem feito em prol do pais.(cultura, comercio, turismo). Disseste que jà o conhecia como Cônsul enquanto era estudante em França. Agora eu pergunto, alguma vez tentou o contactar para propor algo, ou saber algo em prol de S.T.P ? Fazes referencia ao Ministério dos Negócios Estrangeiros, e crias tanta polémica( ao espelho da nossa sociadade) porque ignoras completamente a difinição da palavra “Cônsul « e a diferença entre um Consul Honoràrio e um Cônsul de Carreira :
      Funcionário(a) diplomático, de uma nação e encarregado(a) em país estrangeiro, de proteger os cidadãos dessa nação, de fomentar-lhe o comércio, etc.
      O(a) Cônsul Honorário(a) é um(a) cidadão(ã) de um país, nele(a) residente, e que exerce as funções de Cônsul representando os interesses de outra nação.
      Diferenças entre o(a) Cônsul Honorário(a) e o(a) Cônsul de Carreira:
      Imunidade – O(a) Cônsul Honorário(a) possui imunidade somente quando está a serviço do país que representa, enquando o(a) Cônsul de Carreira possui imunidade permanente.
      • Nomeação – O(a) Cônsul Honorário(a) é nomeado somente pelo Presidente da República ou Primeiro Ministro do país que representa e o(a) Cônsul de Carreira pelo Ministro de Relações Exteriores do seu país de origem.
      • Salário – O(a) Cônsul Honorário(a) realiza seu trabalho sem remuneração, por ideal e filantropia, enquanto o(a) Cônsul de Carreira é um funcionário(a) remunerado do governo que representa, podendo ser de carreira(curso superior de diplomacia), empresário, político ou qualquer cidadão deste país.
      • Nacionalidade – Normalmente o(a) Cônsul Honorário(a) é cidadão(ã) do país onde exercerá sua função e o(a) Cônsul de Carreira cidadão(ã) do país que o(a) nomeou.
      Os deveres e obrigações comuns do(a) Cônsul Honorário(a) e do(a) Cônsul de Carreira:• emitir vistos, emitir passaportes, consularizar documentos, formalizar casamentos, liberar navios, emitir certificados comerciais, promover o comércio e o intercâmbio cultural entre o país que reside e o que representa, acompanhar as autoridades do país que representa…
      Agora que sabes tudo sobre o Consul honorario, fico a espera de vossa proposição sobre o proximo substituto do consul em França. Se querem ter uma participação activa nos debates socias e progresso socio-economico de um pais, uma empresa, uma aldeia,etc, não basta criticar so por criticar( como alguns partidos da oposição) é preciso criticar e lançar propostas, so assim poderemos todos juntos ter ideias constructivas para chegarmos ao objectivo comum : Desenvolvimento do Nosso pais.

      Muito respeitosamente,

    • img
      Respeito Responder

      Ja que estudou em França, ( Sra Miranda em particular) imagino que fala e sabe ler bém esta lingua. Logo convido a entrar no site Internet : http://www.sao-tome.st, clicar na rubrica “ consulat-Visa” depois ver capitulo “Actions”. Todos podem observar algumas das acções (archivadas sobre actividades do serviço Cônsur de S.T.P em Marselha, e aproveitaram para estar informados sobres muitas outras actividades.

      Viva S.Tomé e Principe !

      Muito respeitosamente.

  6. img
    rapaz de riboque Responder

    é muito bom sinal mas era preciso qur nós deixassemos de ser preguiçosos e cultivar os nossos terrenos ferteis que temos assim como o café comera cultivado e tatado no tempo dos colonos e deixarmos de ser invejos e mau dizeres uns dos outro porque há crticas contrutivas mas infelizmente o que fazemos cá é detrutivo como foi na acção policial na apreenção das armas ilegais houve muito boa gente que veio para criticar e insitar a violencia isto é que é mau porque somos pequenos mas ricos se trabalhasemos mas infelizmente o trabalho não foi feito para nós foros um baile comer e beber e ter mulheres a nossa vontade é que sentimos bém mas assim não vamos longe.porque do céu cai chuva até isso ja esta a faltar

Deixe um comentario

*