Sociedade

Sonangol arranca com as obras de reabilitação do aeroporto internacional

Dentro de 7 meses a aerogare do aeroporto internacional de São Tomé e Príncipe, vai oferecer mais conforto para os passageiros. A petrolífera angolana Sonangol detentora de 80% do capital da sociedade que explora e gere o aeroporto internacional, vai investir 7 milhões de dólares, na reabilitação de todo o espaço aeroportuário e melhorar as condições de segurança do aeroporto.

Na última semana o Administrador da Sonangol Holding, Baptista Sumbe, e o Primeiro-ministro Patrice Trovoada lançaram a primeira pedra para a reabilitação da aerogare do aeroporto internacional. A infra-estrutura aeroportuária que actualmente tem cerca de 900 metros quadrados, passará a ter mais de 1000 metros quadrados. A ampliação da aerogare, vai oferecer segurança e conforto aos passageiros, pondo fim a situação actual, caracterizada por muito calor nas pequenas salas de check-in e de desembarque.

Outra situação anormal que vai ter fim, tem a ver com o facto dos passageiros, que vão viajar terem que ficar na bicha em plena rua do aeroporto a sol e chuva para fazer check-in.

Sonangol é accionista maioritária da sociedade gestora do aeroporto internacional, com 80% das acções e o Estado são-tomense tem apenas 20% de participação. Nos próximos 30 anos o aeroporto internacional é gerido pela Sonangol, que nesta fase de reabilitação do espaço aeroportuário e melhoria das condições de segurança, investe 7 milhões de dólares.

O projecto de reabilitação e modernização do aeroporto internacional de São Tomé e Príncipe, e do porto de São Tomé, foi concebido pelo antigo governo de Rafael Branco. Ainda em 2010, e a pedido do anterior Governo a Sonangol, disponibilizou alguns equipamentos para o porto de São Tomé, o que evitou o colapso do porto de Ana Chaves que na altura perdeu as duas gruas que garantiam o embarque e desembarque das mercadorias.

Abel Veiga

    23 comentários

23 comentários

  1. ESMERALDA

    28 de Novembro de 2011 as 9:17

    BOM SINAL

  2. Santos Figueredo

    28 de Novembro de 2011 as 9:55

    O valor a investir pela Sonangol no nosso aeroporto é de tamanho consideravelmente pouco ambicioso para atribuir o direito de gerência de 30 anos. Nós não queremos reabilitação mas sim construção de um aeroporto de raiz para satisfazer o ambicioso programa de Zona franca proclamado pelo Estado e sucessivos governos de STP. Isto quer dizer que enquanto estiver o aeroporto sob a gerência da Sonangol, vamos passar a viver mais 30 anos com este pequeno aeroporto do estilo aeroporto militar provincial
    que temos enquanto os Angolanos vao enriquecer a custo de traficos aereos do nosso espaço, enfim, mas enfim.

    Sr. P.M., Sr. P.R., por favor sejam mais ambiciosos para com vosso povo. Deixemos de tapar burraco. Já estámos cansados disso.

  3. luisó

    28 de Novembro de 2011 as 10:45

    será que li bem?
    7 milhões de dólares para reabilitação do aeroporto que passará de 900 metros quadrados para pouco mais de 1000?
    por 7 milhões…?
    Credo…

  4. Humilde 100%

    28 de Novembro de 2011 as 10:55

    “Outra situação anormal que vai ter fim, tem a ver com o facto dos passageiros, que vão viajar terem que ficar na bicha em plena rua do aeroporto a sol e chuva para fazer check-in”.

    E os passageiros que chegam de viagem? Espero que tambem não fiquem na fila a sol e chuva, e que após a chegada, sintam que estão num aeroporto e não aquela brincadeira que nem uma rodoviaria se compara…

  5. Pedro Cravid

    28 de Novembro de 2011 as 11:09

    Francamente,apredam a fazer coisas de raís,este aeroporto não vale nada arranjem dinheiro e fazem coisa que pelo menos dei para 20 anos estar actualizado.

  6. Tomba Aly (Cantagalense)

    28 de Novembro de 2011 as 11:27

    Meus caros,
    Uma constatação:

    A maioria das noticias boas e positivas do país, sobretudo as que dizem respeito as boas acções do Governo quase não há comentários.

    Viva Pinto da Costa, Viva Governo de Patrice Trovoada,Viva ADI,Viva S.Tomé e Príncipe

    Eu cantagalence estou informado. Nos dias 30 de Novembro, 1 e 2 de Dezembro vão ser discutidos o Orçamento Geral do Estado. Estamos a espera da sua aprovação para o país avançar. Se houver truques para derrubar o Governo de Pt o Povo vai sair à rua.

    Em cantagalo já temos gente preparada. Os meus amigos de Mé Zóchi estão a se mobilizar.

    Ou agora ou nunca. Esse país tem que ir em frente sem os gatunos. Pôvô Bili Wê ô!

    Cantagalo e Mé-Zóchi estão atentos as manobras da Assembleia Nacional. Aurélio Silva foi pago para fazer manifestação nas véspera de discussão do Orçamento.

    Chumbem o Orçamento. Quando o Povo sair à rua, primeiro, vamos partir os caros e casas do dinheiro da STP Trading.

    Quem avisa amigo é!

    • Mimi

      28 de Novembro de 2011 as 14:28

      Mas o que é que de concreto está o governo a fazer de bom, que faça alguém dizer “UAU”? Ainda nao vi! Por outro lado, nao concordar e criticar o Governo significa querer derrubá-lo? Aonde? Em democracia? Ou voltamos ao tempo da ditadura? Este parece ser mais um sinal de insegurança e falta de certeza no que se faz. Quem faz as coisas bem fá-las com tranquilidade é isento de desconfianças e mal estares. Porquê a inquietaçao ao ponto de começar a mobilizar adeptos? Porquê nao deixar o rio correr normalmente no seu leito?

  7. Justo

    28 de Novembro de 2011 as 11:49

    Depois de terem roubado o povo e sem alternativas acabam por vender a terra, mas “eles” vivem bem e o povo continua a chorar. Mas pronto nao ha mal que dure para sempre e Deus ‘e justo.
    Viva STP.

  8. Até quando nosso São Tomé e Príncipe

    28 de Novembro de 2011 as 12:13

    Gostaria que o jornal telanon solicita-se mais detalhes do projeto, o que vai ser alterado, a planta, algum imagem. Provavelmente isso tem um projeto e uma imagem vale mais do que 1000 palavras. E o povo sonha com um aeroporto melhor. Se a gente poder ver a planta da nova reforma será um grande alivio. Obrigado

  9. Valentim Cravid

    28 de Novembro de 2011 as 12:40

    Tomba Aly (Cantagalense), o povo são tomense é do mais manso e covarde que existe. Vão pegar em paus e partir o quê? Toma juízo, és muito corajoso atrás dum teclado.

  10. aguido

    28 de Novembro de 2011 as 14:30

    Sinceramente isso é um aeródromo ou aeroporto internacional? 7.000000 usd esse dinheiro nem fez o actual aeroporto de Catumbela, Lubango e outos não falo da Europa e o resto do mundo pk a empresa em questão é Angolana k foram feitos para o tal CAN 2010. Esse nosso paiz fica no leve leve até kando???? E o aeroporto de Luanda k foi reabilitado pra CAN já ñ esta em condições. Estamos numa era moderna na tecnologia pk a ENESA ñ apresenta uma maquet em 3D num para podermos ver a ideia vão fazer um improviso de 1000 m2 então será k cada m2 vai custar aos bolsos do humilde Santomense qualquer coisa como 7.000 dólares? Então vamos ter um aeroporto xpto acabamento de alta renda e luxo paredes em mármore piso em granito verde Brasil vidros blindados e duplos tecto falso de alta qualidade. Meus senhores revejam esse jogo sujo. Pagar 7.000000 em 30 anos significa 233.333,333 usd por ano e 360 meses 19.444,444 por mês um total de 639,27 usd por dia será k o aeroporto ñ faz mais??? Então pensem nisso

  11. luisó

    28 de Novembro de 2011 as 16:46

    Se o aeroporto foi concessionado à Sonangol por 30 anos então porque é que a Sonangol não faz um aeroporto, diga-se aerogare e meios de segurança, novo à semelhança dos que tem feito em Angola?
    Afinal de contas a exploração é por 30 anos não dá para reaver o investimento em tantos anos?
    Agora alargar a aerogare nos termos em que foi dito parece-me mais como dar um paracetamol a um doente que sofre do coração ou não será?
    Que raio de investimento é este de 7 milhões quando aquilo que lá está deveria ser deitado abaixo e fazer outro moderno e em condições?

  12. Seja inteligente

    28 de Novembro de 2011 as 17:19

    Fico completamente decepcionado, uma concessão para 30 anos, com tão pouco investimento? Disso não esperava, pensava que nós os Santomenses fossemos mais inteligentes!

  13. vava sovietico

    28 de Novembro de 2011 as 19:50

    não comento pois penso que isto tudo so pode ser brincadeira de carnaval,,,7 milhões de dolares!!!!!???,é brincadeira de çerteza…

  14. Cabo Verdiano

    28 de Novembro de 2011 as 21:20

    Como vocês Santomenses são pouco ambicioso, depois ficam com ciumes do meu País…por favor, conselho de País irmão, senjam mais inteligentes pá…coisa que não falta nós o povo cabo verdiano…
    Viva Cabo verde….

  15. Melhores Dias virao

    28 de Novembro de 2011 as 22:57

    Esperemos sinceramente que tenhamos mais conforto nas salas de embarques e desembarques.As vezes é frustrante o calor que se faz sentir.Que Deus abençoe S.Tomé e Principe!!!

  16. Anca

    29 de Novembro de 2011 as 2:00

    Quando esperamos que os outros façam, por nós dá nisso.
    O podemos agradecer aos outros, pela a sua generosidade.
    Pois por bem analisemos.

    Concessão de exploração de 30 anos.

    Participação 80% pela Sonangol

    Participação 20% pelo estado Santomense.

    Reabilitação do aeroporto

    Investimento – sete milhões de dólares- Sonangol

    Investimento – Zero milhões de dólares ou dobras – Estado Santomense

    Disponibilização de equipamentos para Porto de Ana Chaves

    Sonangol – Alguns equipamentos

    Estado Santomense – Zero Equipamentos

    Que esperar, quando o estado que somos todos nós,produz pouco, somente 10% da riqueza?

    Que esperar, quando o povo(que somos todos) é pobre, vive na miséria e é preguiçoso(tem falta de gosto e empenho no trabalho), tem falta de unidade,tem falta disciplina(educação/metodologia/cultura), tem falta de saúde, tem falta emprego, pois logo tem falta de consciência.

    Que esperar?…,

    Mais ainda vamos a tempo de melhorar,

    Um bom começo é saber… que existe o hoje e o agora…

    E hoje e agora podemos pensar/fazer e apreender a fazer muita coisa de maneira/cultura diferente, lançando bases estrutural sólidas para e pelo futuro melhor.

    Disciplina/Unidade/Trabalho/Progresso

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  17. n+1

    29 de Novembro de 2011 as 9:11

    …mas que brincadeira de mau gosto..O sr. PT nem parece um economista…vedar os direitos dos satomenses durante 30 anos por uns 7 Milhões de USD…

    Essa eu não esperava do PT!!! Em 30 anos os angulanos vão ganhar mais de 10 vezes desse 7 Milhões a nossa custa…

    Que falta de inteligencia!!!

  18. Anderson N. Ceita

    29 de Novembro de 2011 as 12:19

    O nosso País esta sempre como carro com bateria esgotada, tem que ser sempre empurado,ou estacionado na inclinação. O maior receio é para não partir a correia de distribuição.Notem bem, se o País continuar assim dia mais dia mudará de nome. Passará a ser S.Tomisto.

  19. frantz cassandra

    29 de Novembro de 2011 as 13:29

    meus irmãos as vossas preocupacoës tambem são as nossas mas não sabemos a quem e aonde pedir informaçoës ja se vive o verdadeiro apocalipce esperemos que com o forum podemos ver a luz do dia e que até de um lado nos amedronta mas a coragem so vem quando notamos mesmo que ja estamos no fim do mundo ,como se não houvesse solução a mais nada minha gente responda me por favor esta-se a procura do melhor para o povo? ou estasse a procura de ser melhor ao povo? Estou longe mas sigo de perto esta se a falar de uma infrastrutura que terá o nome internarnacional dêm respeito a isto não vamos basear da pobreza do país para lhe manter disfigurado eu ja ouvi os mais velhos dizerem podes ser pobre sem nada p’ra comer mas procure estar sempre limpo e como se diz a francês “on ne sais jamais” eu vos digo que o aeroporto de porto gentil no Gabão é melhor em todos os aspectos que o aeroporto internacional de STP é pouca vergonho , vai-se dizer porque é ali onde tem o petroleo etc… É mentira não é só do pão que vive o homem, bem a pouco tempo a equipa do FMI ou BM disse o quê disse que STP tem outros potências que pode lhe ajudar no seu desenvolvimento e ajunto dizendo que a baixa da corupção também fará parte deste potêncial,experimentem!

  20. Olga

    4 de Dezembro de 2011 as 22:31

    Penso que é exagerado o tempo de gestão da Sonangol….30 anos é muito…..Mas por outro eu pergunto a quem quer um projecto ambisioso… não se faz projectos ambisioso sem capital…..Temos que começar do pouco para melhorar do que ficar 35 anos com nada…..Para quem ficou tantos anos com este aeroporto deve alegrar com este passo zinho…. Só penso ser muito tempo de gestão privado.

  21. António Silva

    7 de Abril de 2012 as 22:15

    Meus senhores, isto de reabilitação tem muito que se diga. Se for para tapar buracos, tratar dos acabamentos e pintar aquela “aerogare” que até vê-se alguns “pombais” com melhor aspecto, etc, não se deixem iludir. Os técnicos do ministério das obras públicas que avalizem estas obras, caso sejam mesmo avalizadas, que decidam o melhor possível para aquele aeroporto.
    Desde que haja pista com tamanho suficiente para receber aviões de acordo com as nossas necessidades, tudo bem. Agora aquela “aerogare” não é realmente nada; já merecíamos uma aerogare com o quádruplo ou quíntuplo do tamanho actual. É o mínimo.
    Se constantemente a falam na aposta do turismo, o aeroporto desde já deve ser uma boa sala de visita. É dali a primeira impressão para quem chega ao país.

  22. jaca dochi

    18 de Março de 2013 as 22:26

    Os nossos dirigentes viajam todas as semanas para o estrangeiro, deparam com centenas de aeroportos e aeródromos,quando chegamos a um aeroporto,involuntariamente dizemos a nos mesmos,de são tome devia ser como este ou parecido,entao porque que não somos ambiciosos em usar os 7milhoes de dolares em construir algo parecido com o vemos no exterior?. Quando em 1983-1984 tinhamos dinheiro para aumentar a pista, em vez de a aumentarmos do lado de terra, aumentamos pra o lado do mar,que provavelmente ficou muito mais dispendioso, ate parece que temos preguiça de pensar. Seja feita a vossa vontade.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo