ONG “Sítio do Equador” é parceira da “Karingana Wa Karingana” na recepção e distribuição de livros em São Tomé e Príncipe

A ONG são-tomense “Sítio do Equador”, liderada pelo Jurista Rui Seca, estabeleceu parceria com a ONGD “Karingana Wa Karingana” que permitirá a chegada a São Tomé de livros que deverão ser distribuídos. A ONG são-tomense, pede união de forças, para o êxito da empreitada.

A ONGD “Karingana Wa Karingana” no âmbito do protocolo de colaboração celebrado com a ONG Sítio do Equador aprovou em reunião de direção que poderá proceder ao envio de um contentor de livros para S.Tomé e Príncipe desde que estejam reunidas um conjunto de circunstância essenciais para o bom desempenho desta importante ação.

Tratam-se de  livros  doados a “Karingana wa Karinganana” por todos os portugueses com contribuições da diáspora portuguesa espalhada pelo mundo fora, o que muito nos honra e orgulha; – em cada livro está um gesto de carinho para quem deles mais necessita.

De acordo com o processo de seleção e triagem que levamos a cabo, considerando o estado de conservação dos livros (uma vez que só são enviados livros em bom estado de conservação), identificamos as seguintes categorias de livros:

-Literatura de autores de língua portuguesa;

- Banda desenhada;

- Dicionários;

- Enciclopédias;

- Atlas;

- Gramáticas;

- Livros técnicos.

Assim sendo o contentor de livros destinado a S. Tomé e Príncipe terá livros destas categorias.

Acresce ainda que, tratando-se de um donativo de livros à vossa ONGD, é para nós fundamental garantir que o envio desses livros esteja isento do pagamento de quaisquer Taxas Aduaneiras e de IVA, bem como do pagamento de qualquer Taxa de Desalfandegamento aquando da chegada dos livros a S. Tomé e Príncipe e de quaisquer despesas relacionados com o descarregamento e/ou permanência da carga na alfândega (custo eventual de um armazém) ou ainda de eventuais honorários de um Despachante.

Para que esta ação possa ter lugar é também importante que estejam asseguradas as condições para o pagamento de 2 viagens e estadia para os membros da direção da Karingana que irão acompanhar o processo da chegada dos livros.

Caro Coordenador, pela sua natureza a “Karingana Wa Karingana” só poderá desempenhar as ações a que se propõe se puder contar com o apoio e parceria de instituições e outras entidades sensíveis aos nossos objetivos e que se queiram associar às nossas ações.

É com muito orgulho que sabemos que este gesto é de uma enorme importância para o desenvolvimento cultural e social do povo de S.Tomé e Príncipe, valorizando a dignificando a nossa língua como património da lusofonia e da humanidade; – estamos pois certos que a ONGD sítio do Equador saberá dar o valor a este donativo continuando o espírito de missão da Karingana em S.Tomé e Principie.

Com os nossos melhores cumprimentos,

O Presidente da ONGD “ karingana Wa Karingana”

(Tiago Bastos)

  1. img
    ANCA Responder

    Está é uma boa iniciativa.

    O envio de livros é importante, sobretudo para o apretrechamento das bibliotecas escolares,municipais e nacionais.

    Neste contexto o número de contentores deveria ser de Três, no espaço de um ano.

    Não obstante ser um donativo, o pagamento de quaisquer Taxas Aduaneiras e de IVA, bem como do pagamento de qualquer Taxa de Desalfandegamento, o estado deve garantir a isenção, desde que se fiscalize com rigor,(controlo fronteiriço) este ou outro qualquer donativo material desta natureza á São Tomé e Príncipe.

    As instituições competentes do estado, devem ainda assumir a recepção, deste donativo, á sua distribuição e acompanhamento, em pareciria com a ONG SãoTomense “Sítio do Equador”, junto á escolas e blibiotecas, para certificar-se de que se cumpri o objectivo deste donativo á São Tomé e Príncipe.

    Quanto á;

    “Para que esta ação possa ter lugar é também importante que estejam asseguradas as condições para o pagamento de 2 viagens e estadia para os membros da direção da Karingana que irão acompanhar o processo da chegada dos livros.”

    Antes de mais, para que esta acção, possa ter lugar é preciso boa vontade e boa fé.

    Se se a ONG “Sítio do Equador”, liderada pelo Jurista Rui Seca, estabeleceu parceria com a ONGD “Karingana Wa Karingana” o que permitíra a chegada de livros á São Tomé e Príncipe,(que jamais á distribuição seja somente efectuada á São Tomé, mas tanbém á Príncipe),

    o porquê de;

    “Para que esta ação possa ter lugar é também importante que estejam asseguradas as condições para o pagamento de 2 viagens e estadia para os membros da direção da Karingana que irão acompanhar o processo da chegada dos livros.”

    Porque duas viagens?

    Esta é uma condição tão “sine qua non”, para o acompanhento da chegada de livros?

    Se existe uma ONG São Tomense “Sítio de Equador”, deve ser ela assegurar liderar e conduzir o processo da chegada e distribuição dos livros á São Tomé e Príncipe, e mediante a parceria estabelecida entre as duas ONG, procurar apoios conjunto, para garantir a possível estádia dos seus membros.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  2. img
    ANCA Responder

    O sector privado SãoTomense, a sociedade cívil organizada, os cidadãos Sãotomenses, devemos apoiar esta causa, esta iniciativa.

    Vamos apoiar

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençõe São Tomé e Príncipe

    Bem haja

  3. img
    ONG Sítio do Equador Responder

    JUNTOS SOMOS CAPAZES, POR UM STP MELHOR!

  4. img
    Colomba Responder

    A acção não haja dúvida que é muito meritória, mas:

    - Se a ONG “Sítio do Equador” é parceira da ONG “Karingana”, será que a “Sítio do Equador” não tem pessoal à altura para recepcionarem, desalfandegarem e distribuírem a mercadoria?.

    - Para quê a ida de 2 MEMBROS DA DIRECÇÃO da Karingana com VIAGENS E ESTADIAS PAGAS para acompanhar o PROCESSO DE CHEGADA DOS LIVROS?:

    - Para tirarem a fotografia a entregar os livros aos pobrezinhos?

    -Ou porque tenham medo que os livros se percam pelo caminho?

    - Para se fazer uma doação, será necessário que a mesma tenha que ser anunciada em grandes parangonas nos meios de comunicação?

    - Uma doação, é um acto de amor e humildade (feito com descrição) para com o próximo, ou um acto de soberba e de vaidade?

    Cumprimentos

  5. img
    Deus é que sabe Responder

    Realmente a comentarios muito pequenos acho bem que seja acompanhada pelos dois membros para terem certeza de que chegaram ao destino.

Deixe um comentario

*