Sociedade

200 Agricultores empunhando catanas marcharam contra a ocupação das suas terras pela SATOCAO a mando do Governo

São os principais produtores de milho no país. Também produzem mandioca, batata-doce, e cana-de-açúcar. As suas terras que nunca foram produtoras do cacau, estão a ser expropriadas pela empresa SATOCAO.

Os 200 agricultores de Ôbô Morro, ocupam há cerca de 20 anos cerca de 50 hectares de terra localizada perto da orla marítima no distrito de Lobata. A roça era dependência da antiga empresa agrícola Agostinho Neto. «O terreno é nosso enquanto são-tomenses», declarou Jaime Menezes, um dos agricultores de Ôbô Morro, em entrevista a equipa de reportagem da RTP-Áfica em São Tomé.

Empunhando catanas, como testemunharam as imagens da RTP-África, os agricultores marcharam em manifestação contra a decisão do Governo de expropriar as terras que cultivam a favor da empresa SATOCAO, vocacionada para produção e exportação de cacau.

As terras em causa nunca tiveram cacaueiros. Localizadas perto da orla costeira, os 50 hectares foram arduamente trabalhados. Os 200 agricultores, garantem a maior produção nacional de milho, que abastece o mercado nacional. Mandioca é outra cultura bastante desenvolvida na zona, assim como a cana-de-açúcar. «Não temos o título de posse da terra, mas já a cultivamos há mais de 12 anos. Nunca tivemos qualquer problema, só agora e depois do aparecimento da SATOCAO», desabafou Jaime Menezes.

Os agricultores estão reunidos numa cooperativa que há vários anos, tem trabalhado no sentido de dar resposta a política nacional de segurança alimentar. «Tendo em conta a política de segurança alimentar a nossa aposta aqui, é de plantio de milho e mandioca, para garantir o abastecimento do mercado. Somos no total 200 agricultores, dos quais 150 cultivam milho e mandioca, os outros produzem cana-de-açúcar», explicou Jaime Menezes(na foto).

Os agricultores dizem que enviaram uma carta ao Governo, dando conta da pressão que têm sido alvo por parte da SATOCAO. Jaime de Menezes, diz que o Governo não tem tomado nenhuma medida para proteger os agricultores, porque segundo as suas palavras, há razões muito fortes. «O governo não está a reagir, porque o próprio governo faz parte da sociedade. Tendo em conta que o primeiro-ministro é sócio da SATOCAO, ele não está a dar ouvido as pessoas. A garantia que temos de que o Primeiro-ministro é sócio da SATOCAO, deve-se também ao facto de todos os trabalhadores de Patrice trabalharem na SATOCAO. Todos os motoristas de Patrice Trovoada, motoristas pessoais dele, são também motoristas da SATOCAO», denunciou o agricultor, Jaime Menezes(na foto).

Com catanas erguidas, os 200 chefes de famílias que vêem o seu futuro ameaçado, prometem dar luta, em defesa do único sustento dos seus filhos. «Estou desempregado há bastante tempo e sobrevivo do campo. Tenho dois filhos na escola e é desta terra que sustento a minha família. Os senhores da SATOCAO dizem que pagaram bom dinheiro ao Governo, e que o dinheiro pago ao governo dá para indemnizar-nos, mas não queremos a indemnização, o que queremos é o nosso terreno», avisou Izaque Santos, também agricultor de Ôbô Morro.

Izaque Santos, deu exemplo da importância do trabalho que desenvolve há mais de 8 anos nos dois hectares de terra que lhe pertence. «Eu tenho 2 hectares de terra e dou emprego a outras pessoas que pago para trabalhar, no sentido de aumentar a produção. Nasci com espírito de agricultor e quero morrer com este espírito», relatou para depois acrescentar que «trimestralmente tiro 16 a 17 tambores de milho na minha terra».

San(senhora) Maria Trindade já de idade avançada, também está envolvida na luta pela defesa da terra que trabalha há 18 anos. No crioulo forro, falou para a RTP-África, e avisou que não conseguirá sobreviver sem a sua parcela de terra. «Semeio milho, mandioca, malagueta, tudo. Há 18 anos. Se me tirarem o campo vou morrer. O que é que vou comer?», interrogou.

San Maria Trindade, prosseguiu com o grito de aflição, em crioulo forro. «Se tomarem meu campo, eu morro, morroôôô, morroôôô».

A boa maneira são-tomense no meio da multidão ouvia-se também gritos no crioulo forro, como fulano kidalôôôô.

Note-se que a expropriação de terras a favor da SATOCAO, já provocou protesto dos agricultores da antiga empresa Santa Catarina no norte de São Tomé. A empresa assinou contrato com o Estado são-tomense para produção e exportação do cacau. Segundo o acordo o Governo são-tomense concedeu a SATOCAO 2500 hectares de terra. Até agora a empresa terá conseguido pouco mais de 1000 hectares.

Abel Veiga

    74 comentários

74 comentários

  1. Voz da Razão

    29 de Maio de 2012 as 8:01

    Essas manifestações devem ser feitas à porta do palácio do governo. De forma pacífica, mas sem qualquer tipo de arma. O povo deve lutar contra aqueles que lhes tira o pão, que lhes tira a paz, que lhes tira a esperança. Este governo não está a lutar contra pobreza, está sim a tratar das suas riquezas e a baldar por tudo e por todos. Por isso é que acabam mal. DEUS ABENÇOA OS FILHOS DESTA TERRA.

    • carlitos

      29 de Maio de 2012 as 12:34

      Manisfestaçao contra a precaridade no dia 10 de junho venham todos a praça da indépendencia as 10 horas, passem a mensagem

      • observador

        29 de Maio de 2012 as 21:25

        tenho pena nao estar em stp iria de certeza
        foraça santolas temos k mostrar quem somos.

    • l

      30 de Maio de 2012 as 7:47

      Pergunta:Porque nao retirar a roca Dona Augusta e entrega-la a SOTOCAO?
      Resposta:Porque e da dona Helena Trovoada, mae ( sera mesmo mae?) do PM Patrice Trovoada.
      A roca D. Augusta esta completamente abandonada, inclusivel as construcoes que foram iniciadas na epoca do presidente Trovoada.
      Estive la no sabado e contaram-me este episodio.

    • Povo STP

      31 de Maio de 2012 as 17:08

      Na minha opinião este governo deve cumprir o seu mandato até ao fim, mais fazendo algumas mudanças profundas:

      Agostinho Fernandes passa a ocupar o cargo de 1º ministro, logo Patrice volta para Gabão. Só mantinha Vila Nova no Governo.
      Resto dos ministros para olho da rua, não serve para nada.
      Agostinho Fernandes Pk? È simples, é único ministro que anda trabalhar e que está realmente interessado a fazer alguma coisa para desenvolvimento de STP, só cego é que não vê o seu empenho, para mim é o ministro mais honesto que temos nesse governo desgovernado.
      È ministério que fez mais concurso publico para contratar jovens para trabalhar, quer a nível de projecto ligado ao ministério de plano, quer para enquadramento no ministério, isso quer dizer que existe fluxo trabalho ou seja alguém está a fazer alguma coisa…
      È único ministério em que filho de pobre consegue ganhar concurso para trabalhar, tudo é feito de forma transparente igual para todos sem cunhas.
      Faço um apelo todos técnicos de ministério de plano e desenvolvimento ligado a contratação de pessoal para manter a vossa postura, é disto que STP precisa e povo agradece. Bem haja a todos

    • TVSA-Televisao Santomense Aberta

      2 de Junho de 2012 as 12:57

      Informcoes da ultima hora : SATOCAO vai levar o Governo ao Tribunal. Motivo: Por nao ter usado o dinheiro negociado, a favor dos homens da terra. A ver vamos.

  2. tudo junto conseguimos

    29 de Maio de 2012 as 8:03

    esse governo esta fodido. se não procurar uma forma de resolver esses problemaso resultado disto sera uma tristeza. Os gajos abusam com os podres. mas vejam só os nossos governantes e aqueles que chamamos de politicos são podres na mentalidade. por isso é que o povo esta cada vez + miseravel. se se pensamos nos nossos filhos de futuro muitos dos problemas ja tinhamos resolvidos.

  3. olá

    29 de Maio de 2012 as 8:13

    certo e coragem nessa luta agricultores!

  4. manager

    29 de Maio de 2012 as 8:15

    Senhor Patrice foi longe demais, são filhos da terra, e o senhor saiu não sei a onde, enganando nosso gente com banho e promessas falsas, gastando o dinheiro de estado com viagem sem fundamento pelo mundo, agora quer tirar um pedacinho de terra das pessoas para aumentar a sua fortuna, eles têm mais necessidade que o senhor, ou será que a tua ganância não te permite vê isso.

    • Foi dito

      29 de Maio de 2012 as 11:15

      Não posso deixar de lamentar toda essa situação pelas quais o país está passando pois vivemos aguardando melhores dias para a nossa terra.
      No entanto, gostaria de convidar a todos a refletirmos nas nossas possíveis disposições em aceitarmos os “banhos” dos políticos nas campanhas eleitorais.

      Nunca pensastes que aquele que quiser comprar o poder ou cargo politica, a troco de banhos, estará a se revelar por si só a sua indignidade na condução da causa pública, revelando o seu carácter e tendência corruptas?

      Que nos vale “um pão com chouriço e uma cerveja”, ou algum chapas de zinco ou mesmo algo de maior valor e depois passarmos o resto da vida no constante sofrimento e/ou vermos os nossos filhos, familiares e amigos no maior sofrimento?

      Que nos vale um banhito ou um bom banho se depois passaremos mais 4 ou 5 anos de corpo e alma suja?

      Que importa vender a alma a pessoas que bem sabemos as suas mas condutas ou as que são altamente duvidosas por um punhado de pão?

      Porque não pensarmos na construção do país?

      Porque não negarmos o banho e exigirmos coisas maiores e melhores, o desenvolvimento do país e melhoria das condições de vida coletiva?

      Porque não constituirmos mesmo o 5º poder, conforme o escrito do Sr. Horácio Will, exigindo de forma ordeira, firme e determinante o respeito, a dignidade, a prestação de conta, o controlo… daquilo que é nosso, todo o recurso do país?

      Pensai nisso meu povo. Pensai nisso.
      Que quereis vos, o pão para um dia (banho) ou o pão para cada dia (atitudes serias para construção do pais)?

    • Conóbia cumé izê

      29 de Maio de 2012 as 15:34

      As terras estão a ser retiradas aos santomenses para darem aos estrangeiros/ SOTACAU. Quem são os donos ? Patrice TROVOADA também é Gabonês ! … Viagens sucessivas e os respectivos subsídios do chefe do governo, quanto valem aos cofres do Estado ? = milhões de euros no fim do mandato. Sr. Patrice TROVOADA e membros do seu governo,” Bakuê Téla”:- Todos aviões que veem buscar o Sr. Primeiro ministro Patrice Trovoada ,não paga a taxa de ateragem nem descolagem a ENASA.Assim vai o reinado deixo-nos trabalhar ? Chupando tudo quanto puder a STP !!! … Ainda bem que nada eterno…Fui

  5. Oposição da Politica no País

    29 de Maio de 2012 as 8:34

    Força população terra é nossa, ninguém os tiram nem este governo de tanta incompetência. Sabemos que desenvolvimento do nosso País pode partir da Agricultura,Floresta, Pesca, Turismo. contudo são estes sectores que existe um carência elevada de meios para trabalho, mais este governo só quero vida boa como PM só viaja viaja……

  6. de coração

    29 de Maio de 2012 as 8:40

    Credo SATOCAO, ou seja, credo Patrice!
    E a TVS, hén…, nem tosse sequer sobre isso! E a RDP ? Uma pouca vergonha! Alguem duvida que o Carlos Menezes que é chefe do sector de informação da RDP, está feito com o O. Medeiros que é l…botas do Patrice? Estamos embrulhados. Alerta povo! Alerta!

    • Ambrósio

      29 de Maio de 2012 as 10:17

      Isto é sério, minha gente?! Este homem está a pegar este país e destruí-lo. Sinceramente…. S.Tomé e Príncipe é dele, minha gente?! Ele faz o que quer, tira terras aos pobres trabalhadores que ganham a vida daquilo que produzem; ele passa a vida a viajar de um lado para outro sem dar satisfação a ninguém; ele persegue as pessoas; ele não dá confiança ao presidente da república; ele não liga os outros órgãos de poder. Mas aonde é que nós estamos, minha gente?! Quem deu ao senhor Patrice Trovoada poderes para fazer de S.TOMÉ uma terra dele e da família dele????? Isto tem de acabar, minha gente.
      Cumprimentos

      • Ambrosio Costa

        30 de Maio de 2012 as 11:39

        Sr. Ambrosio

        Por Favor, pela proxima vez quando estiver a fazer o seu comentario neste journal”Tela NOn” procura indentificar-se com um outro nome ou indentifica-se com seu nome seguindo do su apelido. Para evitar que o nome de um inocente nao esteja na boca do mundo.

        Muito obrigao
        Ambrosio Barros Jose da Costa
        From,Hsin- CHu,Taiwan R.O.C

        • Ambrósio

          30 de Maio de 2012 as 12:31

          Menino Ambrósio

          Como estudante o senhor deveria saber que não é a única pessoa no mundo com este nome. Eu bem sei que o menino estando dependente do seu chefe Patrice Trovoada tem medo de eventuais represálias contra si. Isto é um problema seu e do seu chefe. Eu não tenho que lhe dar satisfações nem mudar o meu nome quando escrevo neste espaço. O senhor, se quiser, mude o seu nome para “menino Ambrósio”. Assim será mais facilmente identificado neste espaço quando faz os seus comentários. Meu menino pode ficar sentadinho no seu sofá, já que não tem nada que fazer em Taiwan, esperando que eu vou mudar o meu nome, quando faço comentários neste espaço. Fique eeperando, meu menino Ambrósio.
          Cumprimentos

          • Dr. Ambrosio

            31 de Maio de 2012 as 14:45

            Sr. Ambrosio e Sr Menino Ambrosio. Aqui não é lugar para troca de farpas por causa do nome Ambrosio. Pois, eu tb sou Ambrosio.

          • Truki Sun Dêçú

            31 de Maio de 2012 as 19:02

            A exemplo da publicidade que costuma passar na TV, no Verão, aconselho os srs., ‘AMBRÓSIOS’ a pedirem um “FERRERO ROCHER”, em vez de invocarem o nome em vão. Além dos três que já se manifestaram, penso que deve haver mais ‘AMBRÓSIOS’ por aí.

        • mosssad

          1 de Junho de 2012 as 16:45

          VAnos todos mudar o Nome pra AMBROSIO

          ASSIM o pais esquece o Patrice Trovoada
          😉

      • Ambrosio Costa

        30 de Maio de 2012 as 12:14

        Sr Abel Veiga,
        Sr nao dexou meu cumentario paasar poqure?
        Alguem fez um commentario em nome do Ambrosio, e eu tembem sou Ambrosio.
        Eu nao gostei
        Ambrosio Barros Jose da Costa
        From Hsin-Chu, R.O.C Taiwan

        • Ambrósio Quaresma

          1 de Junho de 2012 as 10:48

          Voces deviam é “deixar-nos trabalhar”.hipócritas…o primeiro ministro esta trabalhar muito bem mesmo.nunca outro houve igual.muito bem “BOSS”

          • mosssad

            2 de Junho de 2012 as 7:47

            es capanga do Patrice Trovoada

    • Calibre-12

      29 de Maio de 2012 as 11:39

      Tudo o que está a acontecer com o Patrice, a Governação e Negócios neste país já era de esperar.
      Patrice não é e nunca será governante de um país. Ele tem qualidades sim para governante de negócios. Ele é um verdadeiro bisness-mam.
      Mas sinceramente tudo o que está acontecer com esta governação é também culpa de Pinto da costa que nem toca nem muge.
      Se fosse no tempo de Fradique é que ele ia ver o que era bom para tosse.
      Pois bem, felicito o comunicado do MDFM tornado publico condenando o desgoverno que este país está a acontecer.
      O MDFM fez um papel de oposição credível, o papel que deveria ser o MLSTP a fazer, mas como há conluios..

      • mosssad

        1 de Junho de 2012 as 16:46

        Sera que ele e mesmo um Home de Negocio??? esclarece isso melhor…. sera negocios claros ou obscuros?

  7. conterrâneo

    29 de Maio de 2012 as 8:45

    Gostaria que o Tela-non nos apresentasse estudo que confirma que esses pequenos agricultores são principais produtores de milho no país.

    Se não houver estudo fundamentado, então essa afirmação do Tela-nón é FALSA!

    Qualquer santomense pode ver o imenso MATAGAL ou antro de capim que rodea aquela orla costeira quando se dirige às belas praias daquela zona.

    Aquilo é só matagal!

    São muito poucos que produzem ou trabalham aquelas terras.

    Isto é apenas uma questão de oportunismo politico.

    Por essas intrigas politicas é por isso que o país continua a não ter produção.

    Um conjunto de MATAGAL, e quando alguém decide entregar àqueles que realmente querem trabalhar, aparecem poucas vergonhas desse tipo.

    É só POLITIQUICE.

    O TELA-NÓN deveria levar a cabo um trabalho sério de verificação dessas terras abandonadas cheias de “matagalo” para conprovar se realmente toda essa terra tem produção ou não.

    Ficamos a espera da confirmação in loco do Tela-non naquele terreno.

    Eu vivo perto dessas localidades, portanto falo com a certeza dos factos.

    • santa Marta

      29 de Maio de 2012 as 14:08

      Tens razão. Deves ser um l. botas de patrice.

    • observador

      29 de Maio de 2012 as 16:24

      caro senhor.
      desculpe a linguagem,mas o senhor é um aldrabao da primeira senhor se nao fosse mentiroso e trambiqueiro nao diria isto pois identifico algumas das pessoas presente na primeira foto que é o caso da senhora izilda xavier camponesa deixou de viver em portugal para dedicarse a campo em STP(por amor a terra preferio regreçar definitivamente),senhor BONFIM ex agente da policia nacional reformado campones,MARCELO campones e muitos outros ai presente que sao dependentes do campo a cem por cento as suas demagogias so ficao assim porque como deve saber sao pessoas pobres e nao tenhem como responder na medida certa pela net.SO TENHO SAUDADE DE GUADALUPE DE ANTIGAMENTE POIS OS FALECIDOS NAO PAPAVAO A ESTAS ALDRABICE….as minhas desculpas a quem fique ofendido pela minha linguagem MAS TEMOS QUE CHAMAR O BOI PELO NOME.

    • Brigadeiro

      30 de Maio de 2012 as 13:33

      Sinceramente Sr. Patrice Trovoada,Senhor não pena deste Povo tão sofredor. Por favor deixe os camponeses trabalharem a terra e nos garantir mais alimentos. Senhor que procura o outro lugar para seus patricios de SOTACAU…. Temos que exigir do senhor a terra que nos pertence, que ja n pertencem aos colonos.

    • Transparencia

      30 de Maio de 2012 as 19:32

      De facto está é uma matéria que tem que ser investigada para se poder informar com a verdade e aqui gostaria de deixar esse desafio ao Tela Nom. Contudo é bastante estranho como a TVS não se pronuncia perante este facto, até parece que estão a espera de alguma orientação superior no sentido de saber como agir, e isto é grave para um estado de direito, e mais grave ainda é como os partidos políticos da oposição assistem a essa manipulação dos órgãos de comunicação social sem se pronunciarem.
      A TVS repete todos os dias, a agenda da visita do Senhor Primeiro Ministro a Taiwan, Singapura, Timor leste e Portugal, a Radio nacional o faz a cada hora, no entanto se deu muito pouca enfase a visita do Senhor Presidente da Republica (o mais alto representante da nação) a Africa do Sul. O senhor PM sai quando quer, durante o tempo que quer, passa 4 dias em Portugal a dar conferência nas universidades e a comunicação social se vangloriando deste comportamento. Será que o senhor PM não tem nada melhor para fazer? É desta forma que se governa o País? Estando mais tempo fora do Pais? Quantas Viagens o Senhor PM já realizou nestes quase dois anos do seu mandato? Onde é que estão os resultados destas viagens?
      O Caso da Ajuda financeira que Angola pois a disposição de STP é outro assunto que não ficou bem esclarecido. Será que o Jornal O Pais estava mentindo? Por que razão o comunicado do Governo teve de ser lido três dias seguidos no telejornal da TVS e na Radio nacional a cada 30 minutos durante dias?… É suspeito esse tipo de comportamento…
      Cabe a todos os santomenses reflectirem sobre estas questões, porque o País é de todos nós e amanhã quando o nosso partido já não estiver no poder, estaremos do outro lado da história.
      Viva STP
      Viva a Democracia
      Viva a liberdade de Imprensa

  8. dPires

    29 de Maio de 2012 as 8:46

    O governo ataca o povo de todas as partes, acho que estão vocacionados na destruição nação.

    Que plantação de cacau é essa, numa terra de milhos, canas e mandiocas?

    Que governo é esse que vende partes do país juntamente com as pessoas que nelas trabalham e que delas vivem, como se essas partes fossem propriedades particulares de certos indivíduos…?

    Será que esta importância pecuniária dada pela SATOCAO ao governo, visando também a indemnização destes agricultores, chegará (será distribuída) da forma devida?

    Será que esta importância pecuniária, que certamente será burlada, chegará para fazer face aos problemas diários desses agricultores por muito tempo?

    Será que certos Srs. têm cabeça?

    O campo é como a vida, tem altos e baixos mas sem tem algo para nos dar.
    De certeza que vão dizer que essa plantação de cacau é para, depois da colheita e exportação, produzir riqueza para o país! Mintxila! Bilí wê ô, zêntxi!

  9. jailson

    29 de Maio de 2012 as 8:55

    É minha gente vêem como essa gente são , não querem saber de nós esses pequenos, como disse senhor patrice trovoada : Poder é pra exercer, e é isso q ele pensa nele , poder, poder, poder, e mas poder, ta nem ai pro resto, vamos ter fé e coragem, senhores agricultores não parem por favor lutem , lutem e com fé ,que deus vai vos ajudar força.(um bem haja para todos…

  10. João Carvalho

    29 de Maio de 2012 as 9:12

    Sr. Patrice Trovoada peça a sua demissão pois já mostrou o que é capaz

  11. ddd

    29 de Maio de 2012 as 9:45

    os Políticos santomense não querem trabalhar para produzir só querem, pedir esmola pela rua,temos vários problema que poderia ser resolvida uma boa parte dela com as nossas próprias produção local. são Tomé tem muita áreas que poderia ser aproveitada para o cultivo de cacau e deixarem esses pequenos agricultores trabalharem. sejamos uma pouco inteligentes na luta contra pobreza, este momento seria uma melhor fase de incentivar os pequenos agricultores a trabalharem. vamos deixar para trás a corrupção.

  12. Karspov

    29 de Maio de 2012 as 10:47

    Meus caros mais uma vez são de lamentara situação. Se isso constitui a verdade estamos tramados, pelo que eu sei, uma das políticas do governo é acabar com a insuficiência alimentar, sendo assim, como podem tirar terra aos camponeses pais de família e sobre tudo numa zona onde produz grande quantidade de milho.
    Também é do meu conhecimento que há um projecto na Direcção Geral de Agricultura vindo de uma cooperação com os Taiwaneses, qual incentiva os camponeses daquela zona a produzirem mais quantidade de milho. Também sabemos que aquela zona, segundo os estudos feitos, não produz cacau. Então o que esta acontecendo? Alguém terá que explicar.
    Abrem bem os olhos companheiros.

  13. Matazele

    29 de Maio de 2012 as 10:49

    Se se pode perfeitamente utilizar o oleo de palma para faze o chocolate, não vejo razão de fundo para expropriação das terras com vocação pecuaria e horticola. De facto quando se sobrevoa STP, estas zonas são a cobiça de qualquer pessoa que tem visão, mas não para produção de cacau, longe disso.
    SATOCAO deseja produzir cacau? para chocolate? ou deseja terras?
    Santa Margarida e BEla Vista e Uba BUdo, pode ser-vos util, basta ter uma parceria. Os custos com mão de obra ficam logo com as comunidades, evita greve, etc. Para quê ter terras??
    O conflito de terras vem ai!
    Eu que ja defendi que nunca teriamos probllemas de terras, hoje mais do que nunca, está claro essa hipotese.

  14. Credo

    29 de Maio de 2012 as 11:03

    Bom trabalho Abel Veiga
    Sinceramente, graça a RTP-África, aonde estava a TVS, será que a TVS é mesmo a Televisão de Todos os nós são-tomense. Quem fala verdade vai a prisão que raio da democracia é essa!!!
    Depois dizem que vamos apostar na agricultura, Como é ki SATOCAO de Patrice trovoada, vai tira cerca de 200 chefes de familias, se eles dependem disso pra sobreviverem… se for assim este ADI vai desaparecer 100DEIXAR RASTO EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE.
    Haver vamos

  15. Credo

    29 de Maio de 2012 as 11:09

    será que a TVS é mesmo a Televisão de Todos os nós são-tomense ou só do Governo do ADI
    Povo São-tomense, desliga TVS, Rádio Nacional (8RNSTP), sintoniza a RTP-África e RDP-África, vá a busca da realidade de São Tomé e príncipe, saímos do chicote de pitanga, e agora estamos a tomar chicote do aço.

    • Voz da Razão

      29 de Maio de 2012 as 14:40

      Meu caro credo

      RDP África, já era. Não sabe quem é o correspondente?

    • jeitoso

      31 de Maio de 2012 as 9:09

      todos sabem k a t.v.s pertence aos senhores do governo

  16. Credo

    29 de Maio de 2012 as 11:29

    SAOTOCAU do primeiro ministro o povo, Prestem ATENÇÃO não finge distrair:
    Precisamos imediatamente de encontrar soluções para os problemas ao nível da própria alimentação diária, para a saúde, para a educação, para os transportes, para a habitação, para o abastecimento de água, energia eléctrica, enfim, Não convém falar dos grandes projectos fantasma, estamos a sofrer, é demais. O pior dos piores do todo governo de são Tomé e príncipe.

  17. Taa-Sossegado

    29 de Maio de 2012 as 11:38

    Tudo montagem do Sr. Pinto da Costa..
    Francamente! O Wêchaísmo do meu país ultrapassou a minha capacidade de imaginação.
    MLSTP é mesmo mestre em matéria de politiquice.

    Não me estranha que a proxima já esteja montado. A partir de agora vai ser sempre assim…para atingir o 1º Ministro.

    • Mimi

      29 de Maio de 2012 as 11:58

      Haja paciencia! Entao as pessoas têm que suportar caladas e sem accao ao verem o seu ganha pao ser entregue a sei lá quem?

    • jeitoso

      31 de Maio de 2012 as 9:13

      deves passar o tempo na piscina recebendo salario do governo .deixa pinto em paz

  18. Oposição da Politica no País

    29 de Maio de 2012 as 11:52

    Tu tens Razão és de ADI, tas a ver governo a dar terra que da sustento a estas famílias ainda dizes que é estratégia …. bem haja pah

  19. Baga Tela

    29 de Maio de 2012 as 12:01

    Isso faz-me ver que tinha razão quando disse que esses políticos deviam ser aniquilados do nosso bem amado STP.
    Não pensem que isso vai ficar por aqui. Quando o “Tibério” entrou no poder, as pessoas pensavam que o nosso STP e seus povos iriam ter garantia de uma vida melhor, viram o que aconteceu? A história se repete. É um ciclo vicioso!
    Até quando o povo vai andar no leve leve. STP nunca irá mudar apenas com palavreado, prometido e não cumprido. É preciso ação. Não foi para isso que os nossos antepassados pagaram com a vida para saírmos da escravatura. Não foi não senhor… e juro que não.

  20. Oposição da Politica no País

    29 de Maio de 2012 as 12:34

    Meu caros comentadores e cidadãos de (São Tomé e Príncipe) Já vimos tudo nestas tua linda Ilhas, mais o que esta acontecer agora não sei o que dizer,
    -Problemas na Educação, estudantes a passar necessidade.
    -Graves Problemas na Saúde, Falta de Medicamentos para Único Hospital do País.. Enfim
    – Constrangimento na Justiça, até luta entre Juízes já aconteceu.
    -Agora o Governo que tomar a terra a estas Famílias, a População esta sem palavras.A conclusão pior governo na Historia de São Tomé e Príncipe.

  21. Danilo Salvaterra

    29 de Maio de 2012 as 13:08

    Infelizmente as coisas precisam chegar a esta situacao para que os de direito ajam. É um aviso aos usurpaores de grandes parcelas de terras, praiais, quer sejam eles nacionais ou estrangeiros. Nao há direito nenhum que grandes parcelas de terras sejam entregues ou vendidas a trocos de nada . A sublevação ora verificada, é um simples indicador do que será S.Tomé e Príncipe breve caso nao seja revista a lei de posse de terras.

    • Gegé

      29 de Maio de 2012 as 14:21

      Isto não tem nada a ver com lei de terras. Isto tem a ver com perseguição aos pobres. Esta gente tinha a terra onde plantavam e cultivam os seus bens para terem algo para comer e vender. O que este senhor Patrice fez foi tirar estas pessoas o seu pedaço de terra de onde extraiam algo para sobreviverem. O que é que isto tem a ver com leis de terra e otras coisas? S.Tomé está cheio de terra abandonada e por explorar.

  22. pontapecavalo@hotmail.com

    29 de Maio de 2012 as 14:04

    Esse povo nao tem hipotse nos estamos mal e bem condenados a miseria eu pelo menos consigo safar porque sou armado em curandeiro..em minha casa nao falta vinho,galinha de forro,azeite de palma,farinha mandioca,boas gajas etc etc,governo safa dum lado e eu safo doutro cada um a sua maneira.enfim

  23. Bom Samaritano

    29 de Maio de 2012 as 14:43

    Epa esta terra cada vez esta a virar cabeça por baixo.é presico de união de povo santomense para compater este governo sinão.zéme só.deixa os agricultores em paz essa é o ganha pão dele, mais porque está a tira a terra na mão deste filho da terra?Eles também tem direito,cada dia S.t.P. esta a vira terra de estrangeiro mais porquê?.Só com corragem para vencer este governo, meus irmão não pare vamos continuar lutar unido venceremmos.fui

  24. BRUNO DAS NEVES

    29 de Maio de 2012 as 15:08

    Nem o Sr Taa-Sossegado e Sr Baga-Tela parecem que vivem no mundo da lua, ou eles estao fingindo que sa coisas no nosso pais ainda estao aquando da Primeira Republica, olha so uma coisa, se quiserm saber mais sobre a nossa constituicao, ali perto na Net, e procurem saber um pouco mais ela, acho que vos vao fazer muito bem, ao inves de tao ai a falar asneiras.

  25. carlos

    29 de Maio de 2012 as 15:36

    É pena, muitos desses agricultores eram operadores de Mote cera e carvoeiro deixaram de queimar carvão e cortar madeira que a partida da cabo da natureza e foram para a agricultura agora os tiram as terras o que vão comer?

  26. Matias

    29 de Maio de 2012 as 17:06

    Isso de produtor de milho é uma farsa.
    Cada ha deve em principio produzir, 800 kgs de milho,nas nossas condições, porque na Europa 1 ha produz 12 toneladas.
    Um tambor de 200 litros de milho, vezes 10 tambores, são 2000 litros, a produção.
    Valeu Bauê!!
    Explica melhor não entendi nada.

  27. ZEDADO

    29 de Maio de 2012 as 17:12

    Acho que o governo de Patrice Trovoada deveria apoiar os agricultores e nao receber a roca dos mesmos para entrgar a SATOCAO. Senhor Argentino Espirito Santos, Senhor Jose Alice, Sr Boginho Deus Lima e Sr Manuel Domingos, os tais planistas desta cidade, recebem as luvas da empresa SATOCAO para prejudicar os pequenos que tanto sofrem neste pais em seus seus beneficios. Judas sem vergonha que ja nem deveriam estar no Ministerio da agricultura estao la em servico do Patrice Trovoada. Aqui e mundo. Havemos de nos encontrar……

  28. ZEDADO

    29 de Maio de 2012 as 17:52

    O governo de Patrice Trovoada em vez de tomar as terras dos pequenos agricultores e entregar a sociedade SATOCAO, deveria apoiar os pequenos agricultores com credito, construir vias de acesso para que os mesmos possam escoar os seus produtos. Muitos agricultores tenhem vontade de trabalhar e investir nas roças mas nao conseguem por causa de vias de acesso. Esta seria sim a preocupação do governo.

  29. N.C

    29 de Maio de 2012 as 22:11

    Isso apenas e o comeco.Como alguem referiu essa manifestacao,bem como muitas outras deveriam tomar o rumo a palacio do governo e ao palacio do povo e exigir a demissao do governo.O povo tem que dizer basta,se organizar e revendicar os seus direitos de forma ordeira, pacifica e disciplinar.Penso que tambem ja e tempo de os Santomenses residentes no estrangeiro com novas tecnologias como faceboo convoquem uma mega manifestacao em Angola,Gabao,Portugal e Inglatera.E preciso que o Sr 1 Ministro tome consciencia do sofrimento,do empobrecimento e da desgorvernacao que esta a efectuar no pais.Que esta manifestacao seja tambem um alerta para o Chefe do Estado que serenamente vai assistindo declinio da Nacao

  30. jaka doxi

    30 de Maio de 2012 as 0:43

    Um bando de preguiçosos e manipulados por bandidos e politiqueiros da nossa praça.

  31. Fernando Castanheira

    30 de Maio de 2012 as 7:17

    Vamos unir a nossa voz junto a Sr Pinto da costa para ajuda-lo a tirar este homem do poder. Forca Povo de nS.Tome e Principe

  32. Minja lato

    30 de Maio de 2012 as 7:59

    Patríce Trovoada senhor não é culpado, culpado é povo que não conhece bom cozinheiro ,a qualidade de senhor, são desses pais que geram e não perfilha.
    Mu têndê cá loja sum cu mafé sé, um toma Sun tanda flida d’ômê tlaxi cu baçola cutu, pa Sun pô cocé cuê.

  33. Nando Vaz (Roça Agostinho Neto)

    30 de Maio de 2012 as 10:14

    Acho melhor alternativa,é aproveitar milhares de hectares de terrenos que estão abandonado, e não expropriar os terrenos dos Agricultores!

  34. Engenheiro( LISBOA)

    30 de Maio de 2012 as 10:54

    Prefiro não dizer nada porque a raiva que eu tenho dessas brincadeiras desse fantoche governo, eu penso que só iria dizer asneira.De qualquer forma eu congratulo-me com o protesto daqueles pais de família e encarajo-lo a fazer tudo para que continuem a viver daquela terra e dar educação aos seus filhos e não só.

    Se ZÉ- CANGOLO, REI AMADOR e outros não temeram os COLONOS então vocês não devem temer essas nova forma de COLONO.
    O País é nosso e as terras também.
    Todos temos direitos.
    Esse governo perdeu todo equilibrio e agora só cái no proprio laço que faz.

    FORÇA COMPATRIOTAS!!!

  35. Fala-ceto

    30 de Maio de 2012 as 11:35

    Senhor Patrice foi longe demais, são filhos da terra, e merecedores de respeito, sabemos que não gostas do povo, sabemos que na sua cabeça só pensa em dinheiro e poder porque sempre foste criado com dinheiro facil e do sacrificio do povo santomense, não és culpado os culpados somos todos nós filho da terra que ainda pensam que o sehor vale alguma coisa principalmente os mas pobres e necessitados do distrito de cantagalo e mezochi que não qurem ver.Mas tudo tem seu dia e o do senhor virá sem falta. enganando nosso gente com banho e promessas falsas, gastando o dinheiro de estado com viagem sem fundamento, agora quer tirar um pedacinho de terra das pessoas que somente depende da agricultura para subviver, mas só queres aumentar a fortunas dos trovadas,pense um pouco e de oportunidades a essa gente eles têm mais necessidade que o senhor, ou será que a tua ganância não te permite vê isso.Eu me dedico a agricultura a mas de 15 anos este país so tem uma saida duradeira e duravel é apostar na agricultura, pecuaria e pescas sempre protegendo o ambiente. Santomense não acretitem nas pessoas que dizem que este país se desenvolverá com petrolio, comercio,e coisas deste tipo!este país deve pensar em alimentar os seus filhos e sobre tudo proteger-los de outras situação que podem deturpar a nossa santomensedade. fui.

  36. sabixão

    30 de Maio de 2012 as 11:56

    País pequeno, com gente humilde e trabalhadora mas com muitos dos nossos governantes e políticos ladrões, bandidos, interesseros e mesquinhos. Coitadinhos desses pobres que tanto lutam para viverem e garantirem um pão de cada dia e logo vem uma tal SAOTOCAO empresa de bandos de bandidos que venhem criar a descórdia e a fome a essas familias. Com o custo de vida a elevar-se, com um aumento dos preços de alguns bens essenciais e a falta de alguns produtos no mercado, o povo com um salário(troco) de miséria não sei aonde vamos parar. Esta politica errada de atacar os que menos tenhem vai levar esses gajos ladroes para casa e nunca mais espero eu que eles apareçam tentando enganar o povo com banhos para atingirem os seus objectivo. Povó bili uê….. Já esta na hora de dizer basta a esses malandros.

  37. TVSA-Televisão Santomense Aberta

    30 de Maio de 2012 as 12:51

    Vamos todos sair em massa,em direcção ao Palácio do Governo em 10 de Junho.
    Convite está feito a todos que apostam numa vida melhor para os santomenses.Viva a democracia.Abaixo Patarice e seus lacaios.

  38. eufrasio

    30 de Maio de 2012 as 13:00

    qua dana ê….

  39. pierre

    30 de Maio de 2012 as 16:53

    Eu não sou politico não serei e nunco aveis de ser, sou igual a todos mas com relação a carecteristica sou o único,é pena oqui se esta a passar com o nosso povo,acredito que muitos que comentam nesse nornal podem estar filiados nalgum partido ou muitas vezez não,mas que a verdade deve ser dita estou da cordo.

  40. mosssad

    30 de Maio de 2012 as 17:03

    Este primeiro ministro nao tem piedade, quer ter controle do pais duma forma ou de outra, felizmente ainda nao houve sangue porque os santomenses como sempre e pacifico.
    So ha mais um homem no mundo neste momento que podemos equiparar ao PATRICE TROVOADA=Bashar al-Assad DA SIRIA.

    TIRAM ESTE HOMEM DAI… SAO TOME VAI DEIXAR DE EXISTIR.SE NAO

  41. FIJALTAO

    30 de Maio de 2012 as 17:42

    Quando um governo, exerce o poder, considerando o poder económico e sobretudo privado acima do próprio estado, então o caldo está entornado! Isto se passou e se passa na Europa e esse modelo já está ultrapassado porque isto só nos escamba para a desgraça.O primeiro ministro que tire as ilações e mude de estratégia como forma de estar bem com todos, evitando assim o ver a cara e não ver o que lhes vai na alma!

  42. Minja lato

    31 de Maio de 2012 as 10:06

    porquê que muitos de nos temos medo de falar, manifestar de ravoltar, as coisas estao mal vamos por um fim mesta cituação.
    vamos sair para rua vamos deixar de medo

  43. Héralce

    31 de Maio de 2012 as 11:19

    O Governo, independentemente se o Sr. 1º Ministro é sócio ou não da SOTACAU, deve preservar aqueles trabalhadores/cultivados que dão as suas vidas ao abastecimento do mercado. Ainda mias agora que fala-se de uma forte aposta na agricultura. Esses trabalhadores não têm as parcelas como algo inválido. É de lá que sai os seus sustento.
    Eu questiono: será que a substituição do milho, mandioca pelo cacau será mais rentável para o país, naquela parcela de terra? Sei que o actual Governo tem olhos virados para grandes investimentos, sobretudo empresariais, mas há que preservar os cidadão. Sobretudo os que auto empregam e contribuem para a segurança alimentar do país.

  44. Barão de Água Izé

    31 de Maio de 2012 as 12:56

    Enquanto os politicos não forem criminalizados por má governação e apropriação de bens Públicos, tudo continuará na mesma.
    Os anos passam, as gerações sucedem-se e o povo de STP não recebe o que a Indepência devia já ter dado: condições minimas de dignidade e qualidade de vida.
    Pelo contrário, a pobreza agrava-se e o Sr. Patrice passa a vida a viajar e para quê?

  45. abre olho povo sofredor

    1 de Junho de 2012 as 6:01

    Patrice, tenha um pouco de consciencia, este povo ja n agurnda~, meu amigo Varela, criticavas o Aito por ele.. mas estais a sair muito mal na foto, tens familia efilhos e amigos em s.tomé seja um pouco mais sério e honesto.

  46. beny sacramento

    1 de Junho de 2012 as 15:00

    pomba branca,um conselho ,quantas veses,quantos dias,quantas noites que o sensor Patrice pensou de tomar esta triste decisào,hummmmmmm nào vai te calhar bem,nào hà trabalho,e esses que estào a lutar para sobriviver coitados,tira-los o seu pào de cada dia,nào è justo,com tantas roças em sào tomè so aquela que ja esta curtivadas

  47. beny sacramento

    1 de Junho de 2012 as 15:11

    Pomba branca continua,força os agricultores espero que vocès nào vào deixar os vossos sorros paa o soutros badidos,nào vai e nem deixa os outros irso estào arrumados em pataforma coraqem, força um beijào para todosagricultores de sào tome

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo