Sociedade

Direcção do Hospital Ayres de Menezes foi demitida

O Director Geral José Luís e a Directora Clínica Feliciana de Almeida, foram demitidos por um despacho da ministra da saúde Ângela Ramos, que dizem não terem tido acesso ao mesmo. Segundo os directores demissionários, sem qualquer justificação na última sexta feira, tiveram que entregar as pastas aos novos directores enviados pela Ministra.

José Manuel Carneiro, vulgo Cubila, que veio da emigração é o novo Director Geral do Hospital Central. Martinho Santos médico , antigo director do banco de urgências é o novo Director Clínico do Hospital Ayres de Menezes.  Os dois assumiram o cargo deste a última sexta – feira, substituindo José Luís e Feliciana de Almeida.

Em declarações ao Téla Nón, a ex-directora clínica Feliciana de Almeida, disse que nem se quer viu o despacho da ministra que a exonera do cargo. «Não sei o que fiz, se fiz algo mal, ou não. Ainda não recebi se quer o despacho. Dizem que está feito, mas que se esqueceram de levar para o hospital. Ninguém me chamou para prestar contas. Estou surpresa», desabafou.

No entanto segundo a lei da função pública, para ser-se director geral ou director clínico do Hospital Central, é preciso que o concorrente tenha pelo menos 3 anos de actividade como médico em São Tomé, ou que tenha exercido cargos equivalentes de gestão na administração pública.

Lei que o Tribunal de Contas segue as riscas, ou pelo menos deve fazê-lo, para o enquadramento de técnicos na administração de empresas ou nas instituições públicas.

Abel Veiga

    62 comentários

62 comentários

  1. maiker

    16 de Janeiro de 2012 as 10:50

    Estão a tirar altos profissionais para colocarem incompetentes, só por causa da cor partidaria

    • Cão sem sorte

      16 de Janeiro de 2012 as 11:42

      Não sei a onde isto vai chegar, se estaõ a tirar todos os profissional que compreende das sua areas para por outros que nao sabem nada na area, então o problema vai ser greve, espero que o senhor primeiro ministro toma consencia do que esta a fazer, para nao ter problemas, com essa governação não sei se o povo vai lhe dar mais o merito nas proxima eleição, as coisas devem ser feita em bem de todos os santomensse ” somos todos primo” lembra disso senhor primeiro ministro aqui é mundo.

      • maiker

        16 de Janeiro de 2012 as 14:44

        Axas que o povo vai lhe dar mérito? O povo ja estáfarto desse homem. Não se pode dar a pessoa aquilo que ela não tem, neste caso o Patrice nunca irá ter merito.

        • helmerdias

          17 de Janeiro de 2012 as 12:29

          Jovem o problema não esta na ministra nem no ministreios,mais sim na falta de capacidade de esclarecimento,o porque dessas mudanças nos cargos que estão sobe tutela de governo.Porque o estado somos todos nós cidadãos por isso quero nao exijo saber o porquÊ dessas mudanças.Em vez de atacar o careter das pessoas sem saber do que fala vamos ter uma critica construtiva e sabermos ter uma elevação de sabedoria democratica e civilização.Gorge bush FOI tambem uma pessoa nao muito culta mais foi presidente de Estados unidos da America.Por isso é no seu entender ja que a ministra não fala bem que ela é incompetÊnte.Eu critico seja que governante for por não explicar o porque dessas nomeações.Aprende a ser diferente o odio não nos leva a lado nenhum mais criticas construtiva chegaremos ao bom porto.A muita gente neste governo que não sabe falar,mais sera que não são capazes de governar as pastas que tenhem nas mãos.Toda gente é inocente ate provar o contrario.A ministra e todos nós temos capacidades de governar algo mais é preciso saber governar.UM ABRAÇO JOVEM

      • aféeeeeeeeee sóooooooooo

        18 de Janeiro de 2012 as 9:57

        pois estão a comentar muito bem, esse ta sendo pior governo deste pais. pois os que prestam é que tiram, se não houvesse boa gerencia hospital central não estivesse no segundo lugar como melhor instituição. tenho certeza que no final deste ano nem sei que posição ira ocupar, mais tamos aqui para fazermos a nossa justiça, porque povo põe e povo tira…..aféeeeee sóooooooooooooooooooooooooooooooo

    • tiocego

      18 de Janeiro de 2012 as 17:28

      Meus caros sejamos sérios.
      Afinal quem é (in) competente?

      Este Governo é competente sim. Doa a quem doer.

      MLSTP é tão competente que deixou o país do jeito que deixou!

      MLSTP é tão competente que introduziu proposta de amnistia para ilibar ladrões do povo! Mas de tanta competência acabaram de retirar a proposta com as lágrimas de Alcino Pinto que cresceu na “J”.

      MLSTP é tão competente que deixou a seguinte herança para Governo de Patrice: aeroporto sem iluminação, porto sem grua, STP e Príncipe sem ligação marítima em condições.

      MLSTP é tão competente que foram capazes de cortar um projecto de apoio aos jovens só porque não estão no poder! MLSTP é tão competente que quando Gegé foi Ministro da Juventude geriu projecto de crédito para as raparigas. O que foi feito deste crédito?

      PCD é tão competente que os passeios da capital foram arrebentados e só agora este Governo do ADI e de Patrice está a repor a normalidade.

      PCD é tão competente que o dinheiro da STP Trading, vai ser sacado nos bolsos de cada um para pagar a dívida ao Brasil.
      Afinal quem é (in) competente?

      Deixem o Governo trabalhar! Exigir a um governo tudo num só ano, para reparar os estragos que outros fizerem ao longo de décadas é injusto, desonesto, falta de capacidade intelectual, como é o caso do senhor MIKER , um aldrabão. Certamente que este preguiçoso, bandido que tem estado a viver de migalhas dos de MLSTP/PCD, e como essas migalhas jão não estão a cair e há dificuldade dos preguiçosos ganharem a vida, vêm para esse espaço falar asneiras.

      Eu te conheço MIKER. Você é um dos 6 que compõem o grupo que é pago para falar mal do Governo neste fórum do Tela Non. Se você me desafiar vou desvendar a tua identidade. Cuidado com as novas tecnologias.

      Bem haja!

  2. helmerdias112@hotmail.com

    16 de Janeiro de 2012 as 11:15

    Mais sera assim que vamos para frente?As pessoas que foram exoneradas,foram porque:ma conduta admistrativa,incompeténcia,falta de profissionalismo,empenho nao justificava esta no “comando”,gestão danosa pergunto eu?Como cidadão santomense gostaria de saber o porque nao estao em causa as pessoas demitidas e colocadas mais o porque dessas mexidas nao falo só neste caso mais em tudo que esteja na tutela do estado?obrigado

  3. Espantoso

    16 de Janeiro de 2012 as 11:16

    Este é mesmo um país das “BANANAS”..

  4. Madalena

    16 de Janeiro de 2012 as 11:19

    Para ser ministra da saude não precisa ser medico, seu atrasado. Minitro da saude de Cabo Verde, Sociologo, actual jurista.
    Força Cubila. Estamos juntos.
    Não devem temer gente que vive no exterior, são santolas e de muita experiencia, Mais valia. Abraço amigo!!

    • maiker

      16 de Janeiro de 2012 as 12:05

      A ministra de saúde não tem qualificação suficiente para dirigir uma equipa de médicos.

      • Voz da razão

        17 de Janeiro de 2012 as 7:59

        É mesmo. A Ministra mal sabe falar…

      • helmerdias

        17 de Janeiro de 2012 as 11:50

        Jovem o problema não esta em causa a competencia ou não ter capacidade para governar,medicos da ministra.Ja foram feitas coisas piores na nossa governação.Oque não aceito é o odio e falta de analise racional e construtivo de nos santomense.O problema não esta na ministra nem no ministerio,mais sim na falta de esclarecimento nas desições que se toma e que o povo não entendi o porque delas serem assim.POr isso no geral muitos de nossos governantes não tem capacidade de estar nos cargos que ocupem.estariam se fossem mais transparentes nas saus decisões.abraço jovem e nao esconde ta.

    • maiker

      16 de Janeiro de 2012 as 14:37

      a ministra de cabo verde não é médica mas é uma sociologa competente. a ministra de saude não tem competencia nem para ser directora quanto mais para ser minitra.Atrasada es tu. uma ministra que nem sequer falar sabe.pensa antes de falar burrra

    • maiker

      16 de Janeiro de 2012 as 14:46

      o ministro de cabo verde não é médico, mas é um sociolog0 competente e um alto profissional, a ministra de saude não tem competencia nem para ser directora quanto mais para ser minitra.Atrasada es tu. uma ministra que nem sequer falar sabe.pensa antes de falar burrra

  5. bobuwabo

    16 de Janeiro de 2012 as 11:25

    maiker,tu tens a razão a um verço da biblia que diz, nunho sego pode guiar outro sego ambus cairão, quem desse governo governo fez alguma coisa? nenhom.

    • maiker

      16 de Janeiro de 2012 as 14:40

      O povo irré arrepender por colocar esse Patrice Triovoada no poder, até agora não vi a copetencia desse homem, nem ele nem os seus comparças.

      • OLHO

        18 de Janeiro de 2012 as 11:31

        E qunado foi que o povo não se arrependeu, seus maldosos!??

        Só querem saber vcs , essa que eh a verdade,
        chega dessa palhaçada maiker, q governo fez alguma coisa q mudou STP. Não quererá isso dizer que devemos fica de braços abertos mas pare com isso, larapios, vcs msm é que deram cabo de tudo, sempre agourando, desejando mal em tudo por isso estamos assim, má boca, fiticêlu

  6. Anjo do Céu

    16 de Janeiro de 2012 as 11:44

    Nós todos somos filhos da Terra k pode de uma forma directa ou indirecta pode dar a sua contribuição.Sem margem para duvida CUBILA se quizer trabalhar de acordo a visão ampla k ele tem como imigrante pode mudar muitas coisas caducas neste sector.Aliás introduzir um sangu novo e com outra dinamica em fazer mover muitos sectores neste centro hospitalar k está praticamente caduca.Pressionar governo em melhorar mas os meios de diagnósticos k País muito precisa.Recrutar alguns quadros importantes com especialidades em dar um outro rosto ao Hospital.Não tenhas medo em buscar alternativas para uma saude melhor para nosso povo k muito merece.FOrça

    • Voz da razão

      17 de Janeiro de 2012 as 8:05

      Visão de emigrante?! E os Ministros que estão no poder nunca estiveram no exterior? Não conhecem outra realidade?
      É só tacho. Até porque a Dra Feliciana participou na greve. Lembram-se? Era de esperar essa atitude do Governo.

    • Voz da razão

      17 de Janeiro de 2012 as 8:21

      Aos Drs Feliciana e José Luís, aconselho-vos a não se amoarem. Isto é mesmo assim. Quando estamos numa função ao serviço do País, temos apenas que fazer o nosso melhor.Se hoje foram exonerados, o mundo não acaba aqui. Os cargos políticos são mesmo assim em todo lado. Não vale a pena estarmos a procurar o motivo da exoneração. Pensem positivo. Ganharam curriculum. Continuem a dar o vosso melhor como profissional e a ganhar o vosso pão de cada dia.Colaborem com os que foram nomeados porque isso é cíclico. Força!

  7. MÉ SOLO

    16 de Janeiro de 2012 as 11:46

    Lei que o Tribunal de Contas segue as riscas, ou pelo menos deve fazê-lo, para o enquadramento de técnicos na administração de empresas ou nas instituições públicas.

    ONDE É QUE ESTA O TRIBUNAL DE CONTAS E O SEU PRESIDENTE.

    Para este caso não seguiu as riscas, então deve vir ao público justificar a razão pela qual feixou os olhos a esta nomeação. Se foram precionados que digam de forma a tiramos as conclusões, se é o Lider do PCD q tem razão quando fala na perseguição dos seus quadros na função pública ou o PM que disse que nomeia os competentes.

    O actual Director do HAM, esteve na diáspora mais de 10 anos, foi convidado pela Ministra de Saúde(que não esta no lugar certo), p assumir o cargo de DHAM. Será q ao nível do HAM não existe pessoas capazes de assumir este cargo?

    O Dr. José Luís no meu entender é alguém com competência, maduro, simples,que sempre deu a cara e esteve presente nas questões e nas soluções dos problemas do hospital, no meu entender pessoa certa para um sector tão complexo

    Sou a favor de mudanças p não se criar vícios, espero que o hospital seja o primeiro de muitas mudanças que o PM deve fazer.

    Hoje na gestão, não basta termos boas pessoas, quem quizer ter sucessos terá q ter pessoas certas nos lugares certos.

  8. MÉ SOLO

    16 de Janeiro de 2012 as 12:07

    Madalena,

    Concordo consigo qd dizes q para ser Ministro da Saúde não tem q ser Médico(a), não sendo uma coisa ou outra pelo menos deve ter experiência profissional, ter back ground, assim a sua contribuíção para o sector será mais valiosa.

    Esta Ministra nem para Directora Geral serve , Ministra, só na RDSTP.

    Não concordo consigo, qd chama de atrasado alguém q a senhora mal conhece. A srª tem tdo o direito de defender quem quizer, Cubila ou outros, é sua opinião e devemos respeit-la mesmo n concordando.
    Aconselho a srª a ser mais HUMILDE

  9. lupuye

    16 de Janeiro de 2012 as 12:29

    Parece-me que em STP para se conseguir um cargo desse tipo tem que se alinhar a um partido politico. Isso nao e feito pela competencia, ou pela competencia somente. E preciso um cunho politico. Portanto as pessoas que ocupam esses lugares nao deveriam ficar surpresos quando recebem noticia de despedida. E assim na politica! O PCD ganha poe la sua gente, o MLSTP ganha, poe la sua gente e assim sucessivamente. Nao quero com isso dizer que esta certo mas e assim que se faz em STP o que e uma pena. Cargos desse tipo deveriam ser somente em funcao da competencia.

    • Lôginu

      17 de Janeiro de 2012 as 8:51

      Concordo plenamente!!!!

  10. MINO IHÊ

    16 de Janeiro de 2012 as 13:05

    Fico muito espantado e apreensivo com a forma que as coisas estão a ser conduzidas, 1º os exonerados dizem não ter conhecimento do dispacho, 2º Porquê ? Acho que é melhor apurar os factos. Por outro lado é preciso conhecer os critérios de nomeações. Uma coisa é certa tanto os nomeados como os exonerados “queriam” dar o melhor para STP. ou não ?

  11. Augusto Santiago

    16 de Janeiro de 2012 as 13:38

    O Pais é de todos santomense, e temos que aceitar a realidade.Antes de criticar temos que olhar para nós prorprio e dizer: o que eu tenho contribuido para o desenvolvimento do meu pais que eu estou a ixigir do meu governo. A base funcional de um governo são diretores,e a base funcional de uma direçao são os trabalhaderes. Sendo assim não pode existir uma boa governaçao com os directores incompetentes, para isso tem que arrumar a casa para receber um bom ambiente. o AMIGO FINGIDO E O PIOR QUE UM INIMIGO. sendo assinm o governo tem que trabalhar com a sua gente para assumir as suas responssabilidade.

    • Moço Gonla

      16 de Janeiro de 2012 as 13:46

      São tome é de todos, piquina piquina cada guêm.

  12. ADELINO DOS SANTOS

    16 de Janeiro de 2012 as 13:47

    Assim quer dizer que Cubila é do partido ADI

  13. catota

    16 de Janeiro de 2012 as 13:56

    cada coisa que desce;
    na cintura é bife êê…

  14. primote costa

    16 de Janeiro de 2012 as 14:24

    Estas exoneraçoes só pecam por serem tardia.
    Todos nós profissionais de saude aqui no HAM rezavamos para isso acontecer. Ja agora, colegas nao exageremos como temos estado a fazer.Vamos ajudar… deixemos de… as “coisas” do HAM. Bom Ano de 2012 para todos.

  15. samagungo

    16 de Janeiro de 2012 as 14:39

    Dr.Jose Luiz e dra Feliciana (a sra nao sabia da sua exoneracao,até dá pra rir) por tudo que ja fizeram de mau ou de bom, esse lugar nao é vitalício. Sai com dignidade.

  16. Malébobo

    16 de Janeiro de 2012 as 16:05

    De tantos comentários que eu pode ler aqui, fazendo uma analise exautivas, muitos deles não tem cabemento, por razões muito simples, onde é que ja poder é eterno, mesmo senhores, convenhamos, obrigado, fui

  17. Joker voz do Povo

    16 de Janeiro de 2012 as 16:08

    Amigos internautas do Telanón,
    Apenas para vos dizer uma coisa, não se pode demitir ninguém se lhe informar. Agora, ao tudo o que parece eles foram demitidos sem qualquer informação. Olha, eu até que advinha a demissão do dr. José Luís. Há estava em casa, por volta das 18 horas, assistia a TVS um programa apresentado pelo Maximino Carlos, e o Dr. José Luis dizia que tinhamos de pensar em construir um hospital de raiz, e essa informação depois foi veiculada pelo Telejornal das 20h00. Ora, conhecendo bem os são-tomenses como eu conheço, pois não gostam que lhe tiram o protagonismo, ou melhor demonstrar publicamente que sabem mais, logo o fim do dr. José Luis como Director do HC estava eminente. Não há outra desculpa, apenas esta. Agora, falar de quem vai lhe substituir isto é outro problema. Pois, embora a lei é clara, neste país que alguém ja afirmou de «bananas» a lei nunca é cumprida, quando se trata para tirar e colocar amigos.
    E este país está cheissimo de exemplos.

  18. São-tomense

    16 de Janeiro de 2012 as 16:32

    Caros irmãos, atenção!

    Não confundam a GESTÃO e a PROFISSÃO!

    Ser médico, não significa dizer estar apto para gerir. Os médicos não têm noção de gestão…sabem sim, a medicina.

    Para o hospital A.M é necessário um GESTOR PÚBLICO.
    O médico que exerça a sua função como médico e deixa a gestão para quem de direito.

  19. BagaTela

    16 de Janeiro de 2012 as 17:32

    Todo o cidadão bem informado, sabe que nenhum cargo público é vitalicio.
    É sempre bom ter sangue novo na estrutura de qualquer empresa. Em STP, qualquer sangue bom que entre no sistema político de STP se corrompe muito facilemente porque o sistema assim o obriga.
    É muito fácil indicar dedo a este ou quele. o governo de STP reflete aquilo que é o seu povo. Algumas vez já viram algum cidadão de STP felicitar o outro pelo seu mérito ou porque consegui isto ou aquilo com muito trabalho e dedicação?
    Alguma vez já viram algum cidadão de STP a falar bem de ti porque o ajudaste no momento em que ele mais precisou? Alguma vez já viram algum cidadão de STP a desejar sucesso de outro? Então como é que querem que tenhamos um governo que trabalhe em prol de STP se o cidadão de STP não pensa do mesmo modo?
    As pessoas de STP não têm orgulho no país que têm. Não fazem nada para levar o nome de STP para viversos cantos do mundo. Só pensam mal e mal dizem dos outros como se eles fossem a melhor pessoa do mundo.
    A verdadeira felicidade desse povo é ver os outro na pior. Feitiçar para o vizinho só porque ele adquiriu isto ou aquilo com o suor do seu trabalho.
    Se de facto querem ver STP bem o povo tem que mudar de mentalidade, cultivar o espírito de de união e entre ajuda.
    DEsde o turisno, pesca, agricultura e petróleo, STP apenas precisa de política progresso para crescer e ser um sucesso. STP é lindo demais gente.
    Mudem o pensamento e ajudem STP crescer.

    Um bem haja a todos

  20. Matias

    16 de Janeiro de 2012 as 17:44

    Madalena, creio que a palavra certa é mesmo isso. A nossa mentalidade de opinar em tudo, sem conhecer so pode ser mesmo atraso, ou seja desconhecimento.
    Ministra não é profissão. Por isso experiencia profissional?
    deixem de tretas!
    Debate de ideias falta aqui em STP. Radio NAcional deve aproveitar para promover debates. Assim vai se conhecer estes senhores que dizem coisas sem minimo de saber cientifico.

  21. Milagrosa

    16 de Janeiro de 2012 as 17:49

    MIlitam nos vossos partidos, criam as bases, pagam as cotas e concorrem as eleições.
    Só assimse pode ser Ministro, Directores gerais. Não ha outra solução.
    Saltitar de partido em partidos, tomar banho aqui e acolá. “Agora guenta”

  22. mello

    16 de Janeiro de 2012 as 18:42

    ADI, é um partido que não contava com vitoria e por isso não tem quadros, e esta a aranjalos no meio do caminho.
    ADI é um partido que so depende de uma pessoa, por isso muitos bons quadros que tem orgulho não fazem parte desse grupo de brincalhões.
    Oque espera o povo?, vamos agir, sair a rua e exigir resultados.
    Vamos ao palacio e gritar pra presidente.
    Esses brincalhões tem que ir aprender materia sobre governancia e voltar daqui a 15 anos
    A metade de povo desse pais confiou em MLSTP e PCD, então, não vão fazer nada?
    Chega. é hora de fazer cair esses brincalhões.
    Se não fizerem isso agora, no final o jogo vai ser pior.
    Eles querem mostrar ao povo q esses 2 patrtidos é composto por ladrões e incompetentes.
    Quem são eles.

    • Mimi

      17 de Janeiro de 2012 as 13:47

      Penso que o povo nao tem que sair à rua. Deixem o ADI governar! Foi isto que eles pediram, entao dai-lhes o que precisam! Deixai-os mostrar toda a “competência” que têm que a queda nao vai ser forçada. CAirao por si mesmos, sem esforço.

      • Paulo

        18 de Janeiro de 2012 as 13:08

        A senhora Mimi tem razão.
        Este governo está a desgraçar o nosso país.Mas acredito que o povo irá fazer justiça, esses incompetentes e arrogantes nunca mais irão governar o nosso País.

      • Paulo

        18 de Janeiro de 2012 as 13:24

        governo deve pedir desculpas e demitir-se

  23. Argml

    16 de Janeiro de 2012 as 21:40

    Povo! Povo! Deixa de tomar banho. Põe cabeça no lugar. Escolha diregente honesto, humilde que sabe o que é governa.

  24. Anca

    16 de Janeiro de 2012 as 22:33

    Ninguém é ou deve ser insubistituivél no exercicio da função, seja ela privada, ou pública.

    Precisamos de instituções de administração pública fortes, isso se consegue com quadros competentes e sérios independentes, das crenças paixões e convicções políticas.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  25. vava sovietico

    17 de Janeiro de 2012 as 9:00

    nós o povo (ladramos) mas a caravana continua a passar,tela-non se puder desenvolva mais este tema…

  26. Põe boca não tira

    17 de Janeiro de 2012 as 10:11

    É o pais que temos

  27. Calibre-12

    17 de Janeiro de 2012 as 10:41

    Em abono da verdade devemos todos concordar que este é o pior governo de todos os tempos na histórtia da nossaa república. Infelizmente quem semeia vento colhe tempestade. Semeamos o ADI e estamos a colher desgraça e incompetência a todos os níveis.
    Patrice deveria no minimo fazer a remodelação deste seu “casco” de governo e juntar-se à outras forças políticas buscar competências para o bem do País. Somos todos santomenses e espero que o MLSTP, o PCD e o MDFM não deixem morrer esta nação que já tinha começado a ter os pés no chão.

    • Anguêné

      19 de Janeiro de 2012 as 12:43

      O senhro Calibre-12. quê que o senhor quer dizer com a sua terminologia?« buscando competências de outras forças políticas» O senhor esta querendo um Governo de unidade nacional que nunca deu prova neste País? 0u o senhor é de outro partido e está querendo taxo. Agora não ha mama para chupar, vai pensar noutra vida.

  28. Calibre-12

    17 de Janeiro de 2012 as 10:49

    Concordo que este é o pior governo de toda a história da República de STP.
    Seus membros são fracos, incompetentes, sem noção da real e por cima, são arrogantes.
    O Patrice Trovoada deveria era proceder urgentemente a reodelação do seu governo para ver se ainda é possivel salvar a governação.
    Com uma remodelação de fundo, buscando competências de outras forças políticas estou em crer que ainda se está a tempo de se salvar uma hecatombe governativa nesse pequeno país.
    Espero como cidadão, filho desta terra que o MLSTP, PCD e MDFM não pactuem com esta desgovernação, já que o Presidente da república parece estar alheio as coisas bizaras que estão acontecendo debaixo do nariz de cada santomense.

    • Mimi

      19 de Janeiro de 2012 as 13:43

      Penso que as competências para o Governo (i.e. Ministros e Secretórios de Estado) nao devem vir de outras forças políticas. A governacao já pecou por isso no passado. Depois ninguém assume os falhanços (claro que todos assumem o sucesso)! As direcçoes, caso nao haja competências no seio do partido, penso que nao importa a cor política do ocupante da cadeira. Importa a abilidade e o Saber do ocupante da cadeira e a responsabilidade em cumprir com as suas obrigaçoes, pois estas nao sao partidárias nem políticas. Aliás, nem todos os diretores demitidos de há um ano e meio para cá eram membros de partidos políticos. Para concluir, as funçoes tecnicas, estas sim nao deviam ter nada a ver com a partidarismos. Se o chefe do Governo tentar no mínimo congregar, ao contrário do que tem acontecido, vai com certeza ter caminhos menos tortuosos num futuro próximo da governaçao. E congregar é deixar o Governo trabalhar, sim senhor!

  29. Mimi

    17 de Janeiro de 2012 as 11:55

    Yóla ó! Força “Dra.” Angela. Faça a limpeza com lixívia se for preciso. Mas atençao! Era bom começar a procurar uma licenciatura para depois do poder. (ISP, Consulting Rita, nao importa, o que estiver mais à mao). Pq senao, ao contrário dos caros “incompetentes” que a Sra. está a marginalizar, quando chegar a sua vez vai vender fardo! Para alguma coisa vale a “incompetência” com canudo! Seja lá qual for!

  30. Porto Real & Sundy

    17 de Janeiro de 2012 as 12:13

    Governar bem não é favor nenhum!!
    Faça a tua parte, cidadão!
    organiza-te.

  31. aumato

    17 de Janeiro de 2012 as 13:42

    cego assim se escreve

    nao sego

  32. BRUNO DAS NEVES

    17 de Janeiro de 2012 as 16:05

    Ja agora, no meio desses bla-bla todo, devo dizer a voces contribuintes desse jornal o seguinte, alias ja havia dito isso anteriormente, isso que lhes aconteceu, sao exemplo da governacao dos politicos de STP, cada um esta puxando braza pra assar a sua sadinha, o Dr:Jose Luiz e a Dr:Feliciana, ja deviam estar preparados pra isso, agora deixemos o barco andar pra ver se chegue a um bom porto, espero que chegue mesmo, porque se assim nao for, estamos todos fodidos!

  33. joao pedro antunes

    17 de Janeiro de 2012 as 16:16

    coragem.As coisas que podia evitar na nossa forma de estar na sociedade.
    Uns sabem bem e foram informados e com proposta para cargos de melhor enquadramento nacional e de satisfação financeira.deixe de passar mentira para fora,usando comunicação oscial para denigrir dirigentes,chamar inconpetente quando nunca estivea prova com a função,enfim cal para sempre os antinacionais.Tudo nao pode ser politica(quice).sois um barbaros, por isto que stp está como esta.

  34. GOSTOSO

    17 de Janeiro de 2012 as 20:02

    Nunca se deve demitir ninguém sem que tenham conhecimento. Esse conceiro de gestão é errado.Temos q melhorar a nossa perfomance. Tem sido prática nesse governo demitir directores com despacho público. porquê não desta vez? A ministra de saúde deve também ser demitida. Será que os novos inquilinos do CHST estão preparados ara o embate. Haverá colaboração suficiente para levar o Hospital ao bom porto? Vamos ver.

  35. TUTU

    18 de Janeiro de 2012 as 10:22

    chegou a era dos competentes
    tchau

  36. Bernardino monteiro

    18 de Janeiro de 2012 as 11:43

    Senhores comentadores comentam facto nao
    Politica e mesmo assim, nao substima
    A capacidade ideologica e moral das pessoas
    Voce no lugar da ministra faria melhor?
    Ate quando, sr.pensam antes, depois comentam,

  37. Bernardino monteiro

    18 de Janeiro de 2012 as 13:25

    Peco vos que comentam a verdade o facto
    Nao sejam arbitrario por isso tenta conhecer a. Nossa constituicao tentam saber o curricum de cada ministro e nao so, e mesmo nao sabendo nao substima o que nao conhece, a sr ministra de saude para la estar nao foi posta por acaso
    Foi posta porque apresentou condicoes, eu vos procura saber os seus direitos e deveres como cidadao,embora tenham razoes nao e assim que se resolve as coisas, nao existe causa sem efeito, procura saber o porque das coisas, nao temos poderes nem dever de insultar ordem da suberania, chamar burro ladrao, esse ministro robou, prova o facto, entao nao comentam coicas sem coisas, sejam politicos educado rigorosos e pacifico, liberdade de expressao nao e insultar e revindicar os nossos direitos qdireitos se ela existe, e lamentar os nossos ddescontentamento, faca me favor de ser santomense

  38. Bernardino monteiro

    18 de Janeiro de 2012 as 13:34

    Pesquisei e estudei a situacao do meu sao tome verfiquei que nao temos razoes para criticar quem quer que seja,nao adianta falar do passado nao adianta criticar nem substimar,conclui que temos que aranjar um espaco para debater solucoes e mecanismo para futuro criar uma comisao ideologica, stp precisa de dialgo compreensao centralisar objectivos crediveis,viva sao tome

  39. Bernardino monteiro

    18 de Janeiro de 2012 as 13:49

    Sem energia garantida sem saneamento sem laboratorio sem receitas nao havera nenhum ministro de saude ou diretor que conseguira gerir o nosso hospital, as condicoes nao favorece, se faltar a luz a culpa e do ministro se faltar medicamentos a culpa e do ministro tenha santa paciencia,

  40. Eliphas

    18 de Janeiro de 2012 as 14:20

    Vocês andam em lisboa a mandar bocas a criticarem o governo, dizendo que este não têm competência para governar e que os seus membros são incompetentes e que não fizeram nada ainda para a população porque vocês não viram ….!!!!!Digo eu o seguinte: Vocês andam em Lisboa e se calhar noBrasil a mandar bocas, então porque é que não vêm governar já que são tão competentes???!!!! Vocês são competentes mais é em criticar…mas também não passam de um bando de incompetentes que andam por aí nas obras em portugal levantando blocos como escravos esquecendo de que o seu país é que precisa de ser construído….

  41. Felipe

    19 de Janeiro de 2012 as 11:03

    Esse governo está adormir. incompetentes

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo