Sociedade

Qual ilegalidade?

Interrogação do juiz Hilário Garrido, que desafia os contestatários da sua decisão de libertar Adelino Izidro, a provar o contrário. O Juiz de Instrução, fez saber que no seu despacho de 12 de Janeiro que pôs fim a prisão preventiva do arguido Adelino Izidro, não houve qualquer proibição para que o mesmo ausentasse do país.

«A minha decisão é ilegal porque ele viajou? Ele não estava impedido de viajar. Simplesmente nos termos do artigo 174, decidi que fosse revogada a prisão preventiva uma vez que as circunstâncias que levaram a isso já não subsistem, então libertei o indivíduo para que aguardasse o julgamento em liberdade», declarou o Juiz em entrevista ao Téla Nón.

O Juiz acrescentou que «quem está em liberdade pode viajar. Mesmo quem tem julgamento marcado pode viajar», reforçou. No que concerne ao julgamento de Adelino Izidro, por injúria e difamação ao Procurador Geral da República Roberto Raposo, alegadamente marcado para 2 de Feveriro, o juiz garante que não tem conhecimento de tal julgamento. «Já ouvi que há um julgamento marcado para o dia 2 de Fevereiro, que eu não sei que julgamento é. O julgamento a que o doutor Adelino Izidro a de se sujeitar, será marcado pelo juiz criminal, uma vez que sou juiz de instrução, e será marcado depois das férias judiciais a partir de Março próximo», defendeu.

O Juiz, fez questão de recordar que Adelino Izidro esteve preso preventivamente durante 3 meses, como forma de facilitar a investigação sobre a suspeita de prática de crime de ofensas corporais graves e de cárcere privado. Uma fase em que a pedido do Ministério Público, o arguido teve que ser mantido em prisão. As hipóteses de fuga do país, segundo Hilário Garrido tinham que ser salvaguardadas nesta fase. Por isso, explica o juiz, o recurso apresentado pela defesa de Adelino Izidro, solicitando ao Supremo Tribunal de Justiça, o habeas corpus,  foi recusado.

No entanto terminada a fase de investigação, e tendo sido deduzida a acusação pelo ministério público, o Juiz considera que como manda o artigo 174 do código de processo penal, ordenou a libertação do arguido. «Ele está livre. Se não regressar de Portugal, será julgado à revelia. O perigo de fuga que é uma medida que se pode adoptar através da interdição de viagens, só é praticada na fase em que se está a formar a culpa. A culpa já está formada, já há uma acusação contra o doutor Adelino Izidro. Está pronto para ir a julgamento. Se não vier o juiz competente fará a justiça», sublinhou Hilário Garrido.

O Juiz passou ao ataque, tendo acusado o Procurador Geral da República, Roberto Raposo, de manipulação do ministério público, em parceria com uma determinada corrente política do país, com o fim único de prejudica-lo. «Este senhor faz um papel nesta República que é incrível. Inclusive introduziu um documento que não sei que nome dar, um documento absurdo, a pedir ao Conselho Superior da Magistratura que eu seja processado judicialmente. Ele lá no ministério público é que pede que eu seja processado. Eu estou na plenitude das minhas funções. Sou juiz de instrução», declarou.

O juiz foi mais longe, e disse que o Procurador Geral está a persegui-lo assim como ao arguido Adelino Izidro «Há animosidades próprias e pessoais. O senhor Procurador Geral tem animosidades contra mim pessoalmente como é público, houve problemas que tive com ele. Há uma corrente qualquer aí com ele a ver se prejudica Hilário Garrido. Ele está também a perseguir pessoalmente o doutor Adelino Izidro. Há um processo segundo o qual o senhor Adelino Izidro o teria insultado ou coisa parecida, e ele está revoltado com o Adelino Izidro e o quer ver preso mesmo que ilegalmente, ou seja, como for. Eu libertei o Adelino Izidro dentro da lei», pontuou Hilario Garrido.

O Juiz terminou a sua declaração ao Téla Nón, apontando o dedo a imprensa, como estando envolvida no jogo político do caso Adelino Izidro. «O senhor Oscar Medeiros da TVS e da RDP-África, fez um comentário de acusação contra a Adelino Izidro em que leu toda a acusação que certamente lhe foi concedida pelo Procurador Geral, e depois ele ficou estupefacto quando decidi libertar o arguido e veio dizer que eu libertei Adelino Izidro contra as orientações do Supremo Tribunal de Justiça. Credo. Tudo isso urdido pelo senhor Procurador Geral da República e outras pessoas que estão a fazer este jogo. O Medeiros na TVS e na RDP-África diz que eu estive com o Adelino Izidro no domingo dia 29. Estive com a minha família doente no hospital. Isto é grave», concluiu.

Emocionado, Hilario Garrido, disse ao Téla Nón que pondera apresentar uma queixa crime contra o Procurador Geral da República, Roberto Raposo.

Abel Veiga

    70 comentários

70 comentários

  1. Pedro Cravid

    2 de Fevereiro de 2012 as 9:58

    E verdade que tudo isto não tem ilegalidade..!. mas o problema e que nos estamos muito mal,o senhor tem a sua razão a falta de profissionalismo.A justiça não para de favorecer os compadres do sistema.Num país onde de facto funciona as instituições o senhor não estaria ai,porque já em varios meus comentarios já havia dito que São Tomé e Príncipe infelizmente só existem juízes do sistema corrupto,criminosos,ladrões,desonesto,gente sem nem um minimo de bom senso.

    • António Santos

      2 de Fevereiro de 2012 as 12:27

      Concordo plenamente com sr. Pedro Cravid

    • António Santos

      2 de Fevereiro de 2012 as 12:34

      Concordo plenamente com sr. Pedro Cravid!

    • The Politics

      2 de Fevereiro de 2012 as 14:33

      Concordo plenamente. E digo mais, o Sr. Adelino Isidro num pais serio nunca poderia ter saido do pais, embora o sistema tenha falhado ao seu favor ao não ser-lhe imposto a prohibição de se ausentar de pais, e de ter a obrigação reportar a policia e ao sistema judicial caso mudar de endereço. Mais isso não é surpresa nunhuma. Assim tem funcionado e assim continuara a funcionar o sistema e o pais. Têm que mudar tudo desde baixo para cima de contrario estamos lixado de por vida. DEUS TENHA PIEDADE DESSE PAIS!!!

    • Viegas

      2 de Fevereiro de 2012 as 16:57

      Tem que se pedir extradição ao governo português agora saber se o sr. Adelino Isidro não tem nacionalidade portuguesa

    • padice

      5 de Fevereiro de 2012 as 0:13

      sr garrido.acho que o sr nao tem que vir ao jornal comentar mas nada. o tribunal é um orgao de soberania tomou a sua decisão e ja esta tomada quem nao intendeu que va comprar o codico penal, codigo processo penal, jurisprudencia, doutrina seja la o que for por via fisica ou digital e que procure entender melhor ou então que morra de curiosidade e espera ate o desfeiche da historia porque nao é permisivel tanta mas tanta especulação em torno desse acontecimento
      quem nao sabe que o sr. roberto raposo é um incopetente e corrupto.? cual é o tratamento que ele deu ao caso S.T.P Trading? qual é 0 tratamento que ele deu ao caso que envolve os juizes nos desvios dos fundos do cofre dos tribunais e do estado? meteu todos os processos na gaveita e feichou. pra nao dizer que prendeu fogo neles. so mesmo os que vivem na diaspora acredita cegamente nele ou acreditava. nas ultimas eleições presidenciais um dos canditados a presidencia foi queixar ele no ministro de justiça porque estorquiu o candidato tanto donheiro e ainda reprovou a candidatura dele. eu nao entendo oquê que vocês esperam de alguem que foi indicado pelo o más IMCOPETENTE, BURRO, ESTUPIDO ATRASADO E IGNORANTE presidente que alguma vez passau por presidencia de s tome que jogou s. t no fundo de poço que esta em todo aspecto ate hoje FRADIQUE DE MINEZES. RAPOSO JA DEVIA TER SAIDO FAZ TEMPO JUNTAMENTE COM SEU BURRO ESTUPIDO IGNORANTE E INCOPETENTE HOMOLOGO FRADIQUE DE MINESES. alguem na outra pagina falou e disse muito bem” raposo so esta a mandar toda essa boca porque adelino Izidro falou grosso com ele. pk se fosse porque perna de ilidio mesmo so ele nao quer nem saber… na semana passada irmao cortou irmao perna no principe ele nem mujiu nem tujiu.. ta nem ai. o guarda de JUÃO GOMES DEU LADRAO TIRRO MATOU A QUEIMAROPA NO MES PASADO ELE NEM MUJIU NEM TUJIU. ISSO TUDO É SO PORQUE ELE VIU ALGUEM QUE O INFRENTOU . euenhm euenhm. ENGANAM POVO SANTOMENSE ANALFABETO a mim voces nao me enganao NAO.

      APELO A AUTORIDADE SANTOMENSE QUE RAPOSO SEJA DEMITIDO
      JAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA POR IMCOMPETENCIA E CORRUPÇAO

      • Judi

        5 de Fevereiro de 2012 as 17:22

        senhor padice, se o senhor estudou me acompanha nesse raciocínio logico:
        santomenses sao analfabetos
        padice é santomense
        logo,padice é completa se faz favor.
        e outra coisa, há mts erros no seu comentario: ex: Juão ao invés de João. senhor analfabeto.

        • gadhadfi

          5 de Fevereiro de 2012 as 19:31

          Judi,
          Adorei o seu raciocínio, Padice não só é analfabeto, mas também é burro.
          Padice, por favor volte pra escola…Mia vale tarde do que nunca.

        • Mé-Zochi

          6 de Fevereiro de 2012 as 10:06

          Você é um génio. Padicê queria sair em defesa dos outros mas esqueceu-se de primeiro aprender a escrever. Tem gente que calado é um génio. Acho que esse seria o caso do Padicê.

      • Deusa s. Tomé

        6 de Fevereiro de 2012 as 15:49

        Que haja paz neste pequeno País.
        Precisamos de amor, amizade, solidariedade entre os homens
        ´
        o ser humano é a coisa mais importante deste mundo seja ele qual for a sua classe social ou politioca .
        Paz paz paz amem.

      • Digno de Respeito

        7 de Fevereiro de 2012 as 3:40

        És mesmo um “Padicê”……tanta pêra e pouca uva…. muito menos o seu conteúdo “pobre de espírito” e recheado de “peso” na mente. É preciso estudar mais um pouco para aquilo que parece querer dizer no seu comentário que em nada ajuda-nos como santomenses.

  2. João Bosco Menezes de Pinho

    2 de Fevereiro de 2012 as 10:23

    O Procurador vem ao Público dizer que tem indicios suficientes de que todos sos Juizes são corruptos! É muito Grave! Como procurador o que é que fez para por fim a corrupção nos Tribunais? Que inquérito abriu no Ministério Público para esclarecer os factos que levanta? Espero que todos os Órgãos de Souberania incluindo O Presidente da República tenham seguido tais declarações e tenham retirado as ilações das mesmas.
    O Juíz decide de acordo com a sua cosciência ponto final. Não se deve dar importância nenhuma, as infantilidades deste Pocurador. Aliáz que moral tem ele para acusar alguem sabendo que PGR Roberto raposo é um corrupto. O procurador não foi insultado. Houve sim uma denuncia feita no Ministério Público, por actos de corrupção praticados por ele. É inconcebivel o PGR devia é mandar abrir um inquérito independente para apurar as denuncias de que tem sido vítima e nunca entrar cm uma queixa. Por estas e outras julgo que este procurador já deveria ter sido demitido. Fui

    • Ghadafi

      2 de Fevereiro de 2012 as 13:53

      Meu caro,

      Que denuncias existe contra a sua excelência PGR, existem sim meia duzias de gatos pingados desorientados com a postura seria do PGR na persiguicao dos corruptos e sem ter algo em pegar andar a lançar calunias.

      • Mimi

        7 de Fevereiro de 2012 as 12:32

        Era bom que depois das denuncias graves feitas por Adelino Izidro ao PGR na RDP Africa, denuncias praticamente silenciadas na comunicacao local, que o Sr. PGR desmentisse publicamente tais denuncias. Foram denuncias graves que a meu ver merecem certa atencao. Como fica a imagem do poder judicial e de STP?

        • GARADES

          13 de Fevereiro de 2012 as 11:49

          Será k STP é uma nação democratica como foi proclamda?
          A democracia, na verdadeira ascenção da palavra: liberdade, direitos e garantias aplica-se a todos os cidadãos e con-cidadãos santomenses, apenas serve de escudo de proteção de alguns criminosos de colarinhos brancos a exercerem altos cargos públicos e são impúnes e sobem na vida e ninguém lhes afronta.

          O Adelino tem provas k é corruptor e o Roberto é corrupto então que as apresente no lugar próprio nos tribunais.

        • GARADES

          13 de Fevereiro de 2012 as 12:14

          Sr. Mezedo
          Não confundir País com Empresa.
          Nas empresa reunem-se direções
          no País reune-se CONSELHO DE ESTADO.
          por isso é k o nosso país esta neste estado de sitio. fazem dele local proprio para “enriquecerem” nunca pensam num bem comum.

  3. Feijoada

    2 de Fevereiro de 2012 as 11:19

    Dr. Garrido,
    Existe ou não dois pprocessos?
    Um relacionado com o roubo e tiros…. e outro relacionado com insultos ao procurador Geral da república.

    O primeiro é natural de ter que esperar o julgamento em liberdade a termo de residencia.

    Outro não.

    Portanto misturou-se fuba com feijão e deu uma massa menos gostosa porq o feijão estava mal cozido.

    Não é a primeira vez que insultam e batem os procuradores. Este filme ja passou há anos com o anterior procurador.

    Ja tornou moda, espero que seja a última vez que coisas dessas passam impunes. Medida grossa deve ser tomada contra todos aqueles conhecedores de justiça façam injustamente transparecendo ao exterior o mau funcionamento da nossa justiça.
    Que investidor vira cá investir quando souber que em STP batem e insultam os procuradores?

    Fui….

  4. Nelson

    2 de Fevereiro de 2012 as 11:37

    Abel, confesso-lhe que sou um cliente assíduo deste jornal, pois é através dele que me informo sobre as coisas que passam nas ilhas. Mas tenho de lhe dizer uma coisa: é lamentável e inqualificável muito dos comentários que vejo ali, sob pena do jornal começar a perder alguma qualidade e cumprir com os seus objectivos. Penso que deverias ser mais selectivos nos comentários que pública, porque sabe que existem regras de ontologia e princípios éticos previsto para o efeito.

    Posto isso, quero relembrar a todos que de acordo com a nossa constituição democrática, tribunais são órgãos independentes e soberano. É preciso respeitar o princípio da separação de poderes, como diz o ditado popular “Cada pássaro no seu ninho”. O juiz é soberano nas suas decisões, agindo de forma imparcial fazendo cumprir escrupulosamente as leis da república, pelo que existem mecanismos legais para qualquer tipo de contestação ou contestatário. Não se faz justiça na praça pública, a comunicação social não está mandatada para julgar o que quer que seja, deve sim, ser capaz de informar com isenção e não o de manipulação dos cidadãos menos esclarecidos, porque se não, estamos a abrir precedentes sem limites em prejuízo do estado de direito, dos direitos fundamentais dos cidadãos e do princípio da “liberdade individual” de cada pessoa.

    Não sou licenciado em direito, por isso não me atrevo em entrar em questões técnicas de saber se o juiz ordenou correctamente ou não, a libertação do suposto arguido sem ter previsto o perigo de fuga, mas uma coisa tenho a certeza, a prisão preventiva não é sinónimo de condenação.

    Bem-haja.

    • Fidelio Castro

      2 de Fevereiro de 2012 as 16:45

      Gostei das suas maravilhosas palavras, mais fiquei com alguma dúvida, Estado de Direito Social, Democrático e outros… é aonde? São Tomé e Príncipe? Convenhamos, e lembre-se existem estes comentários porque andam a fazer porcarias. Quantos concorrem para que tenhamos uma justiça deficiente ou inexistente? Quando as coisas andam mal todos acham no direito de opinar, então tenham vergonha e dêem exemplo, principalmente órgãos de soberania.

      • linteja

        4 de Fevereiro de 2012 as 22:20

        hahahahahh impossivel. se no ministerio publico e trubunal e onde esta o foco da corrupção.

        nao viste o relatorio do tribunal de contas meses atras??? juiz x desviou 13 mil euros do cofre dos tribunais e do estado. juiz y 5 mil , juiz z 10 mil assim sucessivamente.. duas semanas depois sabem onde eles foram parar? pois é forão todos promovidos pra supremo. JUIZES CONSELHEIROS hahaha
        e o procurador moveu algum pão? nao. sabem porque? porque tambem recebeu a sua parte. quanto não, nun pais de verdade, todos esses juizes seriam suspensos por orden do procurador pra levantamento dum inquerito para apuramento da verdade. nance bele? nada. e todo um commmmmmmplo e dos grandes
        DEMITA-SE RAPOSO.
        SR PRIMEIRO MINISTRO DEMITA O RAPOSO
        É URGENTE………….

      • linteja

        4 de Fevereiro de 2012 as 22:21

        hahahahahh impossivel. se no ministerio publico e trubunal e onde esta o foco da corrupção.

        nao viste o relatorio do tribunal de contas meses atras??? juiz x desviou 13 mil euros do cofre dos tribunais e do estado. juiz y 5 mil , juiz z 10 mil assim sucessivamente.. duas semanas depois sabem onde eles foram parar? pois é forão todos promovidos pra supremo. JUIZES CONSELHEIROS hahaha
        e o procurador moveu algum pão? nao. sabem porque? porque tambem recebeu a sua parte. quanto não, nun pais de verdade, todos esses juizes seriam suspensos por ordem do procurador pra levantamento dum inquerito para apuramento da verdade. nance bele? nada. e todo um commmmmmmplo e dos grandes
        DEMITA-SE RAPOSO.
        SR PRIMEIRO MINISTRO DEMITA O RAPOSO
        É URGENTE………….

    • Quem diz

      3 de Fevereiro de 2012 as 12:18

      ò Méu vá dá lição de moral e ética à tua casa mazé.
      tá calado.

      Não há que haver discriminação ,cada utilizadores são livres de dar a sua opiniões acerca do diderentes temas em questão.Cada um deve exprimir o que sente,mas logicamente com respeito.O senhor deve receber recompensar dos Suberanos desse pais.

    • Quem diz

      3 de Fevereiro de 2012 as 12:21

      ò Méu(NELSON)
      vá dá lição de moral e ética à tua casa mazé.
      tá calado.

      Não há que haver discriminação ,cada utilizadores são livres de dar a sua opiniões acerca do diderentes temas em questão.Cada um deve exprimir o que sente,mas logicamente com respeito.O senhor deve receber recompensar dos Suberanos desse pais.

    • Zzzzzzzzz

      3 de Fevereiro de 2012 as 20:41

      Nelson,

      A nova fonte de poder não é o dinheiro nas mãos de poucos, mas informação nas mãos de muitos.

    • Digno de Respeito

      7 de Fevereiro de 2012 as 3:53

      Nelson,

      Estiveste bem na tua curta explicação. Mas, só entendem a mensagem, aqueles que se consideram humildes, tolerantes, com sentido de responsabilidade e o respeito pelo terceiro. Gostei, pois já deu par perceber o teu perfil. Vai ajudando com um pouco do teu conhecimento que bem precisam(os)…….

  5. Boca doxi

    2 de Fevereiro de 2012 as 11:49

    Solução pra mim, meus Senhores seria mandar vir magistrados independente dos PALOP para resolver de uma vez para sempre estas questões.

    • Judi

      6 de Fevereiro de 2012 as 15:24

      concordo consigo, boca doxi. ninguem mais confia na justiça sao-tomense. meus senhores, se for com esses juíses corrruptos k temos, nosso país vai contnuar na miséria, pk nenhum investidor vem injetar seu capital aqui. kênguê mêcê plêdê djelu ê? niuam nguê. Tira todos esses corruptos e manda vir juízes de PALOP. S.T.P so desenvolverá se resolver o problema gravissimo da justiça.

  6. MEZEDO

    2 de Fevereiro de 2012 as 11:55

    Caros Compatriotas,
    Chegou a hora para realização de um concelho de Direcção entre os lideres dos órgãos de Soberania do Pais.
    Senhor Presidente da República,
    Senhor Presidente da Assembleia Nacional,
    Senhor 1º.Ministro e Chefe do Governo,
    Senhor Presidente do Supremo Tribunal
    Com vossa consciência e se recuarem um pouco no tempo e recordarem “Juro por minha honra dfeender a independência Nacional, defender a Constituição e as Leis, promover o progresso económico e cultural do povo de STP e desempenhar com toda lealidade e dedicação as funções que me são confiadas”.
    Acham que enquanto defenssores da legalidade, vêm permitindo todos esses cenas tristes que os nossos juizes vem fazendo, pondo o nome do nosso Pais em causa perante a África e a Comunidade Internacional.
    Esse Senhor Hilário Garido, quando fez publicar o seu despacho de soltura do criminoso Adelina Isidro, num dos paragráfos do texto dizia que “a culpa já está formada e não existe perigo de fuga por parte do arguido”, dias depois o homem foi protegido para ausentar-se do País com julgamento marcado para 02/02/12.
    Senhor Presidente da República,
    Os Senhores serão julgados pelo Tribunal divino por tudo isso que andam a permitir, o nosso pais não nerece isso.
    Na minha modestia opinião, o Senhor Procurador Geral da República, Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, Senhor Hilário Garido, deviam ser todos destituidos e ao Senhor fugitivo “ADELINO ISIDRO”, os serviços afins do País deviam accionar todos os mecanismos internacionais junto da INTERPOL, para detenção urgente desse Senhor e sua recondução ao País, porque o Sr. Hilário Garido sabia muito bem que o fugitivo ia-se embora do País, foi por isso que preparou-lhe uma mesa com tudo de bom e do melhor.
    Existem muitos olhares atentos.

  7. Voz da razão

    2 de Fevereiro de 2012 as 12:01

    o juiz Hilário Garrido não tem que responder a todas reacções de opinião pública quanto a sua decisão. Já fez o seu dopoimento tentanto esclarecer a sua posição na tvs. Acho que é tudo. Aliás deixou transparecer na tvs que está agitado e pouco seguro. Não devia.Não acho correcto um juiz vir a comunicação social e responder a reacção do público das suas decisões. Isso deixa revelar que há qualquer coisa por de trás de tudo isso. O juiz até parece arguido.

    • Santomista

      6 de Fevereiro de 2012 as 13:22

      Meu caro,
      Pelo que disse o Juiz Garrido na entrevista, até parece que ele é o advogado do arguido Adelino Isidro.

      • guene

        6 de Fevereiro de 2012 as 22:12

        oi

        • guene

          6 de Fevereiro de 2012 as 22:21

          OHHHH, o senhor deve ser um polivalente, esse país é assim e, ninguém sabe…
          Mais o fato é mesmo escandaloso pa, esse Juiz deveria sim, ser mais limitado naquilo que ia dizer, se calhar nem ele sabe o quando esses argumentos está servir em defesa de arguido…

  8. DA e DOI

    2 de Fevereiro de 2012 as 12:16

    Luta dos gordos os magros so limitam a ver e esperar seu fexo. Fico a espera.

  9. criminoso

    2 de Fevereiro de 2012 as 12:19

    este senhor deveria ter vergonha de exercer a magsitrature, é indigno, imoral, incopetente…vedido!

  10. rapaz de riboque

    2 de Fevereiro de 2012 as 12:42

    este senhor sabia bém depois de o libertar que ele ia ausentar do pais as coisas foram bém feitas é uma vergonha senhor Doutor por favor tenha mais dignidade a exercer o seu cargo para que foi impossado

  11. Fijaltao

    2 de Fevereiro de 2012 as 12:42

    É o S.Tomé e Príncipe que temos! A falta de deontologia profissional leva a que as pessoas formadas entrem em jogos e zangas de comadres! É pena.

  12. Carlos Ceita

    2 de Fevereiro de 2012 as 13:06

    Este meu e nosso querido país bateu no fundo em termos de credibilidade. Qualquer ocidental diria que nem no mais pequeno e fraco estado africano onde não existe diferenças étnicas religiosas se pode confiar e levar a sério. Como é que se pode investir num país que só dá indícios de um constante e permanente instabilidade confusão intrigas e por ai fora.
    Para alem da nossa mentalidade tacanha muito vulnerável a tabus mitos fantasias e os baiás (bruxaria), a situação se complica quando eles decidem entreter o ze povinho com a puita e o maruvo como bem articulou o nosso amigo Adelino Cassandra. Sem esquecermos o cudur o buzio do mato, o voador salgado, tampa de bule assim vai a nossa mentalidade de feira do ponto como em temos outro nosso amigo Alcidio Montoya caracterizou e descreveu.
    Os santomenses tem que romper com estes vícios sob pena de sermos vistos como bobos da corte autênticos palhaços neste mundo conturbado pela crise económica financeira global como alias é como os estrangeiros de países desenvolvidos olham para nós. Gostei mais do plano estratégico do desenvolvimento da ilha irmã do Príncipe do que desta pouca vergonha que se passa na ilha de São Tomé.
    Ouvi ontem o advogado Adelino Isidro na RDP africa dizendo que o procurador é corrupto pois estava aflito financeiramente para custear os custos da casa em Portugal e deu-lhe 50 mil euros para resolução do problema financeiro. Que fique claro não tenho nada contra os dois. São duas personalidades que não me dizem rigorosamente nada. A ser verdade o que diz este senhor e como advogado que é deveria saber que quem corrompe também é corrupto e em matéria de corrupção ente o corrupto e o corruptor que venha o diabo e escolha. E para um país como São Tome e Príncipe em que os funcionários públicos (médicos professores e por ai adiante) ganham tao mal e ter um advogado com 50 Mil euros disponível a acudir um amigo. Como dizia o outro eu quero voltar para a ilha e eu digo como dizia o Teta lando não quero voltar agora para a minha ilha mais um dia ei de voltar.

  13. Joscon

    2 de Fevereiro de 2012 as 13:12

    Meu Caro Hilário Garrido,

    Aproveito o momento para te enviar os mais elevados votos de coragem e de abnegação pelo trabalho que tens desenvolvido nos tribunais de uma forma séria, digna e competente. Também aproveito a ocasião para te agradecer o contributo que tens dado ao jornal Téla Nón.

    Tenho lido neste fórum algumas ideias neste fórum que me causam alguma repugnância quer no concerne as substâncias das questões apresentadas e dos fundamentos apresentados. Nunca esperei que a justiça de São-tomé estivesse na rua por guerrinhas absurdas e de mau gosto. Tenho a noção que os tribunais são lugares de excelência e constituem o pilar central de um estado de direito. Se a justiça não funciona, o estado de direito está em perigo e inquinado.

    Segundo William Shakespeare “quando tudo está bem, algo está podre no reino da Dinamarca ou algo vai mal no reino da Dinamarca”, isto retrata muito bem a situação da magistratura de São-tomé e Príncipe. Espero sinceramente que o julgamento do Sr. Adelino Izidro não se realiza por pressões exercidas vindas do exterior, da vontade popular e dos cidadãos. O tribunal deve apenas julgar os factos e analisar de uma forma imparcial os motivos que estavam por detrás dos factos. Se não for assim, a justiça fica inquinada e sem o mínimo de credibilidade.

    O Sr. Adelino Izidro está a ser vítima da perseguição, de um problema ideológico, político e não de justiça. Vimos que os juízes que estiveram envolvidos desde o seu começo cometeram inúmeros atropelos a lei vigente, pois arrancaram páginas do código vetado pelo presidente cessante e aplicaram no caso do Sr. Adelino Izidro.

    O que sucede neste país é deveras lamentável, não se percebe que os três Juízes em vez de decidirem sobre o recurso apresentado pelo Sr. Aíto Bonfim sobre o seu cliente, apressaram de forma ilegal arrancar as páginas do documento jurídico, substituindo-as por outras reescritas e reformuladas, eliminando a alínea do Código de Processo Penal vetado, inexistente, ilegal, inconstitucional e nunca publicado no diário da República.

    Desde já, ficou bem claro a posição do Sr. Procurador-Geral da República. Neste caso, mantêm-se indiferente, remeteu-se ao silêncio, aliás como é o seu timbre. Só entra em cena, quando há questões de natureza pessoal. Vimos várias vezes o seu silêncio perante os graves casos que abalaram a justiça São-tomense. Posso citar casos flagrantes em que se manteve calado e surdo.

    O grande dilema da justiça nos tempos de hoje são a grande criminalidade, que envolvem somas astronómicas, a corrupção e o enriquecimento ilícito. Nestes casos, o Sr. Procurador-Geral da República está ausente e o país caminha para um estado de entropia. O Sr. Procurador-Geral da República devia ter tomado providências e, devia ter agido criminalmente sobre os casos em que estão envolvidos alguns deputados sonantes da praça pública e sobre os juízes que desviaram somas avultadas do tribunal e, devia ter seguido de forma clara e objectiva, os conselhos do antigo presidente de Tribunal de Contas, o Sr. Francisco Fortunato Pires, denunciando a teia de corrupção na administração pública São-tomense. Actualmente preocupa-se com fait- divers e com conversas de pequenas dimensões e dos comentários do tipo vox populi. Para alguém que quer ser respeitado e ter credibilidade, penso que o Sr. Roberto Raposo não tem sido digno do cargo que ocupa.

  14. Lévé-Léngue

    2 de Fevereiro de 2012 as 13:14

    Se do lado dos Tribunais (juiz Garrido) há uma certo relaxe em relação ao caso, por motivos até hoje inconfessáveis, é notório que da parte do Min. Público (procurador Raposo) há uma forte pressão que até demonstra algum abuso de poder para este ajuste de contas.
    Não quero aqui defender este ou aquele, mas quando as leis são devidamente interpretadas na sua letra e espírito, a sua aplicabilidade é mais eficaz se também deixar-se de lado os motivos pessoais, sejam rancores ou simpatias.
    Do que pude enxergar em breve trecho, uma parte pecou por defeito e outra está pecando por excesso. Afinal quem não pecou???

  15. agência funeraria

    2 de Fevereiro de 2012 as 14:34

    só sei dizer que isto é uma vergonha senhor doutor

  16. Gil

    2 de Fevereiro de 2012 as 15:12

    Quais são as competências da Procuradoria – Geral Da Republica?

    Compete à PGR, promover a defesa da legalidade democrática, nomear, colocar, transferir, promover, exonerar, apreciar o mérito profissional, exercer a acção disciplinar, dirigir, coordenar e fiscalizar a actividade dos magistrados do Ministério Público. Além disso, a PGR pronuncia-se sobre a legalidade dos contratos em que o Estado seja interessado, quando o seu parecer for exigido por lei ou solicitado pelo Governo, emitindo pareceres, a solicitação do Presidente da Assembleia da República ou do Governo. Pode ainda propor ao Ministro da Justiça providências legislativas com vista à eficiência do Ministério Público e ao aperfeiçoamento das instituições judiciárias. A PGR tem o direito de informar, por intermédio do Ministro da Justiça, a Assembleia da República e o Governo acerca de quaisquer obscuridades, deficiências ou contradições dos textos legais. Finalmente, fiscaliza a actividade processual dos órgãos de polícia criminal.

    COM O PROCURADOR QUE TEMOS!
    Palavras para quê?

    Gil

  17. António Santos

    2 de Fevereiro de 2012 as 16:55

    Tem que se pedir extradição ao governo português agora saber se o sr. Adelino Isidro não tem nacionalidade portuguesa

  18. filho prodigo

    2 de Fevereiro de 2012 as 18:01

    santomé tela di bué mala ,cabla paxa . Quantos presos preventivamente por causa de uma galinha e uma pinha de banana que nao oferece nehum perigo de fuga do país ,e sinceramente com todos argumentos de jurisprudencia de todas as partes envolventes ,eu nao quero acreditar que tudo isso é história real está na hora de se preservar o sentido de estado. Nao façam deste país um país de novela judicial ,alguen de DIREITO que faça alguma coisa.

  19. credo

    2 de Fevereiro de 2012 as 18:53

    Gente fogo é inacreditavel pa, eu dez de que olhei esta nuticia no jornal téla nón já imagenava tudo isso,claro que o senhor não é burro de fazer uma coisa destas sem estar dentro da lei, proque tem conhencimento da lei, diz só uma coisa quem ama o proximo não faz isso. queria ver só se o senhor estevece com um filho com a perna amplutada por causa Adilino Hizirdo o que faria.

  20. Baga Tela

    2 de Fevereiro de 2012 as 20:03

    Ê bilá cacá de plocô… Iá tela non mé.
    Quê S.Tomé, cuma kuá scá dessê axi ê?
    Emfim, se a justiça não funciona em stp nada mais funcina.

  21. E.Santos

    2 de Fevereiro de 2012 as 22:00

    O Sr. deveria ter vergonha de vir tentar justificar o injustificável. Somos todos tão parvos que não nos apercebemos da jogada.
    O Sr. disse que o colocou em liberdade porque já não haveria riscos para o processo. E este risco ficou agora patente com a ausência do arguído no julgamento.
    De facto ele não estava proibido de viajar…grande erro seu, não? Porque ele deveria ir em liberdade com termo de residência e identidade, proibição de se ausentar do país e obrigatoriedade de se apresentar regularmente às autoridades. Isto sim, seria cautela e este é o procedimento que se vê noutras paragens.
    Onde é que está Pinto da Costa que prometeu ao povo dignificar a justiça são-tomense? Se for para ficar inerte no palácio, muito obrigago Sr. Presidente…

  22. PETER

    3 de Fevereiro de 2012 as 9:18

    Sao tome tens muitos filmes,kwa li

  23. Santomense em EUA

    3 de Fevereiro de 2012 as 13:00

    Bom dia meus caros leitores,

    Manuel Pinto da Costa então perante esse facto todo não pronucias nada, que será?

    Dr Patrice Trovoada então não pronocias nada também ?

    Mencionei vosso nome poruqe nas eleiçoes vcs os dois prometeram impor órdem no país por justiça a funcionar ainda a pouco tempo o Sr Patrice Trovoada disse no pograma Nós Por lá que justiça esta a funcionar mal ate falou de alguns projeto que axo muito bom para nosso país mais pelo amor de Deus seres dono de terra entrevem nesse facto que esta acontecer em São Tomé para sabermos de facto quem esta a executar a tarrefa mal
    Abraço a Povo Santomense que sofre muito e também é muito paciente…!!!

  24. Tluki Sun Deçu

    3 de Fevereiro de 2012 as 13:00

    Senhor E. Santos, Gostei da primeira parte do seu comentário mas infelizmente já no cair do pano como se diz no futebol ou seja no fim do seu comentário o senhor cometeu um erro grave. Estamos num estado de Direito Democrático onde está patente o principio de separação de poderes. Portanto o PR não deve interferir nos processos em andamento nos tribunais.O que Presidente pode fazer é referir-se sobre o Estado da justiça de uma forma geral e não interferir neste ou naquele processo de uma forma especial directa e concreta. O Presindente não é Juiz. O Presidente é um orgão da suberania o Tribunal Também é. Portanto a que separa-los de acordo ao principio a cima citado. VIVA STP

    • E.Santos

      3 de Fevereiro de 2012 as 21:47

      Meu caro, devo me ter expressado mal porque em momento algum tive a intenção de pedir ao PR para ser juiz ou intervir no julgamento deste caso em particular.
      Mas foi o próprio PR que assumiu o compromisso de ser o garante de um estado “dito de direito democrático”, mas que de direito pouco se lhe tem visto a eficácia.
      É esta a intervenção que o PR tem de ter na sociedade, e não tê-la apenas a porta fechada. Mas dar sinal ao povo de que o compreende, está do seu lado e que fará tudo o que estiver ao seu alcance para reverter este estado de coisas.
      Por isso reafirmo, um presidente inerte no palácio não, muito obrigado. Até me envergonha.

  25. Cidadão Santomense residente em Portugal José Lavres

    3 de Fevereiro de 2012 as 17:31

    Meu caro amigo e colega Dr Garrido. Mas afinal como é que explica socialmente esta trapalhada toda! Em primeiro Lugar o senhor não ndeve ser um comentador das decisões jurídicas. Se é um político que discuta a política. Quanto as deciões jurídicas decididas por si dev haver uma instância própria para analisar os factos. Umconselho de amigo. Evita estar sempre a comentar suas decisóes no âmbito das bsuas funções profisionais. Olha o povo santomense até pode parecer que são parvos, mas não são nm estúpidos e nem otários. Temos que criar uma Justiça que seja um dos npilares da nossa democracia e de certeza que não será com esta equipa em funções naquele belo País. Boa tarde

  26. José Silva

    3 de Fevereiro de 2012 as 19:30

    Esta visto que em STP a corrupção é o pão de cada dia, “não se vê quém que seja alguém!”. Segundo as declarações do Adelino Izidro (já em Portugal), ele faz acusações gravessímas de corrupção sobre Procurador, e espero uma averiguação do mesmo. Alias confesso que este Procurador já deveria ter posto o cargo a disposição ou ele anda a espera que o Presidente da Republica o exonere… …
    Aguardo desenvolvimentos.

  27. valorizar a Justica!

    4 de Fevereiro de 2012 as 2:18

    Favorecimentos de Valores Luxo
    Meus camaradas, Este assunto ‘e muito serio!
    Entao vejamos,tiverao olhos para ler as declaracoes do nosso Juiz Dr.Garido?
    Ele diz o seguinte, eu sei que o procurador geral da Republica odeiame e o Dr.Adelino Izildro,entao eu pergunto existe ou nao um acto de defesa que claramente confirma que o juiz teve e sabia da intencao do arguido? e uma estrategia em por o arguido em liberdade para lhe permitir a fuga?.
    Esteve a falar com uns dos advogados bem concentuado e professor Universitario em Portugal sobre esta situacao, ele foi ler os conteudos e disse-me o seguinte ,onde funciona a lei este juiz nunca mais era o que ‘e, e diz que tem pena da justica Santomense.
    Eu apelo a todos os orgaos de suberania para olharmos todos pela podridao da nossa justica,nao pode ser sempre o mesmo juiz com os mesmos problemas de sempre , ainda si lembram das candidaturas presidenciais,? Meu deus retiram estas gentes fora do orgao decisor do povo. Estes senhores sao verdadeiros negociatas da primeira,minha nossa senhora
    Quando si trata de um arguidos pobres e sem apelido famoso ,ficam na cadeia at’e ficarem malucos,
    Diz-me senhor Garido, quantos presos temos na cadeia a mais de 1 ano ou mais, sem julgamento?qual foi a sua preocupacao de retirar o Adilino Izildro? Ele ‘e filho de deus? e os outros que estao preso a espera de julgamento sao filhos de diabo?, tenha d’o meu caro camarada,isso ‘e uma vergonha para justica Santomense.
    Um dia vamos ter a verdadeira justica neste nosso pais.
    Am’em, em nome do Senhor

  28. zeme Almeida

    4 de Fevereiro de 2012 as 2:20

    Aonde anda a asssociacao dos juristas para dar algum parecer neste caso!Aonde anda o senhor Gabriel Costa?Sera que este senhor tambem tem rabo na estrada como medo de desafiar este Hilario Garrido e Adelino Ezidro que pensam ser dono da justica Saotomense?De a cara por favor facam alguma em prol da justica deste Pais!O Adelino Ezidro abandonou o Pais com casos na justica e legal ou nao!Queremos saber.

    • LATO

      4 de Fevereiro de 2012 as 23:37

      que nada. voces é que estao a especular so de graça.
      o dr adelino pediu autorização ao tribunal pra sair ate a abertura do ano judicial. mas como ordem de suberania, eles nao tem que dar satisfação a voces os curiosos. espera a historia ainda esta no começo sr adelino tem os seus triunfos na manga. raposo que se cuide

  29. Antonio Vaz

    4 de Fevereiro de 2012 as 4:05

    Abel Veiga and Direccao do Tela-Non
    POR FAVOR, TIRE O MEU NOME NA VOSSA PUBLICACAO E COMENTARIOS!

    I do not want to participate at this time.

    Please, remove my name from this commentaries! Unknown people are using my name and hiding their identity, it is dishonest, coward, and Tela Non is supporting this illegal and criminal act.

    Abel Veiga and Direccao do Tela-Non
    POR FAVOR, TIRE O MEU NOME NA VOSSA PUBLICACAO E COMENTARIOS!

    Antonio Vaz (verdadeiro)

    • Galo

      4 de Fevereiro de 2012 as 13:09

      Viadiado, escreve a portugues porque o pessoal dop tela non apesar de entender nao te vai responder…..palhaco

    • Tentado a Ler

      6 de Fevereiro de 2012 as 14:20

      Mano ê? Desaprendeu o portugues porque está em america? Que alienação hein. Então? Quando saiste de sao tome, depois do decimo primeiro ano, falavas menos mal o portugues e agora nada? Que foi pa?

  30. Veronica

    4 de Fevereiro de 2012 as 10:19

    Alguns comentários, merecem alguma resposta,mas alguns, meus Senhores convenhamos.

    Para mim existem três perguntas.
    1-Se se sabe de antemão que o Sr. Juiz Hilário Garrido é como é, atitude de alguns juízes do país, que não é o únio, porque colocar oprocesso nas mãos dele?
    Que atitude tomaram os outros órgão de Soberania?(Assembleia e o Presidente a República)
    A atitude do Procurador, perante tal denúncia, na praça pública, como homem da lei, representante do Estado (a vóz dele?
    A minha única resposta, o Procurador deveria colocar de imediato o seu cargo a disposição epedir uminquérito independente, para o apuramento dos factos e pedir justiça.

    O Senhor Procurador perante tdo o que aconteceu, está agindo mal e está prsoao poder, porque já se envolveu em mitas ilegalidades. Quem foi que disse e em que parte do mundo o Tribnal de contas faz julgamentos? Quantas coisas têm passado por esse mndo fora, vcs já ouviram dizer alguma vez que este ou aquele foi condenado pelo Tribunal de Contas? O nosso participou até em julgamentos em que ele foi mandado por alguém para particiar como representante doMinist´rio Público, onde foi insultado e vexado,nada dsso esteve lá até ao fim com cara de lata. Deçá baná bôbô antê ê cá potó.Ola ô cá potó non cá zuté butá pê liba dúcu.
    Até breve.Vamos ver o que vai dar.

  31. rapaz de riboque

    4 de Fevereiro de 2012 as 10:30

    senhor doutor a entrevista dada pelo doutor Adelino na RDP África são muito compremetedoras para o senhor e para o senhor Procurador geral da Republica tenha coragem em tomar uma decisão para limpar a sua imagem e do senhor procurador porque se é verdade tudo que o senhor doutor Isidro disse estamos todos mergulhados num caus que pode ser um barril de polvora a explodir, também o senhor presidente da republica em conjunto com o governo deve entregar este caso a policia de investigação crminal para ser apurado toda a verdade e não haver duvidas contra ninguém,até se for necessario contratem policias especiais no estrangeiro para tomar conta deste caso porque é muito grave as declarações do doutor Isidro não podemos estar a viver neste pais enganados com tanta curupção e que os curuptos envolvidos sejem punidos porque as.tomé não é só deles é de todos stomenses seje ele quem for e onde estiver não é de meia duzia de senhores BOM FIM DE SEMANA A TODOS.

  32. zeme Almeida

    4 de Fevereiro de 2012 as 10:54

    Bastionarios de ordens de advogados por favor dem o vosso parecer.A decisao tomada por este juiz e legal ou nao.Falar sobre materias juridicas muito pouca gente entende o povo precisa de esclarecimento referente a este caso.Facam alguma coisa porque quem ficara mal visto e a casa da justica.

  33. Nelson

    4 de Fevereiro de 2012 as 13:09

    Abel, não vejo razão nenhuma para a não publicação do último comentário que fiz. Se for por causa do Link da entrevista que o Adelino Izidro concedeu a RDP-África, lamento, porque a mesma está no youtube, e qualquer pessoa pode aceder. Quis apenas dar uma ajuda para que todos pudessem ver a pouca vergonha que passa no nosso país.

    Bem haja

    • Téla Nón

      5 de Fevereiro de 2012 as 10:58

      Sim foi por causa disso mesmo. Se ver a página ACERCA onde está a ética dos comentários verá que o comentário com tais links não é aceite.

  34. João Bosco Menezes de Pinho

    6 de Fevereiro de 2012 as 12:15

    Vejam a história que me contaram.As histórias passam de geração em geração.Era uma vez um advogado muito bom de profissão tirou a sorte grande ao defender a servejaria rosema.. que por problemas que a empresa teve em angola, entao pedio que o tribunal de s.tome acautela-se os bens da mesma em s.tome. o juiz da causa, AUGERIO amado vaz ao invez de penhorar e guardar os bens. vendeu os mesmo aos irmãos monteiros que começaram a explorar a cervejaria e dar muito bem na vida mais do que ja tinham. ora bem, o processo mãe corria seus temos em luanda. foi entao que de acordo com a polemica surgidaem volta da vendas dos mesmo bens no pais, o supremo tribumal de justica liderado pelo sr LEITE reunirãO em conselho e revogarão a decisão ou o despacho do corrupto juis augerio , “GeGe” que esclopulosamente vendeu os bens que somente tinha que ser acautelado. o advodado do melo chavier ganhou a causa o advogado do nino monteiro ou os irmãos monteiros que era o AFONSO VARELA HOJE MINISTRO SECRETARIO DE ESTADO perdeu a causa. assim nao se conformando com a perda vivia dia e noite no gabinete do presidente do supremo tribunal LEITE. QUEM JUNTAMENTE COM SR PROCURADOR GERAL DA REPUBLICA RAPOSO montaram uma celada contra o advogado que ganhou a causa (ADELINO IZIDRO) e por e simplesmente nao lhe deu o registo da sentença que é o titulo que mesmo tinha que izibir pra ganhar os seus honorarios. que ja agora a sua vida daria uma volta de 360 grao positivo. logo toda a BUFUFA, JINBULO, VERDINHA… que foi desboqueada pela angola para pagar o advogado vencedor, fui devidida em 4 grandes partes:

    1: PARTE: foi para o famoso RAPOSO.
    2: parte: foi para o LEITE.
    3: parte foi para o VARELA e
    4: parte para o juiz AUGERIO.

    eis ai onde começa a maca toda que justifica a perseguição pessoal por parte do raposo contra adelino Izidro.
    eis ai onde entra a maca entre adelino izidro e Juis eugerio
    eis a razao que perante todo o aconrtecimente nem leite nem governo opina sobre os factos.

    o cidadão do nome adilino izidro somente esta sendo vitma do sitema.

    o raposo, leite, e outros que levam consigo o patente do poder sao os maiores responsaveis pelo horendo sitema de justiça que temos.
    Minha gente abrem os olhos nao se metam na luta dos grandes.

    querem que eu vos diga algo.? a corrupção en S.tomé jamas acabara porque o nucleo da corrupção esta mesmo onde deveria frenar a dita corupção. sabem aonde?
    TRIBUNAL E MINISTERIO PÚBLICO.

    depois nao digam que eu nao avisei.
    fui

    e honor importa diser que com a venda dos bems da mesma cervejaria, foi de ferias a DUBAI com a namoradinha

  35. maria chora muito

    7 de Fevereiro de 2012 as 18:00

    Concordo em parte com o João Bosco. O processo ROSEMA esta na base desta confusão toda no Tribunal.Foi o unico processo que andou no Tribunal, mesmo aos sabados e domingos. O procurador RAPASO esta metido até ao pescoço. Dizem que ele até emitia opiniões neste processo de natura civil. Se a coisa der no torto, os irmãos monteiros, o proprio GEGE vão afundar com isso tudo, com as Alices, o Leite e o proprio Raposo.

  36. junqueira

    7 de Fevereiro de 2012 as 18:22

    eu sempre soube que a maior corrupção esta no tribunal e ministerio publico

    acredito porque tambem ja FUI VITIMA DESSES DOIS LUGARES.
    mas pronto historias nao por aqui chamadas, a justiça de deus tarda mas chega

  37. cobodô

    8 de Fevereiro de 2012 as 14:55

    este juiz e os outrossão bons para comer e beber de graça no modesto restaurante papa figo: onde é que eles tiram esses curçosinhos de direito é em Cuba ou na União Sovietica

  38. Edson Francês

    9 de Fevereiro de 2012 as 19:44

    Um juiz seja ele quem for deve primar acima de tudo pela isenção e pela imparcialidade no exercicio das suas funções. O senhor Garrido quer convencer os santomenses de que não sabia do julgamento do sr Adelino Isidro marcado para o dia 2 de fevereiro? Então é legal um individuo que responde um processo em liberdade viajar? Não entendo nada do codigo penal, mas não acredito que se permita um argüido viajar quando este tem um processo para responder. Não serà a camaradagem entre o senhor juìz e o Adelino Isidro que falou mais alto? Este caso é muito grave meus senhores, não me lembro de ter visto algo igual na història da justiça santomense! Enfim….

  39. Verdade

    15 de Fevereiro de 2012 as 11:57

    Eu penso que todos nós devíamos pautar em primeiro lugar conhecer os factos, consultar o nosso código cívil, codigo penal e do processo penal. Além disso, conhecer as competencia dos orgãos de soberania, como funciona os Tribunais e o Ministério Público e interelação entre ambas instituições, saber o que um Juíz e um procurador devem fazer neste processo e outros. Depois e ter estas informações e conhecimento, aí sim, podemos determinar com precisão que alguém violou um bem ou valores que a sociedade presa, e que este bem e valores estão sobre a tutela de Direito e quem violou deve ser sancionado.
    Estamos perante um facto ou suposto facto de que O Advogado insultou o Procurador. Depois, todo o caso de suborno abalta que envolve o procurador e o Advogado, também deve ser investigado. Devo dizer que na minha opinião pessoal, o procurador já não tem condições de permancer na suas funções, que implica neste caso, cargo à desposição, possível substituição e apuraramento de responsabilidade. O Procurador e não só, deve sempre fugir de tudo que futuramente possa servir de tropeço no desempenho das suas funções. Não sugindo disto,deve ser substituído, algo que acredito que daí a pouco irá acontecer, por luta serada contra corrupção ou mesmo índicio.
    Dito isto, vem o caso que envolve o Advogado e o senhor que roubou na sua Roça. Eu, nunca irei baliar alguém e nem encarcerar alguém por uma pinha de banana, mesmo que a lei não pronunciar sobre isso. Parece-me que o Advogado não agiu em legítima defesa. Penso que assaltar o bem aleio é crime e atirar em alguém e encaceramento privado támbem é crime. Ninguém deve fazer justiça com a sua propria mão, embora as vezes apetece.
    Atendendo que a tanto de um lado como de outro, violou os valores que a sociedade presa e que é protegido pelo Direito.

    Os Juízes não são perfeitos, são sujeito a falhas, erros e podem, se não salvaguardar envolver na corrupção (temos que definir as terminologias)ou suborno, mas são pessoas que confiamos para administrar a justiça em nonme do povo. A ordem jurídica tem ser restruturado permanentemente e de tal forma, de maneira a proteger o juíz de qualquer tentação. Uma das razões de ter os tribunais de recursos, são justamente para melhora administrar justiça, atendento que os juízes támbém são humanos, têm amigos e compadres, enfim….. Mas são independentes, e também não podem fazer justiça com medo e asombração.
    A culpa está na ordem juríca que precisa ser restruturado para que os Juízes (orgão com competencia para tomar iniciatica de fiscalização, inspecção, auditoria, os juízes devem ser passado o pente fino antes de ser o que são) administrem bem a justiça em nome do povo.

    Bem-haja

  40. Verdade

    15 de Fevereiro de 2012 as 12:15

    Todo esse alarido ao fim ao cabo é bom. Isso vai ajudar.
    Se todo o sistema está contaminado, como a ordem jurídica irá resolver isto?

    Das duas ou uma: Ou combater a corrupção usando os corrupto no sistema ou combatem a corrupção com intervenção de quem está fora do sistema, que pode tomar medidas para o aperfeiçoamento do prorpio sistema. A guerra está instalada entre a sociedade, os tribunais, o governo, e com a certeza vai entrar a Assembleia e a Presidência.
    Penso que os dois orgão chaves para solução do problema são Assembleia da República, sobretudo o Presidente da República.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo