Sociedade

Tribunal da primeira instância ordenou ontem a libertação do advogado Adelino Izidro

Acusado pelo ministério público, de crime de ofensas corporais graves e cárcere privado, no âmbito do incidente com o cidadão Ilídio Moreira, ocorrido em Outubro de 2011 na Roça Monte Macaco, Adelino Izidro(na foto) esteve 3 meses em prisão preventiva. Esta quinta feira saiu em liberdade.
Segundo o Juiz Hilário Garrido, já não subsistem as circunstâncias que determinaram a prisão preventiva do advogado.

Segundo a acusação, Adelino Izidro deveria ficar em prisão preventiva, dentre outros motivos para evitar fuga do país, ou perturbação do processo de investigação. Num despacho emitido quinta-feira, o Juiz de Direito Hilário Garrido, ordenou a libertação imediata do arguido acusado pelo ministério público de crime de ofensas corporais graves e cárcere privada, no âmbito do incidente ocorrido na sua parcela de terra em Outubro de 2011, na Roça Monte Macaco, em que o cidadão Ilídio Tavares Moreira, perdeu uma perna depois de ter sido baleado a sangue frio.

O Juiz sustenta a sua decisão com o argumento de que já não há nesta fase em que já foi deduzida a acusação perigo de perturbação da investigação ou da realização da audiência de julgamento, nem muito menos actual e fundado perigo de continuação da actividade criminosa, de perturbação da ordem pública, ou fuga do país. «Não há ou já não há nesta fase em que já foi deduzida a acusação perigo de perturbação da investigação ou da realização da audiência de julgamento e nomeadamente perigo para aquisição conservação ou veracidade da prova, nem muito menos actual e fundado perigo de continuação da actividade criminosa ou perturbação da ordem e tranquilidade públicas», diz o juiz no despacho a que o Téla Nón teve acesso.

O Juiz Hilárrio Garrido concluiu que já não subsistem as circunstâncias que determinaram a prisão preventiva, e assim ordenou que Adelino Izidro, aguardasse o julgamento em liberdade. Julgamento que deverá acontecer o mais tardar dentro de 2 meses. «O arguido já cumpriu 3 meses de prisão preventiva o que pode, ainda nesta fase servir-lhe de reflexão e ponderação na sua vida pessoal, sua conduta perante terceiros e face aos valores da dignidade da pessoa humana, essencialmente não se descurando obviamente que é em sede de julgamento que se afere melhor o grau da responsabilidade de um arguido, bem como a sua culpa, sendo certo que o princípio de presunção da inocência deve imperar sempre na ponderação sobre a privação de liberdade de qualquer cidadão e insere-se no quadro dos direitos fundamentais constitucionalmente consagrado», relata o Juiz no seu despacho.

A decisão do Juiz Hilário Garrido, é mais contundente no último ponto do despacho. «Assim por tudo isso e nos termos do artigo 174º do Código do Processo Penal revogo a prisão preventiva do arguido Adelino Isidro e determino a sua libertação imediata por terem deixado de subsistir as circunstâncias que a determinaram. Passe o competente mandado de soltura», conclui o despacho.

Adelino Izidro está em liberdade. Pelo que o Téla Nón apurou, quando saiu da prisão na tarde de quinta – feira, o advogado cumpriu um dos rituais da tradição são-tomense. Dirigiu-se directamente a uma praia e deu um mergulho. Segundo a tradição são-tomense com esta acção a pessoa que sai da prisão fica limpa e purificada, e nunca mais regressará à prisão.

Abel Veiga

    73 comentários

73 comentários

  1. De Perto

    20 de Janeiro de 2012 as 17:48

    Ê tava tada munto!!!

    • Calibre-12

      22 de Janeiro de 2012 as 18:22

      Foi pena o juiz Hilario garido ter tido este comportamento politico. Repito, comportamento político, porque o MLSTP tocou a tuna e ele dançou ao som do toque ponto de lado as prerrogativas da função de ser juiz e deixou-se levar pelo lado dos camaradas, ou seja pelo lado do MLSTP que viu fracassada em Dezembro uma iniciativa parlamentar de por em liberdade do Adelino Izidro.
      Hilário Garrido precisa crescer e aparecer e se quer ser juiz, que se faça respeitar profissionalmente com acto e não com compadrios.

    • kim kim

      23 de Janeiro de 2012 as 8:46

      A verdade meus amigos o que quero saber agora é o seguinte:
      O Ministério Público, o revisor estrangeiros dos juízes e o novo juiz decretaram uma prisão nada condizente com os crimes em causa. Vejam só que nem o autor do crime esteve preso.
      Agora quem vai pagar a indeminização ao Adelino Izidro?
      Ou será que vão dividir lucros entre todos e o país fica mais pobre?
      Na minha opinião o Adelino Izidro devia estar preso há muito por muito mais coisas mais neste caso para mim foi uma bandidagem só porque dava jeito a uns bandidos. Perguntem ao Procurador Geral da República!
      Assim o nosso país nunca mais vai andar. É preciso Ordem, rigor e seriedade das pessoas que dirigem o nosso país e neste caso o Tribunal e o Ministério Público é um autentico DESASTRE meus amigos.
      Vejam os irmão Monteiro, depois de roubarem o GGA e o país são os sócios dos membros do governo a começar pelo Primeiro Ministro só porque dá jeito para ganhar dinheiro a custa do povo

      Até quando minha gente? O presidente não diz nada?

      • caboverdiano

        23 de Janeiro de 2012 as 14:46

        presidente nunca vai fazer nada em primeiro lugar quem e conselheira do presidente xinha que por sua vez e a esposa de alcino pinto cabeceiro de mlstp entao ta explicado mano a corrupcao jamais ira acabar em s.tome.

  2. nelson pontes

    20 de Janeiro de 2012 as 17:53

    Muito sinceramente penso que tendo em conta o tipo de crime que ele esta acusado deveria muito continuar a aguardar o julgamento em tribunal. Penso que estes meses passados na prisão tenha servido para o Adelino Izidro refletir sobre o elevado grau de abuso de poder que vinha cometendo no País, e que durante os dois meses que faltam até ao julgamento o seu nome não seja relacionado com nehum ato de violação da lei. Caso algo de anormal se passe antes do julgamento como por exemplo a fuga do referido arguido para o exterior, o juíz Hilário Garrido terá de ser responsabilizado. Mas espero como a maioria dos santomenses que este caso tenha um fim justo para acreditarmos na justiça santomense.

    • nelson pontes

      20 de Janeiro de 2012 as 17:55

      Só para corrigir: quero dizer que ele deveria muito bem continuar a aguardar o julgamento na prisão.

  3. MEZEDO

    20 de Janeiro de 2012 as 17:57

    SERVIRÁ DE CORECÇÃO A ESTE SENHOR QUE ACHA QUE O MUNDO É DELE.
    SÓ PELO FACTO DELE SER O CÃO CRIADO COM CORAÇÃO DE TUBARÃO E ANDOU A MORDER TODA GENTE MESMO ATÉ O SEU DONO, PENSOU QUE TUDO IA ASSIM.

  4. Carlos

    20 de Janeiro de 2012 as 18:12

    Caro Abel Veiga , este ritual de que “Segundo a tradição são-tomense com esta acção a pessoa que sai da prisão fica limpa purificada, e nunca mais regressará à prisão” não vai servir para o senhor Adelino Isidro, se realmente existe justiça em Tomé o mentecapto do Adelino Isidro voltará de novo atras das grades. Este homem não tem coração, mete com toda pessoa e nada acontece, Deus tarda mas não falha.O Adelino Isidro nasceu para fazer maldades e já fez maldades há varias pessoas como em S.Tomé a justiça não existe é por isso que volta a acontecer coisas semelhantes.

  5. gostoso

    20 de Janeiro de 2012 as 18:14

    Será que foram cumpridas todas as formalidades legais para colocar este senhor em liberdade?

  6. HLN

    20 de Janeiro de 2012 as 19:00

    Registo criminal está sujo, pode ser pouco três meses mas valeu ê bê dochi dê.
    Cadeia é cadeia

    • Emilio Freitas

      20 de Janeiro de 2012 as 19:20

      meu mano querido, registro criminal serve pra nós que somos zé povinho , de resto pode-se dizer q logo logo esse senhor estará sendo eleito como deputado e agindo como se fosse um dos melhores cidadãos da nossa jovem nação.

    • Galinha

      20 de Janeiro de 2012 as 19:48

      Meu Caro,

      Devo deixar aqui o meu desagrado pelo facto de este senhor ter ja saido do calabucho.Tambem, estou farto desses juizes corruptos, no caso concreto, este Garrido,se fosse o mesmo a ter nas maos o processo deste criminoso, o mesmo nunca iria preso.Porque nao deixaram o processo nas maos do tal jovem juis que decretou a prisao do criminoso adelino? Isto e o MLSTP em forca, primeiro foi a tentativa falhada dos deputados do MLSTP com a dita aministia, agora o garrido conceguiu.

  7. Galinha

    20 de Janeiro de 2012 as 19:36

    Este Juiz Garrido, devia ir preso no lugar desse criminoso. Para mim tres meses foi pouco tempo. De qualquer forma a justica do Homem e sempre injusta, agor falta a justica divina esta nao sera com certeza influenciada.
    Resta-nos saber qual vai ser a postura sesse criminoso daqui a diante. Se o mesmo continuar no mau caminho tera com certeza outra justica a sua altura.

  8. Tentato a ler

    20 de Janeiro de 2012 as 19:49

    A justiça foi feita? e o cidadão que perdeu a perna? como fica? quem vai garantir-lhe sustento?

  9. N.C

    20 de Janeiro de 2012 as 20:27

    Ha muitas coisas que poderia comentar sobre esse artigo,mas o essencial e que a justica em s.tome tem dois pesos e duas medidas e varia consoante caras,personalidades,filiacao partidaria e poder financeiro.Tanta gente que comete crimes insignificantes nao existe juiz nenhum, nem advogados justos que saiem em defesa dos menos desfavorecidos.
    Seja como for,esse caso serve de exemplo a Dr Adelino que ninguem esta a cima da lei e que por mais que conhecas os labirintos da lei,um dia acabars por te perderes no meio deles e ficar engatado

  10. Justino Manuel Abreu dos Ramos

    20 de Janeiro de 2012 as 21:02

    Povo santomense aquilo que se pensava já foi concretizado. Nunca nenhum dos senhores da classe alta em S.tomé não permanense na cadeia por muito tempo. Só vão lá dois dias para tapar os olhos aos santomense, e fazer-lhes de parvo.
    Lembram dos senhores, Guilherme Posser,Lucena do Banco,Minho,Armando Correia , Carlos Quaresma,muitos outros nunca permanense na cadeia de S.tomé.
    Se caso desse acontecesse com um pequeno, ficaria na cadeia até podrecer lá dentro, que ninguém teria coragem de emitir esse tal despacho.
    Lembro-me caso do filho do senhor Trovoada que era Juiz, matou alguém ficou impune filho do pobre é que pagou.
    O senhor Hilário Garrido também utilizou o mesmo artemanha para lhe tirar.
    O senhor Presidente da República disse que iria fazer de tudo para acabar com corrupção, tenho muita dúvida que isso irá acabar em s,tomé e Principe.
    Se não acabar com os lobes que existem em S.Tomé, isso não melhorá. Na semana passaada o senhor Alcino Pinto forjou uma anestia para ajudar o senhor Adelino Isídro não conseguiu, mas resolveu doutra forma. Povo de Santomé abre os olhos.

  11. Macalacata

    20 de Janeiro de 2012 as 21:03

    Este cagado devia continuar na cadeia ate julgamento final porque ele tem fama de desviar processo do tribunal. Este cidadao mafigado fanhonso devia ver a sua carteira de advogacia suspensa.

  12. rapaz de riboque

    20 de Janeiro de 2012 as 21:06

    e os danos causado no homem quem vai pagar ? ou vai ficar em águas de bacalhau’?

  13. voz do emigrante

    20 de Janeiro de 2012 as 21:50

    Mais uma vez a justiça saotomense mostrou alguma funcionalidade,mas é serto que este senhor nao ira voltar a cadeia haver vamos

  14. caboverdiano

    20 de Janeiro de 2012 as 21:54

    acompanho noticias dos palopes na rtp africa todos os dias mais meus irmaos de s.tome essa noticia nos deichou aki em cabo verde revoltados nunca na vida vimos uma cena dessa este senhor de nome garido e umais juristas deste tribunal esta a dificultar o desenvolvimento do vosso pais akilo e uma circulo vicioso em que o tribunal e que decide este individuo se voce ka em cabo verde ja serria isonerado da funssao
    em que oucupa onde ja se viu todos individuos que comete crime social digo eu do partido de mlstp e pcd como exemplo delfin neves ,maria das neves poderao a gozar do poder do parlamento pra rir e sorrir na carra do povo e mesmo
    somente em s.tome os dos principe ja revoltaram-se mais santola so usam bla bla bla na hora da decisao feixam o c….
    por amor a patria meus irmaos faz uma manisfestacao ao frente do ministerio da justica contra essa decisao e quantos aos muitos presos que ainda estao a espera la dentro sabem o k cria sentimento de revolta.

  15. wilson graça

    20 de Janeiro de 2012 as 22:17

    Obrigado, Dr.Hilário Garido,mais gostaria que o Artigo 174º reinasse para com todos, e não se esqueça que STP é um pais com Estado de Direito Democrático.

  16. Bernardino monteiro

    21 de Janeiro de 2012 as 6:40

    Este sr cumpriu o tempo suficiente,o sr juiz fez um bom servico, ele nao matou nao pegou na arma simplismente mandou o fazer, eu nao vejo o porque de condena lo a pena maxima

  17. J'aime STP

    21 de Janeiro de 2012 as 8:55

    e espero que saiu com um bom controlo judicial…

  18. jailson

    21 de Janeiro de 2012 as 10:02

    Pois é Senhor Dr.Hilario Garrido isto quer diser q a justiça sãotomense quer acordar, espero q faça sortir efeitos significativos porque diz o ditado, se ha Lei Pra um a que haver pra todos, é certo q ha la muitos jogados a sua propria sorte será q eles não são humanos?

  19. João Santos

    21 de Janeiro de 2012 as 12:00

    Caros Santomenses.
    Mais uma vez a justiça falhou. Começou bem no caso Adelino Izidro, para no meio fazer asneira.
    Nos bastidores tentaram lançar a rede (amnistia) para apanhar o peixe gordo (Adelino). Depois, bastou seguir o conselho do 1º Ministro. Compraram anzol e procuraram o pescador certo (Juiz Garido) e pronto.Tão simples quanto isso.
    Quanto a contrapartida recebida pelo pescador, fica no segredo dos Deuses.

    O juiz Garido é uma podridão dentro do sistema da justiça que há-de estragar os outros juizes.
    Ele diz ser constitucionalista mas, no momento certo ao invés dele fazer uma interpretação de acordo com a constituição, faz uma interpertação de acordo com a pessoa presa, violando o princípio de igualdade de todos os cidadãos perante a lei.
    Mesmo eu sendo estudo do 4º ano de direito, já percebo que a prisão preventiva tem outra finalidade e não a de acordo a sua conveniência. O Sr. quando diz que os três meses que o Adelino esteve preso são suficiente para ele mudar, até parece que a prisão preventiva é uma pena aplicada e visa reinserção social do delinquente. Sr. Juiz. Se na instrução preparatória que poderia culminar com despacho de arquivamento ou abstenção havia possibilidade e perigo de fuga, agora que há uma acusação formalizada e com possibilidade de vir a ser julgado, o perigo de fuga ou até mesmo a motivação para fugir torna-se uma realidade. Sr. Juiz, é público que notória que a testemunha principal do caso tem sofrido pressão e até já diz que sente-se arrependido de ter prestado depoimento no caso. Agora com o Adelino a solta, a pressão sobre ele há-de aumentar. Quem sabe, até ele poderá ver-se obrigado a mudar o seu depoimento no momento rainha que será na audiência de discussão e julgamento.Eu fico sem saber a onde o Sr. estudou direito. Para perceber esta questão não é preciso ser jurista. A própria coerência lógica das coisas falam por si. Não sei como é que o sistema se compadece ter um juiz como senhor no sistema que só está alí para prestar serviços.
    Num país sério asneira que o Sr. fez agora, teria aberto um grande precedente. Isto é, de acordo com o princípio de igualdade, todos os indivíduos presos preventivamente deveriam ser soltos depois da dedução da acusação, uma vez que, com esta todos os perigos desaparecem. Não sei a onde andam os advogados para começarem a requer soltura de todos os presos em prisão preventiva, já com a acusação deduzida!

  20. Nelson Correia

    21 de Janeiro de 2012 as 12:12

    Sr. Procurador Geral
    Dou-lhe muita força e coragem. Não desanima. Eu sei que o Sr. está apanhando água com cesto. Mas continua que o Sr está no caminho certo. Recorra da decisão do Juiz e o você trabalho fica perfeito.

    • Agua grande

      22 de Janeiro de 2012 as 10:23

      Pois e meu caro,

      Se nao fosse a postura seria e trabalhadora do procurador geral, o Adelino nunca teria sido preso.No final de tudo isto nao sei como nao desanimar trabalhando num sistema onde a maioria trabalham contra o sistema.

  21. rancataco

    21 de Janeiro de 2012 as 12:36

    saio tao rapido,fogo…devias ficar la dentro mais uns meses.estavas mt bem la na gaiola.

  22. helmerdias

    21 de Janeiro de 2012 as 14:06

    Eu não entendo nada das leis e de justiças.Mais entendo que quem comete ilegalidades,injustiças,repressão sobre os mais indefeso deve pagar com a sua ausÊncia no convivio com pessoas de bem.Espero com cautela por desenrolar deste caso.Ninguém e o estatutos estão acima da lei.MAis tambem estou de acordo a inocência esta em primeiro até provar o comtrario.

  23. lino

    21 de Janeiro de 2012 as 14:14

    agora em liberdade, este senhor deve ser julgado e punido pela atitude indígna que teve.
    Como fica o homem que ficou sem a perna!?.
    como fica?!…..E a sua subsistência e dos filhos (se tiver)?
    Dr. garrido & companhia….libertaram o homem, agora vamos estar bem atentos aos próximos passos desta novela.
    Não interessa o estatuto.
    quem cometeu, deve ser ponido.
    seja quem for.
    não deve haver dois pesos e duas medidas, ….nem companherismos.

  24. mina tela

    21 de Janeiro de 2012 as 16:20

    Como é que um pais cresci com toda essa corrupção… A lei só funciona para um assaltante de galinheiro, enquanto a deputados que fazem coisas piores, como o caso do senhor ADELINO IZIDRO….
    É inadimissivel como é acusado pelo ministério publico “crime de ofensas corporais graves”… Não entendo nada sobre as leis mais uma coisas é certa ADELINO IZIDRO conhece perfeitamente a lei…Tem uma coisas que sempre passa na cabeça do povo,ele fez aquilo porque o homem estava no seu território ou porque o nosso governo é constituído por uma quadrilha de corruptos onde não se faz nada. Ficou mais do que provado que ninguém faz nada porque são todos da mesma quadrilha e falam a mesma linguagem ” que se lixem os pequenos”

  25. Sum Megingo

    21 de Janeiro de 2012 as 17:16

    Grande Homem Adelino Izidro..!!

    • Agua grande

      22 de Janeiro de 2012 as 10:27

      Pois e meu caro,

      Vai a quinta dele roubar banana e saberas o quanto grande ele e.

    • Luca Paccioli

      22 de Janeiro de 2012 as 13:20

      Sum Megingo. O Senhor, na sua lucidez plena defende que o Sr. Adelino Izidro é de facto “Grande Homem”, ou apenas usou as palavras sem querer expressar o real significado? Olha, não o conheço, e nem quero ofender. Entretanto, para se fazer um comentário dessa natureza só deve ser um “pau mandado” do Adelino Izidro, ou os dois devem dividir a mesma ideologia no que concerne à convivência num determinado Padrão Social. O Senhor Adelino Izidro, de acordo com fontes oficiais (Jornais, Estações de Rádio, bem como Redes Televisivas) é um cidadão são-tomense que tem trazido perigo a sociedade são-tomense, facto esse comprovado pelos inúmeros crimes de lesão corporal cometido pelo mesmo, inclusive um deles teve como vítima um dos Magistrados dos Tribunais de São Tomé e Príncipe. Ora vejamos, não há crime sem lei anterior que o defina e nem há pena sem a prévia cominação legal. Ofender a integridade corporal ou a saúde de outrem, dependendo do caso, é configurado em São Tomé e Príncipe como crime, sendo de modalidade dolosa e culposa. Portanto, pela descrição do caso ocorrido, o mesmo se enquadra como doloso, ou seja, com intenção de causar de facto lesão corporal. Nesse âmbito, casos dessa natureza devem ser tratados atendido ao princípio da isonomia , que reza que “…todos são iguais perante a lei, independentemente da riqueza ou prestígio destes”. Portanto eu como um cidadão são-tomense que zelo para que o nosso São Tomé um dia seja visto com bons olhos no que tange a corrupção, espero que o Senhor Adelino Izidro seja Julgado nos mesmos moldes que um gari (varredor de rua) é julgado, seja ele “Grande Homem”, ou não, como venerou Sum Megingo.

      • Maiker

        23 de Janeiro de 2012 as 14:04

        Senhores leitores”Agua grande, Luca Paccioli“ entre outros não percam o vosso tempo a responder o comentário do Sum “Megingo” este homem está fora do seu juízo perfeito , este homem só faz comentário absurdos e a maioria dos leitores já estão farto dele. Acho que esse invertebrado do “Sum Meingo” não tem nada a fazer ou é um ser retardado que passa tempo a navegar e brincar com o computar.
        Desde quando Adelino Isidro é Grande homem, este Adelino é um mentecapto, um inábil, um Medíocre , um homem sem escrúpulos, sem caracter que só passa o tempo a fazer maldades aos outros, tem um comportamento péssimo para com os outros.
        Mas se a justiça do homem não funciona temos que esperar pela justiça Divina, logo logo o Adelino Isidro vai ter o tratamento que deveria ter.

      • Maiker

        23 de Janeiro de 2012 as 14:12

        Muito bem concordo com o senhor “Luca Paccioli” o cidadão Adelino Isidro deve ser julgado como um cidadão qualquer e a justiça deve ser feita.Este homem é um eminemte perigo para a sociedade.

    • Maiker

      23 de Janeiro de 2012 as 14:04

      Senhores leitores” Agua grande, Luca Paccioli“ entre outros não percam o vosso tempo a responder o comentário do Sum “Megingo” este homem está fora do seu juízo perfeito , este homem só faz comentário absurdos e a maioria dos leitores já estão farto dele. Acho que esse invertebrado do “Sum Meingo” não tem nada a fazer ou é um ser retardado que passa tempo a navegar e brincar com o computar.
      Desde quando Adelino Isidro é Grande homem, este Adelino é um mentecapto, um inábil, um Medíocre , um homem sem escrúpulos, sem caracter que só passa o tempo a fazer maldades aos outros, tem um comportamento péssimo para com os outros.
      Mas se a justiça do homem não funciona temos que esperar pela justiça Divina, logo logo o Adelino Isidro vai ter o tratamento que deveria ter.

  26. Luis Cabo Verde

    21 de Janeiro de 2012 as 17:23

    Bom trabalho Sr. Juiz acompanhei desde o início este caso, até porque penso que o ofendida é de origem caboverdiana. Num Estado de Direito Democrático, ninguém deve fazer justiça privada.

  27. Mr.Sousa

    22 de Janeiro de 2012 as 3:23

    onde andava o world news que não as noticiou? “o típico” parece conduzir-nos ao velho ditado: “Esse feitiço pode virar contra o feiticeiro…” os tres meses de encarceramento foram demasiado pouco tempo para punir este sujeito tão cruel…” bem que merecia ser sentenced to death”

  28. keblancana

    22 de Janeiro de 2012 as 14:22

    Força Adelino. Não te deixes ir abaixo, cabeça erguida e continue a Denunciar estes Corruptos Santomenses. Desistir é para os fracos. Acredito k a tua prisão não tem nada a haver com uma “pinha de banana”. Só os ignorantes acreditam nisto. Por isso, meu caro, na luta pela conquista de um futuro melhor em STP, tens todo o meu apoio.

  29. Argml

    22 de Janeiro de 2012 as 19:27

    keblancana!! A verdade não está com os homens mas entres homens .
    As Quatro caracteristicas que deve ter um Juiz são : ouvir cortesmente, reponder sabiamente, ponderar prudentemente e decidir imparcialmente, será q o Juiz não teve essas caracteristica!!?

  30. Mimi

    23 de Janeiro de 2012 as 8:50

    Ja nao era sem tempo!

  31. Na roça com os machos

    23 de Janeiro de 2012 as 9:08

    Apesar de haver muita gente contra o Adelino Izidro, fico contente por o terem solto apesar de não ter agido corretamente. Infelizmente as pessoas foram apoiando e passando mãos na cabeça do Ladrão como se ele fosse um Heroi, quando o sr é um Ladrão Profissional. E com isto STP agora promove os ladrões de banana, assaltantes de residências.
    Então não vale estudar e ter boas maneiras pois ser Ladrão em STP dá mais. Tem havido uma onda de roubos e os donos agridem o gatuno a defender o que é seu e infelizmente prendem-no. Não é apenas o caso Adelino Iziddro.
    Com isto a mensagem bem clara que passam: apanhaste um gatuno dentro do teu quintal ou em tua casa mate-o e mate para ficar bem morto, caso fores preso o tal gatuno jamais assaltará ninguém

  32. BRUNO DAS NEVES

    23 de Janeiro de 2012 as 9:29

    Mesmo, ja nao era sem tempo! Esta ay mais uma prova de que os tribunais de S.Tome e Principe so esta ao servico do corruptos deste Pais, a justica desse ser igual pra todos, afinal existe juizes pra resolver casos do Adelino Isidro, e muitos outros processos pendentes amoltuados nos tribunais, nao exites juizes pra os julgar? Coitadinhos de “nos”! Se as coisas tiverem que tomar esse rumo, pra nos os pequenos, sugiro que deem uma corda pra simplesmente enforcarmos!

  33. Elayne Hartford

    23 de Janeiro de 2012 as 10:06

    Não se deve utilizar as instituições do estado para perseguir para prática de prisões ilegais. Cada um deve ser responsabilizado pelo crime que cometer e deve ser ljulgados com justiça. O PGR Roberto exagerou na perseguição do Dept. Adelino Izidro que o denuciou no Ministério Publico como um dos homens mais corrutos do sistema judiciário sãotomense. Quem deveria ser preso é o Sr. Roberto raposo por ter estorquido dinheiro ao Advogado e promovido a cultura de roubo na agricultura.

    • Galinha

      23 de Janeiro de 2012 as 20:43

      Minha Senhora,

      Sinceramente, a sra devia lavar a boca antes de falar do PGR Roberto Raposo.Tu nao enxergas? nao vens para que direcao vai a maioria dos comentarios aqui expressos? ora esta! Fica sabendo que o PGR faz parte da lista dos Homens intrigos e serios da nossa praca, e olha que a lista e muito curta.Estou deveras chateado com o teu comentario porque porque ele e o exemplo vivo do espirito da ma fe, mal que assola o nosso pais.

  34. Dlima

    23 de Janeiro de 2012 as 11:08

    Mesmo contra a lei confesso que este desfecho já era esperado dado o nível de corrupção que existe no nosso tribunal.
    Todavia, julgo que o título ideal para esta notícia devia ser “O CORROMPIDO MANDA SOLTAR O CORRUPTO”…
    Gostaria que os mais entendedores me esclarecessem algumas questões:
    Entre um Tribunal de Primeira Instância e o Supremo Tribunal de Justiça, qual deles tem maior poder de decisão ou qual deles se sobrepõe ao outro em matéria de justiça? Em que momento o despacho de um Juiz do Tribunal de Primeira Instância se sobrepões ao ac´rdam do Supremo Tribunal de Justiça?
    Penso eu que não se precisa ser um expert na matéria para se saber a resposta…

  35. Serafim

    23 de Janeiro de 2012 as 11:39

    Como pode um Juiz desfaiar o acórdão do supremo tribunal de justiça.

  36. Porto Real

    23 de Janeiro de 2012 as 12:30

    Embora o detito tivesse algumas atitudes pouco corretas, mesmo na cadeia, muitas vezes não deixando os guardas revistarem os seus alimentos, vindos de casa, deu para ver e aperceber que os reclusos vivem bem mal, e que cadeia não é Resort.
    Vamos pugnar pelo respeito.
    Força e coragem.
    A justiça divina é a melhor, que não deve não pode temer.

  37. Cobra Preta

    23 de Janeiro de 2012 as 13:53

    Aqueles que estão a mandar bocas contra Adelino Isidro, que não agrediu ninguém, e o Juíz Garrido que fez simplesmente o que está na lei, espero que um dia esses manda bocas não venham a ter alguém a furtar ou roubar o suor dos seus trabalhos e sacrifícios e vir a ter a mesma sorte. É assim que ladrões proliferam por tudo quanto é sítio.

  38. Sun Gueva Vulgo Põe Boca Não Tira

    23 de Janeiro de 2012 as 14:04

    Meu carro Luca Paccioli eu não percebo o por que da tu ostentação por Sum Megingo ter referido que o Dr Adelino Izidro é um grande Homem?!

    • Piadô Záua

      26 de Janeiro de 2012 as 18:32

      Há tantos comentários a volta da libertação do maldito Adelino Izidro, como não poderia deixar de apresentar a minha indignação pela atitude do senhor Garido, julgo que é muito urgente o presidente da República, senhor primeiro ministro, senhor ministro da justiça, senhor procurador da geral da Repúlica, assembleia da República e a representação da sociedade civil, todos estes orgãos sentarem a mesa e discutirem o futuro do pais, tomando como ponto de partida este caso do senhor Adelino Izidro. Porque se hexistir corrupção nos tribunais e justiça, este pais está condenado ao abismo. Sei que hexiste corrupção a este nivel mais não sabia que um juiz poderia chegar com tamanha safadeza. São Tomé e Príncipe é de todos santomenses. O senhor Garido não deveria fazer o que fez porque cada um de nós temos o direito de pagar por os nossos erros, senhor Adelino Izidro cometeu erros, ele deve pagar por seus erros. O senhor Garido tarde ou cedo tambem irá pagar por tão mal o senhor está a fazer neste tribunal. São Tomé Poderozo há-de vos dar o fruto de tudo aquilo que vocês estão plantando, tudo nguê cu cá fé mali cá bi molê cu uê tchofódo.

  39. Gingadô de Codô

    23 de Janeiro de 2012 as 14:14

    Mais uma vez Justiça falhou na Republica Democrática de São Tomé e Príncipe peço autoridade competente Sr Presidente da Republica, Sr Primeiro Ministro, Sr Procurador Geral da Republica analisa isso em epígrafe..!!!

  40. Até quando nosso São Tomé e Príncipe

    23 de Janeiro de 2012 as 14:16

    Que pena minha gente. Todo o trabalho feito para colocar esse homem a traz das grades foram por agua a baixo. A rede de complo trabalhou para tirar o seu amigo de whisky old parr. Estava na cara que a tentativa de mudança das leis eram para tentar ajudar aos povos deles. Que pena que uma pessoa que cometeu um crime INTERNACIONAL agora tenha a sua vida em liberdade.

    Dêdo nom ça kotado, nom na ka pô toca viola fa ê.

  41. pereira

    23 de Janeiro de 2012 as 15:42

    o tela-non é uma fantuchada

    • Galinha

      23 de Janeiro de 2012 as 20:35

      Tu es ridiculo, o tela non e um bem que temos, e a expressao mais viva da democracia.
      Todos esses comentarios que ca estao sao simplesmente, manifestacoes da maioria desagradada com o estado em que pessoas como o sr. esta deixando o nosso pais.

  42. Justiça feita

    23 de Janeiro de 2012 as 16:19

    Todos que estão contra Adelino Izidro, são bons ladrões, e têm olho grosso, não sabem trabalhar. Ele é um trabalhador incansável e também tem apoiado os que o solicitam.Ladrão é para ser morto, dá graça que só lhe cortaram a perna. Deveria haver uns cinco de Adelino Izidro, esse país mudaria de rumo.

    • Luca Pacioli

      23 de Janeiro de 2012 as 20:04

      Caro participante “Justiça Feita”, de acordo com o art.º 22 da Constituição da República Democrática de São Tomé e Príncipe, promulgado em 25 de Janeiro de 2003, no seu n.º 1 e o seguinte, a vida humana é inviolável, não podendo haver pena de morte, nem mesmo a violação da integridade moral e física das pessoas, ou seja, ninguém poderá ser submetido à tortura, nem tratos ou penas cruéis, desumanas ou degradantes. É nesse sentido que o art.º 20 da constituição em citação todo o cidadão tem direito de recorrer aos tribunais contra os actos que violem os seus direitos reconhecidos pela Constituição e pela lei, não podendo a justiça ser denegada por insuficiência de meios econômicos, ou seja, qualquer cidadão que tenha o seu direito violado, deve ter acesso a justiça mesmo não dispondo de condições financeiras para tal. Portanto, se de alguma forma a integridade física, moral ou material do Senhor Adelino Izidro foi violada, o mesmo tinha direito, garantido pela Carta Magna são-tomense, de recorrer aos meios legais para resolução do litígio, e não agir por meio de poder e força. Não obstante, o acusado (Adelino Izidro) é conhecedor da matéria de direito, tendo habilitação da Ordem de Advogados para o exercício das suas Funções. Não cabe a minha pessoa julgar os autos do processo, mas perante os factos posto a disposição da sociedade através de meios de ampla divulgação, como Jornal, Rádio, Televisão, bem como Internet, percebe-se que o acusado agiu dolosamente. Assim, espero que o caso seja julgado atendendo ao princípio da isonomia. Para concluir, venho fazer uma sugestão ao Senhor “Justiça Feita”. Se não tiver o que comentar no post fique observando até conseguir reunir argumentos que contribuem para o entendimento da ocorrência, como alguns participantes têm feito.

    • Galinha

      23 de Janeiro de 2012 as 20:31

      paneleiro

    • Maquengo Ferrão

      24 de Janeiro de 2012 as 10:53

      Ele devia é te cortar a perna e te dar um tiro. Ele não passa de um ladrão de alto nível, de colarinho branco, um criminoso e psicopata. Envergonha a classe de advogados, de politicos e o cidadão comum. Merece voltar para a cadeia. Santo António não dormirá enquanto ele não voltar para a cadeia. São Tomé Poderoso vai outra vez fazer com que ele volte a cadeia. Budo Baixana com ele.

  43. bisnerro

    24 de Janeiro de 2012 as 7:08

    este Izirdo é muito arrrumado em perigoso ,diz bate em todos aperta o gajo,

  44. Badiu di STP

    24 de Janeiro de 2012 as 8:20

    Acho bom que as autoridades santomenses começam a tomar cautela com este tipo de coisas porque a Comunidade cabo-verdiana em STP, que é mais de 50% de nação santomense, ja começa e espertar e não vai continuar a adimitir os abusos que os pais e avós sofreram na época colonial e contiuam a sofrer pós independência, esta nova geração dos santomeneses cabo-verdianos, não continuar a aceitar descrminação, se a justiça não for feita com o Sr Adelino Izidro, podem crêr que as coisas vão aquecer, atenção pessoal somos a maioria
    uma pergunta já foram pra Roças ver a situação dezumana que vivem a maioria dos seus habitantes? existe projecto para melhoria?
    Badiu di STP

  45. Safú de gravana

    24 de Janeiro de 2012 as 12:08

    Qualquer dia este ser humano pode ser promovido ao Posto de Comandante da Policia de Intervenção Rapida.
    Foi feita a justiça, está livre de dar a sua contribuição em prol ao desenvolvimento destas pacatas ilhas do equador. Não queremos violencia no nosso solo pátrio.

  46. cobra preta

    24 de Janeiro de 2012 as 12:25

    Ao senhor Izirdo
    São tomé e principe é pequeno mas tem coração grande
    Cuidado com faca da boina

  47. POPULAÇÃO DE MONTE MACACO

    24 de Janeiro de 2012 as 17:57

    De qualquer maneira o tirrano adelino izidro já viu que cadeia é cadeia e sabe que muito brevemente irá la voltar só veio respirar um pouco.
    Esses dias só passa vida nos curandeiros e cimintérios mas isso não vai lhe elibar de voltar para cadeia.
    Apesar do tribunal estar em ferias judiciais conseguir libertar um dos curruptos do sistema.Alias ele sempre mandou nos juizes.Nos de Monte Macaco estamos a espera para ele voltar para cadeia,se ele não voltar para cadeia acompanhado do seu capanga iremos fazer justiça com as nossas mãos.

  48. Ausente em Santola

    24 de Janeiro de 2012 as 18:27

    Espero q este senhor de direito pegue uma pena de prisão de 5 anos,porque o msm Tem conhecimento da lei.Obrigado

  49. Antonio

    25 de Janeiro de 2012 as 8:13

    Semba cá sá quentchi un gá ginga cabeça. òmé pô sá licu sónósónó ê tê uan cu vinté cá faté ni gibela.Ómé pô sá sá póbli zéguézégué ê tê uan dja ê cá cume solissô.
    Ami un gá da viva dá tudu nançê.
    Santomé sé glandgi, Tudu nguê cu tlabá cu má flamenta ca bi molê cu mon cotadu. Amén

  50. Claudino Monteiro Tavares

    25 de Janeiro de 2012 as 13:14

    Não estou contra nenhum actores envovidos nesta cena , mas , sim contra certos comentários feitos á respeito dos factos ocorridos.
    1- Se existe hoje gatunos em S.Tomé e principe é devido os proprias pessoas que as criaram.
    2- Se esse caboverdiano assaltou o quintal do Adelino para roubar uma pinha de banana é uma tristeza, porque tendo enconta que os caboverdianos eram nos tempos antigos os motores da produção agricola em S.Tomé, ele deve ser um produto criado devido a corrupção extenciva que rena naquele pais, já que omesmo não tem ou não teve acesso a GGA,e aquela linha de credito desponibilizado por brasil o individuo resolveu assaltar o quintal , se isso for verdade…
    3- Como um cumentarista disse que é para matar todos os gatunos, olha S.tóme ficava que nem nossa Santa luzia ( uma ilha desabitada de cv).
    4- Desejo que a justiça seja justa por tdos , independentemente da raça, cor, condições economicas e finaceira etc.

  51. Sum Megingo

    25 de Janeiro de 2012 as 14:55

    Maiker vai te suicidar pá vai descansar face noutro lado achas mesmo que estou preocupado ctg és um desempregado que não faz nada só sabe esta ai a fazer criticas sem nexo és um Frangueiro, paupérrimo, vai procurar emprego para trabalhar BURRO pq fazer comentário não ganhas nada ganhas desgraçado nem vc nem os teus amigos que menciona meu nome angina sem cura com vcs!

  52. HMT

    25 de Janeiro de 2012 as 15:03

    Só aqui em São Tomé um juiz estar metido em vários casos polémicos em pouco tempo, lembram da eleição presidencial quem votou e que não devia votar para…
    MAIS NÃO HÁ MAIS NINGUÉM QUE MANDA NESSE GAJOS???????????

  53. Malébobo

    25 de Janeiro de 2012 as 17:01

    Esta conversa do Presidente de acabar com a corrupção,para mim isto é mais uma peça de teatro que o povo que votou nele,e que ao longo do tempo a resposta não tardará,

  54. Malébobo

    25 de Janeiro de 2012 as 17:11

    Mas até agora o Sr.Presidente não pronucia nada em relação em alguns acontecimento no pais
    1- Queimaram bandeira no principe
    2- Baliaram o Compatriota caboverdiana Perna, afinal de conta o que este senhor veio fazer

  55. Argml

    29 de Janeiro de 2012 as 19:20

    Malébobo!! O senhor está arumar a casa, tenha calma!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo