Mé-Zochi já tem corporação de bombeiros

Segundo distrito mais populoso do país, Mé-Zochi, nunca antes teve uma corporação de bombeiros. Em casos de incêndio ou calamidades naturais, as comunidades do interior tinham que pedir socorro à única corporação localizada na capital. Agora tudo mudou.

Para já a nova corporação de bombeiros localizada na capital do distrito de Mé-Zochi- Trindade, tem 3 ambulâncias e um carro ligeiro de combate ao incêndio. Meios ofertados pela Câmara Municipal de Caldas da Rainha de Portugal, no quadro da parceria existente entre as duas autarquias. «É uma parceria que está a surtir efeito. Conseguimos assim equipar os bombeiros do distrito de Mé-Zochi», declarou o Presidente da Câmara Distrital de Mé-Zochi, Nelson Carvalho.

Para além de ser o segundo maior distrito do país em termos ppulacionais, Mé-Zochi que cobre toda a região centro da ilha de São Tomé, é também a nível territorial o segundo maior distrito, a seguir a Caué no sul da ilha. Localidades densamente povoadas como Almas, Praia Melão, Bôbô – Fôrro, Pau Sabão, Cruzeiro e outras, assim como várias dezenas de roças espalhadas pelo território de Mé-Zochi, vão beneficiar dos serviços da nova corporação de bombeiros.

As três ambulâncias vão assistir as populações do interior de São Tomé, em casos de acidente ou até mesmo de doença. Em caso de incêndio nessas comunidades do interior quando a corporação de bombeiros da capital se desperta, já o fogo consumiu tudo. A intervenção rápida a partir da cidade da Trindade poderá evitar prejuízos para a população em caso de incêndio.

Mais duas viaturas de combate ao incêndio, deverão chegar a Trindade nos próximos dias no quadro da cooperação com Caldas da Rainha de Portugal. Também no quadro da parceria com a autarquia portuguesa de Caldas da Rainha, foram formados os quadros da corporação de bombeiros de Mé-Zochi.

Para além de Mé-Zochi, o distrito de Lembá no norte de São Tomé, também tem uma corporação de Bombeiros. Esta última é resultado da medida preventiva assumida pela administração da empresa de combustíveis e óleos, ENCO, que tem a sua base de stocagem na cidade de Neves, capital do distrito de Lembá.

Abel Veiga

  1. img
    ADELINO DOS SANTOS Responder

    Bom trabalho do presidente do distrito.Viva Mé-Zochi

  2. img
    The Politics Responder

    BOM TRABALHO SR. PRESIDENTE DE CAMARA.Mas vale resaltar aqui que no caso de incendio un carro de bombero não é suficiente para apagar o fogo, e por outro esse carro esta algo velho. Assim que Bom trabalho sim, mas continue a trabalhar para conseguir mais e melhor.

    • img
      FF891 Responder

      Boa tarde sr “The Politics”,

      O veiculo que ilustra a noticia, pertencia ao Corpo de Bombeiros da Ajuda, na cidade de Lisboa, tendo sido neste momento transferido para o Corpo de Bombeiros do Beato, também na cidade de Lisboa.

      Cumprimentos

  3. img
    rancataco Responder

    Muito brigado ,SR NELSON CARVALHO…

  4. img
    luisó Responder

    Muito obrigado câmara e bombeiros das caldas da rainha de portugal…

  5. img
    BRUNO DAS NEVES Responder

    Fasso votos que outros distritos sigam o exemplo da Camara Distrital de Mezochi em particular, e em especial, Sr.Nelson Carvalho, alias, apesar que todas as coisas nao nos agradam, esta visto que homens asim, esta fazendo falta na nossa sociedade. Parabens povo de Mezochi!

  6. img
    MÉ SOLO Responder

    Eu sou daqueles que sempre acreditei nas suas capacidades de fazer as coisas. Como Mezochiano, espero que o Srº Presidente continue a fazer obras neste distrito histórico que bem merece.

    Mé – Zochi esta a crescer e bom que continue a crescer sempre para bem dos Mezochianos em particular e o povo Santomense em geral.

    Srº Presidente, para não fazer confusão e tornar o trabalho mais eficaz, sugiro que se crie um numero exclusivo para Bombeiros de Mé-Zochi.

    O POVO DE MÉ-ZOCHI ESTA DE PARABÉNS

  7. img
    MÉ SOLO Responder

    O senhor The Politics disse que os carros estão algo velho, é verdade e reconheço.

    Só gostava de dizer ao meu caro amigo que quem não tem Cão caça com Gato, o importante é caçar.

  8. img
    Fijaltao Responder

    É de louvar a iniciativa! Grão a grão se enche o papo a galinha. Embora viaturas velhas, ao cavalo dado não se lhe olha os dentes! Resta ao povo do distrito de Mezochi, contribuir todos os os meses com pelo menos 10.000 dobras para os cofres dos bombeiros para aquisição de novos carros! E outra, seria bom mobilizar os bombeiros ao serviço deste distrito no sentido de não excederem em velocidades, esforçar demais um carrro ou dois que só por sí já foram usados, que estimem esses veículos como se fossem deles próprios!

  9. img
    HLN Responder

    Iniciativa do nosso Presidente de Câmara é excelente, oferta é de agradecer sendo o transporte velho ou novo. Mas sabemos que falta muito e não sei se compete ao Presidente de Câmara mas juntamente com outras instituições de direito chegaremos longe, estou a referir ao acesso ( estradas) adequadas para salvar casas ou outra coisa qualquer sem via de acesso favorável nada feito só servirá para gastar agua, gasolina, e pagar salário dos empregado.

    Entretanto os meus Parabéns ao Nelson Carvalho

  10. img
    Justino Manuel Abreu dos Ramos Responder

    Congratulo com o presidente de câmara de Mé-zochi de estar a tentar fazer alguma coisa para esse distrito.Agradeço de coração, mais só que as coisas recebidas são autentico lixo que estão a impurar para o nosso País. e como somos pobre e au mesmo tempo palerna recebemos com muita alegria, que daí há uns tempo isso ira ficar encostada num cantinho que provavelmento a empresa que neste momento estão a cortar os barcos velhos e outros ferro velho vão ser contribuido.Todo mundo sabe que o Portugal só nos dá lixo. Eles não tem pra eles que fará pra dar os outros. Esse carro de bombeiro náo vai ajudar de maneira nenhuma resolver os problema dos incendio que possa surgir em S,Tomé, quero perguntar distrrito de Mé-zochi já criou sistema que quando aparecer incendio é ligado para abastecer o camião? ou quando ouver um alarme e que vai ao rio a busca de agua e de regresso o fogo ja consumiu a casa toda.Espero que não podemos ficar satisfeito com isso porque não vai resolver nenhum para distrito de mé-zochí. Voces não vé os carros de bombeiros que estava la na policia de agua grande que rendimento deu ao país. tudo que Portugal nos dá não serve para nada.Espero que santomense abra os olhos e não receba mais lixo para ser depositado no nosso país. o que lá existe já chega.

    • img
      luisó Responder

      Caro amigo tu é pobre e mal agradecido…
      Se camião vem é porque está a funcionar porque senão a câmara não recebia e dizia o porquê.
      Agora outra conversa é se depois de algum tempo de incúria e falta de manutenção não funciona de quem é a culpa?
      O problema é sempre depois por falta de meios para conservar o material, veja o caso da EMAE quando faltava a energia porque não faziam a manutenção e aquilo ardia, ou o caso das gruas do porto que arderam porque não faziam manutenção e pegou fogo com o óleo.
      Enfim…

      • img
        luisó Responder

        Aqui há uns tempos houve um incêndio no quilombo, ao lado do novo quartel dos bombeiros na cidade, e o carro não saiu porque tinha os pneus furados…
        De quem é a culpa?

    • img
      Truki Sun Dêçú Responder

      Srº. JUSTINO RAMOS. As 3 ambulâncias e o carro de bombeiros que a Câmara Municipal das Caldas da Rainha ofereceu, não são lixo. Estão a funcionar e em condições, por isso foram oferecidos. Em Portugal, apesar das enormes dificuldades, não se manda lixo para S.Tomé nem para outros Países, porque temos cá lixeiras. Se houver a devida manutenção e os bombeiros operarem com profissionalismo e com os cuidados necessários, é material para durar e ajudar as populações. Em Portugal as corporações de bombeiros, que compram ou recebem material novo, oferecem ou vendem mais barato, as ambulâncias e os carros substituídos, a outras corporações com mais necessidade. Sei do que falo, porque durante mais de 15 anos, fiz parte da Direcção de uma Corporação de Bombeiros. Em vez de tanto criticar, tome a iniciativa de comprar ambulâncias, carros novos, e outro material necessário (mangueiras,máscaras,luvas,garrafas de oxigénio,compressas,adesivo,tesouras, etc.etc.),enviando-os depois para a sua terra. Parece-me que o “lixo”, está só na sua cabeça e tanto ódio e raiva só lhe fazem mal à saúde..

    • img
      Any Responder

      Realmente existem mal agradecidos. Ignorancia doi. Como sera possivel conhecer a realidade do nosso pais e nao louvar accoes como estas. Realmente com todo o respeito, o Sr Justino deveria estar calado!!!

  11. img
    Rapaz do Tribunal Responder

    Boa iniciativa. Esperemos que haja sempre água e combustível nos respectivos depósitos, para quando forem chamados a intervir.
    Já agora, que cheguem ao local de incêndio antes do fogo consumir tudo.
    Non ca bê non só

  12. img
    aumato Responder

    FF891

    boca calada nao entra mosca

    • img
      FF891 Responder

      Sr. “aumato”…. Não sei o que quer dizer com esse seu comentário.

      Aproveito a ocasião para informar que existe um portal que pode esclarecer algumas (esperamos todas) as questões relacionadas com os Bombeiros e a Protecção Civil.

      Cumprimentos.

  13. img
    bisnerro Responder

    STP-somos todos pobrs,sempre coisa velhas
    STP-estas a crecer viva ADI.

  14. img
    tiocego Responder

    VIVA ADI

  15. img
    Mimi Responder

    Boa iniciativa! Parabéns ao Corpo de Bombeiros pelo facto de existirem! Espero que para além do combate ao fogo possam também educar a populaçao na prevençao dos fogos adaptando os ensinamentos às características locais nomeadamente casas de madeirra, proximidade das casas umas das outras, cozinhas mal isoladas, o hábito de ter crianças na cozinha ou a cozinhar sem vigilancia de um adulto, uso de naylon e outros inflamáveis na cozinha, energia roubada, instalaçoes inseguras, enfim, N coisas que fazem o dia a dia do santomense que podem facilmente causar os inúmeros incêndios que acontecem no país.

  16. img
    adilson Responder

    viva ADI VIVA o senhor nelson e sua equepa composta por ilias frorenteno adilson quintas e agunstinho , custumao a dizer que todos poden governar mas tem que fazer deferensa e voces tam a fazer deferensa forsa , forsa me zochi tam com vpsco

  17. img
    Anca Responder

    Antes de tecer aqui qualquer comentário, quero aqui deixar uma nota positiva, a Câmara Municipal de Mé-Zochi, ao seu Edil, bem como, todos os profissionais, uma nota de encorajamento, de força, de unidade, de disciplina e dedicação ao trabalho árduo, na prossecução de objectivo de obter equipamentos de combate à incêndios e protecção civil, como é o caso de parceria que culminou na oferta de ambulâncias, Carros de Bombeiros, formação de uma equipa, para a criação de uma Corporação de Bombeiros no Distrito de Mé-Zochi, um ponto de partida para a estruturação de um serviço de Bombeiro e protecção civil que deve ser extensível a nível local, distrital, regional e nacional.

    Mas deixo aqui um convite à reflexão investigação e pesquisa, sobre a designação daquilo que se designa de Carros de Bombeiros, Ambulâncias, Helicópteros, nas suas diferentes tipologias utilidades funções, que passo a citar;

    Por exemplo;

    -Veículos de socorro e luta contra incêndios-

    caso de;

    Veículos de combate a incêndios (ligeiros, urbanos, rurais, florestais e especiais);

    Veículos tanque tácticos (urbanos, rurais e florestais);

    Veículos tanque de grande capacidade;
    Veículos com equipamento técnico de apoio;

    Veículos de apoio alimentar; Veículos de apoio a mergulhadores;

    Veículos com escada giratória;Veículos com plataforma giratória;

    Veículos de socorro e assistência (tácticos e especiais);

    Veículos de protecção multi-riscos (tácticos e especiais);
    Veículos de comando táctico;
    Veículos de comando e comunicações;
    Veículos de gestão estratégica e operações;
    Veículos de transporte de pessoal (táctico e geral);
    Veículos para operações específicas;

    Por exemplo;

    -Veículos de socorro e assistência a doentes-

    como é o caso de,

    Ambulâncias de transporte de doentes;
    Ambulâncias de transporte múltiplo;
    Ambulâncias de socorro;
    Ambulâncias de cuidados intensivos;
    Veículos de socorro e assistência médica.

    por exemplo;

    -Veículos de intervenção aquática-

    Como é o caso de;

    Botes de reconhecimento e transporte (pneumáticos e semi-rígidos);
    Botes de socorro e resgate (pneumáticos e semi-rígidos);
    Lanchas de transporte geral;
    Motos de reconhecimento e salvamento aquático.

    Por exemplo;

    -Meios aéreos-

    Helicópteros de avaliação e coordenação;
    Helicópteros bombardeiros (ligeiros, médios e pesados);
    Aviões de reconhecimento e coordenação;
    Aero-tanques (ligeiros, médios e pesados).

    para uma boa adaptação, ao serviço interesses e objectivos que deveram ser preconizados pelas diferentes corporações de bombeiros nacionais, que deverá ser sempre formulada consoante a realidade urbana rural florestal, local, distrital regional e nacional.
    Reflexão esta, que deverá ser extensível à outros distritos, de forma a garantir um serviço de protecção civil, que se quer homogéneo eficaz garantido à nível nacional do país(território/população).

    A preservação dos equipamentos(embora usados) agora ofertados à Câmara Distrital de Mé-Zochi, devem ser alvo de supervisão, acompanhamento, fiscalização, manutenção de modo a garantir o maior seu ciclo de vida útil, bem como no guia de instrução utilização manutenção, de modo a obter maior proveito e rendibilidade para a prossecução de objectivos propostos no combate à incêndios e protecção civil, pois que as Câmaras Distritais, nomeadamente à do Distrito de Mé-Zochi, bem como as instituições competentes do País(território/população), dispõem de parcos recursos financeiros para aquisição de viaturas e equipamentos de incêndios e protecção civil, isto no que às finanças diz respeito.

    Pois que o lema deve ser unidade, disciplina e muito empenho no trabalho no poupar e estimar, mediante fiscalização e formação que está o ganho, para um país(território/população), que vive de dependência e vontades dos doadores, que produz somente de 10% da sua riqueza nacional, cuja a designação é de pobre, alternativa é abraçar e arregaçar a manga com vontade, com determinação, com afinco e mais empenho no trabalho, para inverter-mos juntos com humildade e ponderação o atraso estrutural em que nos encontramos mergulhados, a nível social/cultural/político, ambiental/económico e financeiro.

    Um bombeiro é um profissional ou voluntário que possui preparação e equipamentos adequados para o combate e extinção de incêndios, resgatar pessoas em situação de perigo, salvaguardar bens materiais e fornecer assistência nos desastres naturais e aqueles que derivam das actividades humanas, (causados pelo homem).
    Estes podem ser militares ou civis e voluntários.

    Pois que a função de uma Corporação de Bombeiros, nos tempos presentes e era de comunicação e tecnologias presentes e futuras, jamais se deve cingir somente, à combate de incêndios, pois que a área de actuação e intervenção deve ser alargada à protecção civil, passo a citar;

    Combate a incêndios florestais;
    Combate a incêndios urbanos;
    Combate a incêndios industriais;
    Combate a incêndio em aeródromos;
    Resgate em grande ângulo;
    Emergência médica pré-hospitalar;
    Salvamento aquático.
    Desencarceramento em acidentes rodoviários e ferroviários;
    Intervenção em incidentes eléctricos;
    Intervenção em incidentes hidráulicos;
    Intervenção em incidentes com matérias perigosas;
    Intervenção em incidentes com redes de gás;
    Corte de Árvores em risco iminente de queda;
    Captura de animais correndo ou oferecendo risco.
    Resgate de corpos ou bens submersos.
    Prevenção contra Incêndio e Pânico.

    Para um bom enquadramento legal e profissional, mediante as funções actuações em situações concretas, os corpos de bombeiros poderão ser constituídos por;

    -Bombeiros Sapadores(profissionais) e Municipais-

    -Bombeiros Voluntários-

    -Bombeiros Militares-

    -Bombeiros Profissionais Civis-

    Sendo que cada uma delas tem uma incumbência atribuição e responsabilidade, muito característica particular e especifica na sua malha de actuação.
    Que deve ser objecto de reflexão investigação, pelas autoridades competentes, pela sociedade civil organizada, bem como pelo cidadão comum, de modo a adequar-mos e adaptarmos à criação de um serviços de bombeiros e protecção civil, pretendemos para o nosso país(território/população), quer à nível local, distrital, regional e nacional, de forma homogénea e uniforme à respostas as situação de emergência, no modo de actuação, do corpos de bombeiros que se quer rápida e eficaz.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

    Bem haja

  18. img
    Malébobo Responder

    Bom trabalho presidente da camara de me-zochi, força nos teus exercicios para um bem estar do povo do distrito de Mé-zochi, é assim que se deve dar exemplos e lições aos presidentes de camaras de outros distritos que não fazem nenhum e só passa a vida a criticar, sobre tudo o de Lobata, que está ilegalmente

  19. img
    José António Silva Responder

    Tristeza é aquilo que me vai na alma.

    Como é possível que as pessoas não tenham nada e quando aparecem três ambulância e uma viatura ligeira de Combate a Incêndios venham criticar que são velhas?
    Será melhor ter estas velhas (revisionadas)ou não ter nenhuma?

    Será que sabem quanto custa uma viatura dessas nova?
    Será que sabem quanto custaria a formação que os Bombeiros de Mé-Zóchi fizeram gratuitamente em Caldas da Rainha onde até a sua estadia foi oferecida?
    Será que algum dos mal dizentes sabe, quais são as capacidades e competências que esses sete Bombeiros adquiriram e que lhes vai possibilitar socorrer muitos de vós e seus familiares evitando males maiores em caso de acidente grave ou catástrofe?

    Pois meus amigos, agradeçam aos Deuses, porque por certo que a esta hora já muita gente foi salva por esses bravos homens que estão ao vosso serviço correndo por vezes risco de vida para socorrer o próximo seja ele amigo ou inimigo, conhecido ou não, cristão ou de qualquer oura crença, seja benfiquista, portista, sportinguista ou de que partido politico for, porque foi para isso que esses Bombeiros foram Preparados com muita dedicação e conhecimento.

    Por certo que aqueles que agora criticam com os seus comentários se um dia precisarem de ajuda mudarão de opinião na hora.

    Vivam os BOMBEIROS de Mé – Zochi e quem os apoia.

  20. img
    Joao Paulo Oliveira Responder

    Tenho muito orgulho nesses homens e nessa mulher que abraçaram a nobre causa dos bombeiros, tive o prazer de conviver com eles as semanas que estiveram em Caldas da Rainha, contribui mais algus camaradas meus para a formaçao deles e na preparaçao das primeiras viaturas que equiparam esse corpo de bombeiros e senti a força de vontade e a garra que estes elementos tinham de aprender, agora sintome triste de ver gente a criticar sem ter conhecimento de causa. Bem hajam os BOMBEIROS DE Me-Zochi.

Deixe um comentario

*